Abrir menu principal

Lista de farmacêuticos

artigo de lista da Wikimedia

Farmacêuticos de destaque na história mundial:


Índice:       ·  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

AEditar

BEditar

CEditar

DEditar

EEditar

  • Eduardo Augusto Gonçalves, português, desenvolveu a pomada Minancora no Brasil, registrada em 1915 já está no mercado brasileiro há 80 anos;[12]
  • Ernest Furneau, francês, criou a moderna quimioterapia, utilizada para o tratamento do câncer;[3]
  • Eliezer Barreiro, brasileiro, desenvolveu o LASSBio-294 (que atua no aumento das contrações cardíacas e tem efeito vasodilatador) a partir de modelagem molecular. Este fármaco inovador é fruto de uma técnica que tem tido aplicação crescente na pesquisa científica: a modelagem molecular;[13]

FEditar

GEditar

HEditar

JEditar

LEditar

  • Louis Cadet, farmacêutico do exército francês, em 1760, obtinha, pela primeira vez, a ligação de um átomo de arsénio a um átomo de carbono, fazendo aquecer juntos o acetato de potássio e o óxido arsenioso. Esta descoberta abriu a porta à síntese dos arsenicais orgânicos que mais de um século mais tarde Ehrlich obterá para o tratamento da sífilis;[18]
  • Luke Howard, inglês, em 1803, propôs com êxito uma classificação das nuvens. O sistema de Howard usa termos Latinos para descrever as formas de nuvens. O primeiro Atlas Internacional de Nuvens foi publicado em 1896. O sistema usado atualmente é baseado no sistema original de Howard;
  • Luiz Manuel Queiroz, brasileiro, instalou em São Paulo a primeira fábrica de ácido sulfúrico do país;
  • Lunsford Richardson, americano, inventou o Vick Vaporub há mais de 110 anos, conhecido no mundo todo por seu inconfundível pote azul, por seus característicos aromas de cânfora, mentol e eucalipto é utilizado no tratamento de resfriados e no alívio à congestão nasal;[19]

MEditar

NEditar

OEditar

PEditar

  • Pierre Jean Robiquet, francês, em 1832 isolou o alcaloide codeína.[20]
  • Pierre Pomet, publica em 1673 a obra “Histoire géneral des Drogues”, a partir da qual o estudo das plantas entra no período científico ao adaptar, nessa obra e noutras que se seguiram, a classificação e a descrição taxonómica, o que se traduziu numa identificação botânica mais precisa para os fármacos, ponto de partida essencial para uma identificação segura;[21]

REditar

  • Rodolpho Albino, brasileiro, um dos mais importantes farmacêuticos da história da profissão no Brasil, redigiu, editou e publicou sozinho a primeira edição da Farmacopeia Brasileira, em 1926.[22]

WEditar

  • Wilbur Scoville, em 1912, criou a escala Scoville para medir o grau de “picante” das pimentas. A unidade Scoville é na verdade uma medida de capsaicina (responsável pelo ardor);[23]

Referências

  1. Independent. Peaches Geldof, drug addiction, and a very brief history of heroin. Acesso em 5 de julho de 2016
  2. Jornal de Alcobaça. Falcão internacional Arquivado em 17 de agosto de 2016, no Wayback Machine.. Acesso em 5 de julho de 2016
  3. a b c d e f g h Revista do Farmacêutico. Esses farmacêuticos incríveis e suas invenções maravilhosas. Acesso em 5 de julho de 2016
  4. Academia Brasileira de Letras. Biografia. Acesso em 8 de julho de 2016
  5. Univesp. Pitadas da história dos protetores solares Arquivado em 18 de agosto de 2016, no Wayback Machine.. Acesso em 5 de julho de 2016
  6. Cidadão.sp. Hospital Infantil Cândido Fontoura completa 50 anos Arquivado em 14 de julho de 2015, no Wayback Machine.. Acesso em 8 de julho de 2016
  7. Unesp. [http://www.acervodigital.unesp.br/handle/123456789/38693 Carl Wilhelm Scheele][ligação inativa]. Acesso em 8 de julho de 2016
  8. CFF. Drummond, o poeta-farmacêutico que amava as pessoas, faria 110 anos, hoje. Acesso em 8 de julho de 2016
  9. Unicamp. Vacina de DNA é esperança para tratamento da tuberculose. Acesso em 8 de julho de 2016
  10. Guia do Estudante Abril. Como surgiu o refrigerante? Arquivado em 18 de setembro de 2016, no Wayback Machine.. Acesso em 8 de julho de 2016
  11. Es Global. El mundo letal de los falsos medicamentos. Acesso em 8 de julho de 2016
  12. Propagandas Históricas. A história da Pomada Minâncora. Acesso em 5 de julho de 2016
  13. UFRJ. Eliezer Jesus de Lacerda Barreiro. Acesso em 8 de julho de 2016
  14. Luiz Gilberto B. Martins. Hiperalgesia Induzida por Opioides. Acesso em 8 de julho de 2016
  15. FioCruz. Dia do farmacêutico. Acesso em 10 de julho de 2016
  16. UFCG. John Walker Arquivado em 14 de setembro de 2016, no Wayback Machine.. Acesso em 9 de julho de 2016
  17. ANDA. José do Patrocínio, o abolicionista. Acesso em 9 de julho de 2016
  18. Persee. La première édition espagnole du « Formulaire » de Cadet de Gassicourt. Acesso em 9 de julho de 2016
  19. Grupofarma. Famosos para sempre. Acesso em 9 de julho de 2016
  20. ScienceDirect. Pierre-Jean Robiquet. Acesso em 9 de julho de 2016
  21. Salvi Júnior, Ademir. Schinus terebinthifolius Raddi: estudo anatômico e histoquímico das folhas e investigação do potencial farmacêutico do extrato etanólico e suas frações / Ademir Salvi Júnior. - Araraquara, 2009].
  22. IVF. Rodolpho Albino Dias da Silva. Acesso em 5 de julho de 2016
  23. G1. Wilbur Scoville, que testou pimentas, é homenageado no doodle do Google. Acesso em 5 de julho de 2016


Referências