Lotto Soudal

Equipe belga de ciclismo
Lotto Soudal
Portugal - Algarve - Lagos - 2016 Volta ao Algarve - Cycle team (25494170610).jpg
Informações
Estatuto
Equipa pro (-)
UCI Trade Team I (d) (-)
UCI ProTeam (d) (-)
UCI WorldTeam (a partir de )Visualizar e editar dados no Wikidata
Código UCI
LTB (de a ), LTS (a partir de ), SIL (de a ), DVL (de a ), LOT (de a ), PRL () e OLO (de a )Visualizar e editar dados no Wikidata
Disciplina
País
Fundação
1985
Temporadas
36Visualizar e editar dados no Wikidata
Pessoas chave
Director geral
Marc Sergeant (a partir de )Visualizar e editar dados no Wikidata
Director(s) desportivo(s)
Designações anteriores
Lotto
Lotto-Emerxil-Merckx
Lotto-Merckx
Lotto
Lotto-Vlaanderen-Jong-Mbk-Merckx
Lotto-Superclub
Lotto
Lotto-Mavic-MBK
-
Lotto
Lotto-Isoglass
Lotto
Lotto-Mobistar-Isoglass
-
Lotto-Mobistar
-
Lotto-Adecco
-
Lotto-Domo
-
Davitamon-Lotto
Predictor-Lotto
-
Silence-Lotto
-
Omega Pharma-Lotto
-
Lotto-Belisol
a partir de
Lotto-Soudal
Equipamento
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
equipamento

Lotto Soudal (código UCI: LTS) é um equipa ciclista profissional belga, de categoria UCI World Team. Participa no UCI World Tour bem como de algumas carreiras do Circuito Continental.

Fundado em 1985 baixo o patrocínio da lotaria nacional belga, Lotto, trata-se da equipa mais longeva do pelotão actual, conquanto a equipa espanhola Movistar leva mais anos ainda que, isso sim, baixo diferentes denominações como Reynolds, Banesto ou Caisse d'Epargne. Seu nome tem ido mudando em função do copatrocinador que acompanhasse a Lotto, que segue com a equipa desde a sua criação. Em 2012 sofreu uma profunda remodelagem ao ir-se o seu patrocinador principal dos últimos anos (Omega Pharma) a financiar o seu grande rival, a Quick Step.[1][2] No entanto, considera-se a mesma equipa ao herdar-se grande parte da estrutura e manter a sua categoria pese a desaparecer a sociedade ciclista propriedade da Omega Pharma que era proprietária desta equipa[3] desde a criação do UCI Pro Tour em 2005.

A equipa flamenga enfrentou 2012 com a incógnita de se, no ano da reestruturação, manteria o alto nível competitivo dos últimos anos, nos que, além de em clássicas, tinha oferecido um bom nível em provas por etapas com Cadel Evans ou Jurgen Van den Broeck, que seguia na equipa.

Devido à finalização do contrato da Belisol em 2014, no final de julho de 2014 Lotto Cycling Project anunciou a sua continuidade na máxima categoria, devido à entrada de um novo patrocinador denominado Soudal, uma empresa que se dedica à fabricação de produtos químicos e que acompanhasse à esquadra da lotaria belga pelo menos até 2020; desta maneira também seguirá em pé a equipa de ciclismo feminino e sub-23.[4]

História da equipaEditar

A equipa funda-se em 1985 baixo o patrocínio da lotaria nacional belga, Lotto. Um de seus primeiros directores foi Walter Godefroot.

Em 2003 fundiu-se com a equipa também belga do Domo.

Em 2005 a companhia Omega Pharma converteu-se no patrocinador principal da equipa. Nesse ano a formação estreiou também no UCI Pro Tour, máxima categoria do ciclismo de estrada profissional que se estreava em essa temporada.

Na temporada de 2007 conseguiu um total de 23 vitórias, destacando sobretudo a etapa do Giro d'Italia e a do Tour de France vencidas por Robbie McEwen, e a etapa também no Tour de France vencida por Cadel Evans. Também são destacáveis a etapa e a classificação geral da Volta à Polónia de Johan Van Summeren e as etapas de Robbie McEwen na Tirreno-Adriático, na Volta à Romandia, na Volta à Suíça e no Tour do Benelux.

Na temporada de 2008 conseguiu um total de 18 vitórias, destacando sobretudo a etapa da Volta a Espanha vencida por Greg Van Avermaet. Também são destacáveis a etapa na Paris-Nice de Cadel Evans, 1 etapa do Volta à Romandia, 2 etapas da Volta à Suíça e a Vattenfall Cyclassics vencidas por Robbie McEwen e a etapa na Volta à Polónia de Jürgen Roelandts. Outras vitórias importantes foram a etapa na Volta à Andaluzia de Cadel Evans, a etapa da Volta à Bélgica de Greg Van Avermaet ou a Paris-Bruxelas de Robbie McEwen. Ademais conseguiu 2 Campeonatos nacionais em estrada.

Corredor melhor classificado nas Grandes VoltasEditar

Ano Giro d'Italia   Tour de France   Volta a Espanha  
1985 - 14.º
  Eddy Schepers
-
1986 - - -
1987 - - -
1988 - - -
1989 - - -
1990 - 9.º
  Claude Criquielion
-
1991 - 35.º
  Johan Bruyneel
-
1992 - 51.º
  Jan Nevens
-
1993 - 83.º
  Luc Roosen
-
1994 - 24.º
  Jim Van De Laer
-
1995 - 71.º
  Andréi Chmil
-
1996 - 77.º
  Andréi Chmil
-
1997 - 25.º
  Laurent Madouas
-
1998 - 16.º
  Kurt Van De Wouwer
34.º
  Ludo Dierckxsens
1999 - 11.º
  Kurt Van De Wouwer
31.º
  Kurt Van De Wouwer
2000 - 17.º
  Kurt Van De Wouwer
-
2001 42.º
  Christophe Brandt
27.º
  Mario Aerts
-
2002 9.º
  Rik Verbrugghe
35.º
  Christophe Brandt
-
2003 52.º
  Koos Moerenhout
52.º
  Christophe Brandt
-
2004 14.º
  Christophe Brandt
21.º
  Axel Merckx
-
2005 11.º
  Wim Van Huffel
8.º
  Cadel Evans
8.º
  Mauricio Ardila
2006 17.º
  Wim Van Huffel
4.º
  Cadel Evans
20.º
  Chris Horner
2007 20.º
  Mario Aerts
2.º
  Cadel Evans
4.º
  Cadel Evans
2008 7.º
  Jurgen van den Broeck
2.º
  Cadel Evans
33.º
  Roy Sentjens
2009 17.º
  Francis De Greef
15.º
  Jurgen van den Broeck
3.º
  Cadel Evans
2010 21.º
  Francis De Greef
4.º
  Jurgen van den Broeck
17.º
  Jan Bakelants
2011 22.º
  Jan Bakelants
19.º
  Jelle Vanendert
8.º
  Jurgen van den Broeck
2012 19.º
  Francis De Greef
4.º
  Jurgen van den Broeck
17.º
  Bart De Clercq
2013 20.º
  Francis De Greef
38.º
  Bart De Clercq
41.º
  Francis De Greef
2014 14.º
  Maxime Monfort
13.º
  Jurgen van den Broeck
16.º
  Maxime Monfort
2015 11.º
  Maxime Monfort
31.º
  Tony Gallopin
14.º
  Bart De Clercq
2016 15.º
  Maxime Monfort
40.º
  Thomas de Gendt
16.º
  Maxime Monfort
2017 13.º
  Maxime Monfort
20.º
 Tiesj Benoot
19.º
  Sander Armée
2018 57.º
  Sander Armée
65.º
  Thomas de Gendt
42.º
  Maxime Monfort
2019 51.º
  Thomas de Gendt
59.º
  Tiesj Benoot
8.º
  Carl Fredrik Hagen

Equipa femininaEditar

A equipa conta com uma equipa feminina profissional, a Lotto Soudal Ladies, em activo desde 2006.

Equipa filialEditar

Conta com uma formação filial,[5] que durante as temporadas de 2008-2011 foi de categoria Continental com diferentes nomes mas sempre com Lotto e Omega Pharma (mediante diferentes marcas comerciais) como patrocinadores principais, sendo o resto de temporadas amadoras tendo exactamente o mesmo nome da sua equipa dependente por isso costuma se chamar Lotto Belisol amador ou Lotto Belisol sub-23 ainda que tenha corredores maiores dessa idade.

Material ciclistaEditar

 
Bicicletas da equipa marca Ridley

A equipa utiliza bicicletas da marca Ridley e equipamento desportivo Vermarc. Anteriormente utilizou bicicletas Canyon.

EquipaçãoEditar

     
 
 
2005-2006
     
 
 
2007
     
 
 
2008
     
 
 
2009
     
 
 
2010
     
 
 
2011
     
 
 
2014-2018

SedeEditar

A sede da equipa encontra-se em Bruxelas (Belliard 25-33 1040).[6]

Classificações UCIEditar

 
Veículo da equipa
 
Autocarro da equipa

A União Ciclista Internacional elaborava o Ranking UCI de classificação dos ciclistas e equipas profissionais.

Até ao ano 1998, a classificação da equipa e do seu ciclista mais destacado foi a seguinte:[7][8]

Ano Classificação por equipas Melhor corredor na classificação individual Posição
1995 16º   Andrei Tchmil 10º
1996 19º   Andrei Tchmil 15º
1997 15º   Andrei Tchmil
1998 13º   Andrei Tchmil 11º

A partir de 1999 e até 2004 a UCI estabeleceu uma classificação por equipas divididas em três categorias (primeira, segunda e terceira). A classificação da equipa foi a seguinte:[7][8]

Ano Categoria Classificação por equipas Melhor corredor na classificação individual Posição
1999 Primeira 10º   Andrei Tchmil
2000 Primeira 16º   Andrei Tchmil
2001 Primeira   Niko Eeckhout 30º
2002 Primeira   Robbie McEwen
2003 Primeira 21º   Peter Van Petegem 18º
2004 Primeira 13º   Robbie McEwen 16º

A partir de 2005 a UCI instaurou o circuito profissional de máxima categoria, o UCI Pro Tour, onde a equipa está desde que se criou dita categoria. As classificações da equipa são as seguintes:[9][7]

Ano Classificação por equipas Melhor corredor na classificação individual Posição
2005   Cadel Evans 17º
2006 16º   Cadel Evans
2007   Cadel Evans
2008 11º   Cadel Evans

Depois de discrepâncias entre a UCI e as Grandes Voltas, em 2009 teve-se que refundar o UCI Pro Tour numa nova estrutura chamada UCI World Ranking, formada por carreiras do UCI World Calendar; e a partir do ano de 2011 unindo na denominação comum do UCI World Tour. A equipa seguiu sendo de categoria UCI Pro Tour.[10][7]

Ano Classificação por equipas Melhor corredor na classificação individual Posição
2009   Cadel Evans
2010   Philippe Gilbert
2011   Philippe Gilbert
2012 11º   Jurgen Van Den Broeck 14º
2013 18º   André Greipel 37º
2014 15º   Tim Wellens 25º
2015   André Greipel 24º
2016 14º   Tim Wellens 34º
2017 13º   Tim Wellens 21º
2018 15º   Tim Wellens 18º

PalmarésEditar

Para anos anteriores, veja-se Palmarés da Lotto Soudal

Palmarés 2020Editar

UCI World TourEditar

Datas Carreiras Ganhador

UCI ProSeriesEditar

Datas Carreiras Ganhador

Circuitos Continentais UCIEditar

Datas Circuito Carreiras Ganhador

Campeonatos nacionaisEditar

Datas Carreiras Ganhador

PlantelEditar

Para anos anteriores, veja-se Elencos da Lotto Soudal

Elenco de 2020Editar

Nome[11] Nascimento Nacionalidade Equipa de 2019
Sander Armée 10/12/1985   Bélgica Lotto Soudal
Steff Cras 13/02/1996   Bélgica Team Katusha-Alpecin
Jasper De Buyst 24/11/1993   Bélgica Lotto Soudal
Thomas de Gendt 06/11/1986   Bélgica Lotto Soudal
John Degenkolb 07/01/1989   Alemanha Trek-Segafredo
Stan Dewulf 20/12/1997   Bélgica Lotto Soudal
Jonathan Dibben 12/02/1994   Reino Unido Madison Genesis
Caleb Ewan 11/07/1994   Austrália Lotto Soudal
Frederik Frison 28/07/1992   Bélgica Lotto Soudal
Philippe Gilbert 05/07/1982   Bélgica Deceuninck-Quick Step
Kobe Goossens 29/04/1996   Bélgica Neo (Lotto Soudal Ou23)
Carl Fredrik Hagen 26/09/1991   Noruega Lotto Soudal
Adam Hansen 11/05/1981   Austrália Lotto Soudal
Matthew Holmes 08/12/1993   Reino Unido Madison Genesis
Rasmus Byriel Iversen 16/09/1997   Dinamarca Lotto Soudal
Roger Kluge 05/02/1986   Alemanha Lotto Soudal
Nikolas Maes 09/04/1986   Bélgica Lotto Soudal
Tomasz Marczynski 06/03/1984   Polónia Lotto Soudal
Rémy Mertz 17/07/1995   Bélgica Lotto Soudal
Stefano Oldani 10/01/1998   Itália Kometa Cycling Team
Gerben Thijssen 21/06/1998   Bélgica Lotto Soudal
Tosh Van Der Sande 28/11/1990   Bélgica Lotto Soudal
Brian van Goethem 16/04/1991   Países Baixos Lotto Soudal
Brent Van Moer 12/01/1998   Bélgica Lotto Soudal
Harm Vanhoucke 17/06/1997   Bélgica Lotto Soudal
Florian Vermeersch[2020 1] 12/04/1999   Bélgica Neo (Lotto Soudal Ou23)
Jelle Wallays 11/05/1989   Bélgica Lotto Soudal
Tim Wellens 10/05/1991   Bélgica Lotto Soudal

  1. Desde o 1 de junho.

ReferênciasEditar

  1. «www.cyclingnews.com presents the 107th Paris-Roubaix» 
  2. «Omega Pharma e Lotto pensam em 2012 por separado». Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2011 
  3. Os proprietários dos 20 equipas do UCI Pro Tour
  4. biciclismo.com, ed. (27 de julho de 2014). «Soudal novo patrocinador de Lotto "até 2020 pelo menos"». Consultado em 7 de outubro de 2014 
  5. Team
  6. LOTTO BELISOL (LTB) - BEL
  7. a b c d memoire-du-cyclisme.net (ed.). «Classificações FICP, UCI, UCI Pro Tour e UCI World Ranking (de 1986 a 2009)» (em francês). Consultado em 19 de janeiro de 2010 
  8. a b UCI (ed.). «UCI Rankings» (em inglês). Consultado em 19 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2011 
  9. UCI Pro Tour (ed.). «Results & Rankings archives» (em inglês). Consultado em 19 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 29 de janeiro de 2010 
  10. UCI (ed.). «UCI World Ranking» (em inglês). Consultado em 19 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2009 
  11. Modelo Lotto Soudal 2020

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lotto Soudal