Lúcio Antônio Albo

Lúcio Antônio Albo (em latim: Lucius Antonius Albus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a dezembro de 102 com Marco Júnio Hômulo[1]. Lúcio Antônio Albo, cônsul sufecto por volta de 132, era seu filho.

Lúcio Antônio Albo
Cônsul do Império Romano
Consulado 102 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Trajano IV

com Quinto Articuleio Peto II
com Sexto Ácio Suburano Emiliano (suf.)
com Caio Sertório Broco Quinto Serveu Inocente (suf.)
com Marco Mécio Céler (suf.)
com Lúcio Arrúncio Estela (suf.)
com Lúcio Júlio Marino Cecílio Simplex (suf.)

Lúcio Júlio Urso Serviano II
102

com Lúcio Licínio Sura II
com Lúcio Fábio Justo (suf.)
com Tito Dídio Segundo (suf.)
com Lúcio Publílio Celso (suf.)
com Lúcio Antônio Albo (suf.)
com Marco Júnio Hômulo (suf.)

Sucedido por:
'Trajano V

com Mânio Labério Máximo II
com Quinto Glício Atílio Agrícola II (suf.)
com Públio Metílio Nepos (suf.)
com Quinto Bébio Mácer (suf.)
com Caio Trebônio Próculo Mécio Modesto (suf.)
com Públio Calpúrnio Mácer Cáulio Rufo (suf.)


Referências

BibliografiaEditar

  • PIR2 A-809.
  • Der Neue Pauly, vol I, Stuttgart, 1999, col. 814.