Violeta Santos Moura

Fotojornalista portuguesa

Violeta Santos Moura (Vila Real), é uma fotojornalista portuguesa considerada pela revista Time como uma das "34 Mulheres Fotojornalistas a Seguir".

Violeta Santos Moura
Nascimento 1983
Vila Real
Cidadania Portugal
Alma mater
Ocupação fotojornalista
Página oficial
https://www.violetamoura.eu

PercursoEditar

Violeta Santos Moura em Vila Real de Trás-os-Montes. [1][2][3]

Estudou design gráfico na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto e fez o mestrado em jornalismo pelo instituto IL3-UB da Universidade de Barcelona. [4][5]

Em 2011 trabalha como correspondente freelancer para a Agência Lusa em Telavive e Jerusalém, cobrindo a atualidade do conflito israelo-palestiniano. Durante esse período começa também a aprender fotografia digital para acompanhar as suas entrevistas escritas. De 2012 até 2015 trabalha na área de televisão em Telavive ao mesmo tempo que dedica o seu tempo livre a projetos de fotografia documental na região de Israel e Palestina. É em 2015 que publica a primeira reportagem fotográfica na imprensa internacional. O trabalho de fotografia documental Breaking Their Silence, sobre o conflito entre Israel e Palestina, valer-lhe-ia reconhecimento internacional em 2017 pela revista Time que a inclui na sua seleção de "34 Mulheres Fotojornalistas a Seguir" [6][1][7].

Ao longo da sua carreira fotojornalística tem publicado em vários meios de comunicação, nomeadamente Agência Reuters, Al Jazeera, El País, The Guardian, The International Business Times, Il Reportage, Haaretz, Newsweek, entre muitos outros [8][9][10][1][11][12][13].

É membro do colectivo Women Photograph. [14]

ReconhecimentoEditar

2017 - A revista Time colocou-a na lista '34 Female Photographers to Follow' (34 Mulheres Fotojornalistas a Seguir) [7][15][16]

2017 - O município de Vila Real distinguiu-a com a Medalha de Mérito de Prata [17]

2019 - Recebeu uma bolsa da Fundação Kim Wall, criada em homenagem à jornalista assassinada num submarino [18]

2021 - Recebeu uma bolsa do Fundo de Emergência criado pela National Geographic Society para projetos jornalísticos sobre a pandemia de COVID-19 [19]

Ligações ExternasEditar

ReferênciasEditar

  1. a b c «Violeta Santos Moura – National Geographic Exodus Aveiro Fest» (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  2. Maia, Ana Marques. «Ser mulher ainda é uma desvantagem no mundo masculino do fotojornalismo». PÚBLICO. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  3. MIMA (13 de março de 2017). «Fotojornalista portuguesa entre as 34 mulheres que devemos seguir.». MIMA Museu Internacional da Mulher (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  4. Maia, Ana Marques. «Ser mulher ainda é uma desvantagem no mundo masculino do fotojornalismo». PÚBLICO. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  5. «Fotojornalista Violeta Santos Moura distinguida pela revista Time - Clube Português de Imprensa». www.clubedeimprensa.pt. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  6. «Fotojornalista Violeta Santos Moura distinguida pela revista Time - Clube Português de Imprensa». www.clubedeimprensa.pt. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  7. a b «The 34 Female Photographers You Should Follow Right Now». Time. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  8. «Violeta Santos Moura | Al Jazeera News». www.aljazeera.com (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  9. «Spirit Me Away: The Women And Girls Lost To Trafficking In Nepal». https://theyouthtimes.com/ (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  10. MIMA (13 de março de 2017). «Fotojornalista portuguesa entre as 34 mulheres que devemos seguir.». MIMA Museu Internacional da Mulher (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  11. Moura, Violeta Santos (14 de dezembro de 2018). «Poland's deadly addiction to coal – in pictures». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  12. PAÍS, Ediciones EL. «Artículos escritos por Violeta Santos Moura». EL PAÍS (em espanhol). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  13. «Crecen las desapariciones de mujeres y niños en Nepal - IWMF». www.iwmf.org. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  14. «Women Photograph -- Europe 2». Women Photograph (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  15. Lusa. «Fotojornalista portuguesa entre as 34 mulheres que devemos seguir». PÚBLICO. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  16. Maia, Ana Marques. «Ser mulher ainda é uma desvantagem no mundo masculino do fotojornalismo». PÚBLICO. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  17. «Tiago Monteiro e enfermeiro herói em Londres homenageados». Diário de Trás-os-Montes. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  18. «Violeta Moura: ″A morte da Kim Wall foi um 11 de Setembro no jornalismo″». www.jn.pt. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  19. Society, National Geographic. «Project Map: National Geographic Society's Emergency Fund for Journalists». National Geographic Society (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2021