Priscilla (filme)

filme de 2023 dirigido por Sofia Coppola

Priscilla (bra/prt: Priscilla)[14][15][16] é um filme ítalo-estadunidense de 2023, do gênero drama biográfico, dirigido e produzido por Sofia Coppola, e estrelado por Cailee Spaeny e Jacob Elordi. O roteiro da própria Coppola foi baseado no livro de memórias "Elvis and Me" (1985), de Priscilla Presley e Sandra Harmon.[17]

Priscilla
Priscilla
Priscilla (filme)
Cartaz promocional do filme.
 Estados Unidos Itália
2024 •  cor •  113 min 
Gênero drama biográfico
Direção Sofia Coppola
Produção Sofia Coppola
Youree Henley
Lorenzo Mieli
Produção executiva Priscilla Presley[1]
Roman Coppola
Fred Roos
Chris Hatcher
Roteiro Sofia Coppola
Baseado em Elvis and Me
livro de 1985
de Priscilla Presley
& Sandra Harmon
Elenco Cailee Spaeny
Jacob Elordi
Música Phoenix
Sons of Raphael
Cinematografia Philippe Le Sourd[2]
Direção de arte Danny Haeberlin
Tamara Deverell
Efeitos especiais Michael Innanen
Eric Kawilarang
Jared MacIntyre
Figurino Stacey Battat
Edição Sarah Flack
Companhia(s) produtora(s) American Zoetrope
The Apartment Pictures
Vision Distribution
Distribuição A24 (Estados Unidos)[3]
Vision Distribution (Itália)[4]
Stage 6 Films (Internacional)[5]
MUBI (Internacional)[6]
Lançamento
  • 4 de setembro de 2023 (2023-09-04) (Veneza)[7]
  • 14 de outubro de 2023 (2023-10-14) (Brasil)[8]
  • 27 de outubro de 2023 (2023-10-27) (Estados Unidos)[9]
  • 7 de março de 2024 (2024-03-07) (Portugal)[10]
  • 27 de março de 2024 (2024-03-27) (Itália)[4]
Idioma inglês
Orçamento US$ 20 milhões[11]
Receita US$ 32,9 milhões[12][13]

A trama retrata a história de Priscilla Presley e seu perturbado relacionamento amoroso com o músico Elvis Presley, abordando seu estilo de vida luxuoso e a solidão que sentia ao estar envolvida com uma celebridade.[18]

"Priscilla" estreou no 80.º Festival de Cinema de Veneza em 4 de setembro de 2023, e foi distribuído nos cinemas dos Estados Unidos com um lançamento limitado em 27 de outubro de 2023, antes de expandir amplamente sua distribuição em 3 de novembro de 2023.[7][9] No Brasil, o filme foi exibido como a obra de encerramento do Festival do Rio em 14 de outubro de 2023, antes de ser distribuído nos cinemas em 4 de janeiro de 2024.[8][19] Em Portugal, o filme foi lançado nos cinemas em 7 de março de 2024; já na Itália, foi distribuída nos cinemas em 27 de março de 2024.[4][10]

A produção foi disponibilizada exclusivamente em alguns países na plataforma MUBI para streaming em 1.º de março de 2024.[20][21]

O filme obteve uma recepção geralmente positiva da crítica especializada, que elogiou amplamente a atuação de Spaeny, além de ter arrecadado mais de US$ 32 milhões mundialmente.[12][13] Por seu desempenho, Spaeny recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz.[22]

Sinopse editar

Dois meses antes de Elvis Presley (Jacob Elordi), um renomado cantor de 24 anos, deixar a Alemanha em março de 1960, Priscilla Beaulieu (Cailee Spaeny), de apenas 14 anos, morava com sua família em Bad Nauheim, na Alemanha Ocidental, onde seu pai estava estacionado com o Exército dos Estados Unidos.

Durante uma festa da base, Priscilla conhece Elvis, que havia sido convocado para o Exército em 1958, quando estava no auge de sua fama. Ele logo se interessa pela garota, e os dois começam a namorar casualmente, apesar das preocupações dos pais dela com a diferença de idade e o status de celebridade de Elvis.

Entre os desafios de sua notoriedade e a complexidade de seu relacionamento, Elvis se torna, para Priscilla, alguém totalmente inesperado em momentos íntimos, mesmo em uma vida repleta de todos os luxos.

Elenco editar

  • Cailee Spaeny como Priscilla Beaulieu Presley[23]
  • Jacob Elordi como Elvis Presley[23]
  • Dagmara Domińczyk como Ann Beaulieu, a mãe de Priscilla
  • Ari Cohen como Capitão Beaulieu, o padrasto de Priscila
  • Tim Post como Vernon Presley, o pai de Elvis
  • Lynne Griffin como Avó "Dodger", a avó de Elvis
  • Daniel Beirne como Joe Esposito
  • Rodrigo Fernandez-Stoll como Alan "Hog Ears"
  • Dan Abramovici como Jerry Schilling
  • R. Austin Ball como Larry Geller
  • Olivia Barrett como Alberta, a cozinheira
  • Stephanie Moore como Dee, a madrasta de Elvis
  • Luke Humphrey como Terry West
  • Evan Annisette como Mike Stone

Produção editar

Desenvolvimento editar

Em 12 de setembro de 2022, Sofia Coppola foi anunciada como a diretora de uma adaptação do livro de memórias "Elvis and Me" (1985), de Priscilla Presley, com Cailee Spaeny escalada para estrelar como Priscilla e Jacob Elordi como Elvis Presley.[24] Quando questionada sobre o que a fez querer adaptar o livro de memórias de Priscilla para seu próximo longa-metragem, Coppola respondeu em uma entrevista: "Tenho o livro de memórias dela há anos e lembro de tê-lo lido há muito tempo. Uma amiga minha estava falando sobre ela recentemente e começamos a discutir o livro. Li novamente e fiquei realmente comovida com a história dela. Eu deveria começar um grande projeto sobre Edith Wharton que levaria cinco meses para ser filmado e parecia realmente assustador. Enfrentei alguns obstáculos, então decidi fazer um filme com uma ideia. Eu estava tão interessada na história de Priscilla e em sua perspectiva sobre como era crescer como uma adolescente em Graceland. Ela estava passando por todos os estágios da juventude em um mundo tão amplificado – meio parecido com Maria Antonieta".[1][25]

Nos e-mails trocados com Coppola em setembro de 2022, e que foram posteriormente obtidos pela Variety, Lisa Marie Presley, que faleceu em janeiro de 2023, criticou como o roteiro do filme retratava seu pai, afirmando em uma mensagem: "Meu pai só aparece como um predador e manipulador. Como sua filha, eu não leio isso e vejo meu pai nesse personagem. Não leio isso e vejo a perspectiva de minha mãe sobre meu pai. Leio isso e vejo sua perspectiva chocantemente vingativa e desprezível e não entendo o motivo".[26][27]

Escolha de elenco editar

Quando questionada sobre o que fez de Cailee Spaeny a escolha certa para interpretar Priscilla, Coppola afirmou: "A personagem vai dos 15 aos 27 anos ao longo do filme, então ela tinha que ser capaz de atuar e envelhecer em um grande período de tempo. Foi muito importante para mim ter a mesma atriz interpretando Priscilla em diferentes estágios de sua vida, e acho que Cailee pode fazer isso. Ela é uma atriz tão forte e também parece muito jovem".[1] Sobre a escalação de Jacob Elordi como Elvis, Coppola afirmou: "Achei que ninguém se pareceria com Elvis, mas Jacob tem o mesmo tipo de magnetismo. Ele é tão carismático e as garotas ficam loucas perto dele, então eu sabia que ele poderia interpretar esse tipo de ícone romântico. Mas estamos conversando antes mesmo de começarmos a filmar, então não posso me aprofundar muito nisso".[1][28]

Filmagens editar

As gravações do filme começaram em Toronto, em 24 de outubro de 2022.[29] As filmagens terminaram no início de dezembro daquele ano.[30]

Trilha sonora editar

A produção não conta com as músicas de Elvis Presley.[31] O marido de Coppola, Thomas Mars, e sua banda, Phoenix, compuseram a trilha sonora.[32] A dupla Sons of Raphael escreveu canções originais para o filme.[33]

Lançamento editar

A estreia do filme aconteceu no 80.º Festival de Cinema de Veneza em 4 de setembro de 2023.[7] A produção foi selecionada como a seleção de destaque do Festival de Cinema de Nova Iorque em 6 de outubro de 2023, e estreou no Canadá no 42.º Festival de Cinema de Vancouver no dia seguinte, em 7 de outubro.[34][35][36][37]

Originalmente, a Stage 6 Films e Sony Pictures Releasing International cuidariam da distribuição do filme no resto do mundo. Mais tarde, a Sony largou o projeto após o espólio de Presley reter os direitos musicais.[38] Posteriormente, a MUBI adquiriu os direitos de exibição do filme, distribuindo-o no Reino Unido, Irlanda, Alemanha, Benelux, Turquia, Índia e América Latina.[39]

O filme foi distribuído nos cinemas dos Estados Unidos com um lançamento limitado em 27 de outubro de 2023, antes de expandir amplamente sua distribuição em 3 de novembro de 2023, pela A24.[3][9][40] No Brasil, o filme foi exibido como a obra de encerramento do Festival do Rio em 14 de outubro de 2023, antes de ser distribuído nos cinemas em 4 de janeiro de 2024.[8][19] Em Portugal, o filme foi lançado nos cinemas em 7 de março de 2024; já na Itália, foi distribuído nos cinemas em 27 de março de 2024, pela Vision Distribution.[4][10]

Recepção editar

 
A atuação de Cailee Spaeny foi amplamente elogiada pela crítica especializada.[41][42]

Em sua estreia em Veneza, o filme foi calorosamente aplaudido durante quase 8 minutos, recebendo uma ovação entusiástica do público.[43]

A crítica especializada elogiou a escalação de Cailee Spaeny e Jacob Elordi, com alguns comentando que os atores destacam a grande disparidade de poder entre Priscilla e Elvis.[41][44][45] Ben Kenigsberg, em sua crítica para o The New York Times, descreveu o desempenho de Spaeny como "sensível" e "proteico", enquanto Marlow Stern, para a Rolling Stone, escreveu: "Spaeny, que tem 25 anos, mas convence como uma adolescente, é uma maravilha absoluta, acertando na complicada mistura de emoções de Priscilla – o assombro de olhos arregalados e desejo juvenil, a apreensão e o medo – enquanto o Elvis de Elordi parece mais ancorado na realidade do que o rebolante de Austin Butler".[41][42] Os críticos também elogiaram a produção por sua exploração de temas presentes nos filmes anteriores de Sofia Coppola, como o isolamento da fama, a feminilidade e o "privilégio sem poder".[41][46]

Stern adicionou: "Você não poderia pedir por uma pessoa melhor para lidar com esse material do que Coppola, que não é estranha a retratar protagonistas femininas jovens e os homens poderosos que gostam de mantê-las trancadas em gaiolas douradas, seja no Park Hyatt Tokyo, no Chateau Marmont, no Palácio de Versalhes ou em Graceland. Como filha de Francis Ford Coppola, ela viveu isso e está singularmente preparada para mostrar como é colocar um homem grande e falho em um pedestal apenas para ver esse pedestal quebrar". Ele concluiu dizendo que o filme é "uma jornada envolvente e comovente ao coração sombrio da celebridade, e [é] o melhor filme de Coppola desde Lost in Translation".[42]

Alison Willmore, para o Vulture, escreveu: "A maravilha de Priscilla está em sua dupla consciência, como ele é capaz de nos imergir na perspectiva agradável de um banho de espuma de uma adolescente vivenciando um surpreendente episódio de realização de desejos e, ao mesmo tempo, sempre nos permitir apreciar o quão perturbador é o que está acontecendo de fato". Ela também observou: "Priscilla é uma fantasia adolescente e não funcionaria sem reconhecer a inebriante sensação de ser cortejada pelo homem mais famoso do país, embora seja significativo que o filme pareça mais superficial e apressado à medida que sua personagem principal se cansa dos atos e da compartimentação de seu marido dentro de sua vida e percebe que consegue resistir".[46]

 
Cartaz promocional do filme.

Anthony Lane, em sua crítica para a revista The New Yorker, escreveu: "Apontar que Priscilla é superficial, ainda mais do que os outros filmes de Coppola, não é uma crítica, porque as superfícies são o seu tema. Ele examina a pele do mundo observável sem presumir buscar a carne por baixo, e esta última obra é uma aglomeração de coisas — compras, ornamentos e texturas. Vemos uma variedade de trajes, escolhidos por Elvis para sua esposa, cada um carinhosamente acessorizado com uma arma. Close-ups contam a história: dedos dos pés descalços, no início, afundando profundamente na pelúcia de um tapete; cílios postiços e bibelôs de porcelana; uma única pílula (a primeira de muitas) que Elvis coloca na palma da mão de Priscilla, como se fosse uma hóstia da comunhão; e uma mini-esfinge, dourada e ridícula, que vislumbramos enquanto ela eventualmente foge de Graceland. Se ela ficar lá por mais tempo, sendo a Sra. Presley, ela também se tornará apenas uma coisa".[44]

Justin Chang, em sua crítica para o Los Angeles Times, escreveu: "Há muito mais na história de Priscilla Presley deixada sem contar aqui: maternidade (Lisa Marie aparece brevemente aqui, em idades diferentes), sua própria infidelidade, seus futuros romances, sua amizade com Elvis até sua morte em 1977, sua carreira cinematográfica, os filmes The Naked Gun ... Mas com uma naturalidade penetrante, Coppola encerra este filme, o mais forte dela em mais de uma década, no momento certo: quando um sonho finalmente morre e a emoção desaparece de verdade".[45]

Nicholas Barber, da BBC Culture, considerou-o um "retrato discreto e não julgador" de Priscilla, o que contrastava fortemente com o tom da narrativa de Baz Luhrmann sobre a história de Elvis em "Elvis" (2022).[47] Comentando sobre os filmes de Coppola e Luhrmann, Anthony Lane disse: "Eu argumentaria que precisamos de ambos os filmes: o ato frenético de adoração do ano passado e agora essa resposta irreverente, ainda mais poderosa por ser tão quieta e pequena".[44]

A cineasta Jane Campion elogiou o filme, dizendo: "Não se deixem enganar pela aparente suavidade da visão de Sofia Coppola ou pela sensibilidade gentil de seu olhar, é apenas que Sofia adota uma abordagem suave para entregar algo forte. Há tanta audácia, risco e rigor na direção de Sofia, tanta confiança radical que assusta cineastas menos capazes".[48]

No Rotten Tomatoes, site agregador de críticas, 84% das 291 críticas do filme são positivas, com uma classificação média de 7,3/10. O consenso do site diz: "Com a performance de Cailee Spaeny no papel principal liderando o caminho, Priscilla vê Sofia Coppola dando uma olhada terna, mas perspicaz, na mistura muitas vezes tóxica criada pela combinação de primeiro amor e fama".[49] O Metacritic, que utiliza uma média ponderada, atribuiu ao filme 79/100 pontos baseados em 59 críticas, indicando críticas "geralmente favoráveis".[50] O público entrevistado pelo PostTrak deu ao filme uma pontuação positiva de 71%, com 50% dizendo que definitivamente o recomendariam.[51]

Bilheteria editar

Até 14 de abril de 2024, "Priscilla" arrecadou US$ 20.960.939 nacionalmente e US$ 11.975.765 no exterior, totalizando US$ 32.936.704 mundialmente.[12][13]

O filme arrecadou US$ 132.149 de quatro cinemas em seu fim de semana de estreia, com uma média de US$ 33.034 por local.[52] Expandindo para 1.344 cinemas em seu segundo fim de semana, o filme arrecadou US$ 5,1 milhões, ficando em quarto lugar nas bilheterias.[51] Em seguida, arrecadou US$ 4,8 milhões de 2.361 cinemas em seu terceiro fim de semana.[53] A produção, que conquistou US$ 2,3 milhões em seu quarto fim de semana, tornou-se o segundo filme de Coppola com maior arrecadação no mercado nacional ao conquistar US$ 16,9 milhões.[54][55]

Durante seu primeiro fim de semana no Reino Unido e na Irlanda, o filme terminou em sexto lugar nas bilheterias. A produção arrecadou £ 1,4 milhão durante sua primeira semana completa nos cinemas, incluindo £ 643.800 do fim de semana.[56]

Prêmios e indicações editar

Ano Cerimônia Categoria Indicado Resultado Ref.
2023 Festival de Cinema de Veneza Leão de Ouro Sofia Coppola Indicada [57]
Coppa Volpi de melhor atriz Cailee Spaeny Venceu [58][59]
Mill Valley Film Festival Melhor direção Sofia Coppola [60]
Middleburg Film Festival Melhores colaboradores Sofia Coppola & Stacey Battat [61]
Gotham Awards Melhor atuação principal Cailee Spaeny Indicada [62]
Prêmios da Associação de Críticos de Cinema de Chicago Melhor figurino Stacey Battat [63]
St. Louis Film Critics Association [64]
Dublin Film Critics' Circle Melhor filme "Priscilla" 10.º Lugar [65]
North Texas Film Critics Association Melhor atriz Cailee Spaeny Indicada [66]
Prêmios do Círculo dos Críticos de Cinema da Flórida Melhor destaque [67]
2024 Alliance of Women Film Journalists Melhor atriz revelação [68]
Globo de Ouro Melhor atriz em filme dramático [22][69]
Seattle Film Critics Society Awards Melhor figurino Stacey Battat [70]
Prêmios Critics' Choice Movie Melhor penteado e maquiagem "Priscilla" Indicado [71]
AARP Movies for Grownups Awards Melhor cápsula do tempo[a] [73][74]
London Film Critics' Circle Revelação do ano Cailee Spaeny Indicada [75]
Prêmios Satellite Melhor atriz em filme de comédia ou musical [76]
Prêmios People's Choice Estrela de cinema dramática do ano Jacob Elordi Indicado [77]
Artios Awards Melhor filme dramático de estúdio ou independente Nicole Daniels, Courtney Bright, John Buchan & Jason Knight [78]

Mídia doméstica editar

"Priscilla" foi lançado nas plataformas digitais em 15 de dezembro de 2023, seguido por um lançamento em Blu-ray em 13 de fevereiro de 2024.[79] Nos Estados Unidos, a produção foi lançada na Max em 23 de fevereiro de 2024, e disponibilizada exclusivamente em alguns países na plataforma MUBI para streaming em 1.º de março de 2024.[20][21][80]

Notas editar

  1. O prêmio homenageia o filme que melhor resume um período específico da história, geralmente do século XX.[72]

Referências

  1. a b c d Bell, Keaton (14 de outubro de 2022). «Sofia Coppola Will Now Take You Behind the Scenes of Her Priscilla Presley Biopic». Vogue. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2023 
  2. Kunz, Giovanna (21 de junho de 2023). «Novo filme de Sofia Coppola sobre Priscilla Presley ganha trailer». Correio Braziliense. Consultado em 14 de abril de 2024 
  3. a b «Priscilla (2023)». A24. Consultado em 14 de abril de 2024 
  4. a b c d «Priscilla (2023)». Vision Distribution. Consultado em 14 de abril de 2024 
  5. Breve, Giovanna (22 de junho de 2023). «Priscilla Presley, ex-esposa de Elvis, aprova filme dirigido por Sofia Coppola». Omelete. Consultado em 14 de abril de 2024 
  6. «Priscilla (2023)». MUBI. Consultado em 14 de abril de 2024 
  7. a b c Tartaglione, Nancy (25 de julho de 2023). «Venice Film Festival Lineup: Mann, Lanthimos, Fincher, DuVernay, Cooper, Besson, Coppola, Hamaguchi In Competition; Polanski, Allen, Anderson, Linklater Out Of Competition – Full List». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2023 
  8. a b c «Cinebiografia de Priscilla Presley dirigida por Sofia Coppola será exibida no Festival do Rio 2023 | Filmes». O Globo. 14 de setembro de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024 
  9. a b c D'Alessandro, Anthony (8 de setembro de 2023). «'Priscilla' Moves To November Following Big Splash At Venice». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 12 de setembro de 2023 
  10. a b c «Priscilla (2023)». SAPO. Portugal: Altice Portugal. Consultado em 14 de abril de 2024 
  11. Bergeson, Samantha (3 de outubro de 2023). «Sofia Coppola Almost Raffled Off a Pickleball Game with Jacob Elordi to Help 'Priscilla' Budget». IndieWire. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2024 
  12. a b c «Priscilla (2023)». Box Office Mojo. Consultado em 14 de abril de 2024 
  13. a b c «Priscilla (2023)». The Numbers. Consultado em 14 de abril de 2024 
  14. «Priscilla (2023)». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 14 de abril de 2024 
  15. Toledo, Marina (4 de janeiro de 2024). «"Priscilla": novo filme de Sofia Coppola chega aos cinemas». CNN Brasil. Consultado em 14 de abril de 2024 
  16. «Priscilla (2023)». Portugal: Público. Consultado em 14 de abril de 2024 
  17. Carvalho, Bárbara (3 de outubro de 2023). «"Priscilla": filme de Sofia Coppola sobre mulher de Elvis ganha trailer oficial; assista». CNN Brasil. Consultado em 14 de abril de 2024 
  18. «Priscilla Presley aprova filme de Sofia Coppola que irritou espólio de Elvis». O Globo. 23 de junho de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024 
  19. a b Nascimento, Henrique (21 de dezembro de 2023). «Priscilla, novo filme de Sofia Coppola, estreia nos cinemas brasileiros». Rolling Stone Brasil. Consultado em 14 de abril de 2024 
  20. a b Berry, Alex (30 de janeiro de 2024). «Here's when Priscilla is streaming on MUBI». NME. Consultado em 14 de abril de 2024 
  21. a b «'Priscilla': Veja Quando o Filme de Sofia Coppola Chega ao Streaming». Aventuras na História. 30 de janeiro de 2024. Consultado em 14 de abril de 2024 
  22. a b «Priscilla (2023) – Golden Globes». Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024 
  23. a b Seth, Radhika (5 de setembro de 2023). «Comparing the Cast of Priscilla With Their Real-Life Counterparts». Vogue. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2023 
  24. Jackson, Angelique (12 de setembro de 2022). /news/jacob-elordi-elvis-cailee-spaeny-priscilla-presley-sofia-coppola-1235369454/ «Jacob Elordi to Play Elvis, Cailee Spaeny Is Priscilla Presley in Sofia Coppola's Film 'Priscilla'» Verifique valor |url= (ajuda). Variety (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024 
  25. Frost, Caroline (4 de novembro de 2023). «'Priscilla' Script Was "Vengeful And Contemptuous", Lisa Marie Told Director Sofia Coppola». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2024 
  26. Donnelly, Matt (2 de novembro de 2023). «Lisa Marie Presley Slammed Sofia Coppola's 'Priscilla' Script as 'Vengeful and Contemptuous' for Elvis Depiction Before She Died (Exclusive)». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2024 
  27. Hiatt, Brian (3 de novembro de 2023). «Sofia Coppola Fought to Leave in 'Dark Stuff' About Elvis in 'Priscilla'». Rolling Stone. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2023 
  28. Shafer, Ellise (4 de setembro de 2023). «Priscilla Presley on 'Priscilla's' Portrayal of Her Age Difference With Elvis: 'He Respected the Fact I Was Only 14 Years Old'». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2023 
  29. VanHoose, Benjamin (25 de outubro de 2022). «See Jacob Elordi and Cailee Spaeny as Elvis and Priscilla Presley on Set of Sofia Coppola Movie». People. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2023 
  30. @sofiacoppola (15 de dezembro de 2022). «Had a great shoot with Cailee Spaeny and Jacob Elordi! @caileespaeny @jacobelordi». Consultado em 14 de abril de 2024 – via Instagram 
  31. «Por que filme sobre Priscilla Presley não pôde usar músicas do Elvis?». Rolling Stone Brasil. 23 de agosto de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024 
  32. Shafer, Ellise (4 de novembro de 2023). «'Priscilla' Music Supervisor Randall Poster and Phoenix on the 'Challenge' of Not Having Elvis Songs and That Heartbreaking Final Scene». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2023 
  33. «Priscilla Press Conference at 80th Venice Film Festival». Biennale Channel. 4 de setembro de 2023. Em cena em 2:33:17. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 6 de setembro de 2023 – via YouTube 
  34. Rubin, Rebecca (20 de julho de 2023). «Sofia Coppola's 'Priscilla' Set as New York Film Festival Centerpiece Selection». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 2 de agosto de 2023 
  35. Kay, Jeremy (20 de julho de 2023). «'Priscilla', de Sofia Coppola, foi selecionada como peça central no Festival de Cinema de Nova York». Screen International. Cópia arquivada em 14 de setembro de 2023 
  36. «VIFF: Galas & Special Presentations». VIFF. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2024 
  37. «Sofia Coppola's Priscilla Presley biopic to play Vancouver film festival». Citynews Toronto. 6 de setembro de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2023 
  38. Thompson, Anne (3 de novembro de 2023). «'Priscilla' Was Shockingly Hard to Finance — One Man Stepped in and Saved It». IndieWire. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2023 
  39. Ramachandran, Naman (22 de agosto de 2023). «Sofia Coppola's 'Priscilla' Acquired by Mubi for International Distribution». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 25 de agosto de 2023 
  40. Torres, Leonardo (8 de setembro de 2023). «Estreia de "Priscilla" é adiada após aclamação no Festival de Veneza.». POPline. Consultado em 14 de abril de 2024 
  41. a b c d Kenigsberg, Ben (26 de outubro de 2023). «'Priscilla' Review: All Shook Up». The New York Times. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2023 
  42. a b c Stern, Marlow (4 de setembro de 2023). «'Priscilla' Shows Elvis's Dark Side, and Is Sofia Coppola at Her Best». Rolling Stone. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2023 
  43. Prado, Pedro (4 de setembro de 2023). «Priscilla: Filme sobre viúva de Elvis recebe quase 8 minutos de aplausos no Festival de Veneza». Terra. Consultado em 14 de abril de 2024 
  44. a b c Lane, Anthony (3 de novembro de 2023). «"Priscilla" Presents the Echoing Void of Elvis's Fame». The New Yorker. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2023 
  45. a b Chang, Justin (27 de outubro de 2023). «Review: 'Priscilla', Sofia Coppola's best movie in years, shimmers with beauty and heartbreak». Los Angeles Times. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2023 
  46. a b Willmore, Alison (1 de novembro de 2023). «In Priscilla, She's the Girl Who Has Everything — Except Actual Power». Vulture. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2023 
  47. Barber, Nicholas (4 de setembro de 2023). «Priscilla review: Sofia Coppola has directed a 'sympathetic tribute' to Elvis's wife». BBC Culture. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2023 
  48. Campion, Jane (13 de dezembro de 2023). «'Priscilla'». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2024 
  49. «Priscilla (2023)». Rotten Tomatoes. Fandango Media. Consultado em 14 de abril de 2024 
  50. «Priscilla (2023)». Metacritic. Fandom, Inc. Consultado em 14 de abril de 2024 
  51. a b D'Alessandro, Anthony (5 de novembro de 2023). «Weekend Box Office Hits Near Annual Low Of $58M In 'Dune'-Less Frame As Strike Continues; 'Freddy's Leads With $19M». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2023 
  52. D'Alessandro, Anthony (28 de outubro de 2023). «'Five Nights At Freddy's' $78M Breaks Mold On Peacock Theatrical Day & Date; Best Opening For Blumhouse, Halloween & More – Box Office Update». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2023 
  53. D'Alessandro, Anthony (12 de novembro de 2023). «'The Marvels' Meltdown: Disney MCU Seeing Lowest B.O. Opening Ever At $47M+ — What Went Wron». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 11 de novembro de 2023 
  54. D'Alessandro, Anthony (17 de novembro de 2023). «'The Hunger Games: The Ballad Of Songbirds & Snakes' Begins With Thursday Previews At $5.75M – Box Office Update». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 19 de novembro de 2023 
  55. Bergesibn, Samantha (3 de outubro de 2023). «Sofia Coppola Almost Raffled Off a Pickleball Game with Jacob Elordi to Help 'Priscilla' Budget». IndieWire. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2024 
  56. Ramachandran, Naman (9 de janeiro de 2024). «'Wonka' Continues Sway Over U.K., Ireland Box Office». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2024 
  57. «Biennale Cinema 2023 | Venezia 80 Competition». La Biennale di Venezia (em inglês). 26 de junho de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024 
  58. Garcês, Márcio (10 de setembro de 2023). «Confira a lista de vencedores do Festival de Cinema de Veneza». Glamurama. Consultado em 14 de abril de 2024 
  59. Tartaglione, Nancy; Ntim, Zac (9 de setembro de 2023). «Venice Winners: Golden Lion Goes To Yorgos Lanthimos For 'Poor Things'; Hamaguchi, Sarsgaard, Spaeny Also Score — Full List». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024 
  60. «Priscilla – Mill Valley Film Festival». MVFF. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2023 
  61. Davis, Clayton (23 de outubro de 2023). «Cord Jefferson's 'American Fiction' Wins Audience Award at Middleburg Film Festival». Variety (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2023 
  62. Lewis, Hilary (24 de outubro de 2023). «'Past Lives', 'A Thousand and One' and 'All of Us Strangers' Top Gotham Awards Film Nominees». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2023 
  63. «AwardsWatch - Chicago Film Critics Association (CFCA) Nominations: 'Killers of the Flower Moon', 'Oppenheimer', 'Poor Things' Lead with 10 Each». AwardsWatch (em inglês). 8 de dezembro de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 9 de dezembro de 2023 
  64. Anderson, Eric (10 de dezembro de 2023). «2023 St. Louis Film Critics Association (StLFCA) Nominations». AwardsWatch. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2023 
  65. «AwardsWatch - Dublin Film Critics Circle: 'Past Lives' Wins Best Film, Director». AwardsWatch (em inglês). 19 de dezembro de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2023 
  66. Neglia, Matt (18 de dezembro de 2023). «The 2023 North Texas Film Critics Association (NTFCA) Winners». Next Best Picture (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2023 
  67. Anderson, Erik (13 de dezembro de 2023). «Florida Film Critics Circle (FFCC) Nominations». AwardsWatch. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2023 
  68. Merin, Jennifer (22 de dezembro de 2023). «2023 EDA Awards Nominees». Alliance of Women Film Journalists (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2023 
  69. Lang, Brent; Shanfeld, Ethan (11 de dezembro de 2023). «Golden Globe 2024: Full Nominations List». Variety. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2023 
  70. Neglia, Matt (3 de janeiro de 2024). «The 2023 Seattle Film Critics Society (SFCS) Nominations». Next Best Picture (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2024 
  71. Hammond, Pete (13 de dezembro de 2023). «The Critics Choice Is 'Barbie' With 18 CCA Nominations; 'Oppenheimer', 'Poor Things' Follow With 13 Each». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 15 de dezembro de 2023 
  72. Appelo, Tim. «About AARP Movies for Grownups Awards». AARP. Consultado em 14 de abril de 2024 
  73. Chuba, Kirsten (9 de janeiro de 2024). «Oppenheimer Leads Nominations for 2024 AARP Movies for Grownups Awards». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2024 
  74. Pedersen, Erik; Petski, Denise (17 de janeiro de 2024). «Killers Of The Flower Moon Wins Best Picture At AARP Movies For Grownups Awards: Full List». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 17 de janeiro de 2024 
  75. «AwardsWatch - London Critics' Circle Film Awards Nominations: 'All of Us Strangers' Leads with Nine». AwardsWatch (em inglês). 20 de dezembro de 2023. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2023 
  76. «2023 Nominees | International Press Academy» (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2023 
  77. Malec, Brett (11 de janeiro de 2024). «2024 People's Choice Awards: Complete List of Nominees». E! Online. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2024 
  78. Clark, Jason (12 de janeiro de 2024). «Wonka, Barbie, Oppenheimer, The Iron Claw, Across the Spider-Verse Among Artios Awards Film Nominees». TheWrap (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2024 
  79. «'Priscilla' Sets Romantic Blu-ray Release Date». Collider. 9 de janeiro de 2024. Consultado em 14 de abril de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2024 
  80. «MUBI Podcast: Sofia Coppola–"Priscilla", From Source to Soundtrack». MUBI. 30 de janeiro de 2024. Consultado em 29 de fevereiro de 2024