Abrir menu principal
Mark Jansen
Mark Jansen em concerto com o Epica no Tuska Open Air Metal Festival 2006
Nascimento 15 de dezembro de 1978 (40 anos)
Reuver
Cidadania Reino dos Países Baixos
Alma mater Universidade de Maastricht
Ocupação guitarrista, cantor, compositor, psicólogo

Mark Jansen (15 de dezembro de 1978) é um compositor, arranjador, orquestrador, cantor, fundador, vocalista extremo, guitarrista e instrumentista dos Países Baixos. Participa da banda de metal sinfônico neerlandesa Epica, também tendo fundado e sendo ex-integrante de outra banda internacional do mesmo gênero e conterrânea - o After Forever.

BiografiaEditar

Graduado em Psicologia pela Universidade de Maastricht e com título de mestre nessa mesma área, seria a música que o levaria ao reconhecimento internacional. Mark Jansen iniciou em seus estudos musicais em 1993, aos 15 anos de idade, dedicando-se ao estudo da técnica e da interpretação em guitarra elétrica.

Em 1995, fundou a banda de metal sinfônico neerlandesa After Forever, ao lado do também cantor e instrumentista Sander Gommans, com a qual lançaria dois álbuns de estúdio, a saber: Prison of Desire, em 2000, e Decipher, em 2001.

Nos dois álbuns fonográficos que gravou com o After Forever, Mark se responsabilizou por boa parte do processo criativo da obra. Em parceria com a compositora, cantora lírica, multi-instrumentista, letrista e professora de técnica e interpretação vocais Floor Jansen (compositora, vocalista e letrista da banda), conterrânea sua, assinou, enquanto co-autor, tanto a partitura quanto o texto das 22 faixas dos dois discos.

Em 2002, cerca de um ano após o lançamento de Decipher, Mark desligou-se do After Forever; não obstante, sua saída foi pacífica, motivada exclusivamente por diferenças criativas (uma vez que os demais integrantes posicionavam-se em favor de um direcionamento estilístico mais pesado e menos sifônico ou orquestral), mas em nada pessoais.[carece de fontes?]

Ainda no mesmo ano, no final de 2002, Mark Jansen aventurou-se em um novo projeto, fundando a banda de metal sinfônico Epica, então chamada Sahara Dust e convidando a cantora lírica Helena Michaelsen (ex-vocalista da banda de symphonic metal norueguesa Trail of Tears), o guitarrista Ad Sluijter, o baixista Yves Huts, o tecladista Coen Janssen e o baterista Jeroen Simons, todos conterrâneos seus (exclusive Helena, natural da Noruega), para integrarem o elenco, como intérpretes.

Assim como no After Forever, também em sua nova banda, Mark se responsabilizaria tanto pelas composição, arranjo e orquestração musicais quanto pela radacção das letras, e, em 2003, com a entrada da cantora lírica e instrumentista neerlandesa Simone Simons (então namorada do líder da banda) como vocalista, no lugar de Helena Michaelsen, o então Sahara Dust lança a sua primeira demo, intitulada Cry for the Moon.

Ainda em 2003, Sahara Dust mudou seu nome, passando a se chamar Epica, e nos anos seguintes, lançaria sete singles ("The Phantom Agony", em 2003; "Feint" e "Cry for the Moon", em 2004; "Solitary Ground" e "Quietus (Silent Reverie)", em 2005; "Never Enough", em 2007; e "Chasing the Dragon", em 2008) e cinco álbuns de estúdio (The Phantom Agony, em 2003; Consign to Oblivion e The Score - An Epic Journey, em 2005; The Divine Conspiracy, em 2007; Design Your Universe, em 2009), um DVD (We Will Take You With Us, em 2004), e dois álbuns ao vivo (The Road to Paradiso, em 2006; The Classical Conspiracy, em 2009), somando 14 lançamentos em um intervalo de quatro anos.

Recentemente, Mark Jansen compôs a trilha sonora para uma produção cinematográfica alemã e, segundo consta em sua página, no site oficial de sua banda, tem mergulhado em outros projetos dentro desse novo universo que é o cinema.

Dentre seus ídolos e aqueles que lhe tem inspirado nas criações, constam musicistas e bandas da música erudita, da trilha sonora cinematográfica e do metal sinfônico, a saber, por exemplo: Rachmaninov, Hans Zimmer, Ennio Morricone, Danny Elfman, Chuck Schuldiner, Nightwish, Ayreon, Iced Earth, Kamelot e Opeth.[carece de fontes?]

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Mark Jansen
  A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos