Chen Yun

político chinês
Chen Yun
Nascimento 13 de junho de 1905
Distrito de Qingpu, Xangai
Morte 10 de abril de 1995 (89 anos)
Pequim
Sepultamento Cemitério Revolucionário de Babaoshan
Cidadania República Popular da China
Cônjuge Yu Ruomu
Filho(s) Chen Yuan
Alma mater Escola Lenin
Ocupação político

Chen Yun (chinês simplificado: 陈云; chinês tradicional: 陳雲; pinyin: Chen Yun , pronunciado [tʂʰə̌n YN]; Xangai, 13 de junho de 1905 - Pequim, 10 de abril de 1995) foi um dos grandes líderes da República Popular da China, desde a sua fundação em 1949 até 1990. Conhecido também como Liao Chengyun (廖程雲); não estando esclarecido se este era seu nome original ou um pseudônimo adotado durante a Guerra Civil Chinesa. Chen ingressou no Partido Comunista da China em 1925. Nove anos depois foi eleito para o Comitê Central do partido e se junta às forças de Mao Tsé- Tung na Longa Marcha.[1]Entre 1935 e 1937 vive na União Soviética. Ao retornar à China torna-se chefe do Departamento de Organização do partido.[1]Com a vitória da Revolução em 1949 é indicado para, entre outros cargos, Ministro da indústria pesada.[1]

Foi um dos principais líderes políticos da China durante e após o distúrbio civil, juntamente com Mao Zedong, Liu Shaoqi, Zhou Enlai, Zhu De e Ren Bishi, tendo sido, posteriormente, elevado à categoria de Imortal do Partido Comunista da China, junto de outros sete personagens históricos que ajudaram a consolidar a hegemonia do Partido na China.[2]

Referências

  1. a b c «Chen Yun dies». Washington Post. 11 de abril de 1995. Consultado em 11 de agosto de 2020 
  2. *Chen Yun, Who Slowed China's Shift to Market, Dies at 89