Abrir menu principal

Superliga Argentina de Futebol de 2018–19

II Superliga Argentina de Futebol
Superliga Quilmes Clásica de Fútbol 2018–19
Logo oficial da competição.
Dados
Participantes 26
Organização Superliga Argentina (AFA)
Anfitrião  Argentina
Período 10 de agosto de 20187 de abril de 2019
Gol(o)s 719
Partidas 325
Média 2,21 gol(o)s por partida
Campeão Racing (18º título)
Vice-campeão Defensa y Justicia
Promovido(s) Copa Libertadores de 2020

Copa Sul-Americana de 2020

Rebaixado(s) San Martín (SJ)
Tigre]
Belgrano
San Martín (T)
Melhor marcador Lisandro López (17 gols)
◄◄ 2017–18 Soccerball.svg 2019–20 ►►

A Superliga Argentina de Futebol de 2018–19 (oficialmente: Superliga Quilmes Clásica 2018–19[1], por conta do patrocínio) é a 90.ª edição (ou 134.º torneio, se contarmos a fase amadora) da primeira divisão profissional do Campeonato Argentino de Futebol e o segundo organizado pela Superliga Argentina, entidade ligada à AFA. A disputa terá o mesmo regulamento dos anos anteriores, ou seja, sistema de pontos corridos em turno único.

A competição começou em 10 de agosto de 2018 e terminou em 7 de abril de 2019.[2] As posições da classificação ao final da disputa foi utilizada na realização da primeira edição da Copa da Superliga Argentina, torneio iniciado imediatamente após a última rodada da Superliga Argentina.[3]

O processo de enxugamento do número de participantes continua. Eram 28 em 2017–18. São 26 neste edição: vinte e quatro que permaneceram da temporada passada e duas que foram promovidas da segunda divisão do ano anterior (Aldosivi e San Martín de Tucumán).

O título foi definido na penúltima rodada: o Racing conquistou o seu décimo oitavo título argentino (nove da era profissional e nove da era amadora),[4][5] após empatar com o Tigre no Monumental Victoria, por 1–1.[6] Campeão, o Racing terminou a temporada com 57 pontos, quatro a mais do que o vice-líder Defensa Y Justicia. O time de Avellaneda somou 17 vitórias, seis empates e apenas duas derrotas. Além do título, também teve o melhor ataque (43 gols marcados) e a defesa menos vazada (16 gols sofridos).[7]

Índice

Como foi na temporada 2017–18Editar

RegulamentoEditar

O campeonato é disputado por vinte e seis clubes em fase única, em apenas um turno, num total de 25 partidas para cada clubes. Será declarado campeão argentino o clube que obtiver o maior número de pontos após as 25 rodadas. Em caso de empate em número de pontos, prevalece o melhor saldo de gols. Ao final da competição, os cinco melhores garantem vaga na Copa Libertadores de 2020, os seis clubes subsequentes se classificam à Copa Sul-Americana de 2020. Haverá quatro rebaixados para a segunda divisão do ano seguinte, que serão definidos com base na média de pontos acumulada por partida nas últimas três temporadas, incluída a atual.[9]

Equipes participantesEditar

Equipe Cidade Estádio Capacidade Em 2017–18
Aldosivi Mar del Plata José María Minella 35 180[10] Campeão da 2ª divisão
Argentinos Juniors Buenos Aires Diego Armando Maradona 24 000[11] 10º colocado
Atlético Tucumán San Miguel de Tucumán Monumental José Fierro 29 200[12] 15º colocado
Banfield Banfield Florencio Sola 34 901[13] 17º colocado
Belgrano Córdoba Julio César Villagra 30 500[14] 13º colocado
Boca Juniors Buenos Aires Alberto J. Armando, "La Bombonera" 49 000[15] Campeão
Colón Santa Fé Brigadier General Estanislao López 37 000[16] 11º colocado
Defensa y Justicia Florencio Varela Norberto Tomaghello 20 000[17] 9º colocado
Estudiantes La Plata Centenario (Quilmes) 30 200[17] 16º colocado
Gimnasia y Esgrima (LP) La Plata Juan Carmelo Zerillo 24 544[17] 23º colocado
Godoy Cruz Godoy Cruz Malvinas Argentinas 42 500[16] Vice-campeão
Huracán Buenos Aires Tomás Adolfo Ducó 48 314[18] 4º colocado
Independiente Avellaneda Libertadores de América 52 000[19] 6º colocado
Lanús Lanús Ciudad de Lanús-Néstor Díaz Pérez 46 619[17] 21º colocado
Newell's Old Boys Rosário Coloso Marcelo Bielsa 42 000[20] 22º colocado
Patronato Paraná Presbítero Bartolomé Grella 22 000[21] 19º colocado
Racing Club Avellaneda Presidente Perón 60 000[22] 7º colocado
River Plate Buenos Aires Antonio Vespucio Liberti, "Monumental de Núñez" 66 269[23] 8º colocado
Rosário Central Rosário Gigante de Arroyito 41 465[24] 20º colocado
San Lorenzo Buenos Aires Pedro Bidegain 47 964[25] 3º colocado
San Martín San Juan Ingeniero Hilario Sánchez 19 000[17] 18º colocado
San Martín (T) San Miguel de Tucumán La Ciudadela 30 500[26] Vice-campeão da 2.ª divisão
Talleres (C) Córdoba Mario Alberto Kempes 57 000[27] 5º colocado
Tigre Victoria José Dellagiovanna 26 282[28] 24º colocado
Unión Santa Fé 15 de Abril 26 000[29] 10º colocado
Vélez Sarsfield Buenos Aires José Amalfitani 49 540[30] 14º colocado

ClassificaçãoEditar

Classificação finalEditar

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Racing (C, Q) 57 25 17 6 2 43 16 +27 Fase de grupos da Copa Libertadores de 2020
2 Defensa y Justicia (Q) 53 25 15 8 2 33 18 +15
3 Boca Juniors (Q) 51 25 15 6 4 42 18 +24
4 River Plate (Q) 45 25 13 6 6 42 21 +21 Segunda fase da Copa Libertadores de 2020
5 Atlético Tucumán (Q) 42 25 12 6 7 36 29 +7 Copa Sul-Americana de 2020
6 Vélez Sarsfield (Q) 40 25 11 7 7 34 25 +9
7 Independiente (Q) 38 25 10 8 7 35 28 +7
8 Unión de Santa Fé (Q) 36 25 9 9 7 29 24 +5
9 Tigre (R) 36 25 9 9 7 39 42 −3 Inelegível para qualificação internacional [b]
10 Huracán (Q) 35 25 9 8 8 28 28 0 Copa Sul-Americana de 2020
11 Lanús 34 25 9 7 9 27 32 −5
12 Talleres (C) 33 25 9 6 10 25 24 +1
13 Aldosivi 33 25 9 6 10 21 24 −3
14 Godoy Cruz 32 25 9 5 11 23 30 −7
15 Newell's Old Boys 29 25 7 8 10 26 23 +3
16 Banfield 29 25 6 11 8 27 31 −4
17 Estudiantes de La Plata 29 25 7 8 10 21 25 −4
18 Gimnasia y Esgrima (LP) 29 25 8 5 12 21 32 −11
19 Patronato 26 25 7 5 13 29 37 −8
20 Rosário Central 26 25 6 8 11 16 26 −10
21 San Martín de San Juan (R) 25 25 6 7 12 24 34 −10
22 Belgrano (R) 24 25 4 12 9 16 23 −7
23 San Lorenzo [a] 23 25 3 14 8 21 30 −9
24 Colón 23 25 4 11 10 21 33 −12
25 San Martín de Tucumán (R) 23 25 4 11 10 25 38 −13
26 Argentinos Juniors 22 25 5 7 13 15 28 −13
Fonte: AFA, SAF e GE
Regras para classificação: 1) pontos; 2) play-off (aplicável apenas caso precise decidir o campeão); 3) Saldo de gols; 4) Gols marcados; 5) Pontos ganhos no confronto direto; 6) Saldo de gols no confronto direto; 7) Gols marcados no no confronto direto.[31][32]
(C) Campeão; (Q) Qualificado para a fase indicada; (R) Descendido.

Notas:

  • [a] O Tribunal de Disciplina do Campeonato Argentino confirmou na segunda-feira, 25 de março de 2019, que o San Lorenzo perderá seis pontos ao final da temporada e não poderá contratar jogadores na próxima janela de transferências devido a "irregularidades" contratuais. De acordo com o comunicado oficial da Superliga Argentina, o ‘Ciclón falhou no prazo para inscrever novos jogadores e não informou a AFA em tempo hábil’.[33][34][35][36][37][38]
  • [b] Obedecendo ao artigo 13.1 do Regulamento da Superliga de 2018–19, o Tigre (9º colocado) perderá sua vaga para a Copa Sul-Americana de 2020, pois, terminou o campeonato na zona do rebaixamento. Sua vaga vai ser ocupada pelo Huracán, que ficou na 10ª posição, ou seja, o primeiro clube fora da zona de classificação.[39]

RebaixamentoEditar

Haverá quatro rebaixados para a segunda divisão da próxima temporada, que serão definidos com base na média de pontos acumulada por partida nas últimas três temporadas, incluída a atual.[31]

Pos. Equipe 16–17 17–18 18–19 Pts. J Promédio
1 Boca Juniors 63 58 51 172 82 2.098
2 Racing 55 45 57 157 82 1.915
3 Defensa y Justicia 49 44 53 146 82 1.78
4 River Plate 56 45 45 146 82 1.78
5 Independiente 53 46 38 137 82 1.671
6 Godoy Cruz 43 56 32 131 82 1.598
7 San Lorenzo [c] 53 50 23 126 82 1.537
8 Talleres (C) 42 46 33 121 82 1.476
9 Estudiantes (LP) 56 36 29 121 82 1.476
10 Banfield 54 35 29 118 82 1.439
11 Vélez Sarsfield 37 38 40 115 82 1.402
12 Lanús 50 29 34 113 82 1.378
13 Colón 49 41 23 113 82 1.378
14 Huracán 29 48 35 112 83 1.366
15 Atlético Tucumán 33 36 42 111 82 1.354
16 Unión 32 43 36 111 82 1.354
17 Aldosivi 33 33 25 1.32
18 Newell's Old Boys 49 29 29 107 82 1.305
19 Rosário Central 44 32 26 102 82 1.244
20 Argentinos Juniors 41 22 63 52 1.212
21 Gimnasia y Esgrima (LP) 43 27 29 99 82 1.207
22 Patronato 34 33 26 93 82 1.134
23 Tigre 31 24 36 91 82 1.11
24 San Martín (SJ) 33 33 25 91 82 1.11
25 Belgrano 26 40 24 90 82 1.098
26 San Martín (T) (R) 23 23 25 0.92
Rebaixado à segunda divisão de 2019–20

Nota:

  • [c] O Tribunal de Disciplina do Campeonato Argentino confirmou na segunda-feira, 25 de março de 2019, que o San Lorenzo perderá seis pontos ao final da temporada devido a "irregularidades" contratuais.

Fonte: AFA

ResultadosEditar

As equipes jogam contra todas as outras equipes uma vez (em casa ou fora), num total de 25 rodadas.[2]

Casa \ Fora ALD ARG ATU BAN BEL BOC COL DYJ EST GLP GOD HUR IND LAN NOB PAT RAC RIV ROS SLO SMA SMT TAL TIG UNI VEL
Aldosivi 1–4 2–0 1–1 3–0 0–1 0–0 2–1 1–0 1–3 2–2 1–0 2–0 0–2
Argentinos Juniors 1–2 0–0 0–1 2–1 0–0 0–2 2–0 0–2 0–2 0–2 0–1 0–0
Atlético Tucumán 1–0 0–0 2–1 4–1 4–2 0–0 2–2 0–1 2–1 2–3 0–0 3–0
Banfield 0–1 1–2 0–2 1–0 2–2 1–1 0–0 1–1 1–0 1–1 2–0 1–1
Belgrano 1–3 1–1 1–1 2–1 2–0 1–0 0–1 0–0 3–0 0–0 0–0 1–2 0–0
Boca Juniors 1–2 2–0 3–1 2–0 2–1 1–0 0–2 0–0 3–0 1–0 4–1 3–0
Colón 2–0 0–1 1–1 1–1 3–1 1–0 1–1 1–0 1–1 0–0 2–2 0–0
Defensa y Justicia 2–1 1–1 3–2 1–1 0–1 3–0 1–1 1–0 2–0 2–1 1–1 3–2
Estudiantes de La Plata 0–2 1–1 2–0 1–0 2–2 1–1 1–0 1–0 1–0 1–1 0–1 1–2
Gimnasia y Esgrima (LP) 1–0 2–1 3–2 0–1 1–0 2–2 1–0 1–0 0–3 1–1 0–2 0–2 3–1
Godoy Cruz 2–0 1–0 0–1 1–0 1–1 0–2 2–1 2–1 0–4 0–0 1–0 3–2 0–2
Huracán 0–0 2–0 3–0 0–0 3–2 1–1 0–1 2–1 0–0 2–1 1–3 1–3 1–1
Independiente 2–0 2–1 0–1 3–0 0–1 3–1 1–3 4–0 1–1 0–0 2–1 2–1
Lanús 0–1 3–1 1–0 2–2 2–0 0–1 1–0 3–1 0–1 1–5 2–0 1–1 2–1
Newell's Old Boys 2–0 1–2 1–1 0–0 3–1 2–2 2–0 1–0 0–0 3–0 1–2 2–0
Patronato 0–0 2–1 3–0 0–0 2–0 0–2 1–0 1–2 0–3 2–1 3–3 2–1 3–3
Racing 0–0 1–0 2–2 1–1 1–0 3–0 3–1 1–0 2–0 2–1 1–0 1–0 2–0
River Plate 1–0 0–0 0–0 0–1 3–1 3–0 4–2 1–3 2–0 4–1 2–1 2–3 1–2
Rosário Central 0–0 1–0 0–0 1–1 0–1 2–1 1–2 1–1 0–1 1–0 2–0 0–2 0–4
San Lorenzo 2–3 0–2 1–1 1–1 0–0 0–0 2–2 1–1 3–2 1–1 2–1 0–1
San Martín de San Juan 2–3 1–3 0–4 0–1 3–0 0–0 1–2 1–1 1–0 2–1 2–0 3–1
San Martín de Tucumán 0–0 1–1 0–0 1–4 0–0 1–2 1–1 1–2 0–3 2–1 0–0 2–0 1–1
Talleres (C) 0–0 3–1 3–0 2–0 1–0 0–0 1–3 0–2 0–1 0–0 1–3 1–1
Tigre 2–1 4–4 1–0 1–3 0–2 1–1 2–1 1–1 2–2 2–2 2–2 2–2
Unión de Santa Fé 1–0 3–0 0–1 1–3 0–0 1–0 0–3 3–0 0–0 2–2 1–1 2–1 0–2
Vélez Sarsfield 2–0 2–0 1–1 1–0 1–1 1–0 4–0 2–0 1–2 2–0 0–0 1–0 1–2
Fonte: AFA, SAF e GE
Cores: Azul = vitória da equipa da casa; Amarelo = empate; Vermelho = vitória da equipa visitante.

PremiaçãoEditar

Campeonato Argentino de 2018–19
Superliga Argentina
 
Racing Club de Avellaneda
Campeão
(18º título)

EstatísticaEditar

ArtilheiroEditar

Jogador Clube Gols
  Lisandro López Racing 17
  Emmanuel Gigliotti Independiente 12
  Luis Miguel Rodríguez Atlético Tucumán / Colón 11
  Federico R. González Tigre
  Matías Rojas Defensa y Justicia 10

Fonte: AFA

Números finais da temporadaEditar

Ver tambémEditar

Notas e referências

Notas

Referências

  1. «Quilmes, nuevo sponsor principal de la Superliga». Ambito. Consultado em 12 de março de 2019 
  2. a b «Fixture de la Superliga 2018/19». www.afa.com.ar. Consultado em 12 de março de 2019 
  3. De 2018, 19 De Julio. «Así se jugará la Copa de la Superliga, el nuevo torneo del fútbol argentino». Infobae (em espanhol). Consultado em 12 de março de 2019 
  4. www.saf.com.ar. «¡Racing es campeón!». Superliga Argentina de Fútbol (em espanhol). Consultado em 1 de abril de 2019 
  5. «Racing se consagró campeón». www.afa.com.ar. Consultado em 1 de abril de 2019 
  6. «Aguante, la Acade! Racing empata com Tigre e garante seu 18º título argentino da história». Globoesporte. Consultado em 1 de abril de 2019 
  7. Palumbo, Bia (8 de abril de 2019). «Campeonato Argentino: veja os resultados dos jogos após a 25ª rodada». Torcedores.com. Consultado em 8 de abril de 2019 
  8. a b c d e f g h i Lima, Marcos Paulo (14 de agosto de 2018). «Guia do Campeonato Argentino 2018/2019: 10 motivos para você não perder a Superliga». Blog Drible de Corpo. Consultado em 12 de março de 2019 
  9. «tabela | campeonato argentino». globoesporte.com. Consultado em 12 de março de 2019 
  10. «Estadio José María Minella | Sitio Oficial del Municipio de General Pueyrredon». www.mardelplata.gob.ar. Consultado em 12 de março de 2019 
  11. «El Estadio - AAAJ». www.argentinosjuniors.com.ar. Consultado em 12 de março de 2019 
  12. «Monumental José Fierro - Historia del Club Atlético Tucumán - El deca - decano - DecaWeb». www.decaweb.com.ar. Consultado em 12 de março de 2019 
  13. «Estadio | Club Atlético Banfield». clubabanfield.org. Consultado em 12 de março de 2019 
  14. «Estadio ¨Julio César Villagra¨ | Club Atlético Belgrano - Sitio Oficial». www.belgranocordoba.com. Consultado em 12 de março de 2019 
  15. «La Bombonera | El club». La Bombonera | El club (em espanhol). Consultado em 12 de março de 2019 
  16. a b «Sedes». www.copaargentina.org. Consultado em 13 de março de 2019 
  17. a b c d e «Locais - Campeonato Argentino - Argentina - Results, fixtures, tables and news - Soccerway». br.soccerway.com. Consultado em 13 de março de 2019 
  18. «Estadio Tomas Adolfo Ducó – C. A. Huracán». cahuracan.com. Consultado em 13 de março de 2019 
  19. «· Independiente». C. A. Independiente (em espanhol). 31 de dezembro de 1970. Consultado em 13 de março de 2019 
  20. «Club Atlético Newell's Old Boys | Sitio Oficial del club más grande del interior | El Club | Sedes > Estadio Marcelo A. Bielsa». www.newellsoldboys.com.ar. Consultado em 13 de março de 2019 
  21. «Club Atlético Patronato de la Juventud Católica». www.promiedos.com.ar. Consultado em 13 de março de 2019 
  22. «Estadio Presidente Perón». Racing Club - Sitio Oficial (em espanhol). Consultado em 13 de março de 2019 
  23. Plate, Club Atletico River. «El Monumental». caRiverPlate.com.ar (em espanhol). Consultado em 13 de março de 2019 
  24. «Club Atlético Rosario Central | Sitio Oficial». Club Atlético Rosario Central. Consultado em 13 de março de 2019 
  25. «C. A. San Lorenzo de Almagro». C. A. San Lorenzo de Almagro (em espanhol). Consultado em 13 de março de 2019 
  26. «La Ciudadela | Club A. San Martín | Sitio Oficial» (em espanhol). Consultado em 13 de março de 2019 
  27. Estadio Mario Alberto Kempes en la página oficial de la provincia de Córdoba
  28. «Estadio | Club Atlético Tigre | Sitio Oficial». catigre.com.ar. Consultado em 13 de março de 2019 
  29. «Estadio 15 de Abril». Club A. Unión (em espanhol). Consultado em 13 de março de 2019 
  30. «Estadio José Amalfitani / Vélez Sarsfield». C. A. Vélez Sarsfield (em espanhol). Consultado em 13 de março de 2019 
  31. a b «Reglamento de Competencia» (PDF). AFA (em espanhol). Consultado em 12 de março de 2019 
  32. «Reglamento General AFA» (PDF). AFA (em espanhol). Consultado em 12 de março de 2019 
  33. www.saf.com.ar. «Fallo del Comité contra San Lorenzo». Superliga Argentina de Fútbol (em espanhol). Consultado em 27 de março de 2019 
  34. «Tribunal confirma perda de pontos do San Lorenzo no Campeonato Argentino». esporte.uol.com.br. Consultado em 27 de março de 2019 
  35. Takacs, Rafael (22 de março de 2019). «San Lorenzo é punido com a perda de seis pontos na Superliga Argentina». Futebol Latino. Consultado em 27 de março de 2019 
  36. «Lanterna do Argentino, San Lorenzo perde 6 pontos por irregularidades». www.bol.uol.com.br. Consultado em 27 de março de 2019 
  37. «Rival do Palmeiras na Libertadores é punido com perda de pontos – Jovem Pan Online». Rival do Palmeiras na Libertadores é punido com perda de pontos – Jovem Pan Online. 25 de março de 2019. Consultado em 27 de março de 2019 
  38. Girardon, Gabriel (22 de março de 2019). «Próximo adversário do Palmeiras na Libertadores, San Lorenzo é punido no Argentino e não poderá contratar». Torcedores.com. Consultado em 27 de março de 2019 
  39. «Com aplausos para vice e festa no Cilindro, campeão Racing empata com Defensa y Justicia». Globoesporte. Consultado em 8 de abril de 2019 
  40. www.saf.com.ar. «Los festejos del campeón». Superliga Argentina de Fútbol (em espanhol). Consultado em 8 de abril de 2019 
  41. a b c d «Com aplausos para vice e festa no Cilindro, campeão Racing empata com Defensa y Justicia». Globoesporte. Consultado em 8 de abril de 2019 
  42. a b «HTML Center». www.afa.com.ar. Consultado em 8 de abril de 2019 
  A Wikipédia tem os portais:

Ligações externasEditar