Abrir menu principal

Danilo Cruz de Carvalho

Volleyball (indoor) pictogram.svg Danilão Volleyball (indoor) pictogram.svg
Dados Pessoais
Nome: Danilo Cruz de Carvalho
Nacionalidade: Brasil
Data de Nascimento: 10 de janeiro de 1985 (34 anos)
Naturalidade: Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Características
Altura: 205 cm
Peso: 115 kg
Lateralidade: Destro
Posição: Central/ Oposto
Ataque: 355 cm
Bloqueio: 340 cm
Clube Atual
Brasil Botafogo/RJ
Camisa 11
Carreira
1999-2001 Brasil Tijuca Tênis Clube
2001-2006 Brasil Telemig Celular/Minas
2006-2007 Brasil Ulbra/Uptime(RS)
2007-2008 Brasil Universo/Uptime
2008-2008 Brasil Volta Redonda
2008-2010 Itália Rpa-Luigibacchi.It Perugia
2010-2011 Portugal Sporting Clube de Espinho
2011-2011 Indonésia Jakarta Sananta
2011-2012 Alemanha TV Bühl
2012-2012 BrasilMaringá/Banco Bonsucesso/AmaVôlei
2012-2012 BrasilFunvic/Midia Fone
2012-2013 BrasilMaringá/Banco Bonsucesso/AmaVôlei
2013-2014 Brasil Botafogo/RJ
Medalhas
Campeonato Mundial Juvenil
Prata Vishakhapatnam 2005 Equipe
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Ouro Santiago 2004 Equipe
Campeonato Mundial Infanto-juvenil
Ouro Suphanburi 2003 Equipe
Campeonato Sul-Americano Infanto-juvenil
Ouro Santiago 2002 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Santiago 2004 Telemig Celular/Minas
Copa Challenge CEV
Bronze Perugia 2009-10 Rpa-Luigibacchi.It Perugia
Seleção
2002-2003 Brasil Sub-19
2004-2005 Brasil Sub-21

Danilo Cruz de Carvalho (Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 1985) é um voleibolista indoor brasileiro, com vasta experiência internacional, atuante na posição de Central quando servindo as categorias de base da Seleção Brasileira obteve na categoria infanto-juvenil o título sul-americano de 2002 no Chile e a medalha de ouro no Campeonato Mundial de 2003 na Tailândia, além da medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano Juvenil de 2004 no Chile[1] e vice-campeão mundial juvenil em 2005 na Índia.Posteriormente passou atuar como Oposto, alcançando em clubes o título da Copa CEV de 2009-10 na Itália[2].

CarreiraEditar

Aos 13 anos de idade Danilo já praticava outras modalidades esportivas, futebol, inspirado em seu irmão que era goleiro, dedicando também a mesma posição, sem sucesso iniciou como boxe e jiu-jítsu, depois iniciou com o voleibol. Desde cedo já buscava a independência financeira, quando residia no Morro do Cantagalo, Zona Sul do Rio de Janeiro, e tomava conta de carros em Ipanema, quando um dia presenciou um acidente automobilístico que envolvia um técnico do Tijuca Tênis Clube, recebendo deste um convite para teste e permaneceu no mesmo por três anos e iniciava assim sua trajetória profissional[3].Atuando pelo Tijuca Tênis Clube sagrou-se campeão carioca juvenil em 1999, além do bicampeonato da Copa Rio nos anos de 1999 e 2000[4].

Como jogador do Tijuca Esporte Clube recebeu Troféu Revelação e o título de Garoto-Propaganda do time[5].Transferiu-se na temporada 2001-02 para o Telemig Celular/Minas no qual conquistou o título da Superliga Brasileira A e foi ouro no Campeonato Mineiro de 2001[6].Em 2002 foi convocado para Seleção Brasileira pelo técnico Percy Oncken, categoria infanto-juvenil, para disputar o Campeonato Sul-Americano em Santiago-Chile, edição na qual foi medalhista de ouro[6][7].Jogando nas competições amadoras pelo Telemig Celular Minas foi campeão metropolitano e estadual na categoria infanto-juvenil e foi campeão mineiro juvenil, sendo a Revelação Infanto-Juvenil do clube[5].

Renovou com a equipe da Telemig Celular/Minas para as competições de 2002-03, conquistando o bicampeonato mineiro em 2002 e alcançando a quinta posição na correspondente Superliga Brasileira A[6].Voltou a servir a Seleção Brasileira, novamente na categoria infanto-juvenil, na conquista da medalha de ouro no Campeonato Mundial de 2003 em Suphanburi-Tailândia[8], eleito o Melhor Bloqueador[1] e ocupou a segunda posição entre os melhores sacadores[6].Permaneceu nesse mesmo clube na jornada 2003-04, conquistando o título da Copa Bento Gonçalves de 2003[6], o vice-campeonato da Liga Nacional de 2003[6] e o bronze na correspondente Superliga Brasileira A[4][6].

Em 2004 foi convocado para Seleção Brasileira, desta vez pela categoria juvenil, e fez parte da equipe que conquistou o ouro no Campeonato Sul-Americano sediado em Santiago-Chile[4][9].Representou a Seleção Mineira na conquista do vice-campeonato no Campeonato Brasileiro de Seleções, categoria juvenil, de 2004[4].Pela equipe Telemig Celular/Minas atuou no período esportivo 2004-05, conquistando o título mineiro de 2004, bronze na Supercopa Mercosul (III Copa Bento Gonçalves) e também no Grand Prix de Clubes (Copa Unisul 40 anos) , ambos resultados neste mesmo ano[4], novamente vice-campeão da Liga Nacional em 2004 e mesma colocação obtida na Superliga Brasileira A 2004-05[6], nesta edição registrou 48 pontos, sendo 36 de ataques, 11 de bloqueios e 1 de saque[10].

No ano de 2005 foi convocado pelo técnico Marcos Lerbach e em preparação para a edição do Campeonato Mundial de 2005, sediado em Vishakhapatnam-Índia[11], e conquistou o vice-campeonato[6].Permaneceu no mesmo clube da temporada passada, e conquistou novamente o título do Campeonato Mineiro em 2005, e também do Campeonato Paulista no mesmo ano, além de sagra-se vice-campeão da Superliga Brasileira A 2005-06[6].Na jornada 2006-07 jogou pela Ulbra/Uptime(RS) [1] e conquistou em 2006 o título do Campeonato Gaúcho e da Copa Pauta Samsung e alcançando o bronze na referente Superliga Brasileira A[6].

Defendeu a equipe do Universo/Uptime [1] na temporada 2007-08, e na Superliga Brasileira A correspondente[12] encerrou na oitava posição[13] e foi o segundo Melhor Bloqueador[6].Foi contratado para reforçar o Volta Redonda[1] para disputar a Liga Nacional de 2008[14], mesmo ano que se transferiu para o Rpa-Luigibacchi.It Perugia e encerrou na quinta posição na Liga A1 Italiana[15] após os playofss[1].

Retornou a equipe italiana Rpa-Luigibacchi.It Perugia durante a temporada 2009-10[16] encerrando em nono lugar lugar na Liga A1 Italiana e conquistou o título da Copa Challenge CEV correspondente a esta jornada[6][17].Permaneceu na temporada 2010-11 no vopleibopl europeu, e defendeu nesta o Sporting Clube de Espinho sendo por este campeão da Copa Cidade de Espinho de 2010 e no mesmo ano foi vice-campeão da Taça de Portugal[6], e no Campeonato Portugues alcançou a quarta posição[18].

Em 2011 atuou na Liga da Indonésia pelo Jakarta Sananta quando alcançou o vice-campeonato da Liga A Indonésia[6] e em seguinte disputou a jornada 2011-12 pelo clube alemão do TV Bühl e encerrou na quinta posição na Bundelisga A correspondente[19].após eliminção nas quartas de final[20][21].Em 2012 retorna ao Brasil e reforçou a Maringá/Banco Bonsucesso/AmaVôlei [1] na disputa da Liga Nacional de 2012[22] e neste mesmo ano conquistou os títulos do Campeonato Paranense e dos Jogos Abertos do Paraná[6].

Ainda em 2012 reforçou a Funvic/Midia Fone na edição da Superliga Brasileira B 2012[23] quando cpmquistou o vice-campeonato nesta edição[24].Retornou a equipe do Amavôlei em 2013 e em seguida recebeu o convite do Botafogo/RJ [1] reforçar o clube [25] foi vice-campeão da Copa Rio de 2013 [25] e primeiro colocado na Supercopa Banco do Brasil Etapa Mata Atlântica[25][26] e bronze na Supercopa Banco do Brasil Etapa Nacional[25].

Títulos e ResultadosEditar

Premiações IndividuaisEditar

Ligações ExternasEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i j CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (17 de março de 2006). «Sábado é o Dia D na Superliga masculina 05/06: Serão conhecidos mais dois semifinalistas». Consultado em 23 de setembro de 2014. Arquivado do original em 12 de novembro de 2013 
  2. Maximus Sport. «DANILO CARVALHO Opposite» (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  3. CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (20 de junho de 2013). «SUPERCOPA BB: Após disputar Superliga e jogar por clubes internacionais, reforço do Botafogo comemora retorno à Cidade Maravilhosa». Consultado em 7 de setembro de 2014 
  4. a b c d e f g h i j k l CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (4 de dezembro de 2005). «PERFIS DAS EQUIPES: BANESPA/MASTERCARD X TELEMIG CELULAR/MINAS». Consultado em 7 de setembro de 2014. Arquivado do original em 4 de março de 2014 
  5. a b c d e Viva Favela (13 de janeiro de 2003). «Promessa na rede». Consultado em 7 de setembro de 2014 
  6. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap Volley Agency. «Perfil Danilo Cruz de Carvalho» (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  7. Todor66. «Boys under-19 Volleyball VIII South American Championship 2002» (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  8. Agência Brasil (17 julho de 2003). «Seleção infanto-juvenil masculina de vôlei já está no Rio». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  9. Todor66. «Men Junior under-20 Volleyball XVII South American Championship 2004» (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  10. CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Ficha do Atleta- 2-Danilo- Equipe: TELEMIG CELULAR/MINAS». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  11. Todor66 (8 de abril de 2005). «Convocada a seleção brasileira juvenil» (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  12. CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Superliga 2007/2008- UNIVERSO/UPTIME». Consultado em 23 de setembro de 2014. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2007 
  13. O Tempo. «Sada-Betim inicia nova temporada». Consultado em 23 de setembro de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  14. Prefeitura Municipal de Volta Redonda. «VÔLEI DA CIDADE RUMO A LIGA NACIONAL». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  15. LegaVolley. «Rpa-Luigibacchi.It Perugia - Piazzamenti Stagioni Precedenti-2008-09» (em italiano). Consultado em 23 de setembro de 2014. Arquivado do original em 12 de outubro de 2014 
  16. Pianeta Volley (23 de janeiro de 2010). «Rpa-LuigiBacchi.it Perugia riceve Cuneo, torna Danilão» (em italiano). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  17. a b LegaVolley. «Rpa-Luigibacchi.It Perugia - Piazzamenti Stagioni Precedenti 2009-10» (em italiano). Consultado em 23 de setembro de 2014. Arquivado do original em 12 de outubro de 2014 
  18. a b Wikipédia. «Sporting Clube de Espinho (voleibol masculino)- Cronologia recente do Sporting Clube de Espinho-2010-11». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  19. a b Wikipédia. «Article Deutsche Volleyball-Bundesliga 2011/12 (Männer)- Play-offs-2010-11» (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  20. TV Bühl - Volleyball (19 de março de 2012). «TVB – zum Saisonende keine gewohnt starke Leistung» (em alemão). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  21. TV Bühl - Volleyball (13 de julho de 2011). «TV Bühl holt brasilianischen Topspieler» (em alemão). Consultado em 23 de setembro de 2014 
  22. Thiago Paes (21 de junho de 2012). «Maringá volta a participar da Liga Nacional de Voleibol». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  23. CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Superliga B-Temporada 2012- Funvic/Midia Fone». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  24. a b CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Superliga B-Temporada 2012- Jogos dos Play-Offs | Final -Classificação». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  25. a b c d e f g Carol Fontes (24 de maio de 2013). «GloboEsporte.com- Após 29 anos, Botafogo volta com a missão de resgatar a tradição no vôlei». Consultado em 23 de setembro de 2014 
  26. a b Renato Maurício Prado (29 de maio de 2013). «BOTAFOGO VENCE ETAPA MATA ATLÂNTICA E AVANÇA À FASE FINAL DA SUPERCOPA DE VÔLEI». Consultado em 23 de setembro de 2014