União São João Esporte Clube

União São João Esporte Clube, mais conhecido como União São João de Araras, é um clube brasileiro de futebol da cidade de Araras, interior do estado de São Paulo, fundado em 14 de janeiro de 1981 por Hermínio Ometto. Suas cores são o verde que representa a cana-de-açúcar e o branco que significa o açúcar.[3]

União São João de Araras
Nome União São João Esporte Clube
Alcunhas Verdão[1]
Torcedor(a)/Adepto(a) Uniense
Mascote Arara
Fundação 14 de janeiro de 1981 (43 anos)
Estádio Hermínio Ometto
Capacidade 22.100 Torcedores
Localização Araras, São Paulo, Brasil
Presidente José Mário Pavan[2]
Treinador(a) Edson Vieira
Material (d)esportivo VS
Competição São Paulo Campeonato Paulista - Série A3
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

Tradicional equipe do interior paulista, o clube é conhecido por ter revelado o ex-jogador Roberto Carlos, lateral-esquerdo pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira.[4]

O União São João foi vice-campeão do Campeonato Paulista de 2002,[nota 1]. Após sete anos de ausência, pois o time pediu licenciamento em 2015, o clube voltou a disputar a segunda divisão do Campeonato Paulista em 2022, torneio tal qual que é equivalente ao quarto nível estadual,[5]no qual foi campeão em 2023.[6]. De 1981 a 1995, um Dragão foi o mascote oficial do União São João EC; mas a partir de 1995 aos dias atuais, a Arara, símbolo da cidade de Araras, é o mascote oficial do clube.

História editar

O União São João foi fundado em 14 de janeiro de 1981 com o nome de Sociedade Esportiva e Recreativa União São João, para preencher a lacuna que se instalou no futebol profissional da cidade após a desativação desses departamentos nos tradicionais clubes como a AA Ararense, o Comercial FC, entre outros. Hermínio Ometto, dono da Usina São João, foi o realizador do sonho ararense de ter uma equipe que representasse bem a cidade.[3]

Anos 1980: Década de tristezas e alegrias editar

Ainda em 1981, a equipe disputou seu primeiro torneio de forma oficial: o Campeonato Paulista da Terceira Divisão (atual Série A3), onde consegue o acesso para a Série A2.[7] No ano seguinte, o time disputou a Segunda Divisão do Campeonato Paulista (atual Série A2).[7]

Em 1987, o União São João alcança mais uma conquista na sua história, a Segunda Divisão (atual A2), levando o clube a participar da divisão de elite, fato inédito na cidade, e a construção do seu novo estádio, o Hermínio Ometto, na zona leste da cidade. Em 1988, em sua estreia no Campeonato Paulista da Primeira Divisão acabou terminando em último lugar, mas mesmo assim continuou na elite. No segundo semestre, o clube participa pela primeira vez de um Campeonato Brasileiro: o da Série C, sagrando-se campeão ao empatar na final contra o Esportivo de Minas por 2 a 2.[7]

Em 1989, fez sua primeira excursão ao exterior, jogando 4 partidas no Japão, onde conquistou duas vitórias e 2 empates. Empatou com o Nissan FC (atual Yokohama F. Marinos por zero a zero. Jogou duas vezes contra a Universidade Keio vencendo a primeira partida por três a zero e no segundo jogo aplicou uma goleada de sete a zero no time japônes. Empatou em um a um contra o PJM Futures Hamamatsu e goleou por cinco a um o Tokyo Gas.[8][9]

Anos 1990: O auge editar

Em 1991, foi inaugurada a iluminação artificial do Estádio Hermínio Ometto, na vitória contra o Palmeiras por 1 a 0. O escudo é alterado pela primeira vez onde as iniciais U. S. J. dão lugar ao nome completo União São João, com destaque para União.

No ano seguinte, o clube consegue mais um grande marco: o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro de 1993. Ainda em 1992, pela primeira vez, o União tem um jogador convocado para Seleção Brasileira: o lateral-esquerdo Roberto Carlos, para a disputa do pré-olímpico.[4] No ano seguinte, o jogador é vendido ao Palmeiras e, mais tarde torna-se o maior lateral-esquerdo do mundo, conquistando títulos pelo Real Madrid e Seleção Brasileira.[4]

Em 1995 a equipe fez uma péssima campanha na Série A do Campeonato Brasileiro, sendo rebaixada para a Série B. No ano seguinte fez uma bela campanha na Série B conquistando o acesso e o título da divisão, seu título mais importante até hoje.

Em 1997, disputando a Série A é novamente rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Primeiro clube-empresa do Brasil editar

No final de 1993, o União São João de Araras foi comprado pelo empresários da Construção Civil, Iko Martins e José Mário Pavan para que no ano de 1994 se torna-se o primeiro clube-empresa do Brasil, passando a se chamar União São João S/A, administrando o União São João Esporte Clube.[10][11] Na época a receita financeira do clube era mantida com o dinheiro das rendas dos jogos, das propagandas na camisa, da cota da TV, da loteria esportiva e das placas de propaganda colocadas no Estádio Doutor Hermínio Ometto[10]. O resultado desta iniciativa pioneira no futebol brasileiroa, era permitida por conta da Lei nº 8.672, de 6 de julho de 1993 conhecida como Lei Zico em vigor na época, que facultava aos clubes de futebol transformarem-se em empresas.[10] Em 1998, foi decretada a Lei 9.615 de 24 de março de 1998, habitualmente chamada de Lei Pelé que revogou a Lei Zico, o que era facultativo passou a ser uma obrigatório, e todos os clubes de futebol profissional do Brasil deveriam necessariamente se tornarem empresas.[11][12]

 
Hermínio Ometto, o fundador do União São João.

Campeão Brasileiro por duas vezes editar

Poucos clubes do futebol brasileiro ostentam uma história de sucesso semelhante a do União de Araras. O grande investimento na revelação de novos jogadores e o trabalho desenvolvido com seriedade no futebol profissional mostram que o caminho escolhido pela administração do clube é dos melhores.

Dentro desta estrutura, o União de Araras alcançou a Série A1 do Futebol do Estado de São Paulo, ao conquistar o Campeonato Paulista da Série A2 em 1987. No cenário Nacional o União de Araras conquistou o Campeonato Brasileiro da Série C em 1988 e o Campeonato Brasileiro da Série B em 1996. O União disputou por quatro vezes a Principal Divisão do Futebol Brasileiro, nos anos de 1993, 1994, 1995 e 1997.[13]

Série C de 1988 editar

Dirigido pelo saudoso Zé Duarte, o União conquistou o primeiro título nacional. Foram 18 jogos, com 10 vitórias, 2 empates e 6 derrotas, 23 gols marcados e 13 sofridos, saldo positivo de 10.

Tabela de classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1   União São João 33 18 10 2 6 23 13 +10

Série B de 1996 editar

Sob o comando de Lula Pereira e do auxiliar Luiz Carlos Cruz, o verdão venceu a segunda maior competição do país, a primeira da era Pavan. Foram 18 jogos, 9 vitórias, 4 empates e 5 derrotas, 28 gols marcados e 21 sofridos, com saldo positivo de 7.

Tabela de classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1   União São João 31 18 9 4 5 28 21 +7

Anos 2000: Década de poucas felicidades editar

No ano de 2002, os clubes Paulista Futebol Clube, Portuguesa,São Caetano, Corinthians,Palmeiras,São Paulo, Santos, Guarani e Ponte Preta, ficaram de fora da primeira divisão do campeonato paulista, por estarem disputando o Torneio Rio-São Paulo de 2002.[14][15] Sendo assim abriu-se vagas para o times do interior competirem o Campeonato Paulista de 2002,[nota 2] disputado somente por equipes do interior. Com 12 clubes disputaram o campeonato que era de pontos corridos, turno e returno;o União São João fez uma ótima campanha e chegou até a última rodada podendo ser campeão. [14][15]

Na última rodada, Rio Branco, Juventus, Ituano e o União São João,podiam ser campeões,porém dependiam de algumas combinações de resultados. O Juventus precisava vencer a Inter em Limeira e torcer por derrota dos outros três, tirando ainda uma diferença de oito gols em relação ao líder. O Rio Branco, por sua vez, além de vencer o União Barbarense em casa, teria de torcer contra os dois times à sua frente e livrar uma diferença de apenas dois gols.[14][15] O Rio Branco venceu a partida por dois a um, o Juventus ganhou por três a dois, não superando o saldo gols necessário e enquanto isso, o União São João venceu o Matonense por dois a um e o time do Ituano precisava somente de um único gol que foi feio pelo jogador Silvinho aos 40 minutos do segundo tempo.[14][15] Sendo assim o União perdeu o título para o Ituano, ficando com o vice-campeonato.[14][15]

Em 2003, depois de escapar do rebaixamento no Paulistão, o União termina o Brasileirão da Série B em último lugar e é rebaixado para a Série C.

Em 2004, na disputa do Paulistão, o União protagoniza algo inusitado: mesmo terminando o campeonato com apenas 1 ponto ganho, o time não é rebaixado para a Série A2, pois o Oeste de Itápolis foi punido com a perda de 12 pontos por escalação de jogadores irregulares.

Em 2005, depois de 18 anos na elite paulista o União é rebaixado para a Série A2.

Em 2006, chegou a Segunda Fase da Série A2, mas não conquistou o acesso, fato esse que se repetiu em 2007, 2008 e 2009.

Anos 2010: A década de choros para o Ararense editar

Em 2010, assim como nos anos anteriores se classificou à Segunda Fase da Série A2, mas não conquistou o acesso.

Já em 2011 a equipe nem se classifica para a próxima fase.

Em 2012, depois de 6 tentativas para subir de divisão acabou fazendo uma campanha ruim e foi rebaixado para a Série A3, divisão que não disputava há 32 anos.

Em 2013, o pior ano da vida dos unienses: a Ararinha faz uma campanha desastrosa e consegue um inédito rebaixamento à Segunda Divisão (na prática a quarta e última divisão) do Campeonato Paulista.

2015 - Licenciamento e fim das atividades editar

O União São João de Araras fechou as portas no dia 3 de fevereiro de 2015, anunciando que em meio a uma grave crise financeira nos últimos anos, com dívidas estimadas em R$15 milhões, e pediu afastamento da Segunda Divisão do Campeonato Paulista para tentar arrumar uma forma de saldar as dívidas e “colocar a casa em ordem”.

"- É um momento de muita tristeza para todos nós. Mas não tem como o clube ficar acumulando mais dívidas. Já em 2014 foi difícil, tivemos que recorrer a alguns parceiros, com alguns jogadores emprestados, e no final não conseguimos o acesso. Na verdade, desde que caímos da A1 em 2005 não conseguimos mais subir e só acumulamos dívidas. Chega um momento que você tem que parar e pensar, porque você vai continuar devendo e é melhor parar para depois tentar começar de novo" - explicou o vice-presidente Antonio Carlos Beloto.

O União São João sequer noticiou as explicações de seus dirigentes. O clube apenas divulgou uma extensa nota oficial através de sua página no Facebook. A última partida da Ararinha foi no dia 20 de setembro de 2014 pela Segunda Divisão do Campeonato Paulista, contra o Pirassununguense, na qual o União perdeu por 3 x 2. A última vitória do União foi justamente contra o Pirassununguense, também pela Segunda Divisão do Campeonato Paulista no dia 30 de Agosto de 2014, na qual o time venceu por 1 x 0.[16] Em agosto do mesmo ano, foi revelado que Roberto Carlos havia fechado uma parceria com o União São João, visando ressuscitar o departamento de futebol da sua primeira equipe, coisa que não se concretizou.[17]

2022- Retorno às Atividades editar

Em agosto de 2021, o União São João anunciou uma parceria inédita com a Prefeitura de Araras para a criação do programa Esporte para Todos, e sendo patrocinado por diversas lojas, como a rede de supermercados Savegnago, a empresa Engetubo, a Rede Atacadista Spani entre outros grandes patrocinadores, e anunciou o retorno de suas atividades, após 6 anos inativo[18]. O clube anunciou o retorno no campeonato Paulista Sub-15 e Sub-17, e prometeu subir rapidamente. A parceria com a prefeitura consiste na utilização do Estádio Doutor Hermínio Ometto, para ações sociais relacionados ao fomento ao esporte, com a prática de diferentes modalidades no local.

“O estádio Hermínio Ometto, casa do verdão de Araras, conta uma estrutura difícil de encontrar em outras cidades da região, com campos de futebol, pistas de atletismo, quadras de areia, entre outros espaços que utilizaremos para a prática esportiva e também para realização de eventos que visam o fomento do esporte em nossa cidade, principalmente na vida de crianças e jovens”, comentou o secretário de Esportes, Douglas Marcucci. "A parceria visa o fomento ao esporte e também um melhor aproveitamento desse espaço, que é tão importante para a história de Araras. Mais do que isso, é uma forma de oferecer novas oportunidades e possibilidades para nossas crianças e jovens, por meio desse instrumento tão importante de educação, disciplina e dedicação. O esporte muda vidas, acreditamos nisso e lutaremos para que realmente seja uma possibilidade em nossa cidade”, finalizou Douglas.

“Essa parceria e o anúncio do retorno das atividades desse clube tão importante para nossa cidade marcam momento histórico em nossas vidas. O esporte é uma das ferramentas mais importantes de inclusão social, pois além de desenvolver o físico e saúde de seus praticantes, também tem papel fundamental na aquisição de valores importantíssimos para harmonia social e precisa ser valorizado. Contribuir para o retorno das atividades efetivas do União São João de Araras e de uma nova história de glórias é um grande sonho sendo realizado”, explicou o prefeito de Araras, Pedrinho Eliseu.

Em 16 de setembro de 2023, avança para a final da Bezinha contra o Catanduva e conquista o acesso para a Série A3 de 2024.[19][20] Em 30 de setembro de 2023, a equipe é consagrada vencedora da disputa.[21]

Campeão do Campeonato Paulista de Futebol de 2023 - Segunda Divisão editar

Em 2023, na primeira fase da Campeonato Paulista de Futebol de 2023 - Segunda Divisão venceu 4 vezes, empatou 4 e foi derrotado apenas duas vezes dando condições de seguir para a segunda fase do torneio, ficando em terceiro lugar no Grupo C. Na segunda fase, o União venceu 4 partidas das 6 que foram disputadas tendo um empate e uma derrota. Na segunda fase, o União São João ficou no primeiro lugar do grupo E. Na terceira, o clube ficou no Grupo A e também ficou em primeiro havendo uma instabilidade, dos 6 jogos disputados, não perdeu nenhum, porém, venceu dois e empatou 4 jogos. O clube no chega as fases finais do campeonato. Nas quartas de final ficou no zero a zero no jogo de ida contra o Nacional, na volta venceu por 3 a 1 jogando em casa.[22] Repetiu o placar de 3 a 1 realizando o jogo da ida das semi finais em casa e venceu o Grêmio São Carlense[23][24], mas no jogo da volta, fora de casa, perdeu por 2 a 1. Na partida final, o União ficou no zero a zero no jogo de ida contra o Catanduva Futebol Clube; a partida foi fora de casa.[25][26][27]. No jogo da volta, realizado no Estádio Doutor Hermínio Ometto diante de um público de 7 mil e 566 pagantes[28], o time da cidade de Araras venceu, o clube do munícipio de Catanduva por dois a zero; com o gols de Toninho que recebeu de Valdivía a bola oriunda da intermediária,e de canhota, acertou o ângulo esquerdo, chutando de fora da área, fazendo o gol, sem chances para o goleiro Mandela. Na segunda etapa, o jogador Joninha foi derrubado dentro da área aos 32 minutos e o árbitro marcou pênalti para a equipe de Araras. Rodrigo, do Catanduva, foi expulso por reclamação, após receber o segundo amarelo. Valdívia foi para a cobrança e e efetuou o gol, ratificando o resultado e confirmando o título ao União São João de Araras após 27 anos sem conquistar nenhum título, a última vez que o União São João tinha sido campeão foi no Campeonato Brasileiro de Série B de 1996.[29][30][31][32]

Cronologia editar

Cronologia do União São João Esporte Clube
  • 1953 - A Usina São João sempre foi uma das maiores e mais importantes do estado. E assim como outras usinas, a São João resolveu fundar o seu time de futebol, surgindo assim a Sociedade Esportiva Recreativa Usina de São João. O verde e o branco foram escolhidos por serem as cores que melhor representam a atividade da empresa: o vede da cana e o branco do açúcar.

  • 1981 - Sucessor do Usina, a Sociedade Esportiva e Recreativa União São João foi fundada para preencher uma lacuna que se instalava no futebol da cidade. Depois do Comercial e da Ararense encerrarem suas atividades, Araras perdeu destaque no futebol. Hermínio Ometto, dono da Usina São João, não foi só o mentor, mas também um sonhador, que tornou possível criar uma equipe de primeiro nível na cidade. Disputa a Terceira Divisão Paulista (atual A3) e conquista o acesso à Segunda Divisão.
  • 1982 - Disputa a Segunda Divisão Paulista (atual Série A2).
  • 1986 - Morre Hermínio Ometto.
  • 1987 - Vence o São José e conquista o título Série A2 daquele ano.
  • 1988 - Inaugura seu estádio, o Herminião. Conquista a Série C do Campeonato Brasileiro.
  • 1989 - Faz sua primeira excursão ao exterior, jogando 4 partidas no Japão (2 vitórias e 2 empates).

  • 1991 - Conquista a Copa Benedito Teixeira.
  • 1992 - Vai à elite do Brasileirão. Constrói seu Centro de Treinamentos nas adjacências do estádio. Pela primeira vez, o União tem um jogador convocado para Seleção Brasileira: o lateral-esquerdo Roberto Carlos, para a disputa do pré-olímpico. No ano seguinte, o jogador é vendido ao Palmeiras e, mais tarde, torna-se o maior lateral-esquerdo do mundo, conquistando títulos por Real Madrid e Seleção Brasileira.
  • 1993 - Passa a se chamar União São João Esporte Clube.
  • 1994 - Com a possibilidade de fechamento após o falecimento de Gilberto Ometto, os presidentes José Mario Pavan e Iko Martins adquirem o clube junto à Usina e transformam o União São João no primeiro clube-empresa do Brasil. Remodela seu distintivo, incorporando a ave que dá nome à cidade.
  • 1995 - É rebaixado para a Segundona do Brasileiro. Pega o Fenerbahçe em Araras, sai na frente, mas toma 4 e é goleado. No dia 30 de novembro, morre em acidente o ídolo Osias.
  • 1996 - É campeão da Série B. É campeão Paulista Sub-20.

  • 2002 - Num Campeonato Paulista disputado somente por equipes do interior, o União fica com o vice-campeonato, atrás somente da equipe do Ituano.
  • 2003 - Cai para a Terceirona do Brasileiro
  • 2004 - Morre Ararinha, torcedor símbolo do clube, aos 69 anos.
  • 2005 - Cai para a Segundona Paulista. Disputa pela última vez a Série C do Campeonato Brasileiro.
  • 2006 - Fica bem perto de retornar a A1 paulista.
  • 2007 - Também fica bem perto da promoção.
  • 2008 - Avança a
  • à segunda fase, mas de novo é desclassificado.
  • 2009 - Faz boa campanha na primeira fase, mas de novo não sobe.
  • 2010 - Vai a segunda fase, mas não sobe.

  • 2011 - Não se classifica para a segunda fase.
  • 2012 - É rebaixado para a Terceira Paulista. Desiste de disputar a Copa Paulista por falta de dinheiro.
  • 2013 - É rebaixado para a Segunda Divisão do Campeonato Paulista (equivalente à quarta divisão).
  • 2014 - É eliminado na terceira fase da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, com 1 vitória, 1 empate e 4 derrotas.
  • 2022 - É eliminado na primeira fase da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, sem vitórias, 1 empate e 9 derrotas.
  • 2023 - Campeão da 2ª Divisão sub-23 e sobe para a Série A3 do Campeonato Paulista


Títulos editar

NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Brasileiro - Série B 1
1996
  Campeonato Brasileiro - Série C 1
1988
ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Paulista - Série A2 1
1987
  Campeonato Paulista - Série A4 1
2023

Outras conquistas editar

  • Copa Benedito Teixeira: 1991

Estatísticas editar

Participações editar

Participações em 2024
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última A   R  
  Campeonato Paulista 18 Vice-campeão (2002) 1988 2005 1
Série A2 13 Campeão (1987) 1982 2012 1 1
Série A3 3 ?º colocado (1981) 1981 2024 1 1
Série A4 3 Campeão (2023) 2014 2023 1
Copa Paulista 7 Quartas de final (2006) 2004 2011
  Campeonato Brasileiro 4 12º colocado (1993) 1993 1997 2
Série B 9 Campeão (1996) 1989 2003 2 1
Série C 3 Campeão (1988) 1988 2005 1

Últimas 10 Temporadas editar

 Ver artigo principal: Temporadas do União São João
Últimas dez temporadas do União São João Esporte Clube
  Nacionais   Internacionais   Estaduais
Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continentais / Mundial Campeonato Paulista Copa Paulista
Ano Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos. Fase Máxima
2013 D Não classificado A3 20º
2014 D Não classificado A4 13º
2015 Licenciado
2016 Licenciado
2017 Licenciado
2018 Licenciado
2019 Licenciado
2020 Licenciado
2021 Licenciado
2022 D Não classificado A4 35º
2023 D Não classificado A4
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado nas semifinais
     Campeão e promovido à divisão superior
     Vice-campeão e/ou promovido à divisão superior
     Rebaixado à divisão inferior
     Classificado à fase de grupos da Copa Libertadores
     Classificado à fase preliminar da Copa Libertadores
     Classificado à Copa Sul-Americana
     Campeão do Campeonato do Interior

Patrimônio editar

Estádios editar

Engenho Grande editar

O estádio já ganhou 2 títulos com o União todos em 1 ano e meio que o estádio foi fechado. Inaugurado em 1959, o estádio Engenho Grande serviu de palco para a Usina São João, time que deu origem anos depois ao União São João de Araras. A praça de esportes, por sinal, ficava no interior da própria usina, de propriedade da família Ometto. Na primeira vez que a bola rolou por lá, o time da casa foi goleado pelo Palmeiras por 6 a 0 em amistoso. Na última vez que recebeu uma partida oficial, em 1988, o União empatou com o Esportivo de Passos em 2 a 2 pelo Campeonato Brasileiro da Série C e garantiu o acesso para a Série B. Desde então, o time manda seus jogos no estádio Herminião. A equipe tem boas lembranças do Engenho Grande pois, foi campeão 2 vezes aqui. O estádio atualmente está desativado.

Estádio Doutor Hermínio Ometto editar

 Ver artigo principal: Herminião

Inaugurado em 1988, o Herminião foi inaugurado com o empate por 1 a 1 contra o Botafogo-SP, em jogo válido pelo Campeonato Paulista daquele ano. O primeiro gol do novo estádio foi marcado pelo ponta-esquerda Celso Luiz, do União.

O estádio tem 130.000m² e capacidade para 16 mil pessoas. Como o estádio vem ficando velho, o União São João decidiu fazer outro estádio. Daqui alguns anos, o projeto da Araras Arena começará e dará descanso ao velho Herminião.

Centro de Treinamentos editar

Foi inaugurado em 1991, anexo ao Herminião. Atualmente, tem 3 campos em uma área de 41.000 m².

Fábrica de Talentos editar

A principal missão do Departamento de Futebol do União de Araras é descobrir novos talentos. Diariamente, garotos de todo o Brasil são avaliados, em testes que resultam na aquisição de jovens jogadores.

Além disso o clube possui uma rede de observadores espalhados pelo Brasil e que tem a função de indicar jovens promessas.[33]

Patrocinadores editar

Ano

Patrocinador

?-1993

Mobil

1994-1995

Bliss

1996-1998

Eprotel

1998

Rivera

1999

YPF

2000

Rivera

2001

Vaporetto

2003

Diathekê

2006-

Rivera

2009-2012

Lupo

[34]

?-2012

Duraface

?-2012

Nestlé

2012

Armarinhos Fernando

2012

ALTEC

2012

Bioleve

2011-

Nescau

2013-

Malli

Patrocínio Master
Período Fornecedor
2006 - atualmente   Rivera
2003   Diathekê
2001   Vaporetto
2000   Rivera
1999   YPF
1998   Rivera
1996 - 1998   Eprotel
1994 - 1995   Bliss
1990 - 1993   Mobil
1989   Sopro Divino
1986 - 1988   Mobil

Fornecedores editar

Ano

Fornecedores

?-

  Lotto

?-?

  Le Coq Sportif

?-?

  [[UhlsportUhlsport]]

?-2012

  Geração Sport

2013–2019

  Aktion

Técnicos editar

     Técnicos interinos.
  • Em negrito, os técnicos já falecidos.
Nome Período
   Walter Daltro 1981-1982
   Nogueira 1982-1983
   Adailton Ladeira 1983-1985
   Nogueira 1985
   Dalmo Gaspar 1985
   Adaílton Ladeira 1986
   João Magoga 1986-1988
   Urubatão Calvo Nunes 1988
   Zé Duarte 1988-1989
   Adaílton Ladeira 1988-1990
   Palhinha 1991
   José Luiz Carbone 1991-1993
   Jair Picerni 1992-1994
   Geninho 1994
   Marinho Peres 1995
   Jair Picerni 1995
   Serginho Chulapa 1995
   Lula Pereira 1995
   Play Freitas 1995-1996
   Marinho Peres 1996
   Lula Pereira 1996-1997
   Privatti 1997
   Márcio Rossini 1997
   Jair Picerni 1998
   Privatti 1998
   Moisés Andrade 1998
   Cassiá 1998
   Pardal 1999
   Ernesto Paulo 1999
   Zé Rubens 1999
   Heron Ferreira 2000
   Paulo Comelli 2000
   Márcio Rossini 2001
   Heron Ferreira 2001
   Cláudio Garcia 2001
   Celinho 2001
   Play Freitas 2001-2002
   Ferreirão 2002
   Paulo Roberto Santos 2003
   Arnaldo Lira 2003
  Roberto Cavalo 2003
   Play Freitas 2004
   Zé Rubens 2004
  Arnaldo Lira 2004-2005
  Ferreirão 2005
  Celso Teixeira 2004-2005
  Gilmar da Costa 2006
  Toninho Cobra 2006
   Play Freitas 2006
  Edson Vieira 2006-2007
  Silvio Garlizoni 2007
  Márcio Ribeiro 2007
  Wanderley Paiva 2007
  Toninho Cobra 2007
  Sílvio Garlizoni 2007
  Varlei de Carvalho 2007
  Ferreirão 2007-2008
  Márcio Ribeiro 2008
  João Martins 2008
  Edson Vieira 2008
   Play Freitas 2008
  Jorge Saran 2009
   Play Freitas 2009
  Edson Vieira 2009
  Cláudio Girotti 2009
  Ferreirão 2010
  Flavinho 2010
  Silvio Garlizoni 2010
  Flavinho 2010
  José Carlos Grandini 2010
  Ferreirão 2011
  José Carlos Grandini 2011
  Márcio Ribeiro 2012
  Jair Picerni 2012
   Paulinho McLaren 2012
  Marquinhos Costa 2012
  Marquinhos Costa 2012-2013
  Marcelo Dias 2013
   Celinho 2014
   Rafael Guanaes 2014
   Paulinho McLaren 2014
Outras Personalidades editar

Capitães editar

Jogador Anos
??? 1981
Sílvio Garlizoni 1982
??? 1983-1985
Marinho 1986
Cavalcanti 1987
??? 1988
Fonseca 1989-1991
Alexandre 1992
Vinícius 1993
??? 1994-1995
Lica 1996
Paulo César 1997
Adinam 1998
??? 1999
Ariomar 2000
Andrei Frascarelli 2001
Pintado 2002
??? 2003-2005
Romildo 2006
??? 2007
Marcos Basílio 2008
Carlos Carioca 2009
Não identificado 2010
??? 2011
Renatinho 2012
Carlos Carioca 2013

Artilharia editar

Atualizado em 1 de Junho de 2013

Treinadores que conquistaram títulos editar

Treinador Ano Campeonato
Zé Duarte 1988   Série C
João Magoga 1987   Paulista A2
??? 1991 Copa Benedito Teixeira
Lula Pereira 1996   Série B
Lula Pereira 1997   Paulista do Interior
João Batista 2023   Campeonato Paulista Segunda Divisão


Dados Históricos editar

Confrontos Internacionais editar

  Em 1989, o União fez sua primeira excursão ao exterior, jogando 4 partidas no Japão (2 vitórias e 2 empates).[8][9]

  Japão
Confronto Data Ocasião
Nissan 0 x 0 União São João[8][9] 3/8/1989 Amistoso (Japão)
Universidade de Keio 0 x 3 União São João[8][9] 5/8/1989 Amistoso (Japão)
PJM Hamamatsu 1 x 1 União São João[8][9] 9/8/1989 Amistoso (Japão)
Universidade de Keio 0 x 7 União São João 11/8/1989[8][9] Amistoso (Japão)
Tokyo Gas 1 x 5 União São João 12/8/1989[8][9] Amistoso (Japão)
  México
Confronto Data Ocasião
União São João 0 x 0 Universidad 18 de agosto de 1990 Amistoso (Brasil)
  Turquia
Confronto Data Ocasião
União São João 1 x 4 Fenerbahçe[35] 18 de julho de 1995 Amistoso (Brasil)
  Peru
Confronto Data Ocasião
União São João 1 x 1 Sporting Cristal 28/1/2003 Amistoso (Brasil)
  Portugal
Confronto Data Ocasião
União São João 1 x 2 Estoril Praia 2010 Amistoso (Brasil)

Marketing editar

Rádio Web União editar

Lançado oficialmente no dia 27 de janeiro de 2013, a Rádio web União transmitirá todos os jogos do verdão, além de ter Galeria de Fotos, Classificação e Tabela da A3.

Equipe editar

Profissional Função
Digão Bianchi Narrador
Rafael Zaniboni Comentarista
Fernando Beloto Comentarista

DCAM

Todos os jogos do Verdão de Araras foram sempre gravados em vídeo e todo acervo está disponível no DCAM (Departamento de Comunicação, Assessoria E Marketing) do clube, que até 2006 apenas gravava os jogos para fins restritos como arquivo e apresentação de atletas.

Mas, a partir do ano de 2006 - coordenado por Wilson Danilo de Lima, que foi quem deu abertura para que novas mídias fossem introduzidas no cotidiano do clube - a relação com a imprensa e a torcida passou a ser mais próxima e rápida, o que aumentou ainda mais a exposição do clube de Araras na mídia.

Jogadores e Treinadores Notáveis editar

Jogadores editar

Elenco editar

Legenda:Gefferson Goulart

  •  : Prata da Casa
  •  : Grande Ídolo
  •  : Maior Artilheiro
  •  : Já defendeu a Amarelinha
  • Itálico: Jogador Falecido


Goleiros
Jogador
  Adinam   (1994-1998)
  Gilmar (1990)
  Velloso     (1992)
  Ricardo Pinto (1994)
  Privatti     (1981-1989 e 1993)
Defensores
Jogador Pos.
  Beto Médice (1988-1993) Z
  Andrei (2001) Z
  Lica (1996-1997) Z
  Henrique (1991) Z
  Maciel (1993-1997) Z
  Cláudio (1993-1994) Z
  Fonseca (1989-1992) Z
  Tiago Bernardi     (1998-1999, 2001, 2005 e 2011) Z
  Edinho (1988-1989 e 1992-1994) LD
  Chiquinho (1993-1997) LD
  Roberto Carlos       (1990-1992) LE
  Léo     (1997-2000) LE
  Mateos Pontes (1998-1999) LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
  Pintado   (2002) V
  Flávio (2000) V
  Lino (1990-1991) V
  Rogério     (1996-1997) V
  Vágner     (1993-1995) V
  Esquerdinha   (1992-1994) M
  Aílton Lira   (1983) M
  Alexandre   (1992-1994) M
  Glauco   (1988-1992 e 1995) M
  Juninho (2000) M
  Piá   (2006-2009 e 2013) M
  Aílton (2001) M
  Edu Lima (1998) M
  Juca (1996-1998) M
  João Santos (2001) M
Atacantes
Jogador
  Borges   (2005)
  Luan   (2007-2008)
  João Paulo   (1998-2004)
  Israel     (1992-1995)
  Osias   (1992-1995)
  Osmar (2001-2004, 2010, 2011 e 2013)
  Reinaldo (1996-1997)
  Silvio Garzolini (1982-1986)
  Tato (1993)
  Washington (1990-1991)
  Paulinho Kobayashi (2005)
  Amarildo (1994)
??? Cássio (1987-1992)
  Daniel (1982)
  Éder     (1991-1993 e 1995)
  Mauro (1988-1989)
  Waldir Lins (1985-1989)

Treinadores editar

Torcida editar

Torcida Organizada União Alvi-Verde
Fundação 8 de março de 2008 (15 anos)
Alcunhas Torcida da Família
Cores Verde e Branco
Sede Araras
Patrono Reggis Moscon
Página oficial

No jogo União São João x São Bento, no dia 8 de março de 2008, a torcida foi pela primeira vez ao estádio apoiar o União. O presidente do clube, José Mário Pavan, gostou da ideia e ainda deixou sua opinião. "Geralmente, as torcidas nascem na mesa de bar, e podemos ver as consequências no noticiário policial. Essa nova Torcida vem resgatar a ideia original da Torcida Organizada: um grupo de pessoas movidas pela paixão ao time com objetivo principal de dar apoio nos jogos", diz.

  Jogadores do União que defenderam a Seleção Brasileira editar

Ranking da CBF editar

Ranking criado pela CBF para pontuar clubes do país.[36]

  • Posição: 62°
  • Pontos: 267 pts.

Notas e referências

Notas

  1. Artigo em inglês
  2. Artigo em inglês

Referências

  1. Paulistão 2022: União São João enfrenta o Amparo AC neste domingo
  2. União São João está de volta
  3. a b «União São João de Araras é homenageado na Câmara pelos 39 anos de fundação». 28 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de outubro de 2023 
  4. a b c «Roberto Carlos faz declaração ao União São João em evento: "Me colocaram no mundo"». ge. 31 de agosto de 2023. Consultado em 17 de setembro de 2023 
  5. «Sucesso nos anos 90, União São João retoma futebol profissional após sete temporadas». Portal ge. 23 de abril de 2022. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  6. «União São João vence o Catanduva e é campeão da Bezinha 2023». Portal FNT. 1 de outubro de 2023. Consultado em 3 de outubro de 2023 
  7. a b c Jorge Luiz (20 de abril de 2021). «Ex-ponta-direita do MAC revela mágoa por ter sido acusado de vender jogo do acesso». Jornal da Manhã Marília. Consultado em 4 de outubro de 2023 
  8. a b c d e f g «Amistosos». União Mania. Consultado em 4 de outubro de 2023 
  9. a b c d e f g Wesley Contiero (22 de janeiro de 2017). «Conhecendo Clubes do Interior de SP: União São João de Araras». Esporte Mais. Consultado em 4 de outubro de 2023 
  10. a b c «Interior adota profissionalização». Folha de São Paulo. 28 de janeiro de 1995. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  11. a b «Primeiro clube-empresa do Brasil, União São João para time profissional». Portal ge. 6 de julho de 2012. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  12. «Fechado desde 2015, União São João completa 35 anos à espera de um recomeço». Futebol Interior. 14 de janeiro de 2016. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  13. «Títulos do União - Futebol Ararense» 
  14. a b c d e «Ituano fica com o título paulista da temporada 2002». Folha de Londrina. 12 de maio de 2002. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  15. a b c d e «Ituano foi campeão paulista em 2002; relembre a conquista». itu.com.br. 3 de abril de 2014. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  16. Clube que revelou Roberto Carlos fecha as portas no interior de SP
  17. Roberto Carlos usa Instagram para divulgar nova parceria com União São João
  18. «Em transmissão ao vivo às 17h, Prefeitura de Araras anuncia parceria inédita com o União São João Esporte Clube». Prefeitura de Araras. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  19. «União São João e Catanduva sobem para Série A3 de SP e fazem final da Bezinha». ge. 16 de setembro de 2023. Consultado em 17 de setembro de 2023 
  20. «São-Carlense 2 x 1 União São João - Arara conquista o acesso após 10 anos». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 17 de setembro de 2023 
  21. «União São João vence Catanduva e é campeão da última divisão de SP». Globo Esporte. 30 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  22. «União São João vence Nacional-SP em casa e está na semifinal da Bezinha». Portal Ge. 2 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  23. «União São João 3 x 1 São-Carlense - Quatro gols na batalha de Araras». Futebol Interior. 9 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  24. «União São João vence São-Carlense em Araras e abre vantagem nas semifinais da Segundona». Portal ge. 9 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  25. Stella Vicente (23 de setembro de 2023). «Catanduva empata sem gols contra União São João no primeiro jogo da final». Jornal O Regional. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  26. «Segundona: União São João x Catanduva decidem o título em Araras». Diário de Rio Claro. 30 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  27. «Catanduva e Uniao São João empatam na primeira final do Campeonato Paulista Sub-23». Tribuna de Petrópolis. 23 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  28. «Arara é campeã pela primeira vez da Segundona». Futebol Interior. 30 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  29. «Segundona: União São João volta a ser campeão após 27 anos». Futebol Interior. 30 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  30. Roberto Miamoto (30 de setembro de 2023). «União S.João vence o Catanduva e é campeão da Segunda Divisão». Portal Região Hoje. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  31. «União São João vence Catanduva e é campeão da última divisão de SP». Portal ge. 30 de setembro de 2023. Consultado em 30 de setembro de 2023 
  32. «União São João Conquista seu quarto Título». Esporte Paulista. 11 de outubro de 2023. Consultado em 3 de outubro de 2023 
  33. «História do União de Araras - Site Oficial» 
  34. «União fecha com a Lupo - Site Oficial» 
  35. «Baú do Esporte relembra a partida mais importante disputada pelo União São João» 
  36. «Ranking da CBF» (PDF). Consultado em 6 de março de 2012. Arquivado do original (PDF) em 31 de janeiro de 2012 

Ver também editar

Ligações externas editar


 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre União São João Esporte Clube