Marcus Túlio Tanaka

futebolista brasileiro
(Redirecionado de Marcus Tulio Tanaka)

Marcus Túlio Lyuji Murzani Tanaka, mais conhecido apenas como Marcus Túlio Tanaka, ou simplesmente Túlio (em japonês: 田中 マルクス 闘莉王) (Palmeira d'Oeste, 24 de abril de 1981), é um ex-futebolista nipo-brasileiro radicado no Japão, que atuou como zagueiro, e também volante, meia-atacante e centroavante.

Túlio
闘莉王
Tulio 20080622.jpg
Informações pessoais
Nome completo Marcus Túlio Lyuji Murzani Tanaka
Data de nasc. 24 de abril de 1981 (40 anos)
Local de nasc. Palmeira d'Oeste (SP),  Brasil
Nacionalidade Nipo-brasileira
Altura 1,85 m
destro
Apelido Samurai
Informações profissionais
Período em atividade 2001–2019 (19 anos)
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro, volante, meia-atacante e centroavante
Clubes de juventude
1996–1997
1997–2000
Brasil Mirassol
Japão Shibuya Makuhari High School
Clubes profissionais
Anos Clubes
2001–2003
2003
2004–2009
2010–2016
2017-2019
Japão Sanfrecce Hiroshima
Japão Mito HollyHock (emp.)
Japão Urawa Red Diamonds
Japão Nagoya Grampus
Japão Kyoto Sanga
Seleção nacional
2004
2006–2010
Flag of Japan.svg Japão Sub-23
Flag of Japan.svg Japão

CarreiraEditar

Início de carreiraEditar

Túlio nasceu no município de Palmeira d'Oeste, em São Paulo. Filho de pai nipo-brasileiro e mãe ítalo-brasileira, Túlio fez um teste no Cruzeiro onde permaneceu por 40 dias treinando, mas não obteve um convite do clube.

As coisas já estavam escritas. Ele chegou a treinar no Cruzeiro, com Fábio Júnior e Geovanni. O técnico era o Ney Franco. Ficou 40 dias, mas depois não foi chamado. Treinou no Mirassol e, então, veio o convite do Japão. Não achava que seria dessa forma. Imaginei que fosse estudar e jogar num time de ponta, mas não com tanto sucesso.          
Paulo Tanaka, pai de Túlio.

Não sendo convidado pelo Cruzeiro, foi para o Mirassol, onde ficou dos 15 até os 16 anos, onde também não obteve êxito[1]. Ainda aos 16 anos, ganhou uma bolsa de estudos para o Japão, país de seu pai, indo morar com seus avós paternos, com intuito de terminar o ensino médio e jogar futebol, no Shibuya Makuhari High School.[2]

Sanfrecce HiroshimaEditar

Após se formar, foi contratado pelo Sanfreece Hiroshima aos 20 anos. Com dois anos na equipe, acabou sendo emprestado por uma temporada para o Mito Hollyhock após o rebaixamento do Sanfrecce para a segunda divisão.[3] Pelo Sanfrecce, atuou em 49 jogos, marcando 2 gols.[4]

Mito HollyhockEditar

Foi emprestado ao Mito Hollyhock em 2003. Sendo importante para o time, Túlio foi o artilheiro da equipe no ano, com 10 gols, todos marcados na J2 league, além de ser o 3° jogador que mais atuou pela equipe na temporada, com 42 atuações[5]. A equipe terminou em 7° lugar.[6]

Red Urawa DiamondsEditar

Após uma boa temporada na J-League 2, foi contratado pelo Urawa Red Diamonds em 2004. Conquistou títulos importantes, como uma tríplice coroa em 2006, além prêmios individuais, como eleito para a seleção do campeonato em 2004, 2005, 2006, 2007, 2008 e 2009 além de ser o melhor jogador da J-league e o MVP[7] em 2006 e o prêmio mais importante de sua carreira: a Liga dos campeões da Ásia em 2007, além de participar do mundial de clubes em 2007, chegando as semifinais, mas foi eliminado pelo Milan, que seria campeão, por 1–0.[8][9] Na disputa do 3° lugar, ganhou nos pênaltis por 4–2 do Étoile du Sahel, depois de empatar no tempo regulamentar por 2–2.[10][11] Permaneceu até 2009 no clube, quando se desentendeu com o então técnico do Reds Volker Finke, após critica-lo por deixar o time repleto de jovens, dispensando jogadores veteranos[12]. Ao todo, jogou 213 jogos e marcou 42 gols.[13][14]

Nagoya GrampusEditar

Foi contratado pelo Nagoya Grampus em 2010, já veterano com 30 anos. Logo em sua primeira temporada, ajudou o clube a conquistar a primeira J-League de sua história[15]. Ganhou também a supercopa japonesa em 2011, sobre o Kashima Antlers, nos pênaltis por 3–1, após empate no tempo normal por 1–1.[16] Ficou no Nagoya até 2015, quando foi despensado por não aceitar reduzir seu salário pela metade para renovar seu contrato. Ficou um ano parado, retornando na temporada seguinte em uma emergência, já que o Nagoya corria risco de rebaixamento.[17][14] Ficou 6 anos no Nagoya, jogando 225 partidas e marcando 52 gols.[18]

Kyoto Sanga FCEditar

Já com 35 anos, após a passagem pelo Nagoya Grampus, assinou com Kyoto Sanga por duas temporadas para a disputa da J-league 2.[19] Disputou 92 partidas e marcou 19 gols.[20]

AposentadoriaEditar

Com 621 jogos e incríveis 125 gols na carreira e com inúmeros títulos individuais e coletivos e sua última temporada pelo Kyoto Sanga, deu uma coletiva que até recebeu flores de dois companheiros de seleção japonesa, Narazaki e Nakazawa, para anunciar sua aposentadoria definitiva dos gramados no dia 1° de dezembro de 2019, aos 38 anos de idade.[21]

Seleção JaponesaEditar

Teve sua primeira oportunidade em 2004, quando adquiriu a nacionalidade japonesa.[22] Foi convocado para a Seleção Japonesa Sub-23, atuando em 7 partidas. Em 2006 integrou-se na Seleção Principal e, foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 2010, onde foi peça fundamental para o Japão chegar às oitavas-de-final, sendo derrotado pelo Paraguai nos pênaltis por 5–3, após um empate de 0–0 no tempo normal de jogo.[23][24]

É o quarto brasileiro a atuar pela Seleção Japonesa - após Ruy Ramos, Wagner Lopes e Alex Santos -, sendo o primeiro (e, até hoje, o único) a ter origem nipônica.

TítulosEditar

Urawa Red Diamonds
Nagoya Grampus
Seleção Japonesa

Prêmios individuaisEditar

Referências

  1. Guiame (15 de dezembro de 2011). «Família apela para o sentimentalismo por volta de Túlio Tanaka ao BR». Guiame. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  2. «globoesporte.com > Copa do Mundo 2010 - NOTÍCIAS - Brasileiro do Japão quer lembrar da Copa do Mundo como 'gosto de um morango'». globoesporte.globo.com. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  3. «Biografias - UOL Copa do Mundo 2010». copadomundo.uol.com.br. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  4. «Tulio - Dados detalhados de desempenho» Verifique valor |url= (ajuda). _ (em bretão). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  5. «Tulio - Dados detalhados de desempenho» Verifique valor |url= (ajuda). _ (em bretão). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  6. «J2 League 2003 - Japan - BeSoccer LiveScore». BeSoccer (em inglês). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  7. «Marcus Tulio Tanaka». BBC. 2010. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  8. «Milan vence o Urawa Red e está na final do Mundial de Clubes». O Globo. 13 de dezembro de 2007. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  9. «Milan vence o Urawa Red e está na final do Mundial de Clubes». Extra Online. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  10. «Mundial de Clubes da FIFA 2007». www.campeoesdofutebol.com.br. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  11. Geral, Arquivo (16 de dezembro de 2007). «Washington dá a medalha de bronze do Mundial para o Urawa Reds». Jornal de Brasília. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  12. «Japan's Tulio blasts his Urawa team for 'sad' recruiting». Reuters. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  13. «Tulio - Dados detalhados de desempenho» Verifique valor |url= (ajuda). _ (em bretão). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  14. a b Toschi, Eddie. «Marcus Túlio Tanaka: xerife nipo-brasileiro dos Samurais Azuis». Futebol na Veia. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  15. «Magnum comemora primeiro título do Nagoya Grampus na J.League». Tuna. 22 de novembro de 2010. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  16. Yokohama, Por GLOBOESPORTE COM; Japão. «Nagoya bate Kashima nos pênaltis e conquista a Supercopa do Japão». globoesporte.com. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  17. «Em busca do milagre: Nagoya vence no retorno de Tulio e segue vivo na J1 | Blog Futebol no Japão». globoesporte.com. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  18. «Tulio - Dados detalhados de desempenho» Verifique valor |url= (ajuda). _ (em bretão). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  19. Author, No (6 de janeiro de 2017). «Kyoto Sanga finalize deal with Tulio». The Japan Times (em inglês). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  20. «Tulio - Dados detalhados de desempenho» Verifique valor |url= (ajuda). _ (em bretão). Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  21. «Túlio se aposenta como futebolista profissional». Portal Mie. 2 de dezembro de 2019. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  22. «BUNKYO :: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social - Recepção ao novo embaixador do Japão Umeda, laços que se fortalecem». bunkyo.org.br. Consultado em 10 de novembro de 2014. Cópia arquivada em 11 de novembro de 2014 
  23. «Paraguai (5) 0 x 0 (3) Japão - Tabela da Copa - UOL Copa do Mundo 2010». copadomundo.uol.com.br. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  24. «Paraguai vence Japão nos pênaltis e faz história». domtotal.com. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  25. «A seleção de todos os tempos da J.League – segundo os próprios japoneses». ge. Consultado em 30 de janeiro de 2021 

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre um futebolista japonês é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.