Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

José António da Mata e Silva (Castelo Branco, 23 de Junho de 1800Évora, 5 de Setembro de 1869) foi um prelado português.

BiografiaEditar

Filho de Agostinho António da Mata e Silva (Tomar, Santa Maria dos Olivais, 28 de Agosto de 1771 - Castelo Branco, 29 de Março de 1845) e de sua mulher Quitéria Maria Augusta Nunes Fevereiro (Castelo Branco - ?). Formou-se em Cânones, tendo sido sucessivamente Cónego, Tesoureiro e Deão do Cabido da Sé de Évora. Foi nomeado Vigário apostólico do Bispado da Guarda em Janeiro de 1846, cargo que ocupou até Março de 1852, sendo também deputado pelo círculo de Castelo Branco.

Bispo de Beja e Arcebispo de ÉvoraEditar

Foi apresentado como bispo de Beja a 1 de Fevereiro de 1859 e confirmado pela Bula de 20 de Junho do mesmo ano. Tomou posse pelo seu procurador, o Pe. João Baptista da Silva, em 21 de Agosto do já mencionado ano. Foi sagrado Bispo em Lisboa no ano de 1859, não chegando a entrar na diocese, pois por um Decreto de 19 de Abril de 1860 foi eleito Arcebispo Metropolitano de Évora, dignidade que Pio IX confirmou no consistório de 13 de Julho do mesmo ano.

Faleceu em 1869.

  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
D. José Xavier de Cerveira e Sousa
 
Bispo de Beja

18591860
Sucedido por
D. Antonio da Trindade de Vasconcellos Pereira de Melo
Precedido por
D. Francisco da Mãe dos Homens Anes de Carvalho
 
Arcebispo de Évora

18601869
Sucedido por
D. José António Pereira Bilhano