Abrir menu principal
Victor de Sousa
Nome completo Vítor Manuel da Silveira e Sousa de Araújo
Nascimento 18 de novembro de 1946 (72 anos)
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Ator e apresentador

Vítor Manuel da Silveira e Sousa de Araújo[1] ComIH (Lisboa, 18 de novembro de 1946) é um actor português.

BiografiaEditar

Terminou o Curso de Teatro, variante de Formação de Actores, na Escola de Teatro do Conservatório Nacional, em 1967.

A sua estreia como actor ocorrera já em 1965. Integrou o Teatro Estúdio de Lisboa, onde foi dirigido por Luzia Maria Martins, em peças como Tomás More, de Robert Bolt, ou A Rabeca, de Prista Monteiro. Ainda em 1967, deslocou-se a Paris para apresentar, no Olympia, o espectáculo Olimpíadas do Music-Hall. Passou pela Casa da Comédia onde, sob a direcção de Norberto Barroca, participou em Mário, ou eu próprio - o outro, de José Régio, e Caixa de Pandora, de Fernando Amado. Em 1970 integra o núcleo fundador do Teatro do Gerifalto, juntamente com António Manuel Couto Viana, onde faz As Babuchas de Abu Kassen de agosto Strindberg. Passa para o Grupo de Acção Teatral, onde é dirigido por Artur Ramos em O Processo, de Franz Kafka, e Depois da Queda, de Arthur Miller. No Teatro Experimental de Cascais, integra o elenco das peças Os Dois Verdugos, de Fernando Arrabal, e Chapéu de Palha de Itália, de Ernest Labiche, todas encenadas por Carlos Avilez. Em 1971 está, novamente, com Artur Ramos, na Companhia do Teatro São Luiz, onde fazia parte do elenco de A Mãe de Witkiewicz, cuja estreia foi interrompida pela censura do Estado Novo.

Actor de comédia em 1972, junto de Laura Alves, chegou à televisão em 1974, quando integrava a Companhia de Teatro da RTP, sedeada no Teatro Maria Matos. Aí representou um sem número de clássicos de autores como Anton Tchekov, Bertolt Brecht, Henrik Ibsen, e obras de dramaturgos portuguesa, como Bernardo Santareno, Manuel da Fonseca, Almeida Garrett, Ramada Curto ou Miguel Franco. No mesmo teatro veio a participar na fundação e na direcção da cooperativa artística Reportório, onde participou em O Encoberto de Natália Correia, O Pato de Georges Feydeau, O Crime do Padre Amaro e A Tragédia da Rua das Flores de Eça de Queiroz, entre outras. Volta à comédia em 1979, nas produções de teatro popular montadas por Sérgio de Azevedo, onde trabalha com Nicolau Breyner e Herman José. Com o segundo acabaria por iniciar uma longa colaboração na televisão.

Nas últimas décadas deu-se a conhecer, sobretudo, na televisão. Esporadicamente, regressou ao teatro com Varela Silva, no Maria Matos e no Teatro Villaret; em 1997 integrou o elenco de A Importância de Ser Amável (São Luiz, com Fernando Heitor); em 2002 participou em Partitura Inacabada de Tchekov, dirigido por Paulo Matos (TNDMII); em 2005 interpretou com Sofia Alves A Educação de Rita de Willy Russel.

Das séries, novelas e programas de entretenimento televisivo, salienta Sabadabadu (1981) com Ivone Silva e Camilo de Oliveira[2]. Em 1982, Vila Faia. Em 1984 o trabalho com Herman José em O Tal Canal (1984), depois em Hermanias (1985), Humor de Perdição (1987), Casino Royal (1989), Crime na Pensão Estrelinha (1990), Parabéns (1993), Herman Enciclopédia (1997) e Herman SIC (2000 - 2007). Foi ainda actor de séries como Os Bonecos da Bola (1993), A Mulher do Sr. Ministro (1994), Médico de Família (1998), Cuidado com as Aparências (2000), Jura e Vingança (2007).

No cinema participou em cerca de cinco longas-metragens, como Lerpar de Luís Couto (1975), Santa Aliança de Eduardo Geada (1980) e O Querido Lilás de Artur Semedo (1986).

A sua actividade estendeu-se ainda à rádio, onde trabalhou em programas da Rádio Comercial (1985 - A Flor Do Éter, 1985 - Programa Da Manhã, 1986 - Rebéubéu Pardais Ao Ninho, entre outros), Emissora Nacional, Antena 1 ou Correio da Manhã Rádio, em Dora e Dário (1991). Participou ainda em numerosos espectáculos de poesia portuguesa, tendo gravado alguns discos de declamação.

A 3 de Fevereiro de 2006 foi feito Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.[3]

Em 2016 Dofus, o filme.

Vida pessoalEditar

Victor de Sousa assumiu publicamente a sua homossexualidade em 2010.[4]

TelevisãoEditar

Ano Projeto Personagem Canal Notas
1964 A Recompensa RTP Teatro em Televisão
1970 Auto da Natural Invenção Almeida
1972 Um Auto de Gil Vicente Bernardim Ribeiro
1975 Schweik na Segunda Guerra Mundial
Angústia Para o Jantar
1976 Alves e Companhia Machado
1979 Os Maias
1981/1982 Sabadabadu[2] Vários Personagens
1982 Vila Faia Bruno Telenovela
1983 O Tal Canal Vários Personagens
1984 Hermanias Vários Personagens
1986 Os Pratos da Balança RTP
Ora Agora Conto Eu... Narrador
1987/1988 Humor de Perdição João Almeida Garrett
1988 Sétimo Direito Fiel Cruz pequena participação
1988/1989 Passerelle Miguel Pessoa Telenovela
1989 Casino Royal Trafaria
1990 Quem Manda Sou Eu Salvador
Crime na Pensão Estrelinha Lelo
1991 Herman Circus
Hermanias: Especial Fim de Ano Vários Personagens
1992 Aqui D'El Rei! Chapeleiro
1993 Telhados de Vidro Jacinto TVI Telenovela
1993/1994 Os Bonecos da Bola Vários Personagens RTP
1994 O Rosto da Europa pequena participação
Desculpem Qualquer Coisinha
1995 Cabaret Vários Personagens pequena participação
Desencontros Rafael Antunes Telenovela
1996 Polícias Menezes pequena participação
1994/1997 A Mulher do Senhor Ministro Américo da Silva Rocha
1997 Herman Enciclopédia Vários Personagens
1997/1998 A Grande Aposta Edmundo Marques Leal Telenovela
1998 Não Há Duas Sem Três Baptista pequena participação
As Lições do Tonecas Américo da Silva Rocha
Débora Jacinto
1998/1999 Médico de Família Vítor SIC Série
1999 Nós os Ricos RTP pequena participação
Esquadra de Polícia Evaristo
Docas 2 Vários Personagens
2000 A Senhora Ministra Américo da Silva Rocha
Conde de Abranhos
Con(s)certos na Cave Eugénio
Alves dos Reis
2000/2001 Cuidado com as Aparências Artur SIC
2001 Sábado à Noite RTP
Milionários à Força Vasco Carneiro
Querido Professor SIC
2002 Fúria de Viver Mário Lacerda
2003 O Jogo Padre Bento
2004 Os Batanetes José Peixoto Batanete TVI
Queridas Feras
2004/2005 HermanSIC Vários Personagens SIC
2005 Ruas Vivas Francisco Martins Sarmento RTP
Inspector Max Raúl Cardoso TVI
2006/2007 Floribella Barão Franz Meyertropp SIC
2007 Jura Ernesto
Vingança Artur Clemente
2008 Aqui Não Há Quem Viva Artur
Casos da Vida Francisco TVI
Equador
2008/2009 Olhos nos Olhos Carlos
2009 Camilo, o Presidente Barão SIC pequena participação
2009/2010 Ele é Ela Elias TVI
2011 Redenção Abreu Albuquerque de Mello
2012 Remédio Santo Padre Venâncio
2013 Sabores e Sentidos Cosme
Giras & Falidas José Batanete pequena participação
Conta-me História RTP
A Mãe do Senhor Ministro Américo da Silva Rocha
2014 Mau Mau Maria Vicente minissérie exibida em 2016
2014/2015 Água de Mar Gustavo Barahona
2016 Donos Disto Tudo Vários Personagens pequena participação
Nelo & Idália Dr. Meireles
Santa Bárbara Dr. Galvão TVI

DobragensEditar

Referências

  1. «Lista de associados da Audiogest» (PDF). Actividades Culturais / Ministério da Cultura. 25 de Julho de 2007. Consultado em 30 de Dezembro de 2013. Arquivado do original (PDF) em 24 de dezembro de 2013 
  2. a b DIAS, Patrícia Costa (2011). A Vida com um Sorriso - Histórias, experiências, gargalhadas, reflexões de Isabel Wolmar. Lisboa: Ésquilo. p. 76-77. ISBN 978-989-8092-97-7 
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Vitor Manuel da Silveira e S. Araújo Sousa". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 20 de setembro de 2014 
  4. http://caras.sapo.pt/famosos/2010-03-02-homossexual-assumido-vitor-de-sousa-garante-nunca-fiz-bandeira-de-nada

Ligações externasEditar