Abrir menu principal
Processos relativos ao artigo
16 de Junho de 2007 Candidato a artigo destacado Não promovido

UntitledEditar

Arquivos:

Discussão:Maomé/Arquivo 1 (Outubro 2005 - Maio 2006)

Discussão:Maomé/Arquivo 2 (Discussões movidas da "Esplanada" em torno de Maomé vs. Muhammad)

Nomes e analfabetismoEditar

Gostaria de explicar a última edição que fiz relacionada com os nomes e com a questão de Maomé ter sido analfabeto.

Vale a pena referir que Muḥammad e Muhammad são a mesma coisa. A primeira forma como um pontinho em baixo pretende informar que aquele "h" deve ser aspirado. Não vejo necessidade de colocar "Maomet" no começo pois a secção "O nome" [1] já explicita todas as formas que o nome teve na língua portuguesa:

Texto do artigo: Nos textos portugueses mais antigos este antropónimo aparece grafado de variadíssimas formas, como Mafoma, Mafamede, Mafomede, Mafomade, Mahamed, Mahoma, Mahomet, Mahometes ou Mahometo.

Na minha opinião no começo só devem estar aquelas 3 formas (Maomé, Muhammad e Mohammed) que são as mais comuns.

Maomé não era analfabeto como diz o texto. Ele trabalhou no comércio e com certeza deveria ter conhecimentos de escrita rudimentares. A ideia de um Maomé analfabeto não é aceite pelos investigadores. Quanto ao episódio em que lhe apareceu o anjo Gabriel e lhe pediu para recitar, ele recusou-se não por ser analfabeto, mas por se sentir de certa forma "inferior", por achar que não estava ligado às "letras" e à poesia que os árabes valorizavam bastante. --JLCA 12:41, 6 Junho 2006 (UTC)

Quanto ao nome, o problema JLCA, é que o Muhammad com o tal pontinho dá pau em alguns navegadores, especialmente no Linux em que eu fiz o teste ontem na faculdade. Portanto, deve ser sem o pontinho (porque não é nosso caracter padrão) ou então que se coloque as duas formas. Eu deixei a explicação no sumário. Lipe   ҉ 12:47, 6 Junho 2006 (UTC)
E quanto ao ser analfabeto, onde no texto deixa claro que ele tinha conhecimentos de escrita rudimentares? abraço! Lipe   ҉ 12:50, 6 Junho 2006 (UTC)

Artigo bloqueadoEditar

Infelizmente este artigo continua bloqueado, sabe-se lá ao serviço de que agendas, apesar de ser claramente contra o espírito da Wikipédia bloquear artigos. --JLCA 20:54, 31 Julho 2006 (UTC)

Se Maomé não fazia milagres, ele era inferior a Moisés e a Jesus, correto? Apesar da família da esposa de Maomé ser cristã, deviam ser não-praticantes, pois se fossem praticantes, saberiam que se um anjo dissesse coisas que contrariassem os ensinos das Escrituras (de Moisés e dos Evangelhos, por ex.), a obrigação é considerar anátema, correto? o comentário precedente não foi assinado por 201.34.99.232 (discussão • contrib.)

Suas questões são puramente subjetivas. Moisés fez milagres por que assim Deus quis, não porque ele possuía poderes sobre-humanos. Quanto à segunda pergunta, também valeria para Jesus, não acha?  Ð. Indech  図   03h52min de 12 de Junho de 2007 (UTC)
Caros colegas, eu gostaria de adicionar algumas informações ao artigo. Como posso fazê-lo? Entendo que talvez seja necessário o bloqueio para impedir o vandalismo de anti-islãmicos. Seria possível submeter minhas contribuições à algum membro para aprovação?   Kaiserschwarcz   

Isso aqui é um artigo histórico ou uma página de discussão teológica? Ficar discutindo se fulano fazia milagres, se não fazia, se Deus existe, etc... Assim não dá.comentário não assinado de 189.4.72.61 (discussão • contrib) -- Chronus (discussão) 15h02min de 11 de julho de 2018 (UTC) (UTC)

Resposta ao amigo de cima:Editar

O Profeta Muhammad (saw) fez milagres sim.O mais conhecido milagre que ele fez foi dividir a lua em duas partes, e também se não me engano foi durante uma batalha, ele pegou um punhado de areia e jogou em direção aos inimigos causando uma tempestade de areia, atribuindo que o poder do milagre veio de Deus. Muhammad não sabia ler no inicio da revelação, o anjo Gabriel o forçou a ler e ele insistiu qur não sabia ler, apos um periodo, o Anjo Gabriel recitou a ele e ele memorizou o que lhe foi recitado. A familia de Kadija era cristã praticante, tanto que foi dali que a Biblia foi traduzida para o arabe. Salam

A utilização do nome Maomé em vez de Muhammad.Editar

A meu ver é errado dizer Maomé em vez de Muhammad pois o nome original é Muhammad, se uma pessoa se chama Pedro e vai por exemplo para Inglaterra ninguém lhe chamará Peter mas sim Pedro pois é na realidade o seu nome e nós quem somos para o alterar?Assim como Sofia não será chamada de Sophie o comentário precedente não foi assinado por Muslim786 (discussão • contrib.)

    • A pronuncia(ção) é muito vaga e se perde de pessoa a pessoa, o importante mesmo, é constar o significado do nome e foi por isso que inclui o significado do nome de familia de Maomé (Abdalla) que quer dizer "Servo de Deus" (abd- escravo + Allah Deus ) espero que não apaguem essa informação. o comentário precedente não foi assinado por 201.53.53.45 (discussão • contrib.) 19h10min de 4 de Maio de 2008 (UTC)

ImagensEditar

É uma grande ofensa para nós muçulmanos que seja representada a imagem do Profeta, tendo em vista de que para nossas futuras gerações não adorem a "suposta imagem" dele.

Assim sendo, solicito que sejam retiradas todas as imagens do artigo que tentem descrever a imagem do profeta.

Finoqueto (discussão) 18h20min de 23 de Julho de 2008 (UTC)

Quem se sentir ofendido por qualquer conteúdo desta enciclopédia tem a opção de não mais consultá-la. A Wikipédia não se pauta nem se submete às imposições de nenhuma ideologia ou religião, e não sofre censura de qualquer espécie. RafaAzevedo msg 18h31min de 23 de Julho de 2008 (UTC)
Tens idéia do que diz? Está excluindo quase 2 bilhões de pessoas da Wikipedia. Finoqueto (discussão) 19h00min de 23 de Julho de 2008 (UTC)
Creio que o resto da humanidade não deve pagar por 2 bilhões[carece de fontes?] de pessoas que optam por se submeter a censura. RafaAzevedo msg 19h19min de 23 de Julho de 2008 (UTC)
Eu disse quase, não disse 2 bi. Acredito no que tu quiser... Se quer acreditar na ONU, acredita, se quer acreditar no Dantas acredita... Só não desenhe, pinte, ou publique algo que tu não acredita, guarda isso para teu privado e não expõe as massas. http://www.islamicpopulation.com/ Finoqueto (discussão) 20h07min de 23 de Julho de 2008 (UTC)
Não me referi à população islâmica, e sim às pessoas que optam por se submeter a este tipo de censura. Os conceitos não são equivalentes. RafaAzevedo msg 20h11min de 23 de Julho de 2008 (UTC)
Me metendo: Finoqueto... a wikipédia é laica. Não se submete aos codigos de nenhuma religião. Seja ela o cristianismo, o Islão, o judaísmo ou qualquer outra. Por isso que aqui há fotos no artigo sobre Maomé. Mas se quiseres fazer uma enciclopédia apenas com a tua religião podes tentar fazer uma wikia (eu mesmo sou burocrata de uma, sobre o cristianismo). Abs Béria Lima Msg 20h17min de 23 de Julho de 2008 (UTC)

Já vi que a discussão não leva a nada, ou seja, os artigos da wikipedia que tratam do Islam são considerados politeístas e dão margem a ignorância a aqueles que a consultam. Finoqueto (discussão) 20h19min de 23 de Julho de 2008 (UTC)

Vendo as descrições das figuras, várias são de origem cristã, tentando retratar o profeta. Acho que não o tenham pintado com olhos azul, pele alva, dentes brancos e musculoso. Todo muçulmano sabe que toda e qualquer tentativa de retratá-lo é falsa. Finoqueto (discussão) 00h19min de 2 de Agosto de 2008 (UTC)
Tem como provar que são "de origem cristã"? Todas as gravuras foram feitas no Dar-ul-Islam. RafaAzevedo msg 00h32min de 2 de Agosto de 2008 (UTC)
Algumas delas tem origem de páginas pessoais (sem citar fontes), outras são de origem revanchista após as manifestações contra as charges. Sim, alguma delas conforme citam as fontes foram criadas no Dar al Islam, porém, como bem sabe, existem n judeus e muçulmanos vivendo na Dar al Islam. Durante algum tempo, as escolas desenharam o profeta, adoraram túmulos, realizavam oferendas aos mortos, esta é conhecida como época negra dos muçulmanos. Veja o artigo Wahabismo. Finoqueto (discussão) 12h09min de 2 de Agosto de 2008 (UTC)
Então eu pergunto: qual a necessidade de ter "imagens" que representem o profeta? Isso é necessário para que acreditem que ele existiu? Finoqueto (discussão) 00h48min de 24 de janeiro de 2009 (UTC)

Apelo - alterar nome do artigoEditar

Faço um apelo para que seja alterada para a grafia correta o nome do Profeta. Seu nome é Muhammad. Apenas Muhammad, não existe tradução. Não se trata de linguagem ou nacionalismo, este é um assunto sagrado, e é conveniente portar-se de maneira adequada nesses assuntos. Muhammad, por favor. Não sei como alterar, pois se soubesse eu mesmo alteraria. Obrigado --Gmronco (discussão) 21h41min de 19 de março de 2009 (UTC)

O nome em português, consagrado pelo uso e unanimemente aceito pelas fontes fiáveis no idioma, é "Maomé". RafaAzevedo msg 21h46min de 19 de março de 2009 (UTC)
Notei esta graforréia (ou sei lá como se chama)! Procurando no google, utilizando filtros para "páginas em português", encontrei 277.000 para "maomé" e 4.110.000 para Muhammad. Pq não alteram Muhammad Yunus para Maomé Yunus, Ou Muhammad Ali para Maomé Ali??? Quem entende os portugueses??? Finoqueto (discussão) 13h08min de 20 de março de 2009 (UTC)
Até algum tempo atrás era comum e corrente "traduzir-se" o nome de pessoas, de outros idiomas, e estas formas ficaram consagradas no idioma. É por isso que, por exemplo, Henry IV da Inglaterra é conhecido no mundo lusófono como Henrique IV da Inglaterra. Não é nem mesmo exclusividade dos "portugueses", outros idiomas também o fazem com o mesmo com Muhammad; em italiano, por exemplo, ele é Maometto, em francês Mahomet, em espanhol Mahoma, em grego Μωάμεθ, e assim pro diante. RafaAzevedo msg 13h17min de 20 de março de 2009 (UTC)
"em francês Mahomet, em espanhol Mahoma", tá até vai, mas Maomé pra Muhammad? Pra mim, sinceramente, é outra pessoa. Finoqueto (discussão) 13h24min de 20 de março de 2009 (UTC)
Não percebo o teu comentário, Finoqueto. Maomé está tão próximo de Muhammad como Mahomet. Mahoma é que me parece mais distante.Darwin (discussão) 23h02min de 20 de março de 2009 (UTC)

Entendo o desejo de querer ter um nome na própria língua, seja ela qual for, para identificar personagens históricos. Mas gostaria de reiterar de que não se trata de apenas um personagem histórico, e sim do Profeta de uma religião, ou melhor, de uma Tradição. Cada um é livre para escrever o que quiser, mas se as pessoas que aqui se comprometem a contribuir com a educação destas e das próximas gerações não assumirem sua responsabilidade, dificilmente este veículo será levado a sério pela comunidade do Islam. Pelo que entendo da proposta deste enorme trabalho, existe aqui o propósito de se alcançar uma universalidade e uma democracia do conhecimento sem precedentes na história da humanidade. Acredito que este tipo de postura seja derivada apenas de uma insistência, em certo grau até tola, em reconhecer que certas grafias não portam em si a faculdade de tradução para outros idiomas. Hamlet no italiano foi taduzido por Hamleto, mas para os lusófonos continua a ser Hamlet. Conhecendo a trajetória do autor da peça que tem este personagem, acredito que ele não se importaria em ter o nome de seu personagem traduzido, alterado. Mas esta discussão não trata de um personagem numa peça de teatro, e sim do mais importante Profeta de uma Tradição. Muhammad é como um muçulmano reconhece o seu Profeta. Esta enciclopédia, se pretende se relacionar e oferecer-se ao respeito do povo muçulmano deveria reconsiderar o tipo de informação que nela se registra. É claro que a prerrogativa de se fazer o que se bem entender está disponível. Uma pena. Se o senhor acima se vale de "fontes fiáveis" para sustentar o seu argumento, aconselho-o a melhor pesquisar a origem da palavra fiável. Disponível inclusive nesta enciclopédia. Ser laica não dispensa esta fonte do critério. Qual é o critério que se pretende usar? Ao se escrever sobre uma Tradição, que seja o Divino. Estejam com Deus. --Gmronco (discussão) 22h45min de 20 de março de 2009 (UTC)

Gmronco, a solução para o caso é simples. Arranja uma fonte fidedigna que comprove isso que afirmas, e logo ai tu própria podes fazer a movimentação para o novo nome. Darwin (discussão) 22h58min de 20 de março de 2009 (UTC)
"Muhammad é como um muçulmano reconhece o seu Profeta.": melhorando e trazendo a realidade: Muhammad é como os muçulmanos brasileiros, portugueses, angolanos, reconhecem o seu Profeta. Finoqueto (discussão) 11h17min de 21 de março de 2009 (UTC)
Nos países de língua portuguesa é comum a busca pelo nome Maomé. A Wikipédia tem uma tradição de usar o nome mais usual. Cumprimentos. __ Observatoremsg 12h08min de 22 de março de 2009 (UTC)
É, esta é mais uma confusão feita por não-muçulmanos sobre o Islam. Finoqueto (discussão) 13h53min de 22 de março de 2009 (UTC)
Como esclareceram, não há confusão. Maomé é a palavra que vem sendo utilizada em nossa língua há séculos. Finoqueto, também tem alguma crítica ao fato de ele ter se casado com uma menina de seis anos de idade e ter consumado o casamento quando ela completou nove anos? Acho que deveria focar nesse tipo problema em ver de criar uma discussão tão longa quanto a uma nomenclatura. -- 200.225.146.193 (discussão) 11h08min de 26 de maio de 2009 (UTC)
Pare com esse tipo de ataque, a mera existência desse "facto" nem sequer é consensual entre os historiadores do Islão, pois as fontes são contraditórias, além de ser francamente estúpido querer avaliar os actos de há séculos atrás segundo as regras actuais de moralidade. - Darwin Alô? 11h20min de 26 de maio de 2009 (UTC)
Qual é a estupidez em perguntar para ele, alguém que vive hoje, a relação entre a perfeição do profeta dele e do fato de que se casou e teve relações com uma menina [2]? Não precisamos cair na besteira de discutir pormenores do Islã como a idade exata da menina, já que ambos não seguimos essa fé e eu poderia citar outros inúmeros exemplos, como o fato de que ele também mantinha relações extra-conjugais com escravas. O caso é que Finoqueto não viveu séculos atrás e considera Maomé, hoje, um homem sem pecado , que recebeu a palavra final de Deus. Não estou questionando os costumes de árabes nômades, mas os costumes do mensageiro final do Deus de Finoqueto, que merece tanto respeito que nem pode ter seu nome alterado numa enciclopédia. Não tenho dúvida da fé de Finoqueto e sei que ele é capaz de dialogar sobre qualquer assunto relacionado a ela. Deixe-o responder. -- 200.226.38.250 (discussão) 07h33min de 27 de maio de 2009 (UTC)
A utilidade de uma enciclopédia é ajudar na consulta e por isso o mais apropriado é que, em língua portuguesa, se utilize o título Maomé. É claro que Muhammad é mais correto e está em muito mais citações, já que é a forma árabe e convencional (já que há algumas décadas deixou de ser usual o transcrição de nomes próprios). Porém, não atende a necessidades de consulta a que se serve esta enciclopédia. O redirecionamento dos artigos evita qualquer erro que algum usuário possa ter na busca. Quanto a imagens, a preocupação em tê-las como causa para não se idolatrar o profeta cabe aos autores originais delas. Mas, uma vez feitas, podem (com a devida cessão de direitos autorais) ser inclusas na wikipedia. Aparentemente, todas as colocadas são de origem turca, a exceção de uma que mostra também o rosto (e que deveria ser prudentemente evitada). Por bom senso e estética, não colocar imagens feitas muito posteriores. Proibir-se de usar um nome, ou de incluir totalmente qualquer imagem, me parece uma concessão absurda a uma lei a qual não fomos consultados se queremos obedecer ou não. Isso acabaria sendo uma islamopédia.--Leandro Deon (discussão) 03h25min de 24 de julho de 2009 (UTC)

Os artigos sobre Moisés, Confúcio e Jesus Cristo chamam-se, exactamente, Moisés, Confúcio e Jesus Cristo, não Moshe, Kung-Fu Tse ou Yeshua; se esses nomes são traduzidos do original, não vejo porque "Muhammad" não há de ser também traduzido--MiguelMadeira (discussão) 10h49min de 29 de setembro de 2010 (UTC)

Morte de MaoméEditar

No texto original fala a respeito de Maomé ser "um alcoolatra inveterado" e "pinguço". Na parte "Morte e Legado". E que " sua morte aconteceu quando o profeta, encontrando-se em avançado estado de embriaguês, caiu e adormeceu à porta da cidade de Medina e foi atropelado por uma vara de porcos selvagens."

Pesquisei em outras fontes na internet e o que pude ver é que ele simplesmente morreu adonentado 3 ou 4 anos após ter ingerido uma carne de "carneiro" envenenada.

Parece-me uma grande falta de respeito e um ato de vandalismo o que está dito. Quero chamar a atenção de quem puder interferir nisso. Eu tentei editar mas nao consegui.

Saudações.comentário não assinado de 186.212.240.23 (discussão • contrib) 12h59min de 1 de agosto de 2011 (UTC)

Tratava-se efectivamente de um vandalismo grosseiro colocado ontem no artigo, que já retirei. Muito obrigado por chamar a atenção para o caso. Saudações, --- Darwin Ahoy! 12h59min de 1 de agosto de 2011 (UTC)
Regressar à página "Maomé".