Polícias (série de televisão)

(Redirecionado de Polícias (série))

Polícias foi uma série portuguesa transmitida pela RTP entre 3 de Outubro de 1996 e 17 de Abril de 1997. É da autoria de Luís Filipe Costa e Francisco Moita Flores e, realizada por Jorge Paixão da Costa. A série teve duas temporadas de 13 episódios cada. Cada episódio durava aproximadamente 50 minutos.

Polícias
Polícias (PT)
Informação geral
Formato série
Gênero Policial
Duração 50 min (aproximadamente)
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português (portugal)
Produção
Diretor(es) Jorge Paixão da Costa
Roteirista(s) Luís Filipe Costa
Francisco Moita Flores
Elenco João Lagarto
António Cerdeira
Orlando Costa
Vitor Norte
Exibição
Emissora original RTP
Formato de exibição 4:3
Transmissão original 3 de outubro de 199617 de abril de 1997
Temporadas 2
Episódios 13 (cada temporada) 26 (no total)
Cronologia
Programas relacionados Esquadra de Polícia

As músicas que acompanhavam as cenas de suspense, foram compostas por António Vitorino D'Almeida.

Foi reposta a cada segunda-feira, pelas 22 horas, na RTP Memória, de 13 de Junho a 5 de Setembro de 2011, em episódios de cerca de 90 minutos de duração, formados por dois da transmissão original, com um pequeno intervalo entre os mesmos. Foi reposta, no mesmo canal, em 28 de Maio de 2013.

SinopseEditar

Esta saga policial trata de uma reflexão sobre a violência, ao mesmo tempo que nos dá uma perspectiva do aspecto sociológico de uma Lisboa noctívaga. Foi dividida em duas séries: A primeira série teve como base o caso do Estripador de Lisboa. A segunda série teve como base uma série de crimes causados por um gang que se especializava em carjacking e violação de mulheres.

A acção decorre do quotidiano de uma brigada de polícia com a novidade uma agente, que luta por um tratamento de igualdade. Além disso, a tónica desta série de acção conta-nos as vidas pessoais dos agentes da lei, o seu lado humano e como se debatem para enfrentar uma violência quotidiana.

ElencoEditar

CuriosidadeEditar

Pouco depois da última transmissão desta série na RTP Memória, 2011, o caso do Estripador de Lisboa foi reaberto pela PJ na vida real e, ganhou de novo peso na comunicação social.

Ligações ExternasEditar