Carrie (1976)


Carrie
No Brasil
  • Carrie, a Estranha
  • Carrie - A Estranha
Em Portugal Carrie
 Estados Unidos
1976 •  cor •  98 min 
Direção Brian De Palma
Roteiro Lawrence D. Cohen
Elenco
Género
Música Pino Donaggio
Idioma inglês

Carrie (prt: Carrie[1]; bra: Carrie, a Estranha[2], ou Carrie - A Estranha[3]) é um filme norte-americano de 1976, dos gêneros terror, suspense e drama, dirigido por Brian De Palma, com roteiro de Lawrence D. Cohen baseado no romance homônimo de Stephen King.[3]

Carrie foi lançado nos cinemas em 3 de novembro de 1976 pela United Artists .O filme se tornou um sucesso comercial e crítico, arrecadando mais de US $ 33,8 milhões contra seu orçamento de US $ 1,8 milhão. Recebeu duas indicações no 49º Oscar : Melhor Atriz (por Spacek) e Melhor Atriz Coadjuvante (por Laurie). É amplamente citado por críticos e membros da audiência como a melhor adaptação do romance entre os inúmeros filmes e programas de televisão baseados no personagem, bem como um dos melhores filmes baseados nas publicações de King. O filme teve uma influência significativa na cultura popular.[4]

EnredoEditar

Carrie White (Sissy Spacek) é uma jovem quieta e sensível que enfrenta os insultos de seus colegas de escola e os maus-tratos da mãe Margaret (Piper Laurie), uma fanática religiosa. Ao menstruar no banheiro do colégio, é humilhada por suas colegas. Com esse incidente, Carrie passa a agir de forma estranha: na direção, o diretor a chama de Cassie e Carrie o-corrige gritando e o cinzeiro dele cai no chão, um garoto a ofende na rua se desequilibra e cai quando Carrie olha para ele, dentro de casa ela quebra o espelho de seu quarto. A professora de educação física conversa com as alunas envolvidas no incidente e, que elas só poderão ir ao o baile se executarem as atividades da suspensão. Chris Hargensen (Nancy Allen) se recusa a ir e é suspensa do baile culpando Carrie. Sue Snell (Amy Irving), uma das alunas que zombavam dela pede para que seu namorado Tommy Ross (William Katt) leve Carrie ao baile como pedido de desculpas. Carrie descobre que possui poderes telecinéticos. Chris Hargensen ainda com raiva através da ajuda de seu namorado Billy Nolan (John Travolta), mata um porco. No baile, quando Tommy e Carrie são eleitos rei e rainha do baile, Chris derrama o sangue do animal morto em Carrie e todos dão risada dela. Isso faz com que todos eles sejam personagens de uma grande tragédia, provocada por Carrie, com o auxílio de sua mente poderosa.

ElencoEditar

 
Sissy Spacek interpretou a protagonista, Carrie White
 
Piper Laurie deu vida à religiosa Margaret White.
 
Amy Irving interpretou a jovem Sue Snell
 
Nancy Allen interpretou a vilã Chris Hargensen
 
John Travolta fez o vilão Billy Nolan

LançamentoEditar

O filme estreou em 3 de novembro de 1976 em 17 salas de cinema na área de Washington DC - Baltimore. Dois dias depois, estreou em 9 cinemas em Chicago, antes de estrear em 53 cinemas na cidade de Nova York em 16 de novembro e em Los Angeles em 17 de novembro.[5]

Mídia domésticaEditar

Carrie foi originalmente lançado nos formatos VHS e LaserDisc, para o qual recebeu inúmeras edições em todo o mundo.Nos Estados Unidos e no Canadá, Carrie foi disponibilizada várias vezes em formato de DVD pela MGM Home Entertainment, estreando em 29 de setembro de 1998,[6] enquanto um de "Special Edition" foi lançado em 28 de agosto de 2001.[7] Em 4 de dezembro de 2007, o filme foi lançado como parte da "Decades Collection" da MGM, que incluía um CD da trilha sonora.[8] O filme foi lançado adicionalmente em várias edições via MGM; primeiro com Carrie, The Rage: Carrie 2 e Carrie (o filme de televisão de 2002) em 18 de janeiro de 2011,[9] e o segundo, como parte do 90º aniversário da MGM, apresentado com Misery e O silêncio dos inocentes.[9]

O filme foi lançado pela primeira vez em Blu-ray nos EUA e no Canadá pela MGM em 7 de outubro de 2008, que continha um codec MPEG-2, com o novo DTS-HD 5.1 Master Lossless Audio, mantendo o mono inglês original, e incluiu áudio em espanhol e francês 5.1 Dolby Surround. A única característica especial no set é um trailer teatral.[10] O filme foi novamente lançado em Blu-ray em 18 de julho de 2013, quando estava disponível exclusivamente pela Comic-Con em San Diego pela MGM e FoxConnect, contendo uma capa com arte exclusiva.[11] Duas edições adicionais foram disponibilizadas pela MGM em 2014; um conjunto "Carrie 2-Pack" contendo o filme original e a adaptação de 2013, lançado em 9 de setembro de 2014,[12] e, finalmente, um Blu-ray reeditado com uma placa colecionável de Halloween, em 21 de outubro de 2014.[13] Atualmente, os direitos de distribuição doméstica são de propriedade da Shout Factory, e o filme foi lançado por seu selo subsidiário, Scream Factory, em 11 de outubro de 2016, em uma edição de colecionador de dois discos, agora disponível com codificação MPEG-4 e uma nova digitalização em 4K.[14]

Um conjunto de DVD "The Carrie Collection" do filme original, e The Rage: Carrie 2 , foi lançado pela 20th Century Fox Home Entertainment em 7 de outubro de 2013,[15] e também o primeiro lançamento em Blu-ray no Reino Unido foi disponibilizado pela 20th Century Fox.[16] Na maioria dos lançamentos posteriores em VHS e conjuntos de DVD, o nome de John Travolta foi incluído na obra de arte ao lado de Sissy Spacek. Embora Travolta tenha aparecido apenas em um papel coadjuvante menor no filme, seu nome foi destacado para aumentar as vendas graças a sua carreira de destaque em seus muitos filmes depois de Carrie, possivelmente aumentando as vendas.

Recepção e reconhecimentoEditar

BilheteriaEditar

Carrie foi um sucesso de bilheteria, ganhando US $ 14,5 milhões nos Estados Unidos e no Canadá até janeiro de 1978.[17] de um total bruto de US $ 33,8 milhões.[18]

RecepçãoEditar

Carrie recebeu elogios da crítica e foi um dos filmes mais aclamados de 1976.[19][20][21] O agregador de críticas Rotten Tomatoes atribui ao filme uma taxa de aprovação de 92% com base em 66 avaliações, com uma classificação média de 8,3 / 10. O consenso crítico do site diz: " Carrie é uma visão horrível dos poderes sobrenaturais, da crueldade do ensino médio e da angústia dos adolescentes - e nos traz uma das cenas de baile mais memoráveis ​​e perturbadoras da história".[22] Sendo até então o filme baseado em um livro de Stephen King com maior aprovação no site.[23] No Metacritic o filme tem uma pontuação média ponderada de 85 em 100, com base em 14 críticos.[24]

Roger Ebert, do Chicago Sun-Times, afirmou que o filme era um "filme de terror absolutamente fascinante", além de um "retrato humano observador", dando três estrelas e meia em quatro.[25] A BBC deu 4/5 estrelas e diz que: "Ao contrário de outros exemplos do gênero de terror, há elementos clássicos de tragédia que dão a esse conto horrível uma vantagem convincente."[26] O Brasileiro cinema com rapadura deu uma nota máxima de 10 ao filme o chamando de clássico e elogiando seu texto ágil e as atuações.[27] Quentin Tarantino colocou Carrie na 8.ª posição da lista de seus filmes favoritos de todos os tempos[28] e mais tarde o promoveu à 3.ª posição de sua lista.[29]

No entanto, o filme ainda teve críticas negativas. Com o The New York Times dizendo que o filme: "Às vezes, é engraçado de uma maneira intrigante, geralmente é exagerado de uma maneira irritante e, de vez em quando, é inapropriadamente tocante.[30]

ReconhecimentoEditar

Carrie é um dos poucos filmes de horror que é indicados a vários prêmios da Academia . Spacek e Laurie receberam indicações para os prêmios de Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante , respectivamente. O filme também ganhou o grande prêmio no Festival de Cinema de Avoriaz, enquanto Spacek recebeu o prêmio de Melhor Atriz pela Sociedade Nacional de Críticos de Cinema . Em 2008, Carrie foi classificada como número 86 na lista da Empire Magazine dos 500 Maiores Filmes de Todos os Tempos.[31] O filme também entrou na lista dos 50 melhores filmes "High-school" da Entertainment Weekly[32] e a sua sequência final (mais conhecida como "cena do baile") foi considerada um dos 100 momentos mais assustadores de todos os tempos[33].

O filme ainda apareceu em duas listas do American Film Institute:

100 AFI... 100 Trhills - #46[34]

• 100 years...100 heroes e villans - #Carrie White - mãe de Carrie[35]

Segue-se a lista abaixo dos principais prêmios que o filme levou:


Prêmio/evento Categoria Recipiente Resultado
Oscar 1977 Melhor atriz Sissy Spacek Indicada[36]
Melhor atriz coadjuvante Piper Laurie Indicada[36]
Golden Globe Awards 1977 Melhor atriz coadjuvante Piper Laurie Indicada[37]
Avoriaz Fantastic Film Festival 1977 Grande Prêmio Brian de Palma Venceu[carece de fontes?]
Prêmio Edgar 1977 Melhor filme Indicado[carece de fontes?]
BAFTA 1976 Melhor atriz principal Sissy Spacek Indicada[carece de fontes?]
Melhor atriz principal Amy Irving Indicada[carece de fontes?]

Referências

  1. «Carrie». Portugal: SapoMag. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  2. «Carrie, a Estranha». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  3. a b «Carrie - A Estranha». Brasil: CinePlayers. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  4. «"Carrie Movie – Stephen King's Teen Horror Classic Carrie – the Movie"». web.archive.org. 3 de maio de 2008. Consultado em 1 de junho de 2020 
  5. Carrie no catálogo do AFI (informações, curiosidades, datas de lançamento e etc...)
  6. Carrie DVD Release Date September 29, 1998, consultado em 8 de julho de 2020 
  7. Carrie DVD Release Date August 28, 2001, consultado em 8 de julho de 2020 
  8. Carrie DVD Release Date December 4, 2007, consultado em 8 de julho de 2020 
  9. a b Carrie Triple Feature DVD Release Date January 18, 2011, consultado em 8 de julho de 2020 
  10. Carrie Blu-ray Release Date October 7, 2008, consultado em 8 de julho de 2020 
  11. Carrie Blu-ray Release Date July 18, 2013, consultado em 8 de julho de 2020 
  12. Carrie: 2-Pack Blu-ray Release Date September 9, 2014, consultado em 8 de julho de 2020 
  13. Carrie w/ Collectible Halloween Faceplate Blu-ray Release Date October 21, 2014, consultado em 8 de julho de 2020 
  14. Carrie Blu-ray Release Date October 11, 2016, consultado em 8 de julho de 2020 
  15. Palma, Brian De; Shea, Katt (7 de outubro de 2013), Carrie / The Rage: Carrie 2 Double Pack (em English), 20th Century Fox Home Entertainment, consultado em 8 de julho de 2020 
  16. Palma, Brian De (7 de outubro de 2013), Carrie (em English), 20th Century Fox Home Entertainment, consultado em 8 de julho de 2020 
  17. Nowell, Richard (2011). Blood Money: Uma História do Primeiro Ciclo de Slasher para Adolescentes. [S.l.: s.n.] p. p 256 
  18. «Carrie information». Box Office Mojo. Consultado em 1 de junho de 2020 
  19. «Greatest Films of 1976» 
  20. «The Best Movies of 1976 by Rank» 
  21. «Feature Film, Released between 1976-01-01 and 1976-12-31 (Sorted by Popularity Ascending)» 
  22. Carrie (1976) (em inglês), consultado em 8 de maio de 2020 
  23. «All Stephen King Movies Ranked» (em inglês) 
  24. Carrie, consultado em 8 de maio de 2020 
  25. Ebert, Roger. «Carrie movie review & film summary (1976) | Roger Ebert» (em inglês) 
  26. «BBC - Films - review - Carrie» 
  27. «Crítica | Carrie, a Estranha (1976): um clássico que não parou no tempo». Cinema com Rapadura. Consultado em 1 de junho de 2020 
  28. August 21st, in Film |; Comments, 2013 3. «Quentin Tarantino's Handwritten List of the 11 "Greatest Movies"». Open Culture (em inglês). Consultado em 1 de junho de 2020 
  29. AMDB Internet (amdb.com.br). «Rolling Stone · Os 12 melhores filmes de todos os tempos, segundo Tarantino». Rolling Stone. Consultado em 16 de junho de 2020 
  30. Eder, Richard (17 de novembro de 1976). «Film: After the Prom, the Horror». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  31. «Empire divulga seus 500 melhores filmes - NerdBunker» 
  32. Jaton, J. C.; Huser, H.; Blatt, Y.; Pecht, I. (2 de dezembro de 1975). «Circular dichroism and fluorescence studies of homogeneous antibodies to type III pneumococcal polysaccharide». Biochemistry. 14 (24): 5308–5311. ISSN 0006-2960. PMID 50. doi:10.1021/bi00695a013 
  33. «BRAVO > 100 Scariest Movie Moments». 19 de julho de 2006 
  34. «AFI's 100 YEARS…100 THRILLS» (em inglês) 
  35. «AFI's 100 YEARS…100 HEROES & VILLAINS» (em inglês) 
  36. a b «49.º Oscar - 1977». CinePlayers. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  37. «34.º Globo de Ouro - 1977». CinePlayers. Consultado em 2 de dezembro de 2019 

Ligações externasEditar

Carrie no Rotten Tomatoes

Carrie no IMDb