Abrir menu principal
Daniela Vega
Vega no Festival de Berlim (2017), promovendo Una mujer fantástica.
Nome completo Daniela Vega Hernández
Outros nomes Dani Vega
Nascimento 3 de junho de 1989 (29 anos)
San Miguel, Santiago, Chile
Nacionalidade Chilena
Ocupação Atriz
Cantora
Atividade 2012–presente
IMDb: (inglês)

Daniela Vega Hernández (pronúncia espanhola: [daˈnjela ˈβeɣa]) (San Miguel, 3 de junho de 1989) é uma atriz e cantora lírica chilena. Vega ganhou amplo reconhecimento ao estrelar no filme vencedor do Oscar, Una mujer fantástica (2017), pelo qual a sua atuação recebeu aclamação da crítica.[1] Na 90.ª cerimônia do Oscar em 2018, Vega se tornou a primeira pessoa transexual na história a ser apresentadora na cerimônia do Oscar. Ainda em 2018, a revista Time nomeou-a como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo.

Índice

BiografiaEditar

Infância e adolescênciaEditar

 
Vista de Santiago, capital da cidade onde Vega nasceu.

Daniela Vega Hernández nasceu em 3 de junho de 1989 em San Miguel, Santiago.[2] A primeira filha de Igor Vega, um proprietário de impressão e Sandra Hernández, uma dona de casa. Depois de um tempo, a família mudou-se para Ñuñoa, onde seu irmão Nicolás nasceu. Aos oito anos de idade, um de seus professores descobriu seu talento para cantar ópera. Ela começou a tocar em pequenas produções em Santiago, que desenvolveu em si um gosto pelas artes. Depois de terminar o ensino médio, em seu tempo livre e sem qualquer outra educação formal, ela se envolveu com o ambiente de atuação local.[3]

CarreiraEditar

Primeiros papéis e chegada ao sucesso (2011–2017)Editar

Vega estreou sua carreira em 2011 na peça de teatro La mujer Mariposa (A Mulher Borboleta), um biodrama de transfiguração do diretor Martin de la Parra, onde ela também tem a oportunidade de cantar, o show aconteceu por quase cinco anos.[4] Durante esse tempo ela participou de mais peças, mais notavelmente em Migrante, uma peça sobre migração.[5] Vega obteve notoriedade quando apareceu no videoclipe da famosa canção Maria de Manuel García em 2014 e estrelou também o seu primeiro filme The Guest no mesmo ano.[6]

 
Vega no Festival de Berlim de 2017.

A atriz ganhou proeminência na carreira quando ao protagonizar o filme chileno Una mujer fantástica (2017), dirigido por Sebastián Lelio, filme pelo qual sua atuação foi aclamada pela crítica.[1] Una mujer fantástica conta a história de Marina (interpretada por Vega), uma garçonete e cantora e Orlando (interpretado por Francisco Reyes Morandé), um homem mais velho, por quem está apaixonada e planejando um futuro. Depois de Orlando adoecer e morrer, Marina é forçada a enfrentar a família e a sociedade, e lutar novamente para mostrar quem ela é: complexa, forte, franca e fantástica.[7] O crítico Guy Lodge em uma revisão para Variety elogiando a atuação de Vega disse; "A performance resistente, expressiva e sutilmente angustiada de Vega merece muito mais do que elogios políticos." Ele continuou notando que "é uma façanha de ação multi-camadas, emocionalmente polimórfica, nutrida com a sensação de afinação por seu diretor, que mantém uma sinceridade completa na condição de Marina sem empurrá-la para onde ela não vá."[8] O nome de Vega foi fortemente mencionado para uma indicação para o Oscar de Melhor Atriz.[9][10][11][1] Vega ganhou um prêmio por sua atuação no Festival Internacional de Cinema de Palm Springs de Melhor Atriz em um Filme de Língua Estrangeira.[12] Una mujer fantástica acabou ganhando o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e Vega tornou-se a primeira pessoa abertamente transexual a ser uma apresentadora na cerimônia do Oscar, em 2018.[13]

FilmografiaEditar

CinemaEditar

Título Ano Papel Diretor(es) Notas Ref(s)
La Visita 2014 Elena Mauricio López Fernández [14]
Una mujer fantástica 2017 Marina Vidal Sebastián Lelio [15]

TelevisãoEditar

Título Ano Papel Canal Notas Ref(s)
Tales of the City 2019 Ysela Netflix Papel recorrente

Prêmios e nomeaçõesEditar

Ano Prêmio Trabalho nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2015 17èmes Rencontres du Cinéma sud-américain La Visita Meilleure Actrice Venceu [16]
Encuentro de Cine Sudamericano de Marsella Mejor actriz Venceu
2017 Festival de Cinema de Lima Una mujer fantástica Premio del Jurado a la Mejor Actriz Venceu [17][18]
Premio iberoamericano de cine Fénix Mejor Actuación Femenina Venceu [19]
Havana Film Festival Best Actress Venceu [20]
2018 Dorian Award Best Performance of the Year – Actress Indicado [21]
Daniela Vega Rising Star Award Indicado
Palm Springs Film Festival Una mujer fantástica Best Actress in a Foreign Language Film Venceu [22]
International Cinephile Society Awards Best Actress Indicado [23]
Caleuche Awards Best Leading Actress Venceu [24]

Referências

  1. a b c Gilbey, Ryan (14 de fevereiro de 2017). «A Fantastic Woman review – timeless trans tale stands alongside Almodóvar» (em inglês). The Guardian. Consultado em 18 de fevereiro de 2017 
  2. Carlos Helí de Almeida (24 de abril de 2017). «Atriz transexual chilena revive sua história no cinema». O Globo. Consultado em 13 de setembro de 2017 
  3. IMDb. «Daniela Vega: Biography» (em inglês). Internet Movie Database . Consultado em 13 de setembro de 2017 
  4. «Daniela Vega's Winding Path to Acting». BackStage (em inglês). 31 de janeiro de 2018. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  5. «ESTRENO DE DANZA EN GAM: EL CUERPO QUE MIGRA BAILANDO». RadioDemente (em espanhol). Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  6. «10 claves de 'María', el nuevo video de Manuel García». MQLTV (em espanhol). Consultado em 13 de setembro de 2017 
  7. «Una mujer fantástica (2017) - Reviews». Metacritic (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  8. Lodge, Guy (12 de fevereiro de 2017). «Film Review: 'A Fantastic Woman' (2017)». Variety (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  9. «Oscars: Why Daniela Vega's "Transformative Performance" in 'A Fantastic Woman' Deserves a Nom». The Hollywood Reporter (em inglês). 8 de janeiro de 2018. Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  10. «Meet Daniela Vega, Who Could Be the First Transgender Actress Nominated For an Oscar». W Magazine. 15 de setembro de 2017. Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  11. Zack, Sharf (6 de setembro de 2017). «'A Fantastic Woman' Trailer: Chilean Drama Could Make Oscar History With First Trans Acting Nominee». Indiewire (em inglês). Consultado em 13 de setembro de 2017 
  12. «'A Fantastic Woman' (2017) | Palm Springs International Film Festival» (em inglês). Palm Springs International Film Society. Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  13. Betancourt, Manuel (17 de fevereiro de 2018). «Transgender Actress Daniela Vega to Make History By Presenting at the Oscars» (em inglês). remezcla.com. Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  14. IMDb. «La Visita (2014)» (em inglês). Internet Movie Database. Consultado em 13 de setembro de 2017 
  15. IMDb. «Uma Mulher Fantástica (2017)» (em inglês). Internet Movie Database. Consultado em 13 de setembro de 2017 
  16. «Le palmarès des 17è rencontres du cinéma sud-américain valorise l'originalité des jeunes réalisateurs». JournalZibeline (em francês). 28 de março de 2015. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  17. «21 Festival de Cine de Lima 2017» (em espanhol). Festival de Lima. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  18. Emilio Contreras (14 de agosto de 2017). «"Una mujer fantástica" gana el Premio del Jurado en Festival de Cine de Lima». BioBioChile (em espanhol). Consultado em 16 de setembro de 2017 
  19. «Premio Iberoamericano De Cine Fénix 2017: Lista Completa De Nominados» (em espanhol). Elotrocine. 9 de outubro de 2017. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  20. «Argentine Drama "Alanis" Takes Best Film Award at the Havana Film Festival» (em inglês). Havana Times. 16 de dezembro de 2017. Consultado em 17 de dezembro de 2017 
  21. Kilday, Gregg (10 de janeiro de 2018). «'Call Me by Your Name' Leads Dorian Award Nominations». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2018 
  22. «'A Fantastic Woman' (2017) | Palm Springs International Film Festival» (em inglês). Palm Springs International Film Society. Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  23. Stevens, Beth (21 de janeiro de 2018). «2018 ICS Award Nominees» (em inglês). International Cinephile Society (ICS). Consultado em 18 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2018 
  24. Mostrador Braga, El (24 de janeiro de 2018). «Daniela Vega ganadora de premios Caleuche emociona con su discurso: "El arte salvó mi vida"». El Mostrador (em espanhol). Consultado em 21 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2018 

Ligações externasEditar