Abrir menu principal
Luiz Carlos Sá
Informação geral
Nome completo Luiz Carlos Pereira de Sá
Nascimento 15 de outubro de 1945 (73 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ

Cônjuge = Verlaine Veloso Sarmento de Sá (02/05/2002).

Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) MPB
Ocupação(ões) Compositor, violonista, cantor

Luiz Carlos Pereira de Sá (Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1945) é um cantor, compositor e violonista brasileiro,[1] que com o também compositor Guttemberg Guarabyra, forma a dupla musical Sá e Guarabyra.[2]

Formado em Direito pela Universidade Candido Mendes, começou a tocar violão e a compor aos 17 anos de idade. Teve sua primeira composição gravada em 1965, a canção "Baleiro", interpretada pela cantora Luhli.[1][3]

Em 1971, formou com Guttemberg Guarabyra e Zé Rodrix o trio Sá, Rodrix e Guarabyra.[4] O trio gravou os LPs "Passado, Presente e Futuro" (1971) e "Terra" (1972).[5]

Compôs mais de 400 canções, tendo várias delas gravadas por, entre outros: Ney Matogrosso, Milton Nascimento, Erasmo Carlos, Elza Soares, Golden Boys, Nara Leão, Evinha, Zizi Possi, Jorge Goulart, Gal Costa, Marina Lima, Sérgio Reis, MPB4, Quarteto em Cy, Biquini Cavadão, Nora Ney.[1]

Uma de suas composições que se tornaram famosas foi um jingle produzido em 1984 a partir do slogan da Caixa Econômica Federal elaborado pela agência de comunicação Artplan "Vem pra Caixa você também". Este jingle é utilizado até hoje pela estatal.[6]

Referências

  1. a b c «Luiz Carlos Sá». Cravo Albin da MPB. Consultado em 16 de junho de 2014 
  2. «Sá & Guarabyra». Cravo Albin da MPB. Consultado em 15 de junho de 2014 
  3. «Luiz Carlos Sá». Museu Clube da Esquina. Consultado em 16 de junho de 2014. Arquivado do original em 11 de dezembro de 2014 
  4. «Sá, Rodrix & Guarabyra». Consultado em 16 de junho de 2014 
  5. «Sá, Rodrix & Guarabyra». Cravo Albin da MPB. Consultado em 16 de junho de 2014 
  6. «Jingle da Caixa». Consultado em 2 de outubro de 2015. Arquivado do original em 8 de outubro de 2015 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.