Abrir menu principal
Rudi Glöckner
Nome completo Rudolf Glöckner
Nascimento 20 de março de 1929
Markranstädt, Alemanha
Morte 25 de janeiro de 1999 (69 anos)
Markranstädt, Alemanha
Nacionalidade alemão
Filiação FIFA, UEFA

Rudolf "Rudi" Glöckner (Markranstädt, 20 de março de 1929 - Markranstädt, 25 de janeiro de 1999) foi o primeiro alemão a apitar uma final da Copa do Mundo de futebol quando realizou a final da Copa do Mundo de 1970 entre Brasil e Itália na Cidade do México.

Glöckner, no que era então a Alemanha Oriental, teve uma longa carreira internacional, apitando jogos também nas Olimpíadas de Verão de 1964 em Tóquio e em partidas do Campeonato Europeu de 1976. Ele arbitrou o jogo entre ADO Den Haag e West Ham United na Copa dos Campeões da Europa de 1976. Ele teve que ser escoltado do campo de jogo por 16 policiais quando o País de Gales e a Iugoslávia se encontraram em Ninian Park, Cardiff em 1976, depois que os galeses reagiram violentamente a algumas de suas decisões.[1]

Sua partida mais importante foi a final da Copa do Mundo de 1970 realizada no estádio Azteca, na Cidade do México, em 21 de junho, quando Brasil e Itália se enfrentaram, com vitória brasileira por 4 a 1 em grande apresentação da seleção que tinha Pelé, Rivelino, Tostão, entre outros.[2]

No total, ele arbitrou quatro partidas em dois Jogos Olímpicos e quatro jogos em duas Copas do Mundo.

Referências

  1. «BBC - Press Office - The Great Match». www.bbc.co.uk 
  2. RIBAS, Lycio Velozo (2010). O Mundo das Copas. [S.l.]: Lua de papel. p. 177. ISBN 978-85-6306609-1 


links externosEditar


Precedido por
Gottfried Dienst
Árbitro da Final da Copa do Mundo FIFA
1970
Rudi Glöckner
Sucedido por
Jack Taylor