Abrir menu principal

"Irgendwoher" ("De algures") foi a canção que representou a Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1959 que se desenrolou em Cannes, França, em 11 de março daquele ano.

Suíça "Irgendwoher"
Festival Eurovisão da Canção 1959
País
Artista(s)
Língua
Alemão
Compositor(es)
Lothar Löffler
Letrista(s)
Lothar Löffler
Performance das finais
Resultado da final
Pontos da final
14
◄ "Giorgio" (1958)   
"Cielo e terra" (1960) ►

A referida canção foi interpretada em alemão pela cantora alemã Christa Williams. Foi a primeira canção helvética não interpretada por Lys Assia, que havia cantado todas as canções suíças. Na noite do festival, Williams foi a oitava a cantar, a seguir a Brita Borg com "Augustin" pela Suécia e antes de Ferry Graf com "Der K und K Kalypso aus Wien" pela Áustria. Terminou em quarto lugar[1], tendo recebido um total de 14 pontos. Seria sucedida por "Cielo e terra", interpretada por Anita Traversi.

Giorgio

Índice

AutoresEditar

Autores da canção
Letrista: Lothar Löffler
Compositor: Lothar Löffler
Orquestrador: Franck Pourcel

LetraEditar

A canção é uma balada, na qual Christa canta [2] que de algures do mar vem uma melodia de amor, ela dirige-se a um antigo amante e pede-lhe que venha de volta, porque ela não quer ficar sozinha e que nunca se esquecerá dos tempos em que eles estiveram juntos.

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia possui o
Portal da Música