Omar Apolonio Velasco (Hobart, Indiana, 20 de maio de 1997), conhecido profissionalmente como Omar Apollo, é um cantor e compositor mexicano-americano. Apollo canta em inglês e em espanhol, e já lançou um álbum de estúdio, quatro extended plays (EPs) e uma mixtape.[1][2][3][4] Em 2022, o artista foi indicado ao Grammy Awards de 2023 na categoria de Artista Revelação.[5]

Omar Apollo
Omar Apollo
Omar Apollo em dezembro de 2022
Informação geral
Nome completo Omar Apolonio Velasco
Nascimento 20 de maio de 1997 (27 anos)
Origem Hobart, Indiana
País Estados Unidos
Gênero(s)
Ocupação(ões)
  • Cantor
  • compositor
  • produtor musical
Instrumento(s)
  • Vocal
  • guitarra
  • guitarra elétroca
  • violão
Período em atividade 2017-presente
Gravadora(s)
Afiliação(ões) Still Woozy, Kenny Beats, Dominic Fike, Kali Uchis, Daniel Caesar, C. Tangana, SZA, Joji, Ruel
Página oficial omarapollo.com

Biografia editar

Omar Apolonio Velasco nasceu de pais mexicanos que imigraram de Guadalajara para os EUA.[6] Imigrante de primeira geração, ele cresceu em Hobart, Indiana, com seus três irmãos mais velhos.[7] Os pais de Apollo trabalharam em vários empregos para sustentar a família.[8]

Quando criança, ele era dançarino de balé folclórico e também fazia parte do coro da igreja católica.[7] Com 12 anos, ele pediu e ganhou uma guitarra de presente de seus pais; no entanto, era uma guitarra elétrica sem amplificador.[9] Apollo trocou então o instrumento por uma guitarra acústica em uma loja de penhores.[9] Aos 17 anos, trabalhou no McDonald's para juntar dinheiro suficiente para comprar um laptop e depois um microfone, que usou para aprender a cantar e tocar assistindo vídeos no YouTube.[10]

Apollo também aprendeu a tocar guitarra por influência de seu tio.[9] Ele chegou a formar uma banda de curta duração com uma amigo na igreja.[11]

Carreira editar

2017–2020: Início de carreira, descoberta e mixtape de estreia "Apolonio" editar

Apollo começou a criar e compartilhar suas canções no SoundCloud.[7] Na época, ele morava em um sótão de uma casa com 6 amigos.[12] O dinheiro que ganhava em empregos que teve no Jimmy John's e no Guitar Center servia apenas para pagar o aluguel e alimentação.[7]

Em 2017, um amigou notou seu talento e emprestou US$ 30 para que Apollo colocasse sua música "Ugotme" no Spotify.[7] A faixa foi adicionada na playlist "Fresh Finds" da plataforma e acumulou 20.000 streams em um único dia.[7] Um ano depois, a música teve mais de 15 milhões de streams.[8]

Ele lançou seu primeiro EP, Stereo, em 2018, e teve uma recepção positiva.[13] Entre 2018 e 2019, Apollo fez duas turnês, a "Want Tour" e a "Voyager Tour". Seu segundo EP, Friends, foi lançado em abril de 2019.[11][14] O EP contou com produção do produtor de rock John Shanks, que já havia trabalhado com artistas como Michelle Branch e Melissa Etheridge. [11]

Apollo é gerenciado pelo filho de Shanks, Dylan, que ele conheceu através do Twitter em julho de 2017, quando este último contratou Omar para um show universitário na Universidade de Nova Iorque (NYU).[11] [9] Apollo assinou com a Artists Without A Label ainda naquele ano e se apresentou no SXSW como parte de um showcase com o grupo.[13] Ele fez uma turnê europeia em 2019 e tocou no Lollapalooza e no Tropicália.[11][15] No final de 2019, Apollo lançou os singles "Frío" e "Hit Me Up", que são colaborações com o produtor Kenny Beats.[16][17] Em abril de 2020, Apollo lançou o single "Imagine U", outra colaboração com Kenny Beats.[18]

Em 7 de agosto de 2020, Apollo lançou "Stayback" como o principal single de sua primeira mixtape;[19] e em 10 de setembro, lançou o segundo single "Kamikaze".[20] Em 25 de setembro, Apollo apareceu no segundo álbum de estúdio do cantor japonês de R&B alternativo Joji, Nectar, na faixa "High Hopes".[21] Apollo lançou mais dois singles, "Dos Uno Nueve (219)" e "Want U Around" (com participação de Ruel), antes de lançar sua primeira mixtape, Apolonio, em 16 de outubro de 2020.[22]

2021–presente: Ivory editar

Apollo participou no álbum "El Madrileño" do artista espanhol C. Tangana, lançado em 2021, na faixa "Te olvidaste”. A canção recebeu duas indicações ao Grammy Latino de Gravação do Ano e Melhor Canção Alternativa.[23] No 65º Grammy Awards, ele foi indicado para Melhor Artista Revelação, sua primeira indicação ao Grammy.[24]

Em 2021, Apollo lançou o single "Go Away", incluindo um videoclipe e uma performance ao vivo no The Tonight Show.[25][26] Ele seguiu com o single "Bad Life" com Kali Uchis, sua segunda colaboração com a artista;[27] "Hey Boy" de Apolonio foi a primeira.[28] Em fevereiro de 2022, o cantor lançou o single "Invincible" com Daniel Caesar e anunciou a data de lançamento de seu álbum de estreia.[29] No mês seguinte, ele lançou os singles "Killing Me", que incluiu uma performance ao vivo no The Tonight Show, bem como "Tamagotchi", que foi co-escrito e produzido por The Neptunes.[30][31] Com o lançamento de "Tamagotchi", a Apple Music Up Next o selecionou como artista destaque do mês de abril de 2022.

Apollo lançou seu primeiro álbum de estúdio Ivory em 8 de abril de 2022 e embarcou na turnê Desvelado para divulgar do projeto. O álbum recebeu críticas em sua maioria positivas, com elogios ao crescimento musical e desempenho vocal do artista.[32] Ele entrou na parada Billboard 200, marcando sua primeira entrada no chart.[33]

Em 15 de julho de 2022, Apollo lançou "Archetype" como o primeiro single da versão deluxe do álbum.[34] Em 5 de agosto, ele lançou o segundo single "Highlight" e anunciou uma nova turnê na América do Norte, a Prototype Tour, com a cantora de R&B Ravyn Lenae como seu ato de abertura.[35] A versão deluxe do álbum, Ivory (Marfil), com 5 faixas extras, foi lançada em 12 de agosto de 2022.[36]

Em setembro de 2022, a faixa "Evergreen" se tornou viral no TikTok, o que ajudou a impulsionar a música para entrar nas paradas do Spotify e da Apple Music e, eventualmente, estrear na Billboard Hot 100 na posição 62, rendendo a Apollo a sua primeira e única entrada até então na parada de músicas mais vendidas nos EUA.[37][38][39][40] Em resposta ao rápido sucesso, a música foi escolhida como o próximo single do álbum e foi enviada para rádios em 4 de outubro de 2022, tornando-se o seu primeiro single de rádio.[41]

Além de turnês solo, Apollo também se apresentou nos festivais de música Coachella, Something in the Water e All Points East em 2022.[42][43][44] No início de 2023, ele entrou em uma nova turnê e passou a abrir os shows da cantora SZA na SOS Tour.[45]

Em 16 de fevereiro de 2023, Apollo lançou o single "3 Boys", com um lyric video.[46] A canção foi a primeira música lançada por ele em 2023 após o lançamento de seu primeiro álbum, Ivory. A faixa entrou na trilha sonora do filme LGBT Vermelho, Branco e Sangue Azul.[47]

Mais tarde, em 2023, Apollo foi anunciado como embaixador da marca de cuidados com a pele Youth to the People.[48] Ele também estrelou a campanha masculina outono/inverno 2023 da grife Loewe.[49] Em setembro, Apollo foi homenageado com o Prêmio Inspira no Hispanic Heritage Awards de 2023.[50]

Influências editar

Apollo cresceu ouvindo os artistas preferidos dos seus pais, como Pedro Infante, Los Panchos e os Beatles.[7] Suas próprias influências incluem diversos músicos como Neil Young, Paul Simon, John Mayer, Prince, Bootsy Collins, Rick James e uma banda de R&B chamada The Internet. [11]

Em entrevista à Billboard em 2022, Apollo listou os álbuns "Perfect Angel", de Minnie Riperton; o primeiro álbum de Whitney Houston; "Nevermind", do Nirvana; "My Beautiful Dark Twisted Fantasy", do Kanye West; e "The Miseducation of Lauryn Hill", de Lauryn Hill, como inspirações para sua carreira musical.[51]

Vida Pessoal editar

Por incentivo dos pais, Apollo chegou a frequentar a faculdade; no entanto, ele desistiu depois de duas semanas para focar na carreira musical.[52] Ele tem cidadania mexicana.[53]

Apollo é gay e negou as acusações de queerbaiting, dizendo: "Não é uma escolha, é apenas o que eu sou. [...] tenho plena consciência do privilégio que temos agora de sermos nós mesmos e ainda ter uma carreira [...] antes as pessoas pensavam que eu estava fazendo queerbaiting. Eu não era muito aberto sobre minha sexualidade, mas as pessoas estavam ouvindo coisas. [...] Teve muito a ver com o fato de eu ter crescido em Indiana, que é muito conservador. Parei de colocar pronomes em minha música por alguns anos, então percebi que não posso deixar a opinião de outras pessoas influenciar e ditar minha vida.”[54][55] Em uma entrevista em 2022, Apollo disse: "Sinto que no início [...] estava tentando fazer um mistério. Mas nem me importo mais [...] agora sou tipo, ‘Eu sou muito gay’.”[56][57][58]

Referências

  1. «WARNER INKS OMAR APOLLO». HITS Magazine. 1 de abril de 2022. Consultado em 1 de abril de 2022 
  2. Nicole DeMarco (10 de abril de 2019). «Omar Apollo is shaking up R&B with his soulful love songs». i-D. Consultado em 10 de abril de 2019 
  3. Exposito, Suzy (16 de outubro de 2020). «Meet Omar Apollo, the blue-haired, gender-rebellious, Mexican American Prince». Los Angeles Times. Consultado em 21 de outubro de 2020 
  4. «After years of early success, Omar Apollo releases full debut album 'Ivory'». NPR. Consultado em 12 de abril de 2022 
  5. «2023 GRAMMY Nominations: See The Complete Nominees List». Grammy Awards. Recording Academy. Consultado em 15 de novembro de 2022 
  6. «Disha Hot». dishahot.com. Consultado em 7 de abril de 2024 
  7. a b c d e f g Domanick, Andrea (11 de junho de 2019). «Omar Apollo's homegrown funk | The FADER». The Fader. Consultado em 7 de abril de 2024. Cópia arquivada em 14 de Outubro de 2022 
  8. a b Blistein, Jon (6 de agosto de 2019). «Omar Apollo Wants to Inspire Young Latinx Musicians to 'Go Crazy'». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2024 
  9. a b c d «Meet Omar Apollo, the 21-Year-Old Chicano Making Homegrown, Bilingual Soul». Remezcla (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2024 
  10. Suciu, Peter. «Grammy Nominee Omar Apollo Learned To Sing On YouTube And Launched His Career On SoundCloud – He Might Not Be The Last». Forbes (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2024 
  11. a b c d e f Norris, John (4 de junho de 2019). «A Conversation with Omar Apollo, the Soul, Funk, Rock and Hip-Hop Showman Who's One of the Most Refreshingly Real Rising Stars Around». Lyrical Lemonade (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2024 
  12. Nast, Condé (6 de fevereiro de 2019). «Get to Know Omar Apollo and His First-Generation Love Songs». Pitchfork (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2024 
  13. a b «AWAL signs global recordings deal with Omar Apollo». Music Business Worldwide (em inglês). 4 de março de 2019. Consultado em 7 de abril de 2024 
  14. Nast, Condé (3 de abril de 2019). «Omar Apollo Announces New Friends EP, Shares New Song: Listen». Pitchfork (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  15. «These Were Our Favorite Moments from 2019's Tropicália Music Festival». Remezcla (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  16. Omar Apollo – Frío, consultado em 8 de abril de 2024 
  17. Omar Apollo, Dominic Fike & Kenny Beats – Hit Me Up, consultado em 8 de abril de 2024 
  18. Omar Apollo – Imagine U, consultado em 8 de abril de 2024 
  19. Martin, Josh (7 de agosto de 2020). «Omar Apollo drops first single, 'Stayback', from his forthcoming debut album». NME (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  20. Nast, Condé (10 de setembro de 2020). «Omar Apollo Shares New Song "Kamikaze"». Pitchfork (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  21. «Joji Announces 'Nectar' Album Tracklist Alongside New Merch Collection». Hypebeast. 15 de setembro de 2020. Consultado em 8 de abril de 2024 
  22. Rose, Anna (7 de outubro de 2020). «Omar Apollo announces new project, 'Apolonio'». NME (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  23. «Omar Apollo nominated for two Latin Grammys». www.warnerrecords.com (em inglês). 28 de setembro de 2021. Consultado em 8 de abril de 2024 
  24. «2023 GRAMMY Nominations: See The Complete Winners & Nominees List | GRAMMY.com». grammy.com. Consultado em 8 de abril de 2024 
  25. Hale, Chasity (13 de julho de 2021). «Omar Apollo, 'Go Away'». NPR. Consultado em 8 de abril de 2024 
  26. Zemler, Emily (21 de julho de 2021). «Watch Omar Apollo's Dramatic Performance of 'Go Away' on 'Fallon'». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  27. APPLE, TECO (3 de novembro de 2021). «Omar Apollo e Kali Uchis cantam um amor ressentido no single "Bad Life"». Consultado em 8 de abril de 2024 
  28. D, Dre (16 de outubro de 2020). «Omar Apollo Gets Boo'd Up With Kali Uchis For New Single "Hey Boy"». HotNewHipHop (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  29. Mier, Tomás (9 de fevereiro de 2022). «Omar Apollo and Daniel Caesar Reminisce About a Love that Once Was in Beautifully Queer 'Invincible' Video». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  30. «Watch Omar Apollo's 'Killing Me' Performance On 'The Tonight Show'». UPROXX (em inglês). 12 de março de 2022. Consultado em 8 de abril de 2024 
  31. «Omar Apollo joins up with The Neptunes for "Tamagotchi"». The FADER (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  32. Ivory by Omar Apollo (em inglês), consultado em 8 de abril de 2024 
  33. «Omar Apollo | Biography, Music & News». Billboard (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  34. Lopez, Julyssa (15 de julho de 2022). «Omar Apollo Gets Romantic on His New Single -- and He's Got More New Music on the Way». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 11 de abril de 2024 
  35. Nast, Condé (5 de agosto de 2022). «Omar Apollo Announces Tour With Ravyn Lenae, Shares New Song». Pitchfork (em inglês). Consultado em 11 de abril de 2024 
  36. Interviews, Clash Magazine Music News, Reviews &; ClashMusic (15 de agosto de 2022). «Omar Apollo Unveils Deluxe Album 'Ivory (Marfil)' | News». Clash Magazine Music News, Reviews & Interviews (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  37. Garcia, Thania (2 de dezembro de 2022). «With 'Evergreen,' Omar Apollo Embraces His Inner Sad Core, and TikTok Can't Get Enough». Variety (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  38. «Omar Apollo | Biography, Music & News». Billboard (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  39. «@omarapollo's "Evergreen" debuts at No. 62 on this week's #Hot100. It's his first career entry on the chart.». Twitter. @billboardcharts. Billboard Charts. 26 de Setembro de 2022. Consultado em 8 de Abril de 2024 
  40. tolsen (2 de janeiro de 2013). «Billboard Hot 100™». Billboard (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  41. «Top 40/M Future Releases | Mainstream Hit Songs Being Released and Their Release Dates». web.archive.org. 3 de outubro de 2022. Consultado em 8 de abril de 2024 
  42. Shutler, Ali (24 de abril de 2022). «Watch Omar Apollo join Daniel Caesar at Coachella 2022 to perform 'Invincible'». NME (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  43. «Pharrell Reveals The Something In The Water 2022 Lineup». UPROXX (em inglês). 26 de abril de 2022. Consultado em 8 de abril de 2024 
  44. Cabot, Madeleine (19 de julho de 2022). «Omar Apollo, Working Men's Club and more have joined Tame Impala's day of All Points East». Dork (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  45. Shanfeld, Ethan (13 de dezembro de 2022). «SZA Announces 'SOS' Arena Tour With Omar Apollo». Variety (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  46. APPLE, TECO (17 de fevereiro de 2023). «Omar Apollo canta a possibilidade de um amor poligâmico no single "3 Boys"». Consultado em 11 de abril de 2024 
  47. «A Guide to the Red, White & Royal Blue Soundtrack». Town & Country (em inglês). 20 de agosto de 2023. Consultado em 11 de abril de 2024 
  48. Spruch-Feiner, Sara (18 de julho de 2023). «Youth to the People announces Omar Apollo as first ambassador». Glossy (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  49. «Omar Apollo and Jamie Dornan for LOEWE FW23 Men's Campaign». AugustMan Singapore (em inglês). 20 de julho de 2023. Consultado em 8 de abril de 2024 
  50. Garcia, Thania (17 de agosto de 2023). «Omar Apollo, Café Tacvba and More to Receive Honors at 2023 Hispanic Heritage Awards». Variety (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2024 
  51. Havens, Lyndsey (5 de abril de 2022). «Why Omar Apollo Scrapped the First Draft of His Debut Album». Billboard (em inglês). Consultado em 13 de abril de 2024 
  52. «How Omar Apollo went from a small-town kid to one of the most buzzworthy names in R&B». Yahoo Life (em inglês). 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 14 de abril de 2024 
  53. Gobierno de Mexico (19 de outubro de 1999), Ficha de registro CURP mexicana de Omar Apolonio Velasco Velasco, consultado em 14 de abril de 2024 
  54. LeDonne, Rob (8 de dezembro de 2022). «Omar Apollo on His Best New Artist Grammy Nod & That NSFW Viral Tweet». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024 
  55. «Omar Apollo Responds To 'Queerbaiting' Accusation In NSFW Detail». HuffPost (em inglês). 29 de novembro de 2022. Consultado em 14 de abril de 2024 
  56. «After years of early success, Omar Apollo releases full debut album 'Ivory'». NPR. 10 de abril de 2022. Consultado em 14 de abril de 2024 
  57. «R&B singer Omar Apollo: 'Growing up, I was called slurs. But on the internet people are very open' | Music | The Guardian». amp.theguardian.com. Consultado em 14 de abril de 2024 
  58. Gonzalez, Alex (8 de abril de 2022). «Omar Apollo on How His 'Fluid' Debut Album Speaks to a New Generation: 'Queer Kids Don't Want to Label Themselves'». Variety (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024