Max (serviço de streaming)

serviço de vídeo sob demanda

Max (anteriormente chamado de HBO Max) é um serviço de streaming de vídeo por assinatura sob demanda norte-americano. É de propriedade da Warner Bros. Discovery (WBD), um dos principais conglomerados de mídia e de entretenimento global.[2] A plataforma oferece conteúdos da Warner Bros., Discovery Channel, HBO, TNT, CNN, Cartoon Network, Adult Swim, Animal Planet, Eurosport e suas marcas relacionadas. Lançado pela primeira vez (como HBO Max) nos Estados Unidos em 27 de maio de 2020, o serviço também oferece programação original inédita sob o título de "Max Originals".

Max
Max (serviço de streaming)
Slogan
  • The One to Watch (Estados Unidos)
  • Muito Mais a Ver (Brasil)
Nomes anteriores HBO Max
Tipo de sítio Serviço OTT de streaming
Proprietário(s) Warner Bros. Discovery Global Streaming & Interactive Entertainment
Empresa-mãe Warner Bros. Discovery
Presidente David Zaslav
Pessoas-chave Kevin Reilly (CCO)
Andy Forssell (chefe de operações comerciais)
Requer pagamento? Sim
Cadastro Necessário
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Idioma(s) inglês, espanhol, português e vários outros
Usuários Aumento 97,6 milhões (janeiro de 2024)[1]
Lançamento 27 de maio de 2020 (4 anos) (como HBO Max)
23 de maio de 2023 (1 ano) (como Max)
27 de fevereiro de 2024 (3 meses) (na América Latina)
Sede Nova York, NY, Estados Unidos
Área(s) servida(s) Estados Unidos
América Latina
Brasil
Caribe
Europa
Endereço eletrônico max.com
Estado atual Ativo
Antecessor(s)

Lançado como HBO Max em 2020, o serviço foi planejado para suceder o HBO Now, um serviço de video sob demanda anterior da HBO; e HBO Go, a plataforma de streaming TV Everywhere para assinantes de televisão paga da HBO. Nos Estados Unidos, os assinantes do HBO Now e os assinantes de televisão paga da HBO foram migrados para o HBO Max sem custo adicional, sujeito a disponibilidade e suporte do dispositivo. O HBO Max também substituiu o serviço de streaming DC Universe da DC Entertainment, com suas séries originais sendo migradas para o HBO Max como Max Originals. O serviço HBO Max começou a se expandir para os mercados internacionais em 2021.

O serviço foi lançado pela primeira vez na América Latina (que inclui o Brasil) e no Caribe no dia 29 de junho de 2021, substituindo o HBO Go.[3] Em Andorra, Espanha e países nórdicos (excluindo Islândia) foi lançado em 26 de outubro de 2021,[4] enquanto em Portugal chegou no dia 8 de março de 2022, assim como em alguns outros territórios europeus da Europa Central e Oriental.[5]

Em outros países, os programas originais HBO e HBO Max foram licenciados para redes de terceiros e serviços de streaming sob acordos de longo prazo. Nesses casos, a HBO Max na época deixou para cada detentor de direitos decidir se ofereceria sua programação em serviços OTT. A extensão e a duração dos negócios variam de acordo com o país; nem todas as redes que transmitem programas HBO também transmitem programas HBO Max e, em alguns casos, determinados programas são transmitidos por diferentes serviços.[6][7][8]

De acordo com a AT&T, HBO e HBO Max tinham um total combinado de 69,4 milhões de assinantes pagantes globalmente em 30 de junho de 2021, incluindo 43,5 milhões de assinantes do HBO Max nos EUA, 3,5 milhões de assinantes apenas do HBO nos EUA (principalmente clientes comerciais, como hotéis) e 20,5 milhões de assinantes do HBO Max ou do próprio HBO em outros países.[9] No final de 2021, a HBO e a HBO Max tinham um total combinado de 73,8 milhões de assinantes globais pagantes.[10][11] No final do primeiro trimestre de 2022, a HBO e a HBO Max tinham 76,8 milhões de assinantes globais.

Desde a fusão em abril de 2022 da WarnerMedia com a Discovery, Inc. para formar a Warner Bros. Discovery, o HBO Max era um dos dois principais serviços de streaming da empresa combinada, sendo o outro o Discovery+ (que se concentra principalmente na programação factual das marcas Discovery). A WBD anunciou inicialmente planos para a fusão do HBO Max e do Discovery+ em 2023, mas a empresa acabou optando por manter o Discovery+ de forma separada. A WBD substituiu o HBO Max por um serviço recém-renomeado que foi lançado primeiro nos Estados Unidos em 23 de maio de 2023, encurtando o nome do serviço para "Max", apresentando uma interface de usuário redesenhada e adicionando mais conteúdo Discovery entre outras novas séries e filmes.

História

editar

Como HBO Max

editar
 
Logo de pré-lançamento da HBO Max de 9 de julho a 29 de outubro de 2019.
 
Logotipo da HBO Max usado de 29 de outubro de 2019 a 22 de maio de 2023, nos Estados Unidos. Ainda usado fora dos Estados Unidos pelo menos até 2024.

Em 10 de outubro de 2018, a WarnerMedia anunciou que lançaria um serviço de streaming OTT no final de 2019, com conteúdo de suas marcas de entretenimento.[12] O plano original do serviço previa três níveis com um lançamento no final de 2019.[13] Randall L. Stephenson, chairman e CEO da WarnerMedia, AT&T, indicou em meados de 2019 que usaria a marca HBO e se ligaria a operadoras de cabo, pois os assinantes de cabo da HBO teriam acesso ao serviço de streaming. Um beta era esperado no quarto trimestre de 2019 e o lançamento completo no primeiro trimestre de 2020 na época.[14] A Otter Media foi transferida da Warner Bros em maio de 2019 para a WarnerMedia Entertainment para assumir o serviço de streaming, enquanto Brad Bentley, vice-presidente executivo e gerente geral do desenvolvimento direto ao consumidor, saiu do cargo após seis meses. Andy Forssell deixou de ser diretor de operações da Otter Media para substituir a Bentley como vice-presidente executivo e gerente geral, enquanto ainda se reportava ao CEO da Otter, Tony Goncalves, que lideraria o desenvolvimento.

Em 9 de julho de 2019, a WarnerMedia anunciou que o serviço seria conhecido como "HBO Max" e seria lançado na primavera estadunidense de 2020, enquanto Reese Witherspoon e Greg Berlanti, do Hello Sunshine, assinavam acordos de produção para o serviço. (O apelido "Max" é compartilhado com o serviço de televisão paga linear irmã da HBO, Cinemax, que tem sido identificado alternadamente por seu nome de sufixo desde meados da década de 1980).[14] Em 29 de outubro, 2019, foi anunciado que o HBO Max seria oficialmente lançado em maio de 2020.[15] Em 8 de janeiro de 2020, a AT&T anunciou que o Audience, um canal exclusivo para assinantes de provedores de televisão de propriedade da AT&T, como a DirecTV, com alguma programação original, encerraria as operações em seu formato atual com o lançamento do HBO Max e se tornará um canal barker.[16]

A Warner Bros. e HBO Max anunciaram em 5 de fevereiro de 2020 o estúdio de cinema "Warner Max", que produzirá de oito a dez filmes de orçamento médio por ano para o serviço de streaming a partir de 2020.[17] Em abril de 2020, a WarnerMedia anunciou que a data de lançamento do HBO Max seria 27 de maio.[18] Mais tarde naquele ano, em 23 de outubro, foi anunciado que a WarnerMedia decidiu consolidar o selo Warner Max no Warner Bros. Pictures Group após seu presidente Toby Emmerich e sua equipe de desenvolvimento e produção liderada por Courtenay Valenti, da Warner Bros. Pictures, Richard Brener da New Line e Walter Hamada, que supervisiona filmes baseados em DC, foi designado para supervisionar toda a produção de filmes da empresa, tanto os lançamentos nos cinemas quanto em streaming.[19][20][21] Em 23 de abril de 2021, a WarnerMedia anunciou que o Adult Swim se fundiria com as equipes de desenvolvimento de animação para adultos da HBO Max, sob a liderança de Suzanna Makkos.[22]

Início da Warner Bros. Discovery

editar

Em maio de 2021, a AT&T decidiu sair do negócio de entretenimento e anunciou a retirada de sua participação acionária na WarnerMedia e sua fusão com a Discovery Inc. para formar um novo conglomerado de mídia de capital aberto chamado Warner Bros. Discovery (WBD).[23] Já em julho de 2022, como parte de um corte de custos e movimento estratégico após a fusão da Discovery, Inc. com a WarnerMedia para formar a WBD, foi relatado que a HBO Max havia interrompido o desenvolvimento de novas séries originais na Europa Central, Europa Nórdica, Holanda e Turquia, além de remover séries internacionais selecionadas da plataforma em todo o mundo. Foi relatado que a França e a Espanha foram amplamente excluídas desses cortes, devido aos regulamentos franceses que exigem que os serviços de streaming produzam conteúdo doméstico e o conteúdo em espanhol atrai uma ampla gama de mercados atendidos pela HBO Max.[24][25][26] Com o cancelamento de Gordita Chronicles no final daquele mês, foi relatado que o serviço também estava abandonando o desenvolvimento de programas infantis e familiares em live-action.[27]

Em 3 de agosto de 2022, foi relatado que vários filmes Max Original e séries da HBO foram silenciosamente removidos do serviço sem aviso prévio, como parte de cortes em filmes diretos para streaming, bem como em filmes e séries cancelados que tiveram um desempenho inferior aos prejuízos fiscais.[28][29] Isso se seguiu às notícias divulgadas no dia anterior de que os filmes da Max Original Batgirl e Scoob!: Holiday Haunt foram cancelados abruptamente, apesar de estarem quase completos.[30][31] Durante uma teleconferência no dia seguinte, o CEO da WBD, David Zaslav, afirmou que a empresa cortaria a programação infantil e enfatizaria filmes teatrais em vez de lançamentos diretos para streaming.[32][33]

Mais tarde naquele mês, mais programas foram retirados do serviço de streaming, incluindo séries animadas e improvisadas, como The Not-Too-Late Show with Elmo, Final Space, Summer Camp Island, Infinity Train, Close Enough e quase 200 episódios de Vila Sésamo, entre outros,[34][35] que foi recebido com forte reação de fãs, críticos, atores e criadores.[36] Em 24 de agosto de 2022, os filmes originais da HBO Max, House Party (que foi retirado do catálogo apenas 17 dias antes de seu lançamento) e Evil Dead Rise foram transferidos para lançamentos nos cinemas.[37] Mais tarde, a WBD fechou acordos de licenciamento com os serviços gratuitos de streaming de televisão com suporte de anúncios (FAST) The Roku Channel e Tubi (de propriedade da Fox Corporation) em 2023; o acordo cobre mais de 2.000 horas de programação de biblioteca, algumas das quais sendo programas que foram retirados do HBO Max.[38] Durante seu relatório de ganhos do terceiro trimestre em novembro de 2022, a WBD afirmou que o serviço resultante da fusão agora visava um lançamento na "primavera de 2023" nos Estados Unidos, antes do cronograma original. Perrette também afirmou sobre um potencial aumento de preço para o nível sem anúncios da HBO Max em 2023, explicando que era "uma oportunidade, particularmente neste ambiente".[39]

Relançamento como Max

editar

No segundo semestre de 2021, JB Perrette, presidente e CEO da Discovery Streaming and International, afirmou que a WBD pretendia fundir o HBO Max da WarnerMedia com o Discovery+ da Discovery, inicialmente como um pacote de produtos adicionais antes de finalmente consolidar os dois.[40] O diretor financeiro da Discovery, Gunnar Wiedenfels, posteriormente repetiu esses comentários.[41] A aquisição foi concluída em abril de 2022,[42] com o ex-CEO da Discovery, David Zaslav, nomeado presidente e CEO da empresa combinada.[43] Perrette, agora presidente e CEO da divisão global de streaming e jogos da WBD, disse aos investidores durante uma teleconferência trimestral de agosto que a empresa esperava lançar o serviço combinado em meados de 2023, começando nos Estados Unidos.[44][45] Em novembro, a data de lançamento prevista havia mudado para o início de 2023.[46] A CNBC informou no mês seguinte que o serviço combinado estava sendo referido internamente como "BEAM", com os executivos da empresa considerando uma infinidade de nomes para a plataforma. "Max" foi relatado como o principal candidato, enquanto a interface foi considerada semelhante à do serviço de streaming Disney+ da Walt Disney Company.[47][48]

Em fevereiro de 2023, o The Wall Street Journal informou que os executivos do WBD abandonaram os planos de encerrar o Discovery+ como parte da fusão HBO Max-Discovery +, optando por continuar a oferecê-lo como um serviço autônomo em conjunto com o serviço combinado.[49] Zaslav revelou durante a teleconferência daquele mês que a WBD anunciaria oficialmente o serviço em 12 de abril.[50] Um dia antes do anúncio agendado, o The New York Times confirmou que o serviço seria chamado de "Max" e que manteria o preço existente do HBO Max e estaria disponível em vários níveis de preço.[51] A WBD revelou o Max em um evento para a imprensa no dia seguinte, conforme o programado, com o serviço para ser lançado primeiro nos EUA em 23 de maio. A WBD adquiriu o nome de domínio max.com no início daquele ano da Max International, uma empresa de suplementos nutricionais.[52]

Perrette explicou que a marca HBO foi retirada do nome do serviço para que pudesse ser associada à sua programação original como uma marca de conteúdo no Max, em vez de ter que ser associada à totalidade de sua biblioteca (que inclui programação infantil e familiar que estava em desacordo com a HBO ter sido tradicionalmente associada à programação voltada para adultos).[53] As ações da WBD caíram quase 6% após o anúncio do Max.[54] A empresa comprometeu uma quantia significativa de dinheiro para comercializar o lançamento do novo serviço, o maior da história da empresa.[55]

Conteúdo

editar

Max apresenta conteúdo inédito, da biblioteca da HBO e de outros estúdios e marcas de cinema e televisão da Warner Bros..[56][57][58][59] O serviço também inclui filmes disponíveis por meio dos direitos de televisão paga existentes da HBO, provenientes da Warner Bros. Pictures e de estúdios terceirizados, como Summit Entertainment, Universal Pictures e 20th Century Studios (os três últimos tiveram seus respectivos acordos de produção com a HBO até 2022).[60][61]

Tal como acontece com outras plataformas de streaming da HBO, HBO Go e HBO Now (mas ao contrário de suas plataformas nos canais de TV da Apple e canais de vídeo da Amazon), o Max não inclui feeds dos canais a cabo lineares da HBO, nem qualquer conteúdo do Cinemax.[62] Embora o Cinemax compartilhe seu conteúdo de filme com o canal linear HBO e, portanto, a maioria dos filmes na biblioteca combinada estará em ambos os serviços em janelas diferentes, esses filmes não estarão necessariamente disponíveis no Max e no Cinemax ao mesmo tempo. O presidente e CEO da AT&T, Randall L. Stephenson, não descartou a adição de conteúdo ao vivo da Turner Sports no futuro (como NBA na TNT, Major League Baseball na TBS e NCAA March Madness).[63] Em 21 de abril de 2023, a Warner Bros. Discovery Latin América anunciou o fim do aplicativo Estádio TNT Sports, marcado para 30 de junho do mesmo ano. A partir desta data, segundo o conglomerado, a transmissão da programação da TNT Sports será transferida para ao então HBO Max. [64]

Provedores de Conteúdo

editar

Provedores de conteúdo próprios e terceirizados para Max. O asterisco (*) denota terceiros enquanto a cruz (†) denota ex-provedores.

Max Originals

editar
 Ver artigo principal: Lista de filmes Max Originals

O conteúdo original produzido pelo serviço de streaming terá o crédito "Max Originals", incluindo séries, filmes e especiais. Cada episódio original de uma série é lançado semanalmente, evitando o lançamento completo de uma temporada de todos como o formato popularizado pela Netflix. Kevin Reilly disse que isso era para garantir que os originais permanecessem no centro das atenções por longos períodos, permitindo que os programas "respirassem". Ele também observou que o programa semanal ajudou a alimentar o sucesso de programas anteriores da HBO, como Chernobyl, que eles co-produziram com a Sky UK e se tornaram sucessos precisamente devido ao seu poder de permanência.[71] Em 5 de fevereiro de 2020, a Warner Bros. anunciou que formaria um novo selo conhecido como Warner Max para produzir de 8 a 10 filmes de orçamento médio para o serviço anualmente. Uma lista de 31 séries originais foi planejada para seu primeiro ano, com planos de expansão para 50 no próximo ano, mas os cronogramas de produção podem ter sido interrompidos pela pandemia de COVID-19. A HBO Max também disponibiliza podcasts sobre filmes e séries de TV no serviço.

No segundo sementes de 2022, após a confirmação de unificação dos streamings HBO Max e Discovery+, vários conteúdos foram cancelados e excluídos do catálago pela Warner Bros. Discovery, incluindo produções com o selo Max Originals, como o filme Convenção das Bruxas[72] e programas como Jornada Astral e Sandy+Chef.[73] O longa previsto para lançamento na plataforma da HBO Max, Batgirl, também foi cancelado.[74] Desde então, a empresa passou a retirar vários conteúdos de seu catálogo alegando ser devida a fusão dos serviços.

Direitos adquiridos

editar

Em 9 de julho de 2019, a HBO Max adquiriu os direitos de transmissão para os Estados Unidos de Friends em um negócio de US$ 425 milhões, e em 17 de setembro do mesmo ano, adquiriu os direitos de transmissão, para o mesmo país, de The Big Bang Theory por um contrato recorde de US$ 500 milhões. Como parte do acordo, os direitos também se estendem ao canal TBS até 2028.[75]

Fora da WarnerMedia, o serviço também oferece títulos da The Criterion Collection e tem uma parceria de longo prazo com a BBC Studios (com a qual a HBO fez parceria para criar His Dark Materials). Mais de 700 episódios de conteúdo produzidos pela BBC foram programados para estarem disponíveis no serviço em seu lançamento, incluindo as primeiras 11 temporadas do revival de 2005 do "Doctor Who", bem como temporadas futuras, e uma variedade de outros programas, incluindo Luther, The Honourable Woman, Top Gear e a versão do Reino Unido de The Office. Além disso, os programas futuros da BBC Studios serão co-produzidos com a HBO Max. HBO também estendeu sua parceria existente com a Sesame Workshop, ao mesmo tempo em que levou esse conteúdo para a vanguarda da marca HBO Max. Alguns episódios de todas as cinquenta temporadas de Vila Sésamo (que datam de 1969) estão disponíveis para transmissão no serviço pela primeira vez. Além disso, as futuras temporadas de Vila Sésamo irão ao ar exclusivamente na HBO Max, junto com "Esme & Roy", e vários novos spin-offs começando com The Not-Too-Late Show com Elmo, Mecha Builders e The Monster at the End of This Story.

Em novembro de 2021, a HBO Max adquiriu os direitos das novelas e séries da TV Globo do Brasil para serem exibidos apenas na América Latina e Caribe.[70] Em fevereiro de 2022, a Sony Pictures e a WarnerMedia anunciaram que estenderão seu acordo para transportar filmes de suas subsidiárias em sua janela de direitos de televisão paga na Europa Central e Oriental, juntamente com a biblioteca de séries de televisão produzidas por sua empresa irmã Sony Pictures Television Studios. O acordo também incluirá os direitos de seus lançamentos a partir de 2022 para transmissão em seus canais e será transmitido no HBO Max em toda a Europa Central e Oriental.[69]

Animações

editar

O serviço também apresenta muitos hubs para programação animada, tirando em grande parte das bibliotecas da Warner Bros. Animation (incluindo a franquia Looney Tunes e produções da Hanna-Barbera, como os desenhos de Scooby-Doo, Tom e Jerry e Tex Avery também) e Cartoon Network, juntamente com Adult Swim. As séries animadas originais (incluindo os especiais de epílogo de Adventure Time: Distant Lands, Jellystone!, Looney Tunes Cartoons, continuações de Infinity Train e Summer Camp Island, e um reboot de The Boondocks produzido pela Sony Pictures Animation) para ambas as seções da rede também foram anunciado para HBO Max,[76][77] e o serviço derrotou concorrentes para adquirir direitos exclusivos de streaming doméstico para Trey Parker e ''South Park de Matt Stone e suas próximas três temporadas, em um acordo compartilhado com a Paramount's Comedy Central (que a Warner costumava ter metade da propriedade do Comedy Central de 1991 a 2003) por US$ 500 milhões (com novos episódios sendo adicionados 24 horas após sua estreia no Comedy Central).[78] A empresa parceira da Otter Media, Rooster Teeth, também contribui com conteúdo, com a segunda temporada de Gen:Lock sendo um exclusivo cronometrado para HBO Max.[79] A HBO Max adquiriu os direitos de transmissão de várias séries do Comedy Central, incluindo Awkwafina Is Nora from Queens, South Side e The Other Two; com os dois últimos tornando-se a série "Max Originals".

Áreas servidas

editar

Estados Unidos

editar

Ao anunciar a HBO Max, a WarnerMedia confirmou imediatamente que os assinantes da HBO em plataformas de propriedade da AT&T (incluindo AT&T TV, DirecTV, U-verse e AT&T Mobility) receberão HBO Max no lançamento sem custo adicional.[80][81] Os clientes da AT&T que assinaram seus planos de internet, TV e wireless de nível mais alto também receberão HBO Max gratuitamente, enquanto aqueles com planos de nível inferior terão uma avaliação gratuita de um mês a um ano.[82] Os assinantes existentes do HBO Now cobrados diretamente pela HBO também foram migrados para o HBO Max no lançamento, sem custo adicional. Em 27 de abril de 2020, um acordo foi anunciado para os assinantes do HBO Now via Apple (tanto no aplicativo quanto nos canais de TV da Apple) para migrar para o HBO Max. O conteúdo da HBO Max será listado no aplicativo da Apple TV junto com um hub HBO Max dedicado no aplicativo.[83][84] Em dispositivos Apple TV, o HBO Max está disponível para a Apple TV regular de quarta geração e a Apple TV 4K de quinta geração; versões anteriores que não suportam download de aplicativos de terceiros não são suportadas.

A WarnerMedia posteriormente negociou com outros provedores de TV paga acordos semelhantes. Em 20 de fevereiro de 2020, a WarnerMedia anunciou um acordo de distribuição com o YouTube TV que permitiria aos membros adicionar HBO e Cinemax, ao mesmo tempo que seria capaz de incluir HBO Max como um complemento.[85] Em 20 de maio de 2020, foi anunciado que a WarnerMedia havia feito acordos de distribuição com a Altice USA, Cox Communications, Xbox, Samsung, PlayStation, Verizon Communications e a National Cable Television Cooperative (NCTC).[86] Um acordo com a Comcast (Xfinity) foi anunciado algumas horas após o lançamento da plataforma.[87] HBO Max também está disponível no Xfinity Flex e Cox Contour Stream Player.[88][89] Em 16 de novembro de 2020, foi anunciado que a WarnerMedia e a Amazon haviam chegado a um acordo para disponibilizar o HBO Max nos dispositivos Fire TV e Fire Tablet a partir do dia seguinte, enquanto também permitia aos assinantes da HBO via Prime Video Channels acesso ao aplicativo HBO Max sem nenhum custo extra (embora a programação Max adicional ainda não seja hospedada na plataforma Prime Video Channels).

Em 16 de dezembro de 2020, foi anunciado que a WarnerMedia e a Roku chegaram a um acordo para disponibilizar o HBO Max em dispositivos Roku a partir do dia seguinte, além de permitir aos assinantes da HBO via Roku Channels acesso ao aplicativo HBO Max sem custo extra (embora a programação adicional do Max ainda não seja hospedada na plataforma Roku Channels); por outro lado, os controles remotos Roku dos últimos cinco anos, que incluíam um botão de atalho do aplicativo HBO Now, agora direcionam os espectadores diretamente para o aplicativo HBO Max.[90] Dish Network também foi erroneamente mencionado como um obstáculo em alguns relatórios da mídia; A HBO não está disponível na Dish desde o final de 2018 devido a uma disputa separada.[91] Em 29 de julho de 2021, a WarnerMedia e a Dish anunciaram que chegaram a um acordo para resolver a disputa e restaurar a HBO ao serviço de satélite da Dish, além de oferecer acesso à HBO Max aos assinantes da HBO via Dish sem custo extra.[92]

América Latina e Caribe

editar

O HBO Max foi lançado em 29 de junho de 2021, nos 39 territórios da América Latina e Caribe, onde a HBO já operava diretamente seu serviço de streaming HBO Go e canais de televisão premium.[93][94] O lançamento o HBO Max no Brasil chegou com uma promoção de 50% em todos os tipos de modalidade, tanto na opção Mobile quanto na Multitelas. O desconto foi um grande atrativo para a chegada de novos assinantes e muitos usuários aproveitaram esse período.[95] Em Janeiro de 2024, foi anunciado que a mudança de nome do serviço para Max também seria feita na América Latina e no Caribe, chegando no dia 27 de Fevereiro de 2024[96]

Europa

editar

Países nórdicos e Espanha

editar

Em 15 de agosto de 2012, a HBO anunciou planos para lançar a HBO Nordic, um serviço de distribuição de vídeo multiplataforma que atende a Noruega, Dinamarca, Suécia e Finlândia, criado por meio de uma joint venture com a Parsifal International.[97][98] O serviço de vídeo sob demanda foi lançado em dezembro de 2012.[99] A programação da HBO também vai ao ar na Islândia em Stöð 2. Na Espanha, os programas da HBO eram transmitidos anteriormente no serviço de televisão paga Canal+, desde 2011.[100] Em 2016, durante a descontinuação da marca Canal+ na Espanha, a HBO lançou um serviço de streaming autônomo chamado HBO España, que é o equivalente espanhol do HBO Now e HBO Nordic. A HBO Europe havia anunciado em várias ocasiões que não estava ciente de que substituiria seu serviço atual pelo HBO Max, nem suas taxas seriam aumentadas.[101] No entanto, em dezembro de 2020, o chefe da HBO Max, Andy Forssell, revelou que todos os serviços da HBO na Europa, incluindo HBO España e HBO Nordic, seriam substituídos pela HBO Max. Em 26 de outubro de 2021, o HBO Max foi lançado nos países nórdicos (excluindo a Islândia) e na Espanha.[102]

Europa Central e Oriental e Portugal

editar

Na década de 2010, a HBO Europe lançou o serviço de streaming HBO Go em 13 países da Europa Central e Oriental. Os programas da HBO em Portugal eram transmitidos anteriormente no canal de televisão premium TVSéries a partir dos serviços da TVCine, desde 2015. Em 2019, menos de um ano antes da descontinuação da TVSeries, a HBO Europe lançou um serviço de streaming autônomo chamado HBO Portugal. À semelhança dos países nórdicos e da Espanha, o HBO Max foi lançado em Portugal e na Europa Central e Oriental em 8 de março de 2022, substituindo o HBO Go e o HBO Portugal.[60][5]

Sudeste Asiático e Índia

editar

Em junho de 2021, a WarnerMedia nomeou um diretor administrativo para o lançamento do HBO Max em oito territórios no sudeste da Ásia e a exploração das possibilidades de lançamento do HBO Max no mercado indiano.[103] Em setembro, a HBO Max reafirmou seus planos de lançamento no Sudeste Asiático quando a WarnerMedia abriu seu hub asiático.ref>Davis, Rebecca (24 de setembro de 2021). «WarnerMedia Opens New Hub in Singapore, Eyeing Launch of HBO Max in Asia». Variety. Consultado em 27 de setembro de 2021 </ref>

Japão

editar

No Japão, a empresa U-Next chegou a um acordo para levar os programas originais da HBO e HBO Max no Japão a partir de abril de 2021. Isso substituiu um acordo anterior entre a HBO e a Amazon Prime Video Japan.[104]

Lançamento

editar
Linha de Tempo de Lançamento
Data de lançamento País / Território
27 de maio de 2020[105]   Estados Unidos
  Porto Rico
  Samoa Americana
  Guam
  Marianas Setentrionais
  Ilhas Virgens Americanas
29 de junho de 2021[106][107]   Anguila
  Antígua e Barbuda
  Argentina
  Aruba
  Bahamas
  Barbados
  Belize
  Bolívia
  Brasil
  Ilhas Virgens Britânicas
  Ilhas Caimã
  Chile
  Colômbia
  Costa Rica
  Curaçau
  Dominica
  República Dominicana
  Equador
  El Salvador
  Granada
  Guatemala
  Guiana
  Haiti
  Honduras
  Jamaica
  México
  Monserrate
  Nicarágua
  Panamá
  Paraguai
  Peru
  São Cristóvão e Neves
  Santa Lúcia
  São Vicente e Granadinas
  Suriname
  Trinidad e Tobago
  Turcas e Caicos
  Uruguai
  Venezuela
26 de outubro de 2021   Andorra
  Dinamarca
  Espanha
  Finlândia
  Noruega
  Suécia
8 de março de 2022   Bósnia e Herzegovina
  Bulgária
  Croácia
  Chéquia
  Hungria
  Montenegro
  Macedônia do Norte
  Polónia
  Portugal
  Roménia
  Sérvia
  Eslováquia
  Eslovênia
TBA[108]   Estónia
  Letônia
  Lituânia
  Hong Kong
  Macau
  Bangladesh
  Brunei
  Camboja
  Índia
  Indonésia
  Malásia
  Maldivas
  Myanmar
  Nepal
  Paquistão
  Filipinas
  Singapura
  Sri Lanka
  Taiwan
  Tailândia
  Vietname

Direitos de Transmissão no Brasil

editar

Futebol

editar
  1. Só em alguns países ao redor do mundo

Referências

  1. «Max - statistics & facts» (em inglês). Statista.com. Consultado em 12 de abril de 2024 
  2. Maddaus, Gene (24 de fevereiro de 2023). «'South Park' Lawsuit: Warner Bros. Discovery Sues Paramount Global Over Licensing Dispute». Variety (em inglês). Variety Media. Consultado em 25 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2023 
  3. Bezerra, Mirthyani (26 de maio de 2021). «HBO Max chega ao Brasil no dia 29 de junho por a partir de R$ 20 por mês». UOL. Consultado em 29 de maio de 2021 
  4. Hayes, Dade (29 de outubro de 2019). «WarnerMedia Confirms May 2020 Launch Of HBO Max Along With Growth Goals» (em inglês). Deadline. Consultado em 29 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2019 
  5. a b «HBO Max chega a Portugal em março». SAPO MAG. 1 de fevereiro de 2022. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  6. Friend, David (30 de outubro de 2019). «Bell Media bolsters Crave's streaming library under new deal with HBO» (em inglês). The Canadian Press (via CBCNews.ca). Consultado em 30 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2019 
  7. Stead, Chris (8 de outubro de 2020). «New Foxtel HBO Warner Bros streaming TV deal explained» (em inglês). Finder.com.au. Consultado em 8 de maio de 2020. Cópia arquivada em 22 de maio de 2020 
  8. Clarke, Stewart (30 de outubro de 2019). «Sky and HBO Strike New Programming Deal» (em inglês). Variety. Consultado em 30 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2019 
  9. Hayes, Dade (5 de janeiro de 2022). «HBO Max And HBO Hit 73.8M Global Subscribers At End Of 2021, Topping Company Forecasts – Update». Deadline. Consultado em 7 de janeiro de 2022 
  10. Hayes, Dade (5 de janeiro de 2022). «HBO Max And HBO Hit 73.8M Global Subscribers At End Of 2021, Topping Company Forecasts – Update». Deadline (em inglês). Consultado em 5 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 5 de janeiro de 2022 
  11. «HBO Max & HBO Reach 73.8 Million Subscribers Globally». Cord Cutters News (em inglês). 5 de janeiro de 2022. Consultado em 5 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 5 de janeiro de 2022 
  12. «WarnerMedia announces new streaming service to compete with Netflix and Disney – Los Angeles Times». Los Angeles Times 
  13. «WarnerMedia banks on HBO's brand name for new streaming service». CNN 
  14. a b «HBO Pay-TV Customers Will Have Access to WarnerMedia SVOD Service, AT&T Chief Says». Variety 
  15. Solsman, Joan E. «HBO Max will cost $15 a month and launch in May with shows, movies... and podcasts». CNET (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2020 
  16. Petski, Denise (9 de janeiro de 2020). «AT&T Audience Network To End; Will Transition To HBO Max Preview Channel». Deadline (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2020 
  17. Rubin, Rebecca (5 de fevereiro de 2020). «Warner Bros., HBO Max Set New Film Division for Streaming Service». Variety (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2020 
  18. Spangler, Todd (21 de abril de 2020). «HBO Max Sets Official Launch Date». Variety (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2020 
  19. «Warner Max Restructures as WarnerMedia Consolidates Film Production». The Hollywood Reporter (em inglês). 23 de outubro de 2020. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  20. Fleming, Mike Jr. (23 de outubro de 2020). «WarnerMedia Film Group Streamline: HBO Max's Jessie Henderson To Exit, While Nikki Ramey Moves To New Line & WB». Deadline (em inglês). Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  21. Donnelly, Matt (23 de outubro de 2020). «HBO Max Film Shake-Up: Toby Emmerich Consolidates Power, Two Executives Depart». Variety (em inglês). Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  22. Andreeva, Nellie (23 de abril de 2021). «Adult Swim & HBO Max Merge Animation Development Under Suzanna Makkos». Deadline Hollywood 
  23. Hammond, Ed; Turner, Nick (17 de maio de 2021). «AT&T's WarnerMedia, Discovery to Merge in Blockbuster Deal». Bloomberg News (em inglês). Consultado em 2 de junho de 2021. Cópia arquivada em 24 de março de 2022 
  24. Ravindran, Manori (4 de julho de 2022). «HBO Max Halts Originals in Parts of Europe in Major Restructure (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2022. Cópia arquivada em 4 de julho de 2022 
  25. «HBO Max suspende projeto de novelas no Brasil após fusão Warner e Discovery». Notícias da TV. 8 de julho de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022. Cópia arquivada em 15 de julho de 2022 
  26. «Excluídas da HBO Max: Saiba onde vão parar os programas de Angélica e Sandy». Notícias da TV. 15 de julho de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022. Cópia arquivada em 18 de julho de 2022 
  27. Andreeva, Nellie (29 de julho de 2022). «'Gordita Chronicles' Canceled As HBO Max Pulls Back On Live-Action Kids & Family Programming; Latinx Comedy Will Be Shopped». Deadline (em inglês). Consultado em 4 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2022 
  28. Spangler, Todd (3 de agosto de 2022). «HBO Max Quietly Removed Six Warner Bros. Streaming-Exclusive Movies». Variety (em inglês). Consultado em 4 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2022 
  29. Maglio, Tony (3 de agosto de 2022). «Why HBO Max Removed 6 Streaming-Exclusive Movies, with More to Come». IndieWire (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2022 
  30. «'Batgirl' directors 'still can't believe' Warner Bros. scrapped their film». Los Angeles Times (em inglês). 3 de agosto de 2022. Consultado em 4 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2022 
  31. D'Alessandro, Anthony (2 de agosto de 2022). «The Dish: What's Behind The 'Batgirl' & 'Scoob!' Discard? David Zaslav's Abject Rejection Of Jason Kilar's HBO Max Strategy». Deadline Hollywood. Consultado em 3 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2022 
  32. White, Peter (4 de agosto de 2022). «Warner Bros. Discovery Confirms Kids' Content Cuts». Deadline (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2022 
  33. Spangler, Todd (4 de agosto de 2022). «HBO Max, Discovery+ to Merge Into Single Streaming Platform Starting in Summer 2023». Variety (em inglês). Consultado em 4 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2022 
  34. White, Peter (17 de agosto de 2022). «'Ellen's Next Great Designer', 'The Not-Too-Late Show With Elmo' & 'My Mom, Your Dad' Among Unscripted & Animated Titles Pulled From HBO Max». Deadline (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 25 de novembro de 2022 
  35. Graves, Sabrina (17 de agosto de 2022). «Another Loss In The DC Universe: Young Justice Is No More». Gizmodo (em inglês). Consultado em 18 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 8 de outubro de 2022 
  36. Bjornson, Greta (18 de agosto de 2022). «HBO Max Blasted by Animation Fans, Creators After 37 Titles Pulled From Service: "Dumbest Business Decision"». Decider (em inglês). Consultado em 21 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 21 de agosto de 2022 
  37. D'Alessandro, Anthony (24 de agosto de 2022). «'Aquaman 2' Heads To Christmas 2023, 'Shazam: Fury Of The Gods' Goes To March; HBO Max Pics 'House Party' & 'Evil Dead Rise' Going Theatrical – Warner Bros. Release Date Changes». Deadline (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2022 
  38. Jesse Whittock (31 de janeiro de 2023). «'Westworld' Gets New Home As Warner Bros. Discovery Strikes Roku & Tubi FAST Channel Deals». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 8 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2023 
  39. Forristal, Lauren (4 de novembro de 2022). «Combined HBO Max/Discovery+ service gets an earlier launch date, price hike is to be expected». TechCrunch (em inglês). Consultado em 30 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2022 
  40. Provenzano, Brianna (3 de novembro de 2023). «Get Ready for HBO Max and Discovery+ to Become One Mega-Service». Gizmodo (em inglês). Consultado em 12 de abril de 2023. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2021 
  41. Maas, Jennifer (14 de março de 2022). «HBO Max and Discovery Plus Will Be Combined Into One Platform». Variety (em inglês). Consultado em 16 de março de 2022. Cópia arquivada em 17 de março de 2022 
  42. Maas, Jennifer (8 de abril de 2022). «Discovery Closes Acquisition of AT&T's WarnerMedia». Variety (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2022. Cópia arquivada em 8 de abril de 2022 
  43. Flint, Joe (18 de maio de 2022). «There's a New Media Mogul Tearing Up Hollywood: "Zas Is Not Particularly Patient"». The Wall Street Journal (em inglês). ISSN 0099-9660. Consultado em 18 de maio de 2022. Cópia arquivada em 18 de maio de 2022 
  44. Spangler, Todd (4 de agosto de 2022). «HBO Max, Discovery+ to Merge Into Single Streaming Platform Starting in Summer 2023». Variety (em inglês). Consultado em 4 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2022 
  45. Andreeva, Nellie (5 de agosto de 2022). «WBD Brass Stress Commitment To HBO Brand As They Mull Name For Combined Streaming Service». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2022 
  46. Forristal, Lauren (4 de novembro de 2022). «Combined HBO Max/Discovery+ service gets an earlier launch date, price hike is to be expected». TechCrunch (em inglês). Consultado em 30 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2022 
  47. Sherman, Alex; Rizzo, Lillian (5 de dezembro de 2022). «Warner Bros. Discovery closes in on 'Max' as the name of its combined HBO Max-Discovery+ streaming service» (em inglês). CNBC. Consultado em 6 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2022 
  48. Spangler, Todd (5 de agosto de 2022). «'Max' Could Be the Name of Merged HBO Max/Discovery+ Service». Variety (em inglês). Consultado em 17 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2022 
  49. Toonkel, Jessica; Flint, Joe (8 de fevereiro de 2023). «Warner Bros. Discovery to Keep Discovery+, in Strategy Shift». The Wall Street Journal (em inglês). ISSN 0099-9660. Consultado em 12 de abril de 2023. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2023 
  50. Hayes, Dade (23 de fevereiro de 2023). «Discovery+ Economics Justify Continuing It As A Stand-Alone Streamer After Launch Of Merged HBO Max Offering, WBD CEO David Zaslav Says: "Why Would We Shut That Off?"». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 23 de fevereiro de 2023 
  51. Koblin, John (11 de abril de 2023). «'Succession' and 'Dr. Pimple Popper' Together in New Warner Streaming App». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 11 de abril de 2023. Cópia arquivada em 11 de abril de 2023 
  52. Spangler, Todd (12 de abril de 2023). «HBO Max to Be Renamed 'Max' With Addition of Discovery+ Content». Variety (em inglês). Consultado em 12 de abril de 2023. Cópia arquivada em 12 de abril de 2023 
  53. Peters, Jay (12 de abril de 2023). «Warner Bros. Discovery explains why it's dropping the HBO Max name». The Verge (em inglês). Consultado em 12 de abril de 2023. Cópia arquivada em 12 de abril de 2023 
  54. Vlessing, Etan (12 de abril de 2023). «Warner Bros. Discovery Stock Slides After Max Streaming Rebrand». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 14 de abril de 2023. Cópia arquivada em 12 de abril de 2023 
  55. Hayes, Dade (17 de abril de 2023). «Max Pulls Out Promotional Stops In Rebranding Promo Push As Warner Bros Discovery Looks To Make A "Second First Impression"». Deadline Hollywood (em inglês). Consultado em 17 de abril de 2023. Cópia arquivada em 17 de abril de 2023 
  56. Pedersen, Erik (29 de outubro de 2019). «HBO Max Programming: The TV & Film Titles That Will Stream On WarnerMedia's Service». Deadline (em inglês). Consultado em 30 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2019 
  57. Solsman, Joan E. «HBO Max finally sets its launch: May 27». CNET (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2020. Cópia arquivada em 27 de abril de 2020 
  58. Haselton, Todd (9 de julho de 2019). «AT&T rolls out a new, super-charged streaming service with HBO shows, 'Friends' and more». CNBC. Consultado em 9 de julho de 2019. Cópia arquivada em 9 de julho de 2019 
  59. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s Haselton, Todd (9 de julho de 2019). «AT&T rolls out a new, super-charged streaming service with HBO shows, 'Friends' and more» (em inglês). CNBC. Consultado em 9 de julho de 2019. Cópia arquivada em 9 de julho de 2019 
  60. a b Malik, Aisha (1 de fevereiro de 2022). «HBO Max is expanding to 15 more countries in March». Tech Crunch. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  61. Whitten, Sarah (21 de abril de 2020). «Here's what will be available on HBO Max when it launches on May 27». CNBC (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2020. Cópia arquivada em 26 de abril de 2020 
  62. Baysinger, Tim (15 de janeiro de 2020). «Cinemax Abandons Original Programming, Channel Will Not Be Part of HBO Max». TheWrap (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2020 
  63. «HBO Max OTT platform to include live NBA and MLB - SportsPro Media». www.sportspromedia.com. Consultado em 29 de setembro de 2019 
  64. https://www.terra.com.br/amp/esportes/warner-anuncia-fim-de-servico-de-streaming-dentro-da-tnt-sports-entenda,3b51ae6643eaba621e51a7ad693a32bcrvazql5e.html
  65. «WarnerMedia Expands Kids & Family Offerings on Cartoon Network and HBO Max Under New Tagline Redraw Your World» (em inglês). WarnerMedia. 17 de fevereiro de 2021. Consultado em 17 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 17 de fevereiro de 2021 
  66. «HBO Max: From DC to 'Sesame Street,' These Are All the Content Hubs on the Streaming Service». Cheat Street (em inglês). 28 de maio de 2020. Consultado em 26 de março de 2022. Cópia arquivada em 26 de março de 2022 
  67. «HBO MAX E CARTOONITO TRAZEM O CONTEÚDO DA VILA SÉSAMO». Pai de Verdade. Consultado em 26 de março de 2022. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2023 
  68. «HBO Max Adds Promare, Ride Your Wave, Re:Zero, 'Night is Short, Walk on Girl' Anime in January». Anime News Network (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2021 
  69. a b Ramachandran, Naman (10 de fevereiro de 2022). «Sony, WarnerMedia Set Blockbuster Film Deal for HBO Max Central Europe». Variety. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  70. a b «Globo fecha acordo e HBO Max vai exibir novelas e séries da emissora». 24 de novembro de 2021 
  71. Brenda Amador. «HBO Max lanzará los episodios de sus series semanalmente» (em espanhol) 
  72. Santiago, Everaldo (5 de agosto de 2022). «HBO Max remove os próprios filmes originais do catálogo». EPipoca. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  73. Prisco, Luiz (15 de julho de 2022). «Programas de Sandy e Angélica são retirados da HBO Max: veja o motivo». Metrópoles. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  74. Pimentel, Maria (3 de agosto de 2022). «"Batgirl": filme é cancelado pela Warner e fãs criticam o estúdio». Terra. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  75. Andreeva, Nellie (17 de setembro de 2019). «HBO Max Lands 'The Big Bang Theory' Streaming Rights, TBS Extends Cable Window In Mega WarnerMedia Deal». Deadline (em inglês). Consultado em 29 de setembro de 2019 
  76. Hipes, Patrick (29 de outubro de 2019). «HBO Max Sets New Looney Tunes, Hanna-Barbera Cartoons, Robert Zemeckis Hybrid Series 'Tooned Out', More For Kids & Family Slate». Deadline Hollywood (em inglês). Cópia arquivada em 7 de maio de 2020 
  77. «Warnermedia's Streaming Service HBO Max Is Going To Be Jam-Packed With Animation». Cartoon Brew (em inglês). 30 de outubro de 2019. Consultado em 9 de março de 2020. Cópia arquivada em 23 de abril de 2020 
  78. Hayes, Dade (29 de outubro de 2019). «'South Park' Vault And 3 New Seasons Go To HBO Max In Split Deal With Viacom». Deadline (em inglês). Consultado em 30 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2019 
  79. «'Gen:Lock' Renewed for Season 2 as HBO Max, Rooster Teeth Set First Partnership» (em inglês). The Hollywood Reporter. 24 de outubro de 2019. Consultado em 1 de maio de 2020. Cópia arquivada em 24 de abril de 2020 
  80. Katzmaier, David. «Millions of HBO and HBO Now subscribers will get HBO Max for free». CNET (em inglês). Consultado em 30 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2019 
  81. Blumenthal, Eli. «AT&T plans to include HBO Max for free at launch for 10M current subscribers». CNET (em inglês). Consultado em 30 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2019 
  82. Solsman, Joan E. «AT&T wireless, internet customers can get one month of HBO Max free». CNET (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2020. Cópia arquivada em 18 de maio de 2020 
  83. Hayes, Dade (27 de abril de 2020). «HBO Max Sets Apple Deal For Streaming Distribution». Deadline (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2020. Cópia arquivada em 27 de abril de 2020 
  84. Gartenberg, Chaim (27 de abril de 2020). «WarnerMedia expands free HBO Max deal to HBO subscribers who pay through Apple's services». The Verge (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de abril de 2020 
  85. Alexander, Julia (20 de fevereiro de 2020). «HBO and HBO Max are headed to YouTube TV». The Verge (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2020 
  86. Hayes, Dade (20 de maio de 2020). «WarnerMedia Locks HBO Max Distribution Deals With Seven New Partners, From Pay-TV To PlayStation, Xbox And Samsung». Deadline (em inglês). Consultado em 27 de maio de 2020. Cópia arquivada em 20 de maio de 2020 
  87. Keys, Matthew (19 de novembro de 2020). «HBO Max Leaves AT&T at Odds With Amazon and Roku». The Desk. Consultado em 1 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 2 de dezembro de 2020 
  88. Spangler, Todd (15 de dezembro de 2020). «HBO Max Available Directly on Comcast Xfinity Set-Tops». Variety. Consultado em 21 de maio de 2021 
  89. Spangler, Todd (10 de março de 2021). «HBO Max Now Available on Cox Cable TV Set-Tops». Variety. Consultado em 21 de maio de 2021 
  90. «HBO Max Seals Deal With Roku, Making Streaming Distribution Footprint Complete» (em inglês). 16 de dezembro de 2020. Consultado em 16 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2020 
  91. Fung, Brian (9 de novembro de 2018). «Why millions of Dish Network's customers have been cut off from HBO». The Washington Post (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2020 
  92. Hayes, Dade (29 de julho de 2021). «HBO And Dish Network Resolve Nearly 3-Year Carriage Impasse, Firming Up New Deal Including Promo Discounts». Deadline Hollywood. Consultado em 29 de julho de 2021 
  93. oficial: HBO Max llegará a México en junio de este año para sustituir a HBO Go
  94. Confirms Price And Launch Date For HBO Max
  95. Gomes, Nelbert (18 de fevereiro de 2022). «O que é, como funciona e como cancelar HBO Max?». tekimobile.com. Consultado em 1 de abril de 2022 
  96. Spangler, Todd (24 de janeiro de 2024). «HBO Max's Conversion to Max to Hit Latin America, Caribbean in February». Variety. Consultado em 11 de fevereiro de 2024 
  97. HBO and 20th Century Fox renew output deal, Los Angeles Times, 15 de agosto de 2012.
  98. Netflix, HBO to battle for Nordic viewers, Reuters, 16 de agosto de 2012.
  99. HBO Nordic Underwhelms Early Adopters, ArcticStartup, 8 de janeiro de 2013.
  100. Canal Plus firma un acuerdo con HBO para emitir en primicia las mejores películas de la emisora estadounidense, elcorreogallego.es
  101. «HBO Max has a release date to stand up to Netflix». La Vanguardia (em inglês). 21 de abril de 2020. Consultado em 30 de abril de 2020 
  102. «HBO Max arrives in Spain on October 26». ADSLZone (em espanhol). Consultado em 8 de setembro de 2021 
  103. Frater, Patrick (3 de junho de 2021). «Amit Malhotra to Lead HBO Max Rollout in Southeast Asia». Variety. Consultado em 2 de novembro de 2021 
  104. Schilling, Mark (31 de março de 2021). «HBO Max Content to Stream on Japan's U-Next Platform». Variety. Consultado em 5 de abril de 2021 
  105. Servicio de streaming HBO Max ya tiene fecha de estreno
  106. HBO Max: Cuánto costará y cuál será su catálogo
  107. HBO Max estará disponible a partir del 29 de junio en 39 países de América Latina, incluido Ecuador, y el Caribe
  108. Haring, Bruce (3 de junho de 2021). «WarnerMedia Adds Amit Malhotra As Managing Director For HBO Max In Southeast Asia And India». Deadline. Consultado em 4 de junho de 2021