Lavrinhas

município brasileiro do estado de São Paulo, na microrregião de Guaratinguetá
Lavrinhas
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Lavrinhas
Bandeira
Brasão de armas de Lavrinhas
Brasão de armas
Hino
Lema Cave nam vigilo
"A cautela-me, estou atento"
Gentílico lavrinhense
Localização
Localização de Lavrinhas em São Paulo
Localização de Lavrinhas em São Paulo
Lavrinhas está localizado em: Brasil
Lavrinhas
Localização de Lavrinhas no Brasil
Mapa de Lavrinhas
Coordenadas 22° 34' 15" S 44° 54' 07" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] São José dos Campos
Região imediata[1] Cruzeiro
Região metropolitana Vale do Paraíba e Litoral Norte
Municípios limítrofes Cruzeiro, Queluz, Silveiras e Passa Quatro (Minas Gerais)
Distância até a capital 223 km
História
Fundação 27 de junho de 1888
Administração
Prefeito(a) Sergio Ruggeri de Melo (PTB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 167,067 km²
População total (Estimativa IBGE/2019[2]) 7 260 hab.
Densidade 43,5 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 508 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 12760-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,768 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 49 400,661 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 7 143,99

Lavrinhas é um município brasileiro do estado de São Paulo, na microrregião de Guaratinguetá. O município é formado pela sede e pelo distrito de Pinheiros[5][6].

HistóriaEditar

Em 1874, em terras então pertencentes ao município de Queluz, foi instalada a estação de Lavrinhas, da Estrada de Ferro D. Pedro II, no local onde existiram algumas lavras de ouro. Em torno da estação cresceu um povoado que, em 1906, separando-se de Queluz, passou a distrito do Município de Pinheiros. Com a instalação do Colégio São Manoel em 1914, os serviços de laticínios, a exploração do carvão vegetal e da lenha para as locomotivas e, também, com a exploração da bauxita e da pecuária leiteira, o povoado se desenvolveu.

Lavrinhas passou, então, a sede de Município, abrangendo Pinheiros e os núcleos da Capela do Jacu e Mavisou.

Fonte:"O Passado Ao Vivo"(Thereza Regina de Camargo Maia)

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 22º34'15" sul e a uma longitude 44º54'08" oeste, estando a uma altitude de 508 metros. Sua população estimada em 2019 era de 7.260 habitantes.

Possui uma área de 167,067 km². A densidade demográfica é de 39,98 hab/km².

Os municípios limítrofes são Passa Quatro (MG) a norte, Queluz a leste, Silveiras a sudeste e Cruzeiro a oeste.

O norte do município é montanhoso, dominado pela Serra da Mantiqueira. A Pedra da Mina, ponto mais alto do estado de São Paulo e da Serra da Mantiqueira, com 2798 m de altitude, situa-se em parte no município, no ponto de encontro das suas divisas com Queluz e Passa Quatro.

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2010

População total: 6.590

  • Urbana: 5.307
  • Rural: 701
  • Homens: 3.320
  • Mulheres: 3.270

Densidade demográfica (hab./km²): 36,00

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 14,38

Expectativa de vida (anos): 72,03

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,61

Taxa de alfabetização: 89,84%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,729

  • IDH-M Renda: 0,648
  • IDH-M Longevidade: 0,784
  • IDH-M Educação: 0,872

(Fonte: IPEADATA)

ComunicaçõesEditar

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[7], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[8], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[9] para suas operações de telefonia fixa.

AdministraçãoEditar

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. a b «Lavrinhas». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2019 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  5. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  6. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  7. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  8. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  9. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar