Grande Prêmio do Brasil de 2006

18ª etapa do Mundial de Fórmula 1 de 2006

Resultados do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 realizado em Interlagos em 22 de outubro de 2006.[2] Décima oitava e última etapa do campeonato, foi vencido pelo brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, com Fernando Alonso em segundo pela Renault e Jenson Button em terceiro pela Honda.[3][nota 1]

Grande Prêmio do Brasil
de Fórmula 1 de 2006
Autódromo José Carlos Pace (AKA Interlagos) track map.svg
25º GP do Brasil em Interlagos
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 22 de outubro de 2006
Nome oficial XXXV Grande Prêmio do Brasil[1]
Local Autódromo de Interlagos, São Paulo, São Paulo, Brasil
Percurso 4.309 km
Total 71 voltas / 305.909 km
Condições do tempo Ameno 23°C (73°F)
Pole
Piloto
Brasil Felipe Massa Ferrari
Tempo 1:10.680
Volta mais rápida
Piloto
Alemanha Michael Schumacher Ferrari
Tempo 1:12.162 (na volta 70)
Pódio
Primeiro
Brasil Felipe Massa Ferrari
Segundo
Espanha Fernando Alonso Renault
Terceiro
Reino Unido Jenson Button Honda

Num dia marcado pela aposentadoria de Michael Schumacher, além do bicampeonato de Fernando Alonso entre os pilotos (o mais jovem da categoria até então) e da Renault entre os construtores,[3] Felipe Massa tornou-se o primeiro brasileiro a vencer em seu país desde Ayrton Senna em 1993.[4]

ResumoEditar

  • O piloto brasileiro Felipe Massa venceu o GP Brasil de 2006 praticamente de ponta a ponta e assinalou a 90ª vitória do país na categoria.
  • Em segundo lugar ficou o espanhol Fernando Alonso, que garantiu o título da temporada.
  • Na terceira posição ficou o inglês Jenson Button, que, largando no meio do grid, superou seu companheiro de equipe Rubens Barrichello, o qual largou em quinto e terminou na sétima posição.
  • Na tentativa de evitar o título consecutivo de Alonso, o alemão Michael Schumacher precisava vencer a prova e esperar que Alonso não fizesse nenhum ponto. Largando na 10ª posição, Michael Schumacher pulou para quinto lugar em poucas voltas, mas acabou furando o pneu quando ultrapassou o italiano Giancarlo Fisichella, e a parada nos boxes o colocou na última posição. Após uma série de ultrapassagens, inclusive sobre Kimi Raikkonen nas voltas finais, terminou a prova na quarta colocação, marcou a melhor volta da corrida e se despediu da Fórmula 1.
  • O resultado garantiu também o título de construtores para a escuderia Renault e a despedida de Alonso que na próxima temporada correria pela McLaren e retornaria em 2008 para equipe.
  • Último título de Fernando Alonso na categoria.

Pilotos de sexta-feiraEditar

Construtor Piloto
Williams-Cosworth 35   Alexander Wurz
Honda 36   Anthony Davidson
Red Bull-Ferrari 37   Michael Ammermüller
BMW Sauber 38   Sebastian Vettel
Midland-Toyota 39   Ernesto Viso
Toro Rosso-Cosworth 40   Neel Jani
Super Aguri-Honda 41   Franck Montagny

Classificação da provaEditar

Treinos classificatóriosEditar

Pos. Piloto Equipe Q1 Q2 Q3 Grid
1 6   Felipe Massa Ferrari 1:10.643 1:10.775 1:10.680 1
2 3   Kimi Räikkönen McLaren-Mercedes 1:12.035 1:11.386 1:11.299 2
3 8   Jarno Trulli Toyota 1:11.885 1:11.343 1:11.328 3
4 1   Fernando Alonso Renault 1:11.791 1:11.148 1:11.567 4
5 11   Rubens Barrichello Honda 1:12.017 1:11.578 1:11.619 5
6 2   Giancarlo Fisichella Renault 1:12.042 1:11.461 1:11.629 6
7 7   Ralf Schumacher Toyota 1:11.713 1:11.550 1:11.695 7
8 16   Nick Heidfeld BMW Sauber 1:12.307 1:11.648 1:11.882 8
9 17   Robert Kubica BMW Sauber 1:12.040 1:11.589 1:12.131 9
10 5   Michael Schumacher Ferrari 1:11.565 1:10.313 Sem tempo 10
11 9   Mark Webber Williams-Cosworth 1:11.973 1:11.650 11
12 4   Pedro de la Rosa McLaren-Mercedes 1:11.825 1:11.658 12
13 10   Nico Rosberg Williams-Cosworth 1:11.974 1:11.679 13
14 12   Jenson Button Honda 1:12.085 1:11.742 14
15 15   Robert Doornbos Red Bull-Ferrari 1:12.530 1:12.591 22
16 20   Vitantonio Liuzzi Toro Rosso-Cosworth 1:12.855 1:12.861 15
17 21   Scott Speed Toro Rosso-Cosworth 1:12.856 16
18 19   Christijan Albers Spyker Midland-Toyota 1:13.138 17
19 14   David Coulthard Red Bull-Ferrari 1:13.249 18
20 22   Takuma Sato Super Aguri-Honda 1:13.269 19
21 23   Sakon Yamamoto Super Aguri-Honda 1:13.357 20
22 18   Tiago Monteiro Spyker Midland-Toyota Sem tempo 21
Fonte:[5]

CorridaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 6   Felipe Massa Ferrari 71 1:31:53.751 1 10
2 1   Fernando Alonso Renault 71 + 18.658 4 8
3 12   Jenson Button Honda 71 + 19.394 14 6
4 5   Michael Schumacher Ferrari 71 + 24.094 10 5
5 3   Kimi Räikkönen McLaren-Mercedes 71 + 28.503 2 4
6 2   Giancarlo Fisichella Renault 71 + 30.287 6 3
7 11   Rubens Barrichello Honda 71 + 40.294 5 2
8 4   Pedro de la Rosa McLaren-Mercedes 71 + 52.068 12 1
9 17   Robert Kubica BMW Sauber 71 + 1:07.642 9
10 22   Takuma Sato Super Aguri-Honda 70 + 1 volta 19
11 21   Scott Speed Toro Rosso-Cosworth 70 + 1 volta 16
12 15   Robert Doornbos Red Bull-Ferrari 70 + 1 volta 22
13 20   Vitantonio Liuzzi Toro Rosso-Cosworth 70 + 1 volta 15
14 19   Christijan Albers Midland-Toyota 70 + 1 volta 17
15 18   Tiago Monteiro Midland-Toyota 69 + 2 voltas 21
16 23   Sakon Yamamoto Super Aguri-Honda 69 + 2 voltas 20
17 16   Nick Heidfeld BMW Sauber 63 Acidente 8
Ret 14   David Coulthard Red Bull-Ferrari 14 Câmbio 18
Ret 8   Jarno Trulli Toyota 10 Suspensão 3
Ret 7   Ralf Schumacher Toyota 9 Suspensão 7
Ret 9   Mark Webber Williams-Cosworth 1 Danos de colisão 11
Ret 10   Nico Rosberg Williams-Cosworth 0 Acidente 13
Fonte:[2]

RegistrosEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas e os campeões da temporada surgem grafados em negrito.

Notas

  1. Voltas na liderança: Felipe Massa 69 voltas (1-24; 27-71) Fernando Alonso 2 voltas (25-26).

Referências

  1. a b c «2006 Brazilian GP – championships (em inglês) no Chicane F1». Consultado em 20 de agosto de 2021 
  2. a b «Formula 1™ Grande Prêmio do Brasil 2006 - race result» (em inglês). Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  3. a b Fred Sabino (22 de outubro de 2018). «Vitória de Massa, bicampeonato de Alonso e despedida de Schumi em Interlagos, em 2006». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 21 de agosto de 2021 
  4. Fred Sabino (28 de março de 2018). «Há 25 anos, Ayrton Senna era erguido pelo povo após vencer em Interlagos». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 21 de agosto de 2021 
  5. «Formula 1™ Grande Prêmio do Brasil 2006 - qualifying» (em inglês). Consultado em 29 de fevereiro de 2020 

Precedido por
Grande Prêmio do Japão de 2006
Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 2006
Sucedido por
Grande Prêmio da Austrália de 2007
Precedido por
Grande Prêmio do Brasil de 2005
Grande Prêmio do Brasil
35ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio do Brasil de 2007