Abrir menu principal

Grammy Latino para Melhor Álbum Vocal Pop Feminino

Grammy Award para Melhor Álbum Vocal Pop Feminino
Logotipo dos prêmios Grammy.
Descrição Prêmio atribuído pela qualidade vocal e instrumental de álbuns de artistas femininas.
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 2000
Última cerimónia 2011
Detentor Latin Academy of Recording Arts and Sciences
Sítio oficial

O Grammy Latino para Melhor Álbum Vocal Pop Feminino foi uma das categorias do Grammy Latino — cerimônia estabelecida em 2000 e originalmente fundada para servir como uma versão própria do Grammy Awards —,[1] que presenteava a excelência em qualidade vocal e instrumental de álbuns de artistas femininas, cujo conteúdo deveria ser obrigatoriamente composto com pelo menos 51% de gravações no gênero de pop latino.[2] As diversas categorias são apresentadas anualmente pela Latin Academy of Recording Arts and Sciences nos Estados Unidos e tem como objetivo "honrar às realizações de destaque na indústria da música latina, principalmente para trabalhos gravados em língua espanhola ou língua portuguesa".[3][n 1]

Em 2000, durante a primeira cerimônia da premiação, a categoria era nomeada como Melhor Performance Pop Vocal Feminina, onde canções recebiam o reconhecimento.[5] "Ojos Así", tema gravado por Shakira, foi a única obra vencedora da categoria sob esta denominação.[6] No ano seguinte, a categoria recebeu o título pelo qual permaneceu até sua extinção, em 2012.[7] Christina Aguilera converteu-se como a primeira vencedora da categoria sob sua nova nomenclatura, além da primeira artista norte-americana vencedora da cerimônia, quando seu primeiro disco em espanhol, Mi Reflejo (2000), foi honrado com o prêmio.[8] Desde então, Shakira e Laura Pausini tornaram-se as maiores vencedoras da categoria, com três honrarias atribuídas para cada uma.[9][10]

Índice

VencedoresEditar

 
Christina Aguilera (foto) foi a primeira artista norte-americana vencedora de um Grammy Latino.
Laura Pausini (acima) e Shakira (abaixo) são as maiores vencedoras da categoria, com três prêmios atribuídos para cada uma.
 
Rosario Flores (foto) venceu a categoria duas vezes, em 2002 e 2004.
Ano[n 2] Vencedores Nacionalidade Trabalho Indicados Ref.
2000 Shakira   Colômbia "Ojos Así" [6]
2001 Christina Aguilera   Estados Unidos Mi Reflejo [11]
2002 Rosario Flores   Espanha Muchas Flores [12]
2003 Olga Tañón   Porto Rico Sobrevivir [13]
2004 Rosario Flores   Espanha De Mil Colores [14]
2005 Laura Pausini   Itália Escucha
  • BebePafuera Telarañas
  • Andrea Echeverri – Andrea Echeverri
  • FeyLa Fuerza del Destino
  • SorayaEl Otro Lado de Mí
[15]
2006 Shakira   Colômbia Fijación Oral Vol. 1 [16]
2007 Laura Pausini   Itália Yo Canto [17]
2008 Kany García   Porto Rico Cualquier Día [18]
2009 Laura Pausini   Itália Primavera Anticipada [19]
2010 Nelly Furtado   Canadá Mi Plan [20]
2011 Shakira   Colômbia Sale el Sol
  • Claudia Brant – Manuscrito
  • Myriam Hernández – Seducción
  • MalúGuerra Fría
  • Merche – Acordes de Mi Diario
[21]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Billboard Staff (14 de setembro de 2000). «Maná, Luis Miguel, Santana Win Big At Latin Grammys» (em inglês). Billboard. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  2. «Manual de Categorias» (em espanhol). Grammy Latino. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  3. «FAQ» (em inglês). Grammy Latino. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  4. Pablo Ximenez de Sandoval (18 de novembro de 2015). «"Nós, latinos, não podemos ser tratados como criminosos"». El País. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  5. Leila Cobo (22 de julho de 2000). «Nominees for Latin Grammys» (em inglês). Billboard. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  6. a b New York Times Staff (16 de setembro de 2000). «1st Annual Latin Grammy Awards Winners» (em inglês). The New York Times. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  7. Todd Martens (10 de maio de 2012). «Latin Grammys to allow 10 nominees for Album of the Year» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  8. Jeff Benjamin (7 de março de 2012). «Christina Aguilera Returns to Latin Roots on Soundtrack Song: Listen» (em inglês). Billboard. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  9. «Shakira» (em inglês). Grammy Latino. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  10. «Laura Pausini» (em inglês). Grammy Latino. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  11. Christina Saraceno (30 de outubro de 2001). «Christina Wins Latin Grammy» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  12. Folha Online (19 de setembro de 2002). «Veja os vencedores das principais categorias do Grammy Latino de 2002». Folha de S. Paulo. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  13. Redação Terra (3 de setembro de 2003). «Confira os principais ganhadores do Grammy Latino de 2003». Terra. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  14. Redação Terra (1 de setembro de 2004). «Conheça todos os vencedores do Grammy Latino de 2004». Terra. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  15. Folha Online (4 de novembro de 2005). «Veja os vencedores do Grammy Latino de 2005». Folha de S. Paulo. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  16. Redação Terra (3 de novembro de 2006). «Shakira leva 4 Grammy Latino; veja a lista de ganhadores». Terra. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  17. Daily News Staff (9 de novembro de 2007). «Winners of the 2007 Latin Grammy Awards» (em inglês). New York Daily News. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  18. Ayala Ben-Yehuda (14 de novembro de 2008). «Juanes Wins Big At Latin Grammy Awards» (em inglês). Billboard. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  19. Reuters Staff (6 de novembro de 2009). «Main winners of 10th Latin Grammy Awards» (em inglês). Reuters. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  20. Jon Pareles (12 de novembro de 2010). «Latin Grammys Find Their Sweet Side» (em inglês). The New York Times. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  21. Jon Pareles (10 de novembro de 2011). «Calle 13 Wins Big at Latin Grammys» (em inglês). The New York Times. Consultado em 16 de janeiro de 2019 

NotasEditar

  1. Para a entidade, produtos gravados em língua francesa, italiana e romena não são consideradas para apuração, contanto que sejam gravados uma versão separadamente de um dos dois idiomas citados.[4]
  2. Cada ano apresentado corresponde ao ano em que o artista recebeu o prêmio, não necessariamente o ano seguinte em que ele foi lançado.

Ligações externasEditar