CitizenGO

CitizenGO é um grupo de defesa de causas conservadoras fundado em 2013 em Madri, Espanha, por HazteOir.[2][3][4]

CitizenGO
Fundação 2013 em Madrid, Espanha
Propósito "Defender e promover a vida, a família e as legítimas liberdades fundamentais" [1]
Sede Paseo de la Habana 200, Madrid, España
Área de influência Mundialmente
Sítio oficial https://www.citizengo.org

A fundação promove petições em 50 países, incluindo em defesa de causas cristãs e católicas[5] e aquelas que se opõem ao casamento entre pessoas do mesmo sexo,[6][7] ao aborto, [5][8][9] e à eutanásia.[10]

HistóriaEditar

A CitizenGO foi fundada em Madri, Espanha, em setembro de 2013 por HazteOir[11][12] a fim de expandir seu escopo de ação para além dos países de língua espanhola,[13] promovendo o uso de petições online como uma forma de ciberativismo para aumentar a participação do público no processo democrático.[1] A CitizenGO diz que possui "membros da equipe localizados em quinze cidades em três continentes" que facilitam os usuários a assinarem petições em 50 países[1] e em 8 idiomas, com planos de adicionar mais. A Fundação CitizenGO é apoiada financeiramente por doações online feitas por seus membros.[6] O CEO da CitizenGO é Álvaro Zulueta. O Conselho de Administração da Fundação CitizenGO é composto por Ignacio Arsuaga (fundador e presidente), Walter Hintz, Blanca Escobar, Luca Volonte (político da UDC), Brian S. Brown (presidente da National Organization for Marriage),[14] Gualberto García, Alexey Komov (aliado de Putin), [15][16] Alejandro Bermudez e John-Henry Westen.

 
Ignacio Arsuaga, fundador e presidente da HazteOir e CitizenGO.[12]

Em 2001, Ignacio Arsuaga fundou a HazteOir. Essa organização foi posteriormente diluída na CitizenGO, uma ação que foi considerada "rebranding".[3][4]

A fundação é acusada de ser ultraconservadora[17][18], ultracatólica[12] e de estar ligada, como HazteOir, à sociedade secreta El Yunque, de origem regional mexicana.[19] [20] [21]

AtividadesEditar

Aborto e eutanásiaEditar

A CitizenGO promove campanhas contra o aborto e a eutanásia. A fundação se opôs à introdução do "relatório Estrela " no Parlamento Europeu, que exige que os estados membros forneçam educação sexual abrangente nas escolas e garantam o acesso ao aborto, entre outras coisas.[6]

No final de maio de 2019, a CitizenGo apresentou uma petição pelo "Direito à Vida", pedindo ao serviço de streaming Netflix para interromper o financiamento de um recurso judicial ao controverso Projeto de Lei da Batida do Coração da Geórgia. O grupo também pediu que os assinantes cancelassem sua assinatura da Netflix como sinal de protesto. [22]

Série de quadrinhos Second ComingEditar

Em fevereiro de 2019, a CitizenGo organizou uma petição pedindo que a Vertigo (selo da editora DC Comics) cancelasse a série de quadrinhos Second Coming, de Mark Russell e Richard Pace, considerada pela fundação como uma blasfêmia por sua representação de Jesus Cristo. [23] [24] Russell posteriormente confirmou que tinha sido sua decisão solicitar o retorno dos direitos à série. [25] [26]

"Parada Mágica" da Disneyland em 2019Editar

No final de maio de 2018, a CitizenGo fez circular uma petição pedindo à Disneyland de Paris o cancelamento de uma parada LGBT chamada "Parada Mágica", programada para 1 de junho de 2019. [27] [28] A Walt Disney Company rejeitou a petição e a Parada Mágica prosseguiu em Paris. [29][30]

Veja tambémEditar

Notas e ReferênciasEditar

Referências

  1. a b c «CitizenGO - Conheça-nos». Consultado em 9 de novembro de 2019 
  2. «BOE.es - Documento BOE-A-2013-9106». www.boe.es (em espanhol). Agencia Estatal Boletín Oficial del Estado. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  3. a b «Los ultracatólicos de HazteOir cambian de marca para limpiar su imagen». eldiario.es (em espanhol). 2 de fevereiro de 2017. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  4. a b «HazteOír desaparece dejando paso a CitizenGo». InfoVaticana (em espanhol). 31 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  5. a b Mateusz Wyrwich. «IN DEFENCE OF OUR VALUES». Sunday Catholic Weekly (Poland) (em inglês). defence of Christian values [defesa dos valores cristãos] 
  6. a b c J. Lester Feder. «The Rise Of Europe's Religious Right». Buzzfeed (em inglês) 

    Como citado por Miranda Blue (28 de agosto de 2014). «The Religious Right Makes Friends Across The Atlantic». Right Wing Watch (em inglês). People for the American Way 
  7. «The war for Families in Europe continues, says CitizenGo». Christian Concern (em inglês) 
  8. Lester Feder. «The Fight For Marriage Equality In The Pope's Backyard». Buzzfeed (em inglês). Volontè is also on the board of CitizenGo, a globalizing online mobilizing platform that grew out of the Spanish organization instrumental in promoting a bill to restrict abortion enacted in 2010. [Volontè está também no conselho de CitizenGO, uma plataforma global de mobilização on-line que surgiu da organização espanhola que ajudou a promover um projeto de lei promulgado em 2010 para restringir o aborto.] 
  9. «El Salvador's Right-Wing Media Begins Sustained Campaign Against Releasing 17 Women Imprisoned on Abortion-Related Charges». RH Reality Check (em inglês). CitizenGO, a Madrid-based Christian foundation whose principles include the belief that life begins at conception. [CitizenGO, uma fundação cristã sediada em Madri cujos princípios incluem a crença de que a vida começa na concepção.] 
  10. «'Don't euthanize kids': Spaniards tell Belgium». TheLocal.es 
  11. «BOE.es - Documento BOE-A-2013-9106». www.boe.es (em espanhol). Agencia Estatal Boletín Oficial del Estado. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  12. a b c «Quién está detras´de los lobbies ultracatólicos que arremeten contra las mujeres y el colectivo LGTBI». Eldiario.es (em espanhol). HazteOir, CitizenGo, Profesionales por la Ética, Centro Tomás Moro, Abogados Cristianos, Más Libres, Instituto para la Política Familiar, Organización del Bien Común... Son los lobbies ultracatólicos, que cuentan con el apoyo más o menos directo de una parte de la Conferencia Episcopal Española. [HazteOir, CitizenGo, Profesionales por la Ética, Centro Tomás Moro, Abogados Cristianos, Más Libres, Instituto para la Política Familiar, Organización del Bien Común... São os lobbies ultracatólicos, que contam com o apoio mais ou menos direto de uma parte da Conferência Episcopal Espanhola] 
  13. J. Lester Feder. «The Rise Of Europe's Religious Right». Buzzfeed (em inglês)  Como citado por Miranda Blue (28 de agosto de 2014). «The Religious Right Makes Friends Across The Atlantic». Right Wing Watch (em inglês). People for the American Way 
  14. Miranda Blue. «NOM Praises Roy Moore For Standing Against 'Judicial Tyranny' On Marriage». Right Wing Watch 
  15. «El Yunque, al descubierto». Equipo de investigación. Temporada 1. Episódio 186 (em espanhol). La Sexta 
  16. «Szélsőjobbos orosz oligarchákhoz köthető, 9 millió embert mozgató hálózat kampányol minálunk». Népszava (em húngaro). A CitizenGo é afiliada por meio de Alexey Komov, membro do conselho, ao empresário russo Konstantin Malofeev, que é próximo ao governo russo e à Igreja Ortodoxa Russa e apoiou separatistas na região Donetsk da Ucrânia e também grupos de extrema direita na União Europeia. 
  17. «Warum ist Europa wichtig? (7): Seite 2 of 2». hpd.de (em alemão). Consultado em 9 de novembro de 2019 
  18. «Revealed: the Trump-linked 'Super PAC' working behind the scenes to drive Europe's voters to the far right». openDemocracy (em inglês). Consultado em 9 de novembro de 2019. CitizenGo was set up in 2013 – the same year as Vox – as an ultra-conservative version of the progressive campaign platforms Avaaz.org and MoveOn.org. [A CitizenGO foi estabelecida em 2013 – no mesmo ano que Vox – como uma versão ultraconservadora das plataformas de campanhas Avaaz.org e MoveOn.org.] 
  19. «Quién está detras´de los lobbies ultracatólicos que arremeten contra las mujeres y el colectivo LGTBI». Eldiario.es (em espanhol). HazteOir, CitizenGo, Profesionales por la Ética, Centro Tomás Moro, Abogados Cristianos, Más Libres, Instituto para la Política Familiar, Organización del Bien Común... Son los lobbies ultracatólicos, que cuentan con el apoyo más o menos directo de una parte de la Conferencia Episcopal Española. 
  20. «El lobby ultraderechista español que mueve los hilos del movimiento antigay en México». El País (em espanhol) 
  21. «Asociación yunquista en España entrega firmas contra iniciativa de Peña sobre matrimonios gay». Proceso (em espanhol). El documento que presentaron a la embajada mexicana tenía la portada el nombre de CitizenGo, una de las organizaciones que ofrece apoyo internacional al Frente Nacional por la Familia, en México, y que el periodista de Proceso, Álvaro Delgado identificó como una de los tentáculos de El Yunque español que están detrás de las movilizaciones en México [O documento que apresentaram à embaixada mexicana tinha na primeira página o nome de CitizenGO, uma das organizações que oferecem apoio internacional à Frente Nacional por la Familia, no México, e que o jornalista da revista Proceso, Álvaro Delgado, identificou como um dos tentáculos do El Yunque espanhol que estão por detrás das mobilizações no México] 
  22. «Demand Netflix backs off Georgia – Cancel your subscription now». CitizenGo 
  23. «DC Comics to release blasphemous series about Jesus». CitizenGo (em inglês) 
  24. «Over 100K People Sign Petition For DC Comics To Pull Second Coming Comic Book». Comicbook.com (em inglês) 
  25. «DC Vertigo Cancels 'Second Coming' of Jesus Comic Book Series». The Hollywood Reporter (em inglês). 13 de fevereiro de 2019. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  26. «DC cancels comic where Jesus learns from superhero after outcry». The Guardian (em inglês) 
  27. «STOP LGBT indoctrination at Disneyland». CitizenGo (em inglês) 
  28. «Who's afraid of LGBT superheroes?». Open Democracy (em inglês) 
  29. «Disney refuses to accept anti-gay petition, tells bigot to get lost». Patheos (em inglês) 
  30. «Disneyland just made history with their first ever Pride parade». Gay Times (em inglês) 

Ligações externasEditar