Abrir menu principal

Wikipédia Discussão:Pedidos a verificadores/Érico

Discussão

@EVinente, Marcelo Victor, RadiX e Teles: Apenas poderei responder ao que sou denunciado quando encaminharem o diálogo completo das denúncias que fizeram. Na checkwiki o utilizador RadiX publicou recortes e mais recortes onde é visível a falta de contexto, o que deixa tudo ainda mais suspeito. Érico (fale) 14h52min de 7 de março de 2017 (UTC)

@EVinente, Marcelo Victor, RadiX e Teles: É interessante saber que a extensa discussão não incluiu a parte mais interessada dessa história, que é a defesa. Foram ouvir até stewards e a WMF quando se recusaram por uma semana a me ouvir. Vocês simplesmente receberam recortes e mais recortes de conversas privadas que tive com Darwinius, onde o uso de deboches é flagrante, não checaram a veracidade do que foi afirmado, não ouviram minha defesa, mas, mesmo assim, chegaram a esta conclusão e a publicaram faltando poucas horas do meu pedido de renovação ser encerrado? Fascinante. Como diria o outro em todos os e-mails que me envia, continuação de bom trabalho. Érico (fale) 15h36min de 7 de março de 2017 (UTC)

@Érico:, vamos direto ao ponto principal;
  1. Aqueles Screenshots da conversa entre você e o Darwinius são falsificados? Mvictor Fale 18h48min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Marcelo Victor: Antes de bisbilhotar na vida privada dos outros, vamos ao ponto realmente principal. Qual é exatamente a acusação aqui?
  • A história de uso de outra conta está desmentida no próprio texto.
  • Solicitações não violam nenhuma regra.
Então, antes de exigir dados da vida privada, que não tem nenhuma autoridade para fazer, pode esclarecer a que é que se deve tudo isto? Ou pretendem postar uma wall of text sem nenhum embasamento, sem nenhuma prova, sem nenhum diff e sem nenhuma acusação e estão à espera que a comunidade engula? Quintal 18h54min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Antero de Quintal: tudo isso deve-se a uma denuncia feita por um outro editor, que não é mais e nem menos importante que você ou eu neste projeto. Nesta denuncia ele mostrou uma conversa com outro editor, onde era mencionado o uso ilegal de uma outra conta para fins ilícitos. Simples, fácil e sem complicação. Mvictor Fale 19h10min de 7 de março de 2017 (UTC)
Então prove que o que esse editor alega é verdade e demonstre que regras é que foram violadas. Isso do uso ilícito já foi desmentido por uma verificação. O que é que mais pretende? Quintal 19h13min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Marcelo Victor: As perguntas que requerem resposta devem partir de você, que está aqui acusando sem provas, sem indicar quais regras foram violadas, e ainda sugerindo bloqueios e desnomeações. Explique-se. Érico (fale) 19h05min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Érico:, não subestime a capacidade de compreensão de seus colegas, vc sabe muito bem o teor da denuncia, esta la na checkwiki, a denuncia que partiu do Darwinius esta la, vc tem acesso, cabe a você provar que ele esta mentindo, quem tem que se explicar é você. Mvictor Fale 19h10min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Marcelo Victor: Justamente por eu saber muito bem o teor da denúncia posso afirmar que não há ali violação de regra alguma. Os próprios diálogos que ali constam sequer podem ser usados como prova. E não, quem deve explicações aqui é você e sua tentativa de linchamento sem provas que indiquem violações de regras. Érico (fale) 19h15min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Érico: então você afirma categoricamente que o texto enviado pelo Darwinius contem inverdades e que você não disse o que estava la? Que os screenshots foram adulterados ou manipulados para dar entender o uso ilícito de outra conta? Mvictor Fale 19h26min de 7 de março de 2017 (UTC)
@Marcelo Victor: Enquanto você se recusar a dizer quais regras violei, e como, me recuso a dizer exatamente qual é a acusação. É impossível saber a veracidade do que ali se afirma. Eu bloqueei Darwinius de meu Facebook há meses e, com isso, as conversas foram apagadas automaticamente. Segundo, se ainda assim achar aqueles diálogos verdadeiros, prove como violei regras. Isso cabe a vocês, e não a mim. Érico (fale) 19h32min de 7 de março de 2017 (UTC)

───────────────────────── As violações Érico estão claras pros olhos de quem lê aquilo. As solicitações nem foram o que chamou a nossa atenção (por mim, é mais uma reprovação moral do que de política mesmo), mas sim o que você declarou lá. Que iria boicotar a votação do colega se ele não mudasse de voto (clara ameaça), o que de fato aconteceu mesmo segundo os diffs da sua votação de checkuser. E também de "amar a Belanidia", de que ela deu a conta virtualmente para você. Foi isso que chamou a atenção para as violações das políticas. Sobre você dizer que "ah, fiz solicitação porque outros fizeram contra mim.", deixo uma pequena opinião minha: não se combate fogo com gasolina. Como o Marcelo Victor, já falou anteriormente, você que tem que dizer que tudo o que foi conversado ali com o Darwinius, não passou de brincadeira, pois para nós, foi tudo, menos uma brincadeira. PS: Os bloqueios no Facebook não apagam de ambos as conversações de forma automática, como a própria ajuda do Facebook o define aqui Edilson Vinentefale comigo 19h59min de 7 de março de 2017 (UTC)

@EVinente: Falso. Releia o link que indicou antes de afirmar coisas que não sabe. E, me desculpe, mas sua opinião quanto ao que é ou não ético é relevante porquê? O que vocês acham como ético ou não ético viraram regra e eu não fiquei sabendo? Mas, vamos lá, você ainda não entendeu. O que está acontecendo aqui é digno da inquisição. Apresentaram, em conjunto, um texto opinativo em que não se é comprovado a violação de nenhuma regra e que não é corroborado pela existência de provas concretas e inequívocas, diffs, análises comportamentais, dados de verificações, etc. O único dado aqui, que é o da verificação, aponta o contrário: que a acusação de compartilhamento de contas é falsa. Porquê citaram este item, se ele é comprovadamente falso? Para disseminar desconfianças e dar uma aparência de ser verdadeiro? Cadê a prova de que violei regras? Na checkwiki eu não vi nenhuma, apenas uma série de recortes e mais recortes, altamente duvidosos e questionáveis. Solicitar participação virou crime? Vocês decidiram isso quando? Vocês levam adiante investigações com provas tão fracas como esta e ainda se acham no direito de exigir defesas ou ficarem irritados quando são questionados. Isso se chama disseminação de desconfiança e, por enquanto, já conta com a digital de quatro verificadores. Érico (fale) 20h04min de 7 de março de 2017 (UTC)
O que é falso, Érico? A ajuda do Facebook? A verificação feita pela WMF Support and Safety não apontou relação técnica das contas, mas indicou que a conta da Belanidia estava utilizando proxy, e sabemos muito bem o que o uso de proxy significa. Vou repetir, não foi a solicitação que motivou isso, mas as ameaças que você disse e também sobre o uso da conta da Belanidia, tudo declarado por você. Então, sua palavra não vale de nada, que costumas "brincar" off-wiki com os assuntos aqui? Pois não há indicações de que as capturas de tela foram fraudadas. Edilson Vinentefale comigo 20h10min de 7 de março de 2017 (UTC)
@EVinente: Me desculpe, mas o que afirma não tem o menor sentido. O que eu tenho a ver se Belanidia usa ou não proxys? O que você tem a ver com isso? O que isso prova? Quer verificar minha conta novamente você próprio? Sinta-se à vontade! Mesmo que ache aqueles recortes verdadeiros, você já conversou comigo? Sabe como me comporto e me relaciono com as pessoas? Ou eu devo evitar sarcasmos e ironias porque o senhor não acha certo? Mesmo que você ache aqueles recortes sem contexto e questionáveis verdadeiros, poderia provar especificamente como violei regras na WP-PT? Diffs, análises comportamentais, resultados de verificação, indicações e provas de violação de regras. Tem? Cadê? Lembrando que solicitar votos é permitido e eu não tenho nenhum interesse em saber o que você acha ou não ético. Seja específico. Aponte violações de regras e onde as violei. A propósito, isso era o mínimo que deveria ter feito antes de assinar algo que aparentemente não compreendeu. Érico (fale) 20h18min de 7 de março de 2017 (UTC)
@EVinente: Qual editor eu ameacei e o que eu falei? Isso não está nos screenshots, que agora alegam serem verdadeiros. Como me defender se nem eu sei quem é e o que lhe disse? Érico (fale) 22h20min de 7 de março de 2017 (UTC)

  Comentário Nada mais apresentam do que um texto de opinião, cheio de buracos na argumentação, zero evidências, zero provas, zero diffs, baseado unifamente numa queixinha de facebook de um desafeto, desmentido por verificações... e ainda estão à espera que a comunidade engula esta patranha sem questionar todo esse abuso, e à espera que as pessoas "apresentem uma defesa" sem que haja uma acusação. Continuem a sonhar e acendam uma velinha a Nossa Senhora, pode ser que funcione. Quintal 19h28min de 7 de março de 2017 (UTC)

Citação: EVinente escreveu: «As violações Érico estão claras pros olhos de quem lê aquilo. As solicitações nem foram o que chamou a nossa atenção (por mim, é mais uma reprovação moral do que de política mesmo), mas sim o que você declarou lá. Que iria boicotar a votação do colega se ele não mudasse de voto (clara ameaça), o que de fato aconteceu mesmo segundo os diffs da sua votação de checkuser. E também de "amar a Belanidia", de que ela deu a conta virtualmente para você. Então, sua palavra não vale de nada, que costumas "brincar" off-wiki com os assuntos aqui?» WTF. É suposto isto ser uma análise séria? É suposto isto ser uma conclusão de "verificadores"? Adolescentes a discutir briguinhas de facebook? Parece a telenovela das 8. Que pouca vergonha. Nunca vi o estatuto de verificador, outrora reputado, cair tão na lama como nestes dias. Quintal 20h17min de 7 de março de 2017 (UTC)

  Comentário Isto aqui tá virando ridículo. Deixa ver se eu entendi: eu e o Érico nos amamos e partilhamos contas, é isso? Próximo passo é fugir juntos? Alguém vai começar falando sério aqui? Ridículo! BelanidiaMsg 20h36min de 7 de março de 2017 (UTC)

Análise comportamental arrasa as insinuações dos administradores

Análise comportamental

Fiz uma breve análise comportamental entre o Érico e a Belanidia no último ano, principalmente no domínio Wikipédia. Esta análise deita por terra a insinuação dos verificadores de as contas serem usadas pela mesma pessoa. Em praticamente todas as votações ou discussões em que o Érico e a Belanidia participam, o sentido de voto ou opinião deles é radicalmente diferente um do outro.

  • Na 6ª discussão de bloqueio do Braz Leme a Belanidia posiciona-se como neutra, com tendência a ser contra, apesar do bloqueio ter origem num insulto do Braz Leme ao Érico. Ainda mais estranho, depois da Belanidia se pronunciar, o Érico faz notar a estranheza de ela ter aparecido ali depois de um mês sem editar.
  • A Belanidia continua a mostrar interesse por manter em PE artigos mínimos ou de notoriedade duvidosa, coisa que o Érico sempre foi contra, como aqui, aqui, aqui ou aqui.
  • Entre agosto de 2016 e janeiro de 2017 a Belanidia quase não edita, à exceção de três edições nos artigos língua de sinais, deficiência auditiva e cão de assistência. Estes temas são claramente o principal tópico de interesse da Belanidia no projeto, por óbvios motivos pessoais, e não há qualquer dúvida que tenha sido ela a editar.

Eu de manhã até estava convencido que o Érico realmente tinha usado a conta da Belanidia, principalmente após aquele email da WMF. Até que fiz esta análise simples. Demorei um quarto de hora a fazer. Qual foi a dificuldade dos verificadores em fazer isto antes de jogarem o nome das pessoas na lama? Não encaixava na narrativa de pré-condenação do Érico? Está claríssimo que a conta Érico e Belanidia não são operadas pela mesma pessoa. Está claríssimo que a exposição à WMF ocultou factos. Há aqui muitas explicações que este conjunto de verificadores tem que dar à comunidade. O estatuto, outrora prestigiado, acaba de bater no fundo. Quintal 16h59min de 8 de março de 2017 (UTC)

Como isso prova "arrasadoramente" que não houve compartilhamento de senha quando o proprio Erico disse que houve?—Teles«fale comigo» 17h09min de 8 de março de 2017 (UTC)
Sim, "compartilhou a senha" para votar sistematicamente contra ele próprio. O sock mais parvo de sempre. Invente outra. Vai responder porque é que isto foi ocultado à WMF? Quintal 17h11min de 8 de março de 2017 (UTC)
Pode mostrar onde foi dito que foi pra isso que a senha foi compartilhada? Ou está inventando?—Teles«fale comigo» 17h14min de 8 de março de 2017 (UTC)
Em uma das capturas de tela o próprio Érico afirmou que teve acesso à conta dela. Sei que a Belanidia, por quem tenho simpatia como editora, é uma pessoa real, e já interagi como ela offwiki muito antes de o Érico existir na Wikipédia. E é óbvio que uma análise comportamental não tem como provar ou desmentir as acusações que foram endereçadas sobre partilha de senha: simplesmente não tem relação com o tipo de denúncia. RadiX 17h16min de 8 de março de 2017 (UTC)

Parabéns aos dois pela completa ausência de argumentos e explicações para o facto de isto ter sido ocultado da comunidade e da queixa à WMF. A vossa tese do sock mais burro de sempre que vota constantemente contra o master é imensamente credível. Quintal 17h19min de 8 de março de 2017 (UTC)

Vou acreditar naquilo que dizem em relação ao Érico ter a senha da Belanidia, embora pelo que tenho (não) visto desde que a acusação foi proferida, não haja quaisquer razões para acreditar em vocês... E usou a conta da Belanidia para fazer o quê? Como se vê nos filmes policiais, a primeira coisa a identificar quando há um crime é a motivação e quem é que ganha com ele. O que ganhou o Érico com ter a conta da Belanidia? Quando usou a conta foi para fazer o quê? --Stegop (discussão) 17h22min de 8 de março de 2017 (UTC)
Mesmo que ele não tivesse feito uma única edição com a conta dela, a partilha de senha viola os Termos de Uso da WMF. RadiX 17h26min de 8 de março de 2017 (UTC)
Oi? Então a acusação não se baseava no servidor web proxy? Como é que usou um proxy mas não fez edições? É melhor irem combinar a história antes de continuarem a meter os pés na argola. Quintal 17h28min de 8 de março de 2017 (UTC)
Citação: @RadiX: escreveu: «Mesmo que ele não tivesse feito uma única edição com a conta dela, a partilha de senha viola os Termos de Uso da WMF». Ninguém duvida disso. Mas então porque é que os stewards que ninguém sabe quem são não sugeriram também o bloqueio da Belanidia? --Stegop (discussão) 20h15min de 8 de março de 2017 (UTC)
  • É exatamente por isso que eu gostaria de saber quais foram os stewards envolvidos além do Teles e do Rui. É óbvio que compartilhar a senha para votar sistematicamente contra é, provavelmente, a acusação mais estapafúrdia que eu já vi. Por outro lado, gabar-se de ter feito isso POR ESCRITO é, provavelmente, a maior tolice que um usuário respeitado poderia ter feito, brincadeira ou não. É como dizer que "estuprou" e depois dizer que foi "brincadeira". É fundamental que alguém de fora dê uma olhada nessas "provas". José Luiz disc 22h37min de 8 de março de 2017 (UTC)
Se todas as evidências reais apontam exatamente para o oposto das alegações, porque é que a política de privacidade haveria de ser violada? O Darwin alega que o Érico que lhe disse que tinha a password ou editava com a conta da Belanidia. O Érico diz que isso não passou de uma brincadeira retirada do contexto. Quem tem razão? Não é preciso "ver a conversa". A análise comportamental mostra quem tem razão de forma extremamente clara. Só não vê quem quer forçar outra conclusão. Quintal 23h04min de 8 de março de 2017 (UTC)
Sim. Tendo a concordar contigo e, como disse, se o Érico de fato escreveu uma asneira como essa, ainda que de brincadeira, foi tolo e agora paga um preço alto. José Luiz disc 23h54min de 8 de março de 2017 (UTC)
Não. Mesmo que os screenshots não tenham sido forjados e o Érico tenha mesmo dito isso ao Darwin, ninguém deveria "pagar um preço alto" por uma brincadeira privada. Continuo à espera das explicações dos verificadores sobre porque é que ignoraram evidências avassaladoras que mostram claramente que isso da partilha de conta só podia ser uma brincadeira ou uma coisa manifestamente falsa. Quintal 23h57min de 8 de março de 2017 (UTC)
O preço alto é uma contestação e não uma vontade minha contra ou a favor. A política em geral e a wikipolítica em específico é cheia dessas artimanhas infelizmente. José Luiz disc 00h09min de 9 de março de 2017 (UTC)
Normalmente quem paga o preço alto é quem aposta alto. E aqui houve um all in de quatro verificadores que apostaram toda a sua credibilidade neste caso. O jogo ainda decorrer, mas a mão não lhes está a ser favorável. Precipitaram-se, apresentaram um caso tosco com base em meia dúzia de coisas que se disse no facebook, cheio de falhas na argumentação, praticamente sem evidências e todo assente em feelings. A realidade não lhes está a ser favorável. Solicitações não são proibidas. A questão da belanidia ser um sock está a ser um fiasco monumental com a quantidade de evidências que refutam essa teoria que entretanto apareceram. Estão a ter graves dificuldades em explicar o contexto e o processo. Não houve preparação. Não houve ponderação. Ignoraram todas as evidências que contrariavam o desejo de apresentar um "mega-caso". Há verificadores claramente às aranhas sem saber o que dizer que vacilam em todas as perguntas. Há dezenas de perguntas por responder. Sim. Está tudo em risco. Mas não é para o Érico nem para a Belanidia. Quintal 00h22min de 9 de março de 2017 (UTC)
Não discordo e estou MUITO incomodado com as "evidências" apresentadas e com as respostas que tenho recebido. Mas, aparentemente, o Érico precisará de uma energia gigantesca só para se manter na luta, que é desigual e cruel... Não invejo a posição dele. José Luiz disc 00h56min de 9 de março de 2017 (UTC)

Belanidia

Não sei por que o Érico escreveu o que escreveu, se foi infantilidade ou com o perdão da expressão burrice. Pois certamente este é o tipo de afirmação que coloca em dúvida a honra de terceiros. Não removi meu voto a favor dele por ter dúvidas muito claras que as explicações dadas pelos verificadores não me esclareceram a ponto de me fazer mudar de opinião. Tinha prometido a mim me afastar deste tipo de discussão por absoluta falta de paciência. Porém, me vejo obrigado a dar um depoimento pessoal sobre a Belanidia que conheço desde que entrei na Wikipédia e uma das poucas pessoas com quem conversei ainda no tempo do Windows Live Messenger (para ver como sou antigo) fora do projeto, uma pessoa educada, séria e ética. Por estas conversas eu Fabiano, que usa a conta GRS73 não acredito que ela cederia sua conta a qualquer pessoa. Fabiano msg 18h29min de 8 de março de 2017 (UTC)

@GRS73: Eu nunca disse para ninguém que eu tinha ou tenho a senha de Belanidia ou compartilhei alguma conta com ela - isso é falso. Nunca especifiquei o ano. Nem poderia, pois isso nunca ocorreu. No máximo, brinquei com o fato de ser próximo a ela, tanto que disse, em claríssimo tom de deboche e sarcasmo, que a amava! Jamais faria uma afirmação mentirosa dessa se todos os diálogos fossem sérios. Não é o caso. E qual lógica teria essa história? "O Érico disse para Darwinius que usa a conta da Belanidia desde 2013 e, alguns meses depois, esse mesmo Érico pede o bloqueio e a remoção das ferramentas de Darwinius. Apesar de ter essas supostas "provas" há meses, Darwinius apenas as mostra quando Érico pede a renovação de seu mandato como verificador." Me desculpem, mas as motivações disso aqui estão claras como água.
A propósito, a denúncia não falava em uso de meats? Vocês nem tocaram no assunto... Disseram que ameacei um editor, este o desmentiu (não passou de comentários maldosos de minha parte, peço desculpas), a acusação quanto a compartilhamento de contas é completamente falsa e, por fim, me acusaram de fazer solicitações de participação, enquanto eu próprio já havia dito há tempo. Solicitar não é proibido. Mostrem como subverti o sistema e abusei da WP para provar um ponto de vista. Espero que citem diffs, ações que fiz na WP, análises comportamentais. Diálogos sarcásticos não são prova para nada.
Terceiro, os verificadores estão errando absurdamente ao tratarem desse caso. Quando o esquema Quitinense foi revelado, os verificadores não usaram nenhum e-mail como prova. Eles serviram como início; ou seja, quando eram verdadeiros a análise comportamental comprovava facilmente. E, ainda assim, apenas quando esse e-mails eram sérios e livre de sarcasmo, humor negro, etc. Quarto, todos os e-mails usados para se iniciar uma investigação eram SÉRIOS e seu contexto claramente explícito. Quando eles foram usados para travar as contas por compartilhamento de conta, essas próprias pessoas confessaram direta e seriamente. NINGUÉM foi condenado com base em SARCASMOS e DEBOCHES. O que vocês estão fazendo aqui é radicalmente o oposto. Apresentem provas de que eu violei regras "in wiki". Se acham que não posso ser engraçado com pessoas nas redes sociais, avisem a minha mãe que talvez ela faça alguma coisa. 20h54min de 8 de março de 2017 (UTC)Érico (fale)

Nota de repúdio e chamada à ação efetiva

Deixo aqui meu repúdio à forma com a qual a denúncia original vem sendo ocultada da comunidade geral. Sob a pífia alegação de "proteger dados pessoais," (para isso mesmo inventaram tarja-preta, cára-pálida !! ) montou-se um espécie de "tribunal secreto," do qual a "plebe wikipédica" está completamente excluída, restando-lhe conformar-se a viver no clima de balburdia que se instalou "do lado de fora das muralhas" da checkwiki. De acordo com o estatutário RadiX,48206571] "se o Érico e o Darwin concordarem, pública e expressamente, qualquer dos dois podeira [sic] divulgar os screenshots da conversa." Então, que Érico e Darwinius façam um favor a esse projeto e abreviem a "wikidramaturgia." Muito obrigado, --Usien6 17h36min de 9 de março de 2017 (UTC)

@Usien6: Caro, eu fui na psicóloga hoje e ela recomendou que eu não permita a divulgação de conversas privadas que tive com nenhuma pessoa. Eu, até hoje, tinha dúvidas quanto a permitir ou não, mas os argumentos dela me convenceram: 1) ninguém tem o direito de saber o que falo ou não em minha conta privada do Facebook; 2) permitir a publicação viola minha privacidade; 3) as pessoas não entendem piadas fora de contexto; 4) eu, apesar de gostar da WP, não devo permitir tamanha devassa à minha vida particular e as pessoas deveriam ter respeito por isso; 5) minha privacidade é mais importante do que este site. Portanto, não permito. Eu também tenho outros motivos para não permitir: 1) apago minhas mensagens e é impossível saber a veracidade das mesmas; 2) sei que muitos dos diálogos foram retirados do contexto (que era de brincadeiras / piadas de ambas as partes) com o propósito de comprovarem "crimes". Apesar de Darwinius estar tentando divulgar mensagens que diz serem verdadeiras, eu jamais falarei as piadas que eu lembro que ele fez sobre pessoas deste site, inclusive a forma como se referiu à Belanidia. E preciso esclarecer que em nenhuma investigação, nem mesmo a sobre o esquema Quintinense, foram usadas conversas sarcásticas fora de contexto do Facebook. Isso é inédito. No mais, eu nunca usei ou sabia a senha de Belanidia, nem agora, nem em 2013, e essa história é bizarra: eu, com 16 anos, convenci uma mulher, do outro lado do mundo, a dar sua senha em um site em que ela ama? Isso nunca aconteceu. Agora, creio que será a minha palavra contra a dos acusadores e eu não tenho muitos problemas com isso. A propósito, se fossem ver todas as conversas que já tive com pessoas da Wikipédia e, se considerassem piadas fora de contexto como provas incontestáveis, teriam material para fazerem milhares de investigações. Érico (fale) 18h07min de 9 de março de 2017 (UTC)
Caro @Érico: Respeito sua decisão. Mas, como, então, sairemos do "atoleiro" do "diz-que-me-diz" ?? --Usien6 18h53min de 9 de março de 2017 (UTC)
É muito positivo que apareça mais alguém nesta discussão, principalmente sem receio de ser inconveniente ao dizer o que lhe parece ser uma boa tentativa de resolução deste imbróglio. Se este apelo do Usien6 tivesse aqui aparecido pouco tempo depois do anúncio da acusação — o que, convém lembrar, já foi há mais de 54 horas — provavelmente eu apoiá-lo-ia. No entanto, o Érico está no seu pleno direito de recusar que conversas suas privadas sejam divulgadas, ainda para mais, tendo essas conversas incluído, como é usual em redes sociais, muita galhofa à mistura, que poderão ser consideradas ofensivas por algum(as) dos(as) mencionado(as).
Mas não percebo porque é que o apelo à não ocultação é dirigido apenas a uma das partes!
Em qualquer julgamento, o acusado tem direito ao silêncio e o acusador o dever de apresentar provas. O que se tem visto aqui nas últimas 54 horas não é nada disso. Basicamente, os acusadores pedem-nos que analisemos acusações mal fundamentadas, com incorências que crescem cada vez que os raríssimos "esclarecimentos" surgem, apenas com base na palavra deles. Pessoalmente, até anteontem confiava tanto no Érico como nos acusadores, agora estou confuso sobre o que pensar, mas certamente que não confio nos acusadores pois só quem apresenta histórias mal contadas é que se comporta da forma que eles têm feito ao não esclarecerem seja o que for. --Stegop (discussão) 19h08min de 9 de março de 2017 (UTC)
Caro @Stegop: Esclareço, primeiramente, que minha chamada à ação se dirigiu a ambas as partes e, adiante, que consona com o que já havia declarado48198921] antes. (duas horas após a criação dessa página) A única mudança foi a aplicação de negritos, que é a única forma de ser ouvido na "guerra de baites." (onde o lado que submeter mais caracteres ganha) --Usien6 19h42min de 9 de março de 2017 (UTC)
Caro Usien6. Quando me referi à outra parte foi aos acusadores e não ao denunciante. Questões morais à parte, que não são para aqui chamadas, o que nós comunidade temos o dever de analisar é a lisura do processo, cujas incoerências já foram amplamente expostas e que continuam por esclarecer, e que foi conduzido pelos verificadores. Apesar de parecer claro que houve um ou dois que conduziram e os outros foram atrás, assinando de cruz, o que não deixa de ser grave atendendo ao estatuto que têm. --Stegop (discussão) 21h06min de 9 de março de 2017 (UTC)
Caro @Stegop: E como é que vamos analisar a lisura dum processo que sequer podemos ver? Peço que participe da proposta de consenso que redigi logo abaixo… Att --Usien6 21h12min de 9 de março de 2017 (UTC)
@Usien6: Eu não sei. O que eu lembro de ter falado sobre Belanidia nunca passou de piadas, tanto que disse que a amava. Eu faço piadas sobre editores para várias pessoas, mas isso nunca passou para a Wikipédia. Nunca se tornaram ações reais. Os e-mails e conversas privadas nunca são usadas como prova final para nada. No esquema Quintinense, por exemplo, apenas e-mails sérios e livre de piadas foram usados e, ainda assim, foram usados apenas como início de alguma investigação, não como prova final e absoluta para nada. Nenhuma mensagem do Facebook, onde a falta de contexto é evidente, foi usada para nenhuma investigação feita neste site. Não sei o porquê mudaram o método. Quando existia alguma revelação séria e "bombástica", diferenciais de edição e dados de verificações deixavam isso claramente comprovado - não é como aqui, onde se diz que talvez Belanidia usou proxys e talvez eu possa ter usado. Nunca vi uma investigação séria concluir coisas com base em achismo e ainda impedir que os acusados se defendam previamente antes de ter seus nomes expostos. Até mesmo a questão da solicitação de participação tá completamente equivocada. Eu não comecei a pedir participação apenas quando abri meu pedido de renovação, mas antes disso, para outra pessoa, pois sabia que havia uma campanha que tinha como objetivo que não tivéssemos verificadores locais. Esta pessoa não sabe, nem concordou, mas não acho que isso importe muito já que solicitar é permitido. Disseram que ameacei um editor, este desmentiu e ainda disse que foi coagido por um terceiro para afirmar isso. Só estou esclarecendo o quanto essas conclusões e os meios utilizados estão equivocados. Esta história toda, entretanto, me fez lembrar o quanto não posso fazer brincadeiras ou piadas com pessoas que não conheço. Érico (fale) 19h12min de 9 de março de 2017 (UTC)
@Érico:Disseram que ameacei um editor, este desmentiu e ainda disse que foi coagido por um terceiro para afirmar isso. Não sei onde você foi inventar essa história, mas nem o editor desmentiu coisa nenhuma, nem muito menos disse que foi coagido "por terceiro" a dizer a suposta mentira. O editor confirmou publicamente que você o ameaçou com o boicote da futura eleição dele a oversight, caso ele não mudasse o voto apoiando a sua reeleição, Érico. E isto foi exactamente o que você me disse que lhe tinha feito. Ele realmente disse que a sua ameaça não chegou a ser ameaça física, mas também era o que mais faltava.-- Darwin Ahoy! 19h25min de 9 de março de 2017 (UTC)
Enviei essa confissão do próprio quanto a coação ao verificador que mais confio. Vocês alegaram que eu "ameacei" um editor e ainda acionaram um departamento da WMF que tem como objetivo manter a segurança pessoal de editores. Isso nunca aconteceu. É falso. No máximo, disse-lhe que estava sendo injusto em meu pedido e eu faria o mesmo no dele - talvez com palavras mais agressivas, não lembro. Ou as brincadeiras / exageros que fiz tornaram-se fatos verdadeiros e reais aqui, na Wikipédia? Prove. Érico (fale) 19h29min de 9 de março de 2017 (UTC)
@Érico: Você tem de convir que é bastante estranho que:
  1. Você afirme ter acesso à conta da Belanidia, e de algum modo controlar ou manipular essa conta ou quem a usa;
  2. Em determinada ocasião você diz que "se fez" à Belanídia para ela votar - no caso esse voto até foi em mim próprio, embora sem o meu consentimento e com o meu manifesto desagrado - e ela realmente vota em mim cerca de meia hora depois de falarmos sobre isso;
  3. Com estas e outras eventuais evidências, a WMF procede a uma investigação, e descobre uma conta que edita de um IP único, que ainda por cima é proxy aberta, meses a fio, e que há possibilidade da conta estar sendo usurpada por terceiros.
Eu digo-lhe que até há poucos dias eu nem cogitava sequer a possibilidade de você ter realmente acesso àquela conta, e estava convencido de que não passava de brincadeira e exagero seu, que no máximo você tinha algum tipo de influência sobre ela e a manipularia como meatpuppet, que aliás foi a denúncia que fiz. Mas agora, sinceramente, já não sei o que pensar.
E diga-se de passagem que a "defesa" que a conta Belanidia tem feito nestas páginas não contribuiu em nada para me descansar sobre o assunto, bem pelo contrário. Ainda há menos de um ano a dita conta se empolgou toda por uma acusação muitíssimo mais suave que esta que foi feita aqui, que inclusive pode acarretar o travamento global da conta dela, caso seja provado que houve violação dos termos de uso da WMF. Aqui, é o que se vê. E eu uso o termo "conta" pois depois do que tem sido revelado aqui, já nem tenho a certeza sequer se quem está por detrás dela neste momento ainda é a mesma pessoa que eu conheci há 8 anos quando me juntei a este projecto.-- Darwin Ahoy! 19h56min de 9 de março de 2017 (UTC)
Esta é a prova incontestável e definitiva? Aparentemente você não tem a menor ideia do que é uma confissão séria e o que é uma piada / brincadeira de Facebook fora do contexto. Meu erro nesse caso foi ter permitido que entrasse em contato comigo, pelo Facebook. Mas o que faço fora daqui não importa a ninguém. Não permito que minha privacidade seja violada. Ela é mais importante do que a Wikipédia. Érico (fale) 19h57min de 9 de março de 2017 (UTC)
E vá ler a diferença entre WP:SOL e WP:MEAT antes de afirmar coisas sem sentido. Érico (fale) 20h02min de 9 de março de 2017 (UTC)´
@Érico: Não faço a menor ideia se isso é "a prova incontestável e definitiva", nem me cabe a mim decidir sobre semelhante coisa. Apenas acho estranho quem subiu nos saltos para "limpar a honra de uma década de dedicação ao projecto" por causa duma insinuação boboca acerca de falar tanto pt-pt como pt-br, esteja tão despreocupada num caso em que a honra dela realmente está em jogo, e não pouco.-- Darwin Ahoy! 20h25min de 9 de março de 2017 (UTC)

───────────────────────── A honra da Belanidia está em jogo porquê eu fiz uma brincadeira sobre ela, e ainda usando meu Facebook privado? Érico (fale) 20h28min de 9 de março de 2017 (UTC)

Caro @Érico: Bem, minhas opiniões sobre interação off-wiki já são amplamente conhecidas, dispensando repetições. Sobre a possibilidade de descontextualização das falas, a apresentação de registros integrais pode, talvez, aliviar o problema. Retornando à minha pergunta anterior, me parece que a saída seria suspender as discussões nessa Wikipédia enquanto o assunto estiver na CheckWiki. Att --Usien6 19h42min de 9 de março de 2017 (UTC)
Caro @Usien6: Citação: Mas, como, então, sairemos do "atoleiro" do "diz-que-me-diz" ?? Sairemos com um pedido de desculpas dos verificadores por terem denegrido a imagem de uma pessoa fabricando um caso onde nem sequer conseguem fazer uma acusação de violação das regras. Ou, em alternativa, com a sua resignação em bloco. A política de privacidade da Fundação não é uma coisa pífia. Caso haja revelação de informações pessoais as consequências são sérias. Se o "caso" dos verificadores se resume a forçar pessoas a divulgar informações pessoais, e tudo o que têm é bisbilhotice e graçolas de facebook, há qualquer coisa de muito errado no meio disso tudo. O prazo dos verificadores para apresentar uma acusação minimamente credível e responderem às preocupantes dúvidas da comunidade está-se a esgotar. Parece-me que vai ser muito evidente concluir por um caso gravíssimo e massivo de abuso, que atirou o outrora prestigiado estatuto para o lixo da credibilidade. Quintal 20h03min de 9 de março de 2017 (UTC)

───────────────Então, que os acusadores se retratem e que se encerrem as discussões até que a comunidade da CheckWiki tenha um "veredito," a ser fielmente acatado pela Wikipédia, seja para qual lado pender. (E fica o alerta para que todos se afastem do "tal do Facebuque…") Temos consenso ?? --Usien6 20h29min de 9 de março de 2017 (UTC)

@Usien6: Não percebi porque me mencionou, na sua "nota de repúdio", pois eu já permiti - e tornei isso público - a divulgação do log em que o Érico afirma que a Belanidia lhe deu a conta em 2013. Mas isso não depende somente da minha vontade, e o Érico não autoriza, e eu compreendo e respeito a decisão dele. Mas não pense que vai encontrar ouro ali, o que está lá é exactamente isso que já foi dito, e é em tom de brincadeira como o Érico diz. O contexto em que eu perguntei ao Érico se ele era a Belanidia - ao que ele respondeu afirmativamente, e que tinha acesso à conta desde 2013 - foi o da participação dela na votação votando a favor, coisa que ele já me tinha dito em duas ocasiões diferentes que ela ia fazer; e foi, como se diz, meio a brincar, meio a sério - porque eu já sabia que ele tinha alguma influência sobre aquela conta, desde a minha votação. E é isso tudo o que está lá, não tem nenhum segredo de estado. Não fosse o resultado da verificação ter acusado a existência de um proxy aberto ou webserver de onde a conta edita exclusivamente há meses, e que de facto há probabilidade da conta estar sendo usurpada, eu não atribuiria mais nenhum valor a essas palavras do Érico, além da probabilidade de estar usando essa conta como meatpuppet em votações que, como já disse, foi a denúncia que eu fiz.-- Darwin Ahoy! 20h19min de 9 de março de 2017 (UTC)

Sempre fiz piadas com pessoas que, no Facebook, me perguntavam o porquê de eu ter "tantos conflitos com a Belanidia". Algumas dessas pessoas até sugeriram que esse "conflito com a Belanidia" era "motivado" por eu concordar com algumas das opiniões de Antero sobre o site, enquanto outras disseram que eu só poderia ser "próximo a um deles". Sempre ri (bastante) dessas conclusões. Eu e Belanidia sempre discordamos da "filosofia wiki". Por fim, Darwin, porquê você só apresentou essa "denúncia séria" em meu pedido de renovação, apesar de eu ter brincado com você sobre essa situação há mais de um ano? E WP:SOL não tem nada a ver com WP:MEAT. Pedir para participar de discussões não faz ninguém mudar de ideia. A pessoa só vota quando concorda com aquilo. Eu mesmo já fui solicitado a fazer muitas coisas aqui, mas só faço quando concordo e acho que é o correto a se fazer. Érico (fale) 20h22min de 9 de março de 2017 (UTC)
@Érico: Qualquer que fosse o contexto em que eu formulasse esta acusação seria sempre contestado pelos Anteros e Stegops da vida, que lhe arranjariam mil motivações maléficas, aos quais rapidamente se juntariam Veigas e Shgurs, caso ainda estivessem entre nós. De modo que esta altura foi tão boa como qualquer outra, além de ter o simbolismo da repetição da eleição onde tudo isso se passou, e ser de facto a eleição para o cargo de maior responsabilidade para o projecto, logo era aquela em que a formulação destas acusações seria mais lógica. Além disso, levei tempo a perceber que as suas afirmações nessa conversa eram mais que brincadeiras inconsequentes, e levei ainda mais tempo a decidir-me pela divulgação do conteúdo dos logs. Foi somente no início de Setembro passado, quando você e o resto do bando moveram aquela vendeta contra mim e outros administradores contra os quais teriam qualquer tipo de malquerença - coisa que descobri com surpresa nessa hora - que eu pensei que a coisa tinha ido já longe demais. E nessa altura, inclusive, deixei esses logs com algumas pessoas de minha absoluta confiança, caso fosse necessário justificar uma intervenção no projecto, se a situação continuasse a se descontrolar.
Mas não pense que eu fiquei feliz, ou tirei algum tipo de satisfação nesta denúncia, até porque separo a pessoa que você é aqui na Wikipédia, da pessoa que acredito que você seja realmente, e pela qual tinha realmente alguma simpatia. Aliás, foi em boa parte por lhe ter simpatia, e estar decepcionado, triste e confuso com o quão corrupto e manipulador você tinha demonstrado conseguir ser, que preferi afastar-me do projecto, e até do Facebook em geral por uns tempos depois desses acontecimentos, ao invés de o enxotar de uma vez como fiz com o Antero quando percebi o que a casa gastava.-- Darwin Ahoy! 20h48min de 9 de março de 2017 (UTC)
Caro @Darwinius: Talvez, por lapso meu, não tenha visto sua autorização explícita nesse sentido. De qualquer forma, já está suficientemente explícita, agora. Muito obrigado, --Usien6 20h32min de 9 de março de 2017 (UTC)

@Antero de Quintal: Creio que seria mais útil em vez de estar aqui continuamente a maçar toda a gente com os seus ualovetestes - que eu também sei falar ingrês - fazendo exigências lunáticas, como essa da demissão em bloco dos verificadores, ou ordenando-lhes que lhe mostrem coisas que eles pelas regras jamais poderiam mostrar, se você fosse apresentar as suas queixas e argumentos onde de direito, nos instrumentos que a Fundação tem ao dispor para esse efeito, nomeadamente a Ombudsman Commission. Fica aqui a sugestão.-- Darwin Ahoy! 21h30min de 9 de março de 2017 (UTC)

  Comentário Segundo entendi, afirma-se que o Érico há um ano afirmou que a Belanidia lhe deu a conta em 2013, e que ele usava-a para votar, inclusive nele próprio. Então a minha pergunta é: Por que só agora, um ano depois, esta questão aparece? Pela gravidade deveria ter sido denunciada de imediato. O fato (supostamente) ocorre em 2013 e (supostamente) é tornado público há um ano atrás. Esta é minha indagação. Ricardo Ferreira de Oliveira Diga 21h57min de 9 de março de 2017 (UTC)

@Ricardo Ferreira de Oliveira: Leia o que eu respondi acima ao Érico, que isso está lá tudo bem explicado.-- Darwin Ahoy! 22h32min de 9 de março de 2017 (UTC)
  • @Érico: e colegas. Este caso provavelmente não vai ter fim por que eu duvideodó que a "Fundação" ou a Ombudsman Comission intervenham diretamente aqui. No pedido de intervenção anterior, outro capítulo negro da história desta wiki, o caso era muitíssimo mais robusto e claro e nadica de nada foi feito. Neste caso, compreensão de nuances da língua e de contexto são esperados dos que analisam e jamais encontraremos alguém isento o suficiente lá e que seja falante da língua nativamente (talvez o Defender, como sugeri em outro lugar) para que se tome uma decisão definitiva. Digo isso tudo por que esta "nuvem negra" provavelmente vai ficar pairando eternamente por aqui (como ainda pairam as desconfianças do pedido anterior, até hoje sem resposta definitiva) destruindo o ambiente. Por isso, o que eu sugiro é que esta comunidade passe a discutir qual seria um desfecho desejado para isso tudo, especialmente pelas partes envolvidas (<ironia>É suficiente se o Érico se matar publicamente e salgarmos a terra em cima? </ironia>). Enfim, precisamos de CLOSURE aqui. Na minha opinião, o Érico falou besteira demais em um contexto que não devia e agora vai morrer de agonia tentando a vida toda provar que o nariz de porco não é uma tomada e que <ironia> ele não ama a Belanidia</ironia>.... Uma alternativa seria as partes (todas) aceitarem a decisão de um árbitro escolhido por eles próprios (com ratificação da comunidade?) - obviamente alguém que fale português nativamente. José Luiz disc 22h03min de 9 de março de 2017 (UTC)
    • @Jbribeiro1: Vou-lhe fazer uma perguntinha, responda se souber: Você alguma vez viu alguma prova de que esse suposto e afamado "pedido de intervenção" de 2010 tenha alguma vez sequer existido, excepto nas palavras do steward que fez essa comunicação, o qual, de resto, deixou de ser steward praticamente nesse instante?-- Darwin Ahoy! 22h30min de 9 de março de 2017 (UTC)
@Darwinius: Não me recordo, mas vou atrás disto e volto contigo. Mas, no mesmo ponto, houve ainda outro caso de "pedido de intervenção" e que também não deu em nada. Enfim, esperar a ajuda do povo da Fundação sobre uma micro-confusão nossa aqui é como esperar que o King Kong intervenha na guerra do formigueiro (especialmente por que não houve abuso da ferramenta, que é o que interessa para eles averiguarem - todo o resto é drama). José Luiz disc 00h25min de 10 de março de 2017 (UTC)
Lembrei desse último caso por que cuspi a cerveja rindo ao ler a abertura... "Recuso-me determinantemente a entrar em diálogo com o..." José Luiz disc 00h27min de 10 de março de 2017 (UTC)

Não entendo o motivo de quererem um encerramento em uma discussão que foi aberta há dois dias. Dois dias é mesmo tempo suficiente? Certamente, há usuários que nem tiveram tempo de ler o descrito com calma enquanto há outros que fazem 40 perguntas e exigem pronta resposta. Será que a comunidade não quer discutir por mais tempo. Estranha essa preocupação com o desfecho com tão pouca participação. Eu achei que a comunidade gostaria de discutir sobre isso pra que isso não ficasse apenas com nas mãos dos verificadores. A denúncia foi feita pra ela e não pros verificadores, que de diferente apenas tiveram o acesso às imagens. Não acho que isso esteja perto de acabar e isso não se deve a qualquer demora ou tentativa de ignorar perguntas, como alegam alguns que apenas tentam descredibilizar o trabalho de outros usuários... alguns até envolvidos. Isso se deve ao fato de que a denúncia é recente e diferentes vozes devem ser ouvidas e não de um ou dois que se acham protagonistas de qualquer coisa aqui. Seguem abaixo os ataques pessoais dos usuários, como de praxe, pois, na falta de argumento e com questionamentos primários, não são capazes de enxergar outra alternativa.—Teles«fale comigo» 01h22min de 10 de março de 2017 (UTC)

Vai responder às perguntas ou veio aqui apenas para desviar o foco? Quintal 01h31min de 10 de março de 2017 (UTC)
Não entendi. Você não leu este tópico? Foi sugerido que a discussão fosse encerrada. É sobre isso que estou falando. Explique melhor como estou desviando o foco deste tópico.—Teles«fale comigo» 01h41min de 10 de março de 2017 (UTC)
O foco é exatamente esse. Todos os que assinaram aquele texto lançam boatos sem provas, com omissão de factos e com afirmações duvidosas. E depois atiram esse texto tosco para o meio da comunidade, desaparecendo por dois dias, sem nunca responder às inúmeras questões apresentadas. Mas quando a comunidade se propõe acabar com esta pouca vergonha aparecem do meio do nada apenas para se mostrar "surpreendidos". Portanto, continuando no foco: vai responder às questões? Quintal 01h52min de 10 de março de 2017 (UTC)
Pouca vergonha em sua opinião. Aliás, parabéns pelo belo argumento ao usar ataques pessoais. Você deve ser bom nisso, pois faz constantemente, mas há quem os considere falsos argumentos. Continuo sem entender. Os verificadores tem participado da discussão. Ontem eu e outros participamos. Estou respondendo aos seus fracos questionamentos em outra página, mas você está se enrolando com as palavras.—Teles«fale comigo» 01h58min de 10 de março de 2017 (UTC)
A sua participação está a ser muito positiva e a contribuir realmente para a qualidade do debate, esclarecendo cabalmente a comunidade sobre as graves incoerências e omissões. Quintal 02h01min de 10 de março de 2017 (UTC)
Agradeço. Aguardo comentários sobre o meu questionamento anterior sobre a precocidade do encerramento. Não precisa ser você, que está envolvido. Pelo contrário, até gostaria que outras vozes se pronunciassem mais sem serem prensadas no meio de mensagens dos mesmos. Enquanto isso, estou em outra página respondendo aos seus questionamentos item por item.—Teles«fale comigo» 02h05min de 10 de março de 2017 (UTC)
Estou envolvido em quê? Fui verificado e ninguém me disse? Quintal 02h21min de 10 de março de 2017 (UTC)
Achei ter visto seu nome citado na denúncia. Estou enganado? Inclusive, em trechos em que o Erico assume ter conhecimento de estar fazendo algo errado. Será que é por isso que está tentando desacreditar a investigação? Seria um golpe baixo e extremamente parcial de sua parte. Espero que não.—Teles«fale comigo» 02h30min de 10 de março de 2017 (UTC)
Conversas offline em que eu não participo mencionam que fiz "algo errado"? Epa. Oh diabo. Que regra é que eles dizem que eu infringi? Quintal 02h32min de 10 de março de 2017 (UTC)
Você não se considerar envolvido num caso em que seu nome é citado diversas vezes revela mais sobre seu julgamento do que meu português pode expressar.—Teles«fale comigo» 02h38min de 10 de março de 2017 (UTC)
Fico feliz que as pessoas se lembrem de mim em conversas offwiki. Peço desculpa por "desacreditar a investigação". Não me tinha apercebido que isto era uma investigação. Numa investigação costuma-se usar factos e evidências, não se oculta evidências que contrariam o enviesamento inicial, as afirmações são sustentadas, os autores atribuídos, os factos esclarecidos e as perguntas respondidas. Como não vi isso aqui, não percebi que era uma investigação. 02h45min de 10 de março de 2017 (UTC)
Faço questão de apresentar as evidências publicamente assim que tivermos autorização das duas partes. Por enquanto não temos, mas elas foram apresentadas aos Stewards e a um funcionário da WMF que lida com casos similares... e eles as consideraram bastante graves. Mas você querer que a gente viole a privacidade da lista dos stewards e de um usuário é apenas uma entre as várias solicitações sem cabimento.—Teles«fale comigo» 02h55min de 10 de março de 2017 (UTC)
O vosso suposto "caso" está dependente de se violar a política de privacidade? Sem isso não conseguem fazer uma acusação? Isso é sem dúvida a coisa mais estranha e surreal que já li. Também gostava de saber onde é que foi pedido para "violar a privacidade da lista de stewards". Pelo contrário, "violação de privacidade" parece-me ser divulgar a opinião pessoal dessas pessoas dada em mails privados. Quintal 03h02min de 10 de março de 2017 (UTC)
@Teles: Que bom que está ativo. Pode dar uma olhada neste questionamento que fiz ao Rui (e fiz na peça também)? O sentimento de "fechar" claramente tem a ver com a imensidade de perguntas sem resposta que este caso provocou. Como pode ver, o Érico conta com o respeito de muita gente aqui e a discussão só vai avançar se as perguntas forem respondidas. Se não forem, o que cresce é o sentimento de que ele foi injustiçado e, caso esta percepção se mantenha, é óbvio que a comunidade irá buscar os responsáveis pela injustiça cometida. Por isso, sem adjetivações, peço por favor que dedique tempo para responder os nossos questionamentos. O silêncio NÃO É INDIFERENTE e quem sofre com isso é o acusado. Sei que vocês tem vida ocupada e outros afazeres, mas deviam ter pensado nisso antes de lançarem o "concern" (pra usar o termo da peça). Aguardo. José Luiz disc 03h01min de 10 de março de 2017 (UTC)
Em tempo: sinto que não fui claro o suficiente: o tempo é mister neste caso. Se os verificadores signatários do caso não terão tempo para cuidarem do processo, entendo que a coisa toda foi muitíssimo mal conduzida. Se for este o caso, é fundamental que vocês venham a público para dizer, pois não há mais o que andar pra frente na discussão, passados "apenas dois dias", se as respostas não vierem. Podiam ser dez anos.... José Luiz disc 03h04min de 10 de março de 2017 (UTC)

A respeito da validade do pedido

Chega a me causar surpresa alguns dos questionamentos que foram feitos nesta página. Que eu saiba, sequer é necessário haver um pedido para que os verificadores atuem em investigações de sock/meat. E tais pedidos também não precisam ser publicados. Eu mesmo já apresentei denúncia em privado e obtive resposta que não era um sock ilícito. Segundo entendo, é por esta razão que os verificadores precisam contar com a nossa mais absoluta confiança e portanto a confirmação anual é pelo menos saudável para constatar isso, e dar segurança para o trabalho deles. Nunca antes na história deste projeto foi questionado se as provas eram fraudulentas ou que tipo de validação é feita nas mesmas. Obviamente tenho esta preocupação de um modo geral com esta questão mas só me resta confiar que esta é feita adequadamente. Também não tenho recordação de que faz parte do processo de verificação dar aos acusados acessos às provas ou notificação de que estão sendo investigados. Pessoalmente, não vejo como este tipo de acesso e chance de defesa seja possível. Supondo que isto fosse feito regularmente, o que faríamos se os acusados simplesmente negassem todas as acusações como calúnias baseadas em provas fraudulentas se nem sequer tivemos acesso a estas? Dito tudo isso, pra mim o pedido é perfeitamente válido e ocorreu conforme casos passados. Com o adendo que o Érico teve a oportunidade de ver tais prints por ainda ser verificador. A Belanidia nem teve essa chance.OTAVIO1981 (discussão) 15h09min de 12 de março de 2017 (UTC)

@OTAVIO1981: os verificadores (e stewards) assinam a política de acesso a informações não-publicas e estão sujeitos a sérias implicações na eventualidade de transmitirem informações falsas ou incorretas intencionalmente. A possibilidade das ações serem fiscalizadas e acompanhadas por vários grupos (outros verificadores locais, ombudsmen, stewards e funcionários) garante a idoneidade do processo. Justamente por tal razão, não é necessário que as provas (registros) sejam tornadas públicas para atestar os resultados, como você apontou. Imagine, por exemplo, se todos passassem a questionar a validade de resultados ou aventar a possibilidade de fraude / má-fé. Tanto o Érico quanto o Darwinius tiveram acesso ao resultado ao mesmo tempo. O Érico ainda pode ter acesso às informações na checkwiki, por ser verificador à altura. Em nenhum caso pregresso o acusado teve acesso às informações previamente à divulgação do resultado. Nem mesmo no caso Quintinense. RadiX 16h41min de 12 de março de 2017 (UTC)

@OTAVIO1981: Começo por saudar o seu aparecimento por aqui, pois a sua ponderação e racionalidade certamente que serão muito positivas para que este caso lamentável possa chegar a alguma conclusão. Estou certo disso, apesar de discordar de parte da sua análise.

Não foi minha intenção dar a entender que os verificadores precisavam de fosse o que fosse para fazerem uma verificação, principalmente quando há uma denúncia. Nem que os resultados propriamente ditos tenham que ser publicados. Por sinal eu já apresentei mais do que uma denúncia por email e não tive qualquer resposta, na linha do padrão de certas pessoas que constantemente se amofina com "falta de respeito", mas adiante.

As questões que eu coloquei, após o Zé Luiz e o Antero o terem feito, devem-se ao facto de haver várias coisas que não são compreensíveis, especialmente, mas não só, a quem por aqui ande há um par de anos e como tal nunca lhe passe pela cabeça que o Érico e a Belanidia partilhem contas. Falo nesta parte porque espremendo todas as acusações, além desta só é mencionada outra eventual violação de políticas: a ameaça ao Leon, já que canvassing e comunicações off-wiki só não são proibidas como foram assumidas publicamente pelo Antero e pelo Érico muito tempo antes da acusação.

Nem que o que se tem visto nos últimos meses — se quiserem posso ser mais explícito — não se tivesse passado com o Teles, Radix, Antero, Érico e Darwinius, precisamente porque, como diz, "os verificadores precisam contar com a nossa mais absoluta confiança", é que deve haver uma preocupação de transparência dos processos e, na medida do que permite o secretismo associado às tarefas de CU, tentar prestar os esclarecimentos possíveis. Pedir que se confie cegamente em 4 CU's, apesar das inconsistências da acusação só tem um efeito: desconfiança. Principalmente quando está envolvido alguém como o Érico, cuja confiança que nele tem a comunidade é bem expressa na reeleição para CU que ia em 87% quando a acusação foi publicada, apesar da denúncia do Darwinius ter sido postada uns minutos depois da abertura. Qualquer pessoa está no direito de confiar tanto ou mais no Érico do que nos acusadores e por isso pedir esclarecimentos. E agora, quase uma semana passada, continuamos com perguntas por responder e quase nenhuma das respostas foi completamente esclarecedora.

Pelo meio apareceu a análise comportamental feita pelo Antero, que ninguém contestou e cuja conclusão só surpreenderia quem não conhece as posições assumidas pelo Érico e pela Belanidia em discussões. Porque é que os acusadores não fizeram eles próprios essa análise nem contestaram a do Antero? Se concordam com as conclusões, porque é que a acusação de partilha de contas ainda não foi retirada? Se não concordam, porque é que ainda não o disseram? Ou afinal há mais casos de má conduta que não constam da acusação inicial? Novamente, mais dúvidas sobre a forma como o processo foi conduzido...

O Leon apareceu a dizer que não tinha sido ameaçado, depois a dizer que afinal tinha sido. Alguém pode ser criticado por lhe cheirar a história mal contada? Hoje o @RadiX: aparece a dizer que os stewards não precisam de tradutores para analisarem conversas no Facebook; devem ser génios, pois eu, que tenho um conhecimento muito razoável de um par de línguas, frequentemente tenho dificuldade em entender conversas mais coloquiais, como deve ser o caso. Podem até entender as palavras, mas será que captam o que é para levar a sério e o que é pura brincadeira e ironia? -Stegop (discussão) 19h40min de 12 de março de 2017 (UTC)

Citação: Stegop escreveu: «Nem que o que se tem visto nos últimos meses — se quiserem posso ser mais explícito — não se tivesse passado com o Teles, Radix, Antero, Érico e Darwinius, precisamente porque, como diz...» Gostaria de saber o que faz meu nome de usuário citado ali no meio dos demais, como se estivesse envolvido em algum dos conflitos pregressos entre eles, coisa que nunca houve.
Quanto aos stewards, alguns deles entendem perfeitamente português escrito, e compreenderam de imediato o trecho em que o Érico afirma que boicotaria uma próxima votação do Leon saudanha caso não mudasse o voto, por exemplo. RadiX 04h15min de 13 de março de 2017 (UTC)
@RadiX: Além do Leon já ter desmentido essa questão da ameaça, creio que a WMF também já tenha conhecimento quanto a forma que vocês conseguiram a *prova* sobre essa terrível ameaça. Érico (fale) 04h18min de 13 de março de 2017 (UTC)
Meu deus!!! Disse que não votaria nele se ele não votasse nele! Que ameaça TERRÍVEL!!! Chamem a polícia. Quintal 04h21min de 13 de março de 2017 (UTC)
Um administrador chantageia outro com ameaças de boicotes futuros usando um suposto passado de ligações ao Quintinense, caso ele não vote em si, e a sua reacção é o deboche? Quando a gente pensa que já viu as coisas mais baixas vindas de si aqui, mesmo assim consegue surpreender.-- Darwin Ahoy! 06h59min de 13 de março de 2017 (UTC)
Eu nunca fiz isso, até porque o poder de banir pessoas não cabe a mim. Se eu decidir votar contra, o problema é meu. E vá mentir em outro canto... ou gaste um pouco de seu grandioso tempo aqui lendo WP:MEAT, um termo que desconhece totalmente. Érico (fale) 07h10min de 13 de março de 2017 (UTC)
Você não só disse que fez, como o alvo da sua chantagem confirmou tanto por email aos verificadores, como publicamente aqui, o que você me disse sobre acusa-lo dele ser meat do Quintinense por mudar de voto (entre outras coisas), e que usaria essas acusações numa eventual candidatura futura dele. Este tipo de procedimento revela uma baixeza ética e moral que não é compatível com nenhum estatuto de responsabilidade neste projecto. Lamento muito que você se tenha revelado tão corrupto e com tão poucos escrúpulos ao ponto de chantagear um colega para que ele mudasse de voto a seu favor na sua própria eleição.-- Darwin Ahoy! 07h39min de 13 de março de 2017 (UTC)
Corrupto é quem mente descaradamente e está descontrolado porque criou uma história alternativa que não consegue provar. Se identificou? Pois é... E, para seu conhecimento, provas obtidas via coação são nulas. E a confissão quanto a isso já foi encaminhada para a WMF, caso pergunte. Érico (fale) 07h42min de 13 de março de 2017 (UTC)

─────────────────────────@Érico: "a confissão quanto a isso já foi encaminhada para a WMF" - Isso é o que você diz. Até o momento, a única confissão que se sabe que foi encaminhada (e avaliada) para a WMF foi a sua própria confissão de chantagear o colega para que ele lhe desse o voto na sua reeleição.-- Darwin Ahoy! 07h48min de 13 de março de 2017 (UTC)

Se tivesse um pingo de consciência saberia muito bem a forma como essa "prova" foi obtida. Mas como demonstra não ter nada disso, resta-lhe mesmo tentar provar histórias alternativas, pelo que lhe desejo muita sorte. Érico (fale) 08h00min de 13 de março de 2017 (UTC)
Sobre essa suposta "prova obtida sob coacção" a única coisa que tenho é a sua palavra, que vale tanto como quando você afirmou ter chantageado o colega. A diferença é que da sua chantagem apareceu confirmação.-- Darwin Ahoy! 08h10min de 13 de março de 2017 (UTC)
Eu não entendo a que vocês dois se referem com relação à forma como a prova foi obtida. O que posso afirmar é que recebemos um e-mail do próprio Leon saudanha, alegando ter sido constrangido pelo Érico de forma irônica para mudar de voto na eleição para verificador de 2016. No e-mail, ainda afirmou que o Érico o havia acusado injustamente de ter mudado de voto a pedido de usuários banidos e que, se não mudasse o voto novamente, sofreria as consequências no seu pedido de revalidação para oversighter, e novas ofensas. O usuário também anexou à mensagem registros de conversas com o Érico que conferem com o relato feito no e-mail. RadiX 01h56min de 14 de março de 2017 (UTC)
@Stegop: "já que canvassing e comunicações off-wiki só não são proibidas como foram assumidas publicamente pelo Antero e pelo Érico muito tempo antes da acusação" Eu não vi em lado nenhum nem Anteros nem Éricos a assumirem esse esquema que montaram em conjunto para tentar manipular o resultado da própria votação do Érico através da angariação off-wiki de votos. Mas o que eu gostava realmente de saber é o que é que o levou a duvidar que a verificação ao Érico realmente tenha sido feita, quando nem você nem ninguém deveriam ter alguma razão para questionar isso, nem eu jamais vi isso ser questionado aqui. Porque é que agora, justamente num caso em que não existem logs de verificação por motivos então desconhecidos para o Érico, aparecem você e o Antero de Quintal a questionar onde estão os logs e as conclusões dessa verificação? É bom que o Érico tenha uma boa explicação para isso, porque o que está parecendo neste momento é que ele andou a fazer circular informação confidencial offwiki tanto para si como para o Antero de Quintal, mais uma vez quebrando a confiança que a comunidade depositou nele ao elegê-lo checkuser.-- Darwin Ahoy! 19h50min de 12 de março de 2017 (UTC)
Darwinius, vá disseminar desconfianças em outro lugar ou prove o que insinua. Érico (fale) 20h16min de 12 de março de 2017 (UTC)
Eu não disse que era, disse que parecia. E sem outra explicação da sua parte ou do Antero e do Stegop para ter havido questionamento sobre a própria existência de uma verificação, é isso mesmo que continua parecendo. Eu não preciso de disseminar a desconfiança sobre si, o seu parceiro de solicitação off-wiki trata disso bem melhor do que eu.-- Darwin Ahoy! 20h27min de 12 de março de 2017 (UTC)
Há muitas coisas que parecem, mas não são. Se eu fosse afirmar que tudo que parece é, de fato, e fosse denunciar tudo que tenho convicção, mas não a prova, já teria ficado louco. Érico (fale) 20h30min de 12 de março de 2017 (UTC)
@Darwinius: Sabe... Por enquanto os meus neurónios ainda vão funcionando apesar da minha idade e infelizmente a minha formação científica acentuou ainda mais este meu feitio de questionar tudo aquilo que não me soa bem e nessas condições só acreditar como verdadeiro quando consigo encontrar evidências. Por sinal eu nunca duvidei que a verificação tivesse sido feita. Antes pelo contrário, imaginava até que além da verificação técnica tivesse sido feita uma análise comportamental e, apesar de todas as trapalhadas que há na acusação, fiquei pasmado quando se soube que ela não tinha sido feita. Só pedi que fossem mostradas as conclusões porque, como escrevi há pouco, ninguém precisa de ver uma análise comportamental para achar a deveras estranho haver meat-puppetry entre duas pessoas que há anos que se sabe discordarem em tudo quanto é discussão. Quanto a você desconfiar que outros andaram a espalhar informação confidencial, não me admira nada vindo de quem divulga conversas que tem no Facebook num tom amistoso e espera um ano para o fazer. As pessoas tendem a ver-se nos outros e julgar que eles se comportam como elas próprias. --Stegop (discussão) 20h57min de 12 de março de 2017 (UTC)
@Stegop: Acontece que o resultado foi divulgado sim: "a WMF realizou uma verificação nas contas dos usuários Érico e Belanidia. Pelo resultado, constatou-se que o Érico sempre editou com IPs do Brasil, em conformidade com a localização geográfica divulgada em sua página de usuário. A usuária Belanidia, no entanto, tem utilizado apenas um endereço IP, que indica a localização de Portugal mas é também um proxy-HTTP com várias portas abertas.". Ou seja, você soube até muito mais do que aquilo que normalmente é revelado em qualquer verificação. Apesar disso, você perguntou deliberadamente por um registo de que a verificação havia sido realmente feita, inclusive pedindo acesso directamente às conclusões dos próprios verificadores, coisa que você jamais alguma vez poderia ter acesso: "Onde está o registo das "verificações nas contas dos usuários Érico e Belanidia"? Não me refiro aos logs, mas às conclusões. Ou elas também são secretas?". O Antero foi ainda mais longe, perguntando especificamente pelos logs dessas verificações. Este questionamento sobre a existência da própria verificação não é de modo algum um comportamento natural, especialmente após saber-se, por questionamento do próprio Érico aos verificadores a esse mesmo respeito, que as verificações não tinham gerado qualquer log; e especialmente quando se está a tratar dum caso de troca de favores e contactos e solicitações off-wiki. De modo que, repito, até que apareça uma explicação melhor para esse comportamento de vocês os dois, parece-me bastante legítimo suspeitar e supor que você e o Antero de Quintal tenham acesso ilegítimo e indevido a informação confidencial através do próprio Érico, numa altura em que ele ainda detinha a flag de verificador.-- Darwin Ahoy! 21h11min de 12 de março de 2017 (UTC)
Eu não repassei nenhuma informação privada a ninguém. Mas não me surpreende essa sua disseminação de desconfiança irresponsável, evidenciando o quão desesperado está, já que não consegue provar absolutamente nada, apenas tem o desejo de calar pessoas que não concordam com você. Érico (fale) 21h16min de 12 de março de 2017 (UTC)
Não vejo outra explicação para a mudança de comportamento do Antero de Quintal, que inicialmente aceitou sem qualquer questionamento a validade da verificação, mudando depois radicalmente de posição e passando a exigir os logs dessa verificação, questionamento de resto precedido pelo do Stegop exactamente no mesmo sentido, exigindo uma prova de que a verificação tinha ocorrido, muito antes de você próprio ter feito um questionamento semelhante, inquirindo sobre o paradeiro desses logs. Você soube que eles não existiam, porque na altura ainda era verificador e foi lá ver e não os achou. E os outros dois, um dos quais é bem sabido que mantém contacto consigo offwiki, como souberam? Enquanto não houver uma explicação melhor, realmente o que se pode supor é que você lhes passou essa informação. E não me admira nem um pouco que o tenha feito, no seguimento do que tem vindo à luz aqui.-- Darwin Ahoy! 21h27min de 12 de março de 2017 (UTC)
Estas são perguntas que cabem a eles. E, a que me consta, já foram respondidas. Eu já disse que não repasso informações recebidas enquanto verificador. Se acha que isso aconteceu, prove. Se tem dúvidas, peça uma investigação. Mas nunca insinue coisas, violando WP:NDD. É um pedido que faço, embora sei que está desesperado em pelo menos comprovar alguma coisa, mesmo não tendo existido, e que vai continuar disparando para todos os lados. Boa sorte na sua jornada. Érico (fale) 21h30min de 12 de março de 2017 (UTC)
Eu não estou fazendo "insinuações" nem "disseminando a confiança", estou fazendo acusações fundamentadas: A falta de explicações convincentes da sua parte e dos outros dois envolvidos nessa situação, que expliquem o porquê de eles andarem a pedir logs e registos de verificações que só você e os quatro verificadores sabiam que não existiam - e sendo absolutamente excepcional a não existência desses logs, tanto que você mesmo não a conseguiu explicar - realmente só leva a uma conclusão: Que o esquema continua, que envolve o Stegop e que houve dispersão indevida de conteúdo confidencial a que tanto Antero de Quintal como Stegop tiveram acesso.-- Darwin Ahoy! 21h45min de 12 de março de 2017 (UTC)
Parece que afirmações delirantes são parte da estratégia de algumas pessoas por aqui. Muito triste! Érico (fale) 21h47min de 12 de março de 2017 (UTC)
@Darwinius: Acuse à vontade. Tanto se me dá, apesar de de não perceber qual é a "fundamentação" de que fala. Por muito menos que isso já houve muita gente bloqueada no minuto seguinte. Se a acusação é fundamentada, como sys-admin consciencioso que é, não percebo porque não abre uma DB. Quando arranjarem "provas", mesmo que sejam do tipo das que até agora existem para "provar" que houve meat-puppetry entre o Érico e a Belanidia, só vos peço uma coisa: não me retirem apenas as ferramentas, pois nunca estive interessado nelas e nunca sequer pedi para ser reversor ou eliminador; arranjem maneira de me bloquear em infinito, que é da maneira que eu tenho mais tempo livre para outras coisas.
Ah! E parabéns por conseguir desviar ainda mais o foco da discussão e me dar algum protagonismo ao passar a ser um dos acusados. --Stegop (discussão) 21h57min de 12 de março de 2017 (UTC)
@Stegop: Foi você mesmo que se deu a esse protagonismo desde que esta situação toda começou, acentuado agora com aquele seu questionamento inexplicável sobre o "registo" de uma verificação cujas conclusões já tinham sido expostas, e até com mais detalhe que o habitual.-- Darwin Ahoy! 22h02min de 12 de março de 2017 (UTC)

@RadiX: A sua comparação, ou tentativa de, a este caso ao do esquema Quintinense é absurda. As provas daquele escândalo eram sérias, os e-mails eram sérios, nenhum diálogo de Facebook descontextualizado foi usado, e muitos dos e-mails recebidos estavam repletos de análises comportamentais, diferenciais de edição, etc. E, mesmo assim, os e-mails não foram usados como prova, mas como início: quando verdadeiros, a análise comportamental e os dados da verificação comprovavam facilmente. Nenhum verificador sugeriu DBs e remoções porque "parece ser", talvez "ela usa proxys", "talvez Érico possa ter usado"... Basicamente o que querem dizer é: não temos prova alguma, apenas convicção baseada em brincadeiras de Facebook. Lamentável! Érico (fale) 20h58min de 12 de março de 2017 (UTC)

Érico, nenhum dos e-mails que recebemos, seja do Darwinius ou do Leon saudanha, foi apresentado como zombaria. Os relatos contidos nesses e-mails conferiam com os screenshots anexados a eles. No caso Quintinense também foram utilizados e-mails, da mesma forma (no entanto, sem capturas de tela das conversas travadas nos comunicadores originais). Se insistirmos em questionar a veracidade das provas apresentadas aqui, os e-mails do caso Quintinense poderiam ser igualmente questionados, com justificativas similares. Primeiro, porque as denúncias não foram dirigidas aos verificadores pelos próprios envolvidos (ao contrário deste caso), mas sim por mensagens reencaminhadas. Segundo, porque não havia qualquer screenshot como evidência adicional para atestar o conteúdo das mensagens de texto. Não fiz qualquer equiparação ao caso Quintinense, nem estou o comparando a você. Você citou o caso; esta é apenas a resposta ao questionamento feito. Quanto aos "diálogos do facebook", penso que as imagens não ficaram na ordem na checkwiki por conta do nome de cada arquivo/link, mas elas eram sequenciais. Por último, a alegação de ausência de análise comportamental no presente caso não procede, pois vários fatos se confirmaram onwiki. As duas mudanças de voto do Leon saudanha, mediante alegado assédio; os votos de vários usuários solicitados e citados nominalmente no diálogo que, de fato, ocorreram na sua eleição; o voto da Belanidia no RfA do Darwinius (menos de 40 minutos após você contatá-la, com a afirmação de que bastaria recorrer a ela); o auxílio do usuário Antero de Quintal nas solicitações, citado nos logs, e confirmado aqui. Em razão de todos esses fatos analisados, não é suposto afirmar que o conteúdo das conversas seja falsificado. RadiX 01h56min de 14 de março de 2017 (UTC)
Há uma recusa de sua parte em entender a questão. Nenhum processo sério usa como *prova* conversas de Facebook. Nenhum. Você está faltando com a verdade quando compara este caso ao esquema Quintinense. Naquela oportunidade, nada proveniente do Facebook ou recortes de conversas foi usado como prova; nem para iniciar investigações. Nada que possuía coisas como "kkkk", "afff", "hahahah", "heheheh", e emoctions. Vocês mudaram de ideia agora porquê queriam apresentar um "mega-caso", mas não tinham nenhuma prova para embasar o que dizem. E não há. Eu nunca tive a senha de Belanidia, nunca ameacei Leon e, de resto, concluíram algo que eu já havia dito há meses. Por estes motivos que agora as principais dúvidas recaem sobre vocês mesmos.
Não entendo porque de citar que a Belanidia votou no PDA de Darwinius... qual é o problema em eu ter solicitado o voto dela? Ora, ele concordou que ele era experiente, confiável (sic), e depositou o seu voto lá. Isso não é proibido. Qual a importância do "40 minutos após você contatá-la"? Suas acusações estão cada vez mais sem nexo algum.
Qual é o problema em eu ter solicitado participação? Nenhuma. Isso é permitido. Não entendo o porque de ficar citando isso. Quer provar o que? Esconder o quão vazia é esta acusação ou se esquivar de um caso onde a falta de competência ficou nítida? Você se contradiz a cada resposta que dá.
O que você tem a ver se Antero solicitou ou não votos? Repito: solicitar votos / participação não é crime. Cuide de sua vida... e de seu Facebook.
E a WMF já possui conhecimento da forma como vocês conseguiram essa *prova*. Segundo, você não sabe como eu e Leon mantínhamos conversas no Facebook. Então, não é de sua conta nada que eu tenha dito a ele e vice-versa. Não é de sua conta como converso com outras pessoas em meu Facebook, apesar de que, como eu disse, a forma como vocês conseguiram essa confissão levará a anulação de todo esse tópico. Érico (fale) 02h12min de 14 de março de 2017 (UTC)
"você não sabe como eu e Leon mantínhamos conversas no Facebook. Então, não é de sua conta nada que eu tenha dito a ele e vice-versa. Não é de sua conta como converso com outras pessoas em meu Facebook" - A partir do momento que você usa o Facebook para chantagear e ameaçar um editor deste projecto para que ele vote em si, e que isso é tornado público, o assunto passa a ser da conta de toda a gente aqui.-- Darwin Ahoy! 12h11min de 14 de março de 2017 (UTC)

Sobre os resultados publicados

Gostaria de entender porque foi publicado qual seria a conta do qual o Érico supostamente teria acesso a senha. Se o resultado não é conclusivo do ponto de vista técnico e havendo dúvidas eu acho que o nome dela deveria ser omitido de modo a preservar a reputação dela e para não atrapalhar uma possível continuação dá investigação. E a respeito da possibilidade dos termos de uso terem sido violados eu não faço ideia de como a comunidade pode se posicionar se nem mesmo a WMF agiu. Muita gente (eu incluso) nem sabe o que significa o uso de proxy abertos e se está a usar. Suspeito que não seja possível dar muitas explicações técnicas para não facilitar a burla de contas maliciosas o que dificulta ainda mais um posicionamento em relação a conta da Belanidia. Dito tudo isso, o nome onde dela deveria ter sido omitido e o resultado deveria ser publicado como inconclusivo, na minha opinião.OTAVIO1981 (discussão) 15h35min de 12 de março de 2017 (UTC)

@OTAVIO1981: A WMF geralmente pode demorar a apresentar conclusões e não costuma confirmar se uma investigação terá ou não continuidade. Desta forma, foi feita a publicação dessa informação, de modo que a comunidade pudesse também se pronunciar sobre o caso, mesmo que o resultado (ainda) não fosse conclusivo. Tanto os verificadores quanto o James concordaram com a publicação da questão referente ao uso de proxy. RadiX 16h56min de 12 de março de 2017 (UTC)
Já sabemos que "concordaram". A pergunta do Otavio é porque é que concordaram. Quintal 16h58min de 12 de março de 2017 (UTC)
RadiX, em relação a Belanidia, que tipo de pronunciamento pode ser feito sobre um resultado ainda não conclusivo? Por isso perguntei sobre a divulgação do nome nesta situação incerta. E se depois de toda essa confusão, a WMF chegar a conclusão de que a conta não está comprometida? Diante do explicado até o momento o único pronunciamento possível (dá minha parte) é que ela (e todo mundo, na verdade) edite unicamente de proxies fechados.OTAVIO1981 (discussão) 19h18min de 12 de março de 2017 (UTC)
Gostaria de pedir que algum verificador respondesse o meu questionamento acima. OTAVIO1981 (discussão) 23h29min de 12 de março de 2017 (UTC)
@OTAVIO1981: A usuária foi citada porque a denúncia não envolveu apenas um comentário do Érico (nas capturas) sobre ter acesso à conta dela à altura do ocorrido (fevereiro de 2016). Há também outras citações à usuária, como, por exemplo, o relato do Érico de que iria solicitar o voto dela em um pedido de administração - e este voto favorável, de fato, ocorreu pouco mais de 30 minutos após o comentário do Érico. E nesse trecho do diálogo não existia qualquer deboche, bem como não havia noutros trechos a respeito da solicitação de votos de outros usuários, citados nominalmente - que também compareceram para votar a favor do pedido para verificador de contas do Érico. Há, ainda, uma afirmação do Érico sobre os posicionamentos contrários na Wikipédia (dele e da Belanidia) serem apenas um disfarce (não transcreverei as palavras). Desta forma, tendo-se em vista que o aparecimento do nome foi recorrente e, como após a investigação se constatou a utilização de um proxy, consideramos apropriado não ocultar o fato da comunidade. De qualquer modo, a investigação relativa a uma possível partilha de senha foi repassada à WMF. Portanto, não lhe sei informar o que poderia acontecer, mesmo porque não acessamos os dados das verificações realizadas por eles. Acredito que tenha respondido o seu questionamento, dentro da minha compreensão. Porém, se não o fiz, por favor, avise-me. RadiX 03h22min de 13 de março de 2017 (UTC)
Já expliquei tudo isso, acima, e estou esperando a resposta. Eu pedi que Belanidia participasse da votação, e ela participou, com o voto que quis dar. Não entendo o que há de extraordinário nisso. Nunca houve nenhuma partilha de senha, e eu pensei que você soubesse que expressões como "aff" remetem à brincadeiras. Mas não sabe. Érico (fale) 03h26min de 13 de março de 2017 (UTC)
@RadiX: Poderia explicar, também, porquê esta foi a primeira *investigação* da Wikipédia em Português onde foram aceitas como *provas* conversas descontextualizadas do Facebook? Érico (fale) 03h32min de 13 de março de 2017 (UTC)
RadiX, compreendo que a Belanidia foi mencionada além de uma mera solicitação de voto. O que não entendo é revelar essa informação sem um resultado conclusivo para a comunidade deliberar e, ao que parece, de uma investigação ainda em curso. Não vou insistir mais nesse assunto e que os mais experientes nos processos de verificação se manifestem. OTAVIO1981 (discussão) 14h48min de 13 de março de 2017 (UTC)
@OTAVIO1981: Eu penso que o nome da Belanidia surgiria sempre, porque a segunda denúncia que eu fiz foi a dela ser meatpuppet do Érico, coisa que continuo convencido que era, uma vez que o Érico demonstrava conhecer o sentido de voto dessa conta antes dela votar, e mesmo em circunstâncias inesperadas como a minha candidatura - não votando ela em nada há meses, e nunca tendo eu tido contacto com essa conta de qualquer espécie; e igualmente na própria candidatura do Érico, em que previu que a Belanidia votaria de modo diverso do esperado, e contra o suposto "grupo" em que estava inserida. Existe ainda é essa informação adicional de que no lugar de onde a conta se liga aparentemente está um webserver ou proxy aberta, que possibilitaria uma eventual usurpação de conta, que não faço ideia se aconteceu ou não. Mas não vejo maneira do nome dela não ser mencionado ali, uma vez que a denúncia foi mesmo sobre ela.-- Darwin Ahoy! 19h34min de 12 de março de 2017 (UTC)
Vá ler o que são meats puppets antes de afirmar disparates. Mas, facilito seu trabalho: "Meatpuppets são um dos tipos de conta de propósito único. As contas de propósito único são contas que parecem ser utilizadas para editar um único artigo ou um número restrito de artigos, muitas vezes relacionados. A análise das intenções deste tipo de contas deverá ser feita com cuidado: poderão ser contas inocentes; no entanto, poderão indicar também o início ou reforço de uma determinada agenda." A Belanidia é uma CPU criada para reforçar opiniões ou uma administradora competente? Érico (fale) 19h41min de 12 de março de 2017 (UTC)
Darwin, muito obrigada pelos seus e-mails cheios de preocupação pela minha conta, para depois vir aqui continuar a difamar-me. Meta-se na sua vida e deixe a minha e do Érico em paz. Se o Érico sabia da minha intenção de voto, não entendo porque isso o aflige, já que eu posso perfeitamente ter-lha revelado. E se por acaso ele me pediu para votar lá, também não haveria qualquer problema, dado que solicitação é permitida. Mas isso é o que senhor diz que ele disse. E que eu saiba, esse pormenor dos poderes prescientes do Érico não são mencionados em nenhum dos comentários dos verificadores, por isso não vêem ao caso, pelo que acho muito pouco ético da sua parte vir aqui mencionar isso se não tem intenções de provar os seus comentários. Exijo que prove isso, ou podemos concluir que essas alegações são invenções da sua cabeça para disseminar desconfiança e isso é muito, muito grave. Quanto às acusações de meat, são simplesmente lamentáveis, já que mesmo que eu tenha votado a pedido (e atenção que não estou a dizer que o fiz), isso não faz de mim meat - vá ler a definição de meat, se tem dúvidas. BelanidiaMsg 20h08min de 12 de março de 2017 (UTC)
@Belanidia: "Eu" não digo que ele disse que você ia votar aqui e ali, ele disse. E disse-o antes dos seus votos aparecerem, e isso pode facilmente ser confirmado uma vez que os logs do Facebook têm data e hora. Ou seja, não há a menor dúvida acerca dos seus votos terem sido combinados em off. Se isso é suficiente para ser "meatpuppet", realmente não sei, mas de facto é uma coisa bastante feia. Quanto aos "poderes adivinhatórios" do Érico, já foram sim referidos por um verificador, e suponho que possam ser confirmados pelos outros três, que estão na posse dos conteúdos em questão. Eu é que lamento muito que você tenha chegado a este ponto aqui, Belanidia.-- Darwin Ahoy! 20h23min de 12 de março de 2017 (UTC)
Darwinius continua sem ter a menor noção do que são meatpuppets, mas mesmo assim não perde a chance de ofender a honra de outras pessoas. Érico (fale) 20h25min de 12 de março de 2017 (UTC)
Lamente o que quiser, sentimentos são pessoais, cada um tem os seus. Votos terem sido combinados em off? E continua a insinuar coisas. Quem afirma isso é o senhor. Eu continuo a defender que deveria ler a definição de Meat, pois claramente desconhece-a. Mas pronto, não há problema nenhum em desconhecer as coisas - todos nós temos de nos atualizar de vez em quando. Pra não dar muito nas vistas, basta não acusar pessoas de ser aquilo que vc nem sequer sabe o que é. BelanidiaMsg 20h32min de 12 de março de 2017 (UTC)

─────────────────────────@Belanidia: Eu não inventei esse uso para o termo meatpuppet, ele consta do relatório sobre o Esquema Quintinense assinado pelo próprio Érico. Em Onjacktallcuca lê-se: "Após verificação e análise comportamental existe uma fortíssima possibilidade que esta conta esteja sendo manipulada (WP:MEAT) ou utilizada diretamente (WP:SOCK) pelo usuário Quintinense; sendo utilizada para contorno de bloqueio, reforço de POV em discussões e manipulação de votações." Se o Érico tem a memória curta e já nem se lembra do que assinou e subscreveu a esse respeito, não é problema meu. Mas conforme o que está aí, parece-me que você pode realmente ser encaixada na definição de meatpuppet, sendo usada para manipular votações. O que é certo é que o Érico dizia que ia recorrer à Belanidia para uma determinada votação, e pouco depois a Belanidia aparecia e votava no sentido que ele dizia que ia votar. Se você não consegue explicar isso, o problema é seu, porque foi isso o que aconteceu.-- Darwin Ahoy! 20h54min de 12 de março de 2017 (UTC)

Até porque eu estou bloqueado na Wikipédia desde 2009, igual ao Quintinense. Então a comparação é válida! Eu acho que você deveria gastar mais tempo lendo WP:MEAT do que escrevendo absurdos como este. Érico (fale) 21h00min de 12 de março de 2017 (UTC)
O uso do termo meatpuppet para definir uma conta manipulada e usada, por exemplo, em manipulação de votações, foi subscrita e assinada por si. Se agora discorda dessa utilização que você mesmo aprovou, o problema não é meu de certeza.-- Darwin Ahoy! 21h16min de 12 de março de 2017 (UTC)
Falso. Naquele caso, as contas foram usadas ou criadas por banidos. Eu fui banido, Darwinius? Eu usei a conta da Belanidia? Nunca! Eu sabia a senha dela? Também não! Este caso trata-se de solicitação de participação, permitida por este projeto. Participa se quiser, e com o voto que quiser. Eu acho que você deveria ler mais sobre coisas que claramente desconhece antes de passar vergonha em público. Érico (fale) 21h20min de 12 de março de 2017 (UTC)
Como assim? Tem de ter "banidos" na história para ser meatpuppet? De onde tirou essa, agora?-- Darwin Ahoy! 21h33min de 12 de março de 2017 (UTC)
Talvez as suas perguntas passarão a ter algum sentido quando você for tomar conhecimento sobre o que afirma. Até lá, não passa de tentativas desesperadas de provar algo que nunca existiu. Como disse-lhe, desejo boa sorte. Érico (fale) 21h36min de 12 de março de 2017 (UTC)

"Tinha a senha" mas "solicitou votos" ?

Citação: Radix escreveu: «A usuária foi citada porque a denúncia não envolveu apenas um comentário do Érico (nas capturas) sobre ter acesso à conta dela à altura do ocorrido (fevereiro de 2016). Há também outras citações à usuária, como, por exemplo, o relato do Érico de que iria solicitar o voto dela em um pedido de administração - e este voto favorável, de fato, ocorreu pouco mais de 30 minutos após o comentário do Érico. E nesse trecho do diálogo não existia qualquer deboche» Creio que este comentário do Radix é um paradigma perfeito de todas as incoerências e falsidade na avaliação deste suposto "caso". O Radix quer-nos fazer crer que "a Belanidia é o Érico". Ao mesmo tempo, o Radix quer-nos também fazer crer que "o Érico solicitou o voto à Belanidia". Ora, mas então se a Belanidia "era o Érico", ele foi solicitar o voto a ele próprio?? Ele "tinha a senha", mas "solicitou votos" à Belanidia? Acho que isto enterra definitivamente qualquer dúvida que possa ter restado sobre a credibilidade da acusação. Quintal 03h57min de 13 de março de 2017 (UTC)

EVinente

  Comentário: Quero deixar registrado que minha ausência nestes dias se deve à eu estar acompanhando minha filha que caiu doente essa semana e precisou ser internada. Graças a Deus agora está tudo bem. E Stegop, sobre seu questionamento sobre eu ter contatado o James, foi porque antes de o texto ser publicado, eu achava que a redação sobre a verificação não estava bastante clara, e por isso pedi ao James para responder sobre suas conclusões como verificador (afinal, foi ele quem estava realizando o processo), e foi isso o que ele me respondeu por email. Edilson Vinentefale comigo 14h54min de 13 de março de 2017 (UTC)

@Edilson: Ainda bem que já está tudo bem com a sua filha. Isso é infinitamente mais importante do que isto aqui. E obrigado por esclarecer; já por aqui disse antes que a questão do email do James é das únicas questões respondidas e esclarecidas. Continuo a achar estranho o James comece por dizer que o Radix está correto, o que sugere que lhe perguntou isso, mas adiante, há outras coisas mais relevantes se queremos que se chegue a alguma conclusão. No entanto, seria bom se pudesse tentar ajudar a esclarecer esta trapalhada. Nomeadamente quais são, na opinião de vocês, que assinaram a acusação, os casos de má conduta sobre os quais a comunidade se deve pronunciar, pois passada uma semana ninguém consegue vislumbrar quais são as evidências nas quais quem quer que seja se pode basear para emitir um juízo. --Stegop (discussão) 21h18min de 13 de março de 2017 (UTC)
Stegop, aproveitei para ler alguns comentários adicionais que o James tinha deixado, e pelo que vi, as hipóteses sobre o proxy na conexão de Belanidia se alargaram ainda mais, que agora se entende que pode ser um "servidor privado (VPN)". No início, até especulei ao RadiX que poderia até ser um proxy pago, que costuma mascarar bem esse caráter, mas como o James disse, não é nada conclusivo (agora acho que possa ser uma gambiarra da Vodafone para traffic shapping e/ou firewall, pois isso já aconteceu com a minha conexão certa vez). Apesar de todo o contexto das conversas do Facebook do Érico, que diz que tudo foi brincadeira, apesar de algumas frases o deixar transparecer que não, que seria a alegação principal pelo compartilhamento de senhas, dado que, infelizmente, solicitações não são proibidas aqui. Quanto à questão do Leon, apenas sei da existência pelo que li nos screenshots, mas não recebi ou me foi compartilhado e-mail de denúncia do próprio. Edilson Vinentefale comigo 13h37min de 14 de março de 2017 (UTC)
@EVinente: Pelo menos eu e o Teles tivemos acesso a esse e-mail do Leon saudanha. Imaginei que você também o tivesse recebido (pelo menos havia ficado claro pelas discussões que tivemos). De qualquer forma, estou encaminhando o e-mail. RadiX 13h51min de 14 de março de 2017 (UTC)
Obrigado Ruy. Edilson Vinentefale comigo 13h54min de 14 de março de 2017 (UTC)

Não sei onde querem chegar quando falam nesse "suposto" proxy. Eu sei que nunca usei ou tinha a conta dela - não passou de brincadeira. Quanto à "ameaça", o que terceiros tem a ver com isso se o próprio não considerou uma ameaça, e disse pública e privadamente? Querem regular novamente o que escrevo no Facebook? Se a pessoa não gostou do que leu, que me bloqueie. Os verificadores não viraram fiscais do Facebook, pelo que sei. Érico (fale) 15h43min de 14 de março de 2017 (UTC)

"Quanto à "ameaça", o que terceiros tem a ver com isso se o próprio não considerou uma ameaça, e disse pública e privadamente?" - Não foi isso que ele disse aqui, nem é o que os verificadores dizem que consta dos mails e logs que lhes foram enviados pelo próprio.-- Darwin Ahoy! 17h14min de 14 de março de 2017 (UTC)
É natural que continue sem saber de nada e, mesmo assim, que continue atirando para todos os lados. Como já lhe disse algumas vezes, é difícil ter de comprovar uma história alternativa... Ou já desistiu de falar absurdos sobre a Belanidia? Até que estava engraçado. Érico (fale) 17h50min de 14 de março de 2017 (UTC)

Questionamentos

@EVinente, Marcelo Victor, RadiX e Teles: Porque a "denúncia" (se é este o nome que decidiram dar) tem, de seus seis tópicos iniciais, quatro falando sobre solicitações, que são permitidas? Nunca afirmei, pelo menos não o fiz seriamente, que "tinha consciência de estar fazendo algo errado e estar a par das consequências, caso fosse denunciado." Ora ora ora, solicitações são permitidas! Como poderia ter "consciência de estar fazendo algo errado", então? Não era o caso. Nunca tive medo ou estava a "par" das "consequências". Que consequências?! Podem explicar que violação de regras estes quatro pontos mostram? O voto do Jorge Alo não foi anulado porque ele foi solicitado a votar... que insinuação mentirosa foi essa? Porquê ainda não excluíram esses pontos? Porque tentaram mostrar que solicitar votos viola regras, quando isso é completamente falso? Esse relatório, além dos outros pontos também serem infundados - e isso ficará cada vez mais claro - deixa evidente que vocês usaram o estatuto pelo qual foram eleitos para valorizarem opiniões pessoais de vocês. É irrelevante o que vocês acham sobre solicitações. O fato é que elas foram permitidas, até em votação, e ninguém pode ser punido por solicitar participação ou votos. É incrível que depois de dias vocês ainda se recusam a responder questionamentos básicos. O caso não era "claro" a ponto de nem necessitar de defesa? O que mudou? A única coisa que concordo com vocês quatro é que o "ocorrido é 'lamentável'". Érico (fale) 03h52min de 17 de março de 2017 (UTC)

Érico, o que eu não compreendo na sua defesa é que repete continuamente que solicitações não são proibidas mas não dá nenhum esclarecimento a respeito dos seguintes pontos: Se você realmente não se importa que parte da comunidade avalie como imoral, porque você não fez estas solicitações de modo visível aqui na wiki? Porque você não revelou na época a suposta campanha contrária? Só porque não temos uma punição para solicitação indevida não significa que são bem vistas solicitações em privado para subverter um resultado da comunidade. Porque você não revela quem foram as pessoas solicitadas e o texto padrão, suponho eu, que foi enviado a elas? Não estou pedindo para revelar o teor das conversas mas acho que não é pedir muito o texto original da solicitação. Se for possível constatar o caráter imparcial e os votantes participando de maneira variada (contra/a favor/neutro) cai por terra as suspeitas de que tais solicitações foram feitas para subverter o sistema. Por fim, só posso dizer que a avaliação moral também conta perante a sociedade. Já falaram antes, mas não custa repetir: só porque não é proibido significa que é permitido.OTAVIO1981 (discussão) 13h26min de 17 de março de 2017 (UTC)
@OTAVIO1981: Eu não entendo porque continua perguntando sobre solicitações. Não entendo porque de achar que eu devo alguma satisfação sobre isso... solicitações são permitidas! Não há nenhum "julgamento" que alguém deve fazer sobre esse tema. Minhas perguntas acima são justamente por isso: porque os verificadores falaram sobre solicitações, que são permitidas, em 4 dos 6 tópicos? Tentaram criminalizar solicitações nessa denúncia tornando-a um escândalo. Não é. Talvez porque um dos verificadores apresentou recentemente uma proposta contrária à solicitações, também não aprovada, e agora está usando seu estatuto para fins políticos? Ou eu também vou poder ler conversas privadas de todos e publicar um relatório sobre tudo que eu não acho ético, embora permitido? Érico (fale) 15h22min de 17 de março de 2017 (UTC)
Novamente, porque não fez as solicitações dentro da wikipédia? Sou capaz de concordar que nao é dá conta dos verificadores se você fez ou não solicitação. A única parte que é do escopo da ferramenta é analisar se a conta da Belanidia era compartilhada, coisa que foi motivada unicamente por palavras suas.OTAVIO1981 (discussão) 15h46min de 17 de março de 2017 (UTC)
@OTAVIO1981: Embora permitidas, eu já havia reconhecido a existência de tais solicitações. Portanto, este relatório conseguiu a façanha de concluir o que todos sabiam... Mas, enfim, esta tentativa de definir solicitações como uma violação de regras da Wikipédia não possui respaldo nas políticas. A comunidade rejeitou repetidas vezes transformar as solicitações em algo proibido. WP:SUBV e WP:PDV não tentam, nem de maneira breve, proibirem solicitações. Elas são permitidas... não há o que julgar ou punir aqui. Minhas perguntas aos verificadores continuam: porque citaram este tema em 4 dos 6 tópicos? Porque mentiram que eu disse, seriamente, que estava a "par" das consequências? Que consequências? O relatório que vocês produziram é vazio. 4 dos 6 pontos sequer falam de violação de regras. A questão da ameaça até foi desmentida - privadamente também - e o ponto que fala sobre Belanidia foi reconhecido como absurdo até por um dos verificadores... ou quem tem a senha solicita o voto daquela conta? Quando vão se retratar ou começar a responder a perguntas básicas? Há dezenas não respondidas. Érico (fale) 15h51min de 17 de março de 2017 (UTC)
Ao que parece você não tem nenhuma intenção de esclarecer o motivo de ter atuado de forma oculta então encerro por aqui. Pra mim, e acredito que parte da comunidade, a quebra de confiança e subversão do sistema em causa própria é evidente.OTAVIO1981 (discussão) 16h26min de 17 de março de 2017 (UTC)
Não, WP:SUBV não condena WP:SOL. Apenas não esclareço mais detalhadamente porque solicitações não violam regras e, portanto, não vejo como alegar "quebra de confiança" aqui. Érico (fale) 16h30min de 17 de março de 2017 (UTC)

Desculpe Otavio, mas acho que já passou dos limites e deveria seriamente começar a pensar em moderar o seu tom de ataque. Não existe qualquer problema em pedir votos para a própria eleição. Não é uma questão de "não ser sancionado"; a comunidade foi muito clara em recusar a proposta e é perfeitamente permitido fazê-lo. Uma coisa é ter uma opinião pessoal contrária a isso. Tudo bem. Outra coisa é começar a atacar as pessoas que o fazem, acusando-as de ter violado regras sem cabimento. Eu também não gosto que os estatutos sejam oferecidos a pessoas sem experiência no domínio principal, mas não saio por aí a pedir bloqueios por "subversão do sistema". Eu também não gosto que o peso do voto ou da opinião de pessoas que não atuam em determinada área ou que estão ausentes seja idêntico ao de pessoas participativas. Mas não saio por aí a fazer ataques pessoais dizendo que essas pessoas estão a "subverter o sistema". Eu não gosto de critérios de notoriedade tão frouxos, mas não saio por aí a dizer que quem os aplica conforme estão está a "subverter o sistema". Lamento que não consiga distinguir entre uma opinião pessoal e aquilo que efetivamente são regras. Quintal 16h36min de 17 de março de 2017 (UTC)

Se alguém acredita que tem algum ataque aí em cima, peço que proceda de acordo pois não mudo nenhuma palavra do que disse e tampouco vou mudar o tom. Todos os questionamentos foram feitos unicamente com o intuito de esclarecer a situação perante a comunidade.OTAVIO1981 (discussão) 17h20min de 17 de março de 2017 (UTC)

Se não existe violação, e tudo não passou de uma simples solicitação permitida, poderíamos questionar:

  1. Por que o Érico não fez as solicitações publicamente na página de discussão dos usuários que foram abordados offwiki?
  2. Por que tentou descobrir se determinado nome de perfil no facebook pertencia a um usuário da Wikipédia, para que lhe pudesse pedir o voto?
  3. Por que não escreveu na página de discussão do usuário Leon saudanha exatamente as mesmas mensagens que lhe enviou no chat do facebook, coagindo-o a mudar de voto, para que não enfrentasse represálias futuras, em um eventual pedido para oversighter? Pois ao usuário não foi permitido votar de acordo com a própria vontade, com o receio de receber novas ofensas na rede social, segundo alegação do próprio (comprovada por e-mail e captura de tela).

Um administrador deve transmitir o melhor exemplo, e apresentar os modos adequados de cortesia e civilidade para com outros editores e para com eles mesmos, segundo a política de administradores (oficial). Ameaças de qualquer natureza representam um ataque pessoal, e também uma violação à política supracitada.

A atividade dos editores fora da Wikipédia não é de interesse da coletividade. No entanto, a partir do momento que os canais de comunicação externos passam a ser empregados para influenciar o rumo de decisões no âmbito da Wikipédia, sem escrutínio e transparência, essas ações devem, sim, ser questionadas e levadas ao conhecimento público. Utilizar esses canais para recrutar votantes em uma amostra seletiva implicou em adulterar a real vontade da comunidade quanto ao resultado da votação para escolha de verificador de contas, pois o curso natural da votação foi prejudicado. Não é preciso que tudo isto esteja mencionado ipsis litteris em Wikipédia:Subversão do sistema para que seja considerado como tal. Utilizar as palavras de uma política (ou a suposta ausência de uma política específica) contra o espírito das políticas é uma forma de subverter o sistema. Todavia, a política existe...

@OTAVIO1981: E, para aniquilar a pretensa justificativa de que as solicitações indevidas não representariam uma violação às regras vigentes, sendo "apenas moralmente condenáveis", apresento-lhes o texto que consta em uma política oficial da Wikipédia em português: Citação: Wikipédia:Consenso escreveu: «"Qualquer tentativa de tentar angariar participantes para uma discussão cujo efeito seja enviesar essa discussão é inaceitável. Embora seja aceitável, e até mesmo encorajado, convidar participantes para uma discussão de modo a trazer novas perspectivas e argumentos, é inaceitável convidar apenas editores favoráveis a determinado ponto de vista, ou convidar editores de forma a influenciar a sua opinião sobre o assunto"» (grifos meus).

Logo, pode-se comprovar que as solicitações indevidas não constituem somente um elemento execrável perante à ética, mas não inaceitáveis de acordo com uma política oficial da Wikipédia lusófona.

Além de inaceitáveis, essas ações off-wiki implicam na quebra de confiança, o que é corroborado por outro trecho da mesma política: "Nalguns casos, tais diálogos podem dar origem a suspeitas e quebra de confiança. A maior parte das discussões da Wikipédia devem tomar lugar onde possam ser vistas por todos os participantes". A confiança que é necessária, de acordo com a política de administradores já citada anteriormente. Ao passo que a violação das políticas e recomendações da Wikipédia também justifica a remoção do estatuto de burocrata, de acordo com outra política oficial.

Portanto, fica aqui demonstrada a violação de 3 (três) políticas oficiais e de 2 (duas) recomendações da Wikipédia em português, comprovando a declaração inicial apresentada pelos verificadores acerca da ilicitude das solicitações indevidas, e sua respectiva conclusão, com os dispositivos a serem acionados pela comunidade. Atenciosamente, RadiX 03h20min de 18 de março de 2017 (UTC)

Não ficou "demonstrado" coisa nenhuma. Uma votação não é um consenso. O resto é opinião sua que a comunidade já rejeitou. Quintal 11h31min de 18 de março de 2017 (UTC)
  • O consenso pode ser obtido por discussão, votação ou consulta. A votação é apenas uma das formas para se chegar a um consenso. A própria política global de Checkuser estabelece que os verificadores são escolhidos por consenso, aferido por pelo menos 70% de suporte. Citação: CheckUser policy escreveu: «On a wiki without an Arbitration Committee that meets the criterion above, or in a project where there is a preference for independent elections, the community may approve local CheckUsers (stewards not counting as local CheckUsers) per consensus. The CheckUser candidate status must request it within the local community and advertise this request properly (village pump, mailing list when available, special request page, etc.). The candidate must be familiar with the privacy policy. After gaining consensus (at least 70%–80% in pro/con voting or the highest number of votes in multiple choice elections) in the local community, and with at least 25–30 editors' approval, the successful candidate should request access at Steward requests/Permissions with a link to the page with the community's decision. If there are an insufficient number of votes for at least two CheckUsers on a wiki, there will be no CheckUsers on that wiki.» Isto não é opinião pessoal, e sim uma política oficial. Você e o Érico não são "a comunidade" para rejeitar uma política vigente, e estão sujeitos às penalidades previstas pelo descumprimento de qualquer política oficial. O fato de já terem assumido publicamente a prática inveterada de canvassing é apenas mais um agravante. RadiX 20h21min de 18 de março de 2017 (UTC)
Não, não pode. Isso é você a esticar e manipular as regras e palavras fora do contexto para provar um ponto de vista. Desta vez deu-se mal porque a página de wp:consenso por acaso foi escrita e proposta a sua aprovação por mim. Portanto, sei exatamente do que estou a falar. Todo o contexto dessa citação se refere à discussão de modificações do conteúdo de artigos. A proibição de angariação de votos em votações já foi repetidamente rejeitada pela comunidade e não é você a inventar associações sem nexo que vai mudar isso. Quintal 20h35min de 18 de março de 2017 (UTC)
RadiX continua escrevendo opiniões pessoais e tentando obrigar a comunidade a fazer o que ele quer. Isso é extremamente grave. Ele não foi eleito verificador para forçar a aplicação de opiniões pessoais que possui. A comunidade rejeitou inúmeras vezes sancionar quem faz solicitações. Elas são permitidas. Há poucos dias uma proposta de RadiX também foi rejeitada, e agora ele usa seu estatuto para forçar, de um jeito ou de outro, o que ele pensa sobre o assunto. O estatuto de verificador de contas não deve ser usado para fins políticos ou para assediar desafetos. No mais, RadiX e os demais verificadores continuam sem responder a questionamentos básicos, de forma objetiva, mesmo esta página já tendo mais de dez dias de existência. Érico (fale) 20h27min de 18 de março de 2017 (UTC)
Isso. Se o Radix realmente acredita na associação sem nexo que inventou agora, na tentativa desesperada de sair por cima de um caso inqualificável de irresponsabilidade e abuso do estatuto, porque é que há um mês tentou "aprovar" aquilo que agora considera que "já existe"? Vale tudo na prática de assédio. Quintal 20h41min de 18 de março de 2017 (UTC)

Se a minha opinião e de outros tivesse prevalecido nas várias discussões que houve sobre o tema das solicitações (veja-se Wikipédia:Temas recorrentes/Solicitação), o RadiX não precisaria de ter escrito aquele artigo de opinião enorme ali em cima, disfarçado de interpretação jurídico-moralista, pois não só Wikipédia:Solicitação já seria uma política há vários anos como o seu texto deixaria claro que uma série de situações eram condenadas pela comunidade e estariam sujeitas a sanções graves.

A realidade não podia ser mais contrária a isso, pelo que a "análise" do RadiX não tem qualquer relevância para este caso. A não ser que se considere que a interpretação de alguém (neste caso o RadiX) se sobrepõe à opinião que a maioria da comunidade manifestou ao longo de oito anos!

Pior! Quantas vezes se viram vários admins alegar em discussões de bloqueio que as maiores barbaridades e solicitações de todo o tipo feitas publicamente naquela página da pt.wiki no Facebook não podiam ser sequer ser trazidas para a discussão por terem sido feitas off-wiki??!! Agora de repente é que alguém que muito raramente aparece em discussões (exceto ultimamente nas relacionadas com o Teles, Antero e Padula...) se deu conta disso e quer punir exemplarmente alguém com base no que aconteceu há um ano?! E logo quando esse alguém está prestes a ser reeleito para CU com 87% dos votos??!!

De resto, é muitíssimo interessante ver qual o teor da participação do Darwinius na única discussão sobre o assunto das que constam da lista Wikipédia:Temas recorrentes/Solicitação... E igualmente curioso é ver que em todas essas discussões não se vê o nome do RadiX, exceto na proposta que fez duas semanas antes desta acusação que estamos a discutir há duas semanas!... --Stegop (discussão) 21h42min de 18 de março de 2017 (UTC)

  • Esta proposta que vocês citaram discorre sobre como lidar com as situações de canvassing, e as possíveis penalidades aos envolvidos. Independentemente​ dela, canvassing é considerado uma prática inaceitável pela principal política da Wikipédia lusófona (Wikipédia: Consenso) há muito tempo. Até o surgimento das denúncias contra o Érico (quase um mês após a criação da minha proposta sobre como lidar com canvassing), nós não tínhamos ciência do que se passava no underground da Wikipédia; não havia razões para suspeitar que ele estivesse envolvido num esquema como tal.
  • A política sobre consenso é inespecífica e abrange todas as situações. Não delimita em quais domínios da Wikipédia o canvassing é aceitável e em quais é inaceitável. Pressupor que solicitar participação para alterar a decisão sobre questões relativas a artigos é proibido, mas que, ao mesmo tempo, seria permitido lançar mão desse subterfúgio para fraudar uma eleição para verificador de contas é algo completamente desprovido de nexo, e evidencia a impossibilidade de tentar justificar aquilo que não é justificável.
  • Com relação ao suposto "uso político do estatuto", eu não compreendo a alegação dos dois envolvidos nesse esquema. Esse termo é muito forte, e pode ser usado para descrever situações de troca de favores - precisamente o que ocorreu na situação descrita e comprovada por email e capturas de tela, protagonizada pelo Érico e pelo Antero de Quintal. RadiX 21h47min de 18 de março de 2017 (UTC)
Não, não é verdade. Solicitações são permitidas, e foi esta comunidade que decidiu isso, até em votação. A denúncia original não tinha nada a ver com solicitações de votos. Eu mesmo já havia admitido que solicitei participação tempo antes de vocês publicarem essa denúncia, que a cada dia se mostra mais irresponsável e infudada. Os verificadores tentaram, sem sucesso, transformar solicitações em um crime, e agora RadiX usa de maneira irresponsável e abusiva a palavra "esquema" na tentativa de denunciar algo ilegal que nunca ocorreu. A denúncia original falava em uso de meats puppets para fraudar votações. Entretanto, os verificadores nem tocaram neste assunto, preferindo, ao invés disso, tentar criminalizar solicitações quando esta comunidade rejeitou inúmeras vezes fazer isso. O uso do estatuto para fins políticos e a tentativa de reforçar opiniões pessoais ficou evidente. A proposta rejeitada que RadiX fez há alguns dias, incrivelmente com o mesmo método que ele emprega neste caso, deixa tudo muito mais nítido. Érico (fale) 21h58min de 18 de março de 2017 (UTC)
  • Compreendo o desespero no momento, pois estiveram a dias afirmando que realizam solicitações off-wiki, crentes de que não haveria uma política oficial que coibisse a prática, haja vista que a página Wikipédia:Solicitação nunca foi oficializada. No entanto, a principal política da Wikipédia (Wikipédia:Consenso) aborda o tema, classificando as solicitações seletivas como inaceitáveis.
  • Não sei a que se refere ao escrever "denúncia original", mas no texto que recebemos por email também constavam as solicitações seletivas de votos, com as imagens em anexo. E meatpuppetry é basicamente o mesmo que canvassing; a diferença é que a solicitação incide sobre usuários novatos ou inativos, sem discernimento do contexto. Tanto que no texto da política estão agrupados no mesmo tópico: "canvassing, meatpuppetry e sock puppetry". A página Wikipédia:Solicitação não é uma política, mas a definição de canvassing ("é inaceitável convidar apenas editores favoráveis a determinado ponto de vista, ou convidar editores de forma a influenciar a sua opinião sobre o assunto ") consta em uma política oficial.
  • Recomendo vivamente que parem de atribuir às minhas ações e às dos demais verificadores as responsabilidades por aquilo que cometeram. As "irresponsabilidades" e "abusos" competem àqueles que os praticaram, e não aos que receberam as denúncias sobre essas práticas, expondo-as aos olhos e ao crivo da comunidade - a qual, assim como nós, até então não tinha ciência dos fatos. RadiX 00h13min de 19 de março de 2017 (UTC)
  • O desespero do Radix em forçar o seu ponto de vista e tentar bloquear alguém a todo o custo já há muito ultrapassou os limites do aceitável. Começou com uma história descabida da Belanidia ser um sock do Érico. Na construção dessa história ocultou da comunidade e do staff da WMF a análise comportamental entre os dois, inventou uma "autorização" dos stewards para violar a política de privacidade, mencionou "avaliações" de dez stewards que nunca foram corroboradas, inventou uma conclusão do proxy ser aberto entretanto desmentida, apresentou uma narrativa cheia de buracos e dúvidas que nunca se dignou a responder. A comunidade recusou claramente essa narrativa furada e absurda. Isso não chegou para o conter.
  • Em vez de pedir desculpas ou assumir o erro, passou vários dias a procurar "buracos" para descredibilizar e atacar quem fez questões. Tentou lançar o boato de que o Érico teria contado que a verificação não foi local, nem se apercebendo que foi o próprio Radix que afirmou que a verificação foi feita pelo staff da WMF.
  • Furada mais essa tentativa de ataque, mais uma procura obsessiva por buracos nas regras durante vários dias. Onze dias depois, o melhor que consegue inventar é uma nova história de que a política de consenso proíbe chamar as pessoas a votar. Não proíbe. A política que, imagine-se, foi escrita por mim, aplica-se essencialmente às discussões sobre conteúdo em artigos; não a eleições nem a votações, as quais têm regras próprias. Uma votação não é uma discussão de consenso. Sobre solicitações em específico, a a comunidade está farta de rejeitar a sua proibição. Mas embora a comunidade tenha rejeitado especificamente as solicitações, o Radix acha-se superior à própria comunidade e afirma que ela não rejeitou o que rejeitou, inventando umas associações manhosas de palavras. Não sei se era este tipo de "audácia" que os fundadores tinham em mente.
  • Há muito que ficou claro que isto não é nenhuma discussão sobre o projeto. Isto é retaliação e assédio pessoal. É querer bloquear a todo o custo, inventando sucessivamente novos motivos cada vez mais desprovidos de nexo. Não há condições para alguém que incorre neste tipo de violações manter as ferramentas e continuar a consumir a paciência à comunidade. Quintal 00h14min de 19 de março de 2017 (UTC)
@Antero de Quintal: "A política que, imagine-se, foi escrita por mim" Foi escrita por você uma pinóia. Quando você começa a andar por aí a se colocar em bicos de pés para tentar ganhar protagonismo com o trabalho alheio, convém esclarecer que aquilo que você fez foi traduzir à letra o que já estava na wiki-en. Essa parte citada pelo RadiX, em particular, é uma tradução literal do que ainda hoje lá está, resultado do trabalho dessa comunidade, e não de um qualquer cuco daqui.-- Darwin Ahoy! 19h42min de 19 de março de 2017 (UTC)

@RadiX: Eu também nunca disse que tinha "consciência de estar fazendo algo errado e estar a par das consequências, caso fosse denunciado." Que "consequências"? Tirou isso da onde? Onde eu disse, seriamente, que sabia que estava fazendo algo errado e ainda temia ser denunciado? Inventou porque? Para provar um ponto de vista e insinuar que fiz alguma coisa errada? Que feio! Só não o fiz, como solicitações são permitidas. Ou agora você também quer mandar na minha consciência? E quanto a história da Belanidia... porque ainda não reconheceu que está completamente errado? Ora, você até disse disparates como "tinha a senha, mas solicitava o voto" (?!?!?!?). Érico (fale) 22h45min de 19 de março de 2017 (UTC)

Citação: Érico escreveu: «Eu também nunca disse que tinha "consciência de estar fazendo algo errado e estar a par das consequências, caso fosse denunciado." Que "consequências"? Tirou isso da onde?» O Darwinius perguntou a você se teria consciência de que poderia ser o seu fim se realmente fosse fazer solicitação e viesse a ser descoberto e denunciado. Você lhe respondeu afirmativamente, concordando que seria o seu fim caso isto viesse a público, mas, em contrapartida, procuraria fazer as solicitações aos contatos certos, para não correr riscos de ser apanhado. No mais, já foi demonstrado que os métodos usados para solicitar participação e alterar o resultado do pedido para verificador de contas são inaceitáveis. RadiX 05h15min de 20 de março de 2017 (UTC)
@RadiX: Não, nunca achei isso. Se achasse, não teria admitido publicamente que fiz solicitações após ter conhecimento de uma campanha contrária destinada a reprovar todos os verificadores. O seu "relatório" concluiu o que todos já sabiam... parabéns. E, mesmo tendo falado isso, consegui 75% de aprovação em uma semana de votação. Isso não é o "fim"... talvez não o fim que Darwinius e RadiX esperavam. Segundo, como já disse e foi provado aqui, nem tudo que falo nas redes sociais são verdades. Muitas vezes não passam de brincadeiras, como fiz em relação a Belanidia - aliás, os verificadores já deveriam ter se desculpado publicamente por terem denegrido a imagem desta administradora, pois eu já fiz minha parte. E eu solicitei participação a pessoas que nem conhecia, como o Pedro, que, com isso, votou contra minha candidatura à steward.. isso claramente não é "procurar fazer solicitações para os contatos certos". Seria bom que parassem de inventar coisas baseando-se em mensagens sem contexto de redes sociais. Nenhum processo sério deste site usou como prova recortes de mensagens do Facebook. Porque mudou, RadiX? Queria impor sua opinião sobre solicitações? No mais, solicitações são permitidas e, algumas poucas vezes, quando algum grupo decide impor determinada agenda, são até necessárias, de modo a contra-balancear uma situação injusta. Não é verdadeira essa imagem que querem transmitir sobre mim de que fraudo votações... Até 2016, nunca havia feito nenhuma solicitação, mas, em virtude da campanha contra os CUs, pedi votos para mim e Marcelo Victor (sem o conhecimento dele, que fique claro) - ele foi a primeira vítima dessa campanha, não eu, como alguns acham. Se ajudar a Wikipédia a continuar tento verificadores é um crime, por favor, me condenem. Érico (fale) 20h32min de 20 de março de 2017 (UTC)
@Érico: Você disse que tinha consciência de que se fosse denunciado e apanhado fazendo aquelas manobras de manipulação da sua própria votação seria o seu fim aqui no projecto, e que por isso mesmo só contactava para esse efeito quem você conhecia. Mesmo que você tivesse esquecido do que escreveu, isso está nos logs a que você já teve acesso, logo quando acusa o RadiX de inventar essa situação você está obviamente de má fé. Qualquer verificador pode confirmar isso.-- Darwin Ahoy! 01h01min de 20 de março de 2017 (UTC)
Não, nunca falei isso, seriamente, a ninguém. Mensagens sem contexto de Facebook não servem como prova em nenhum processo sério - a não ser que já desistiram desse objetivo. Nunca escrevi que tinha "consciência de estar fazendo algo errado e estar a par das consequências". Isso é falso. A não ser que agora vocês também planejam conhecer mais da minha consciência do que eu. Solicitar participação é permitido, não havendo, portanto, punição para isso. Da mesma forma que era permitido em 2016, também é agora. Érico (fale) 01h07min de 20 de março de 2017 (UTC)
@Érico: Ser Facebook ou email é igual, ninguém adivinha se quando você está escrevendo alguma coisa, seja em que suporte for, está sendo sério ou não. Mas não tenho nenhum motivo para achar que você estava brincando quando escreveu que era por esse motivo que escolhia bem os contactos que você solicitava para votar em si mesmo na sua eleição, tanto que pelo que se sabe até ao momento foi exactamente isso que você fez.-- Darwin Ahoy! 01h46min de 20 de março de 2017 (UTC)
Não, não é. Os e-mails que foram usados em investigações deste site eram sérios, sem nenhuma característica das tradicionais brincadeiras de redes sociais. Mensagens sem contexto do Facebook nunca foram usadas como prova em investigações sérias, ainda mais com expressões como "hahaha", "kkkk", e emotions. Ninguém tem mais conhecimento da minha consciência do que eu. Nunca achei solicitar participação / votos proibido ou errado, tanto que votei contra transformar este ensaio em recomendação em 2012, e nem muito menos tinha medo das "consequências", que simplesmente inexistem. Também é completamente falso a ideia de que solicitei participação apenas a "amigos"... como podem afirmar isso sem serem eu?! No mais, muitas das coisas que falo nas redes sociais, como é típico, principalmente para a minha idade, não se transformam em realidade, não passando de brincadeiras. O que falo nestes locais, reafirmo, não deve passar pelo escrutínio de nenhum usuário da Wikipédia - o que inclui verificadores, pois não há ilicitude em nenhuma ação minha neste projeto. A propósito, a questão da Belanidia ser uma sock minha já morreu ou vão insistir que é verdade? Não era esta a principal acusação? Não conseguiram provar? Os verificadores pediram desculpas a Belanidia, que é administradora e usuária confiável há anos? Humm... Érico (fale) 01h56min de 20 de março de 2017 (UTC)
Apesar de você ter-me dito que achava errada aquela manipulação de votos que estava a fazer, e que eufemisticamente designa por "solicitação", agora diz que nunca achou proibido ou errado o que andou a fazer. Tudo bem, pelo menos estamos de acordo que o RadiX não inventou essa situação, e que ela realmente ocorreu.
O tipo de solicitação clandestina que você fez naquela votação, objectivando de forma declarada a manipulação do resultado da mesma a seu favor, não só contraria o quarto pilar da Wikipédia respeitante à convivência comunitária, como viola directamente a política do projecto sobre consenso, como já lhe foi mostrado acima. Se você diz que nunca achou que manipular o resultado de votações neste projecto era proibido nem errado, isso é a prova cabal de que não é alguém em quem se possa depositar confiança, nem tem qualquer responsabilidade nem preparação para nenhuma das funções que tem vindo a acumular com a ajuda desses estratagemas.
"Também é completamente falso a ideia de que solicitei participação apenas a "amigos"... como podem afirmar isso sem serem eu?!" - Acontece que foi você mesmo que afirmou que era isso que fazia. E como apesar de já lhe ter sido repetidamente pedido acima, nunca quis revelar quem solicitou, nem como solicitou, tudo indica que a coisa se passou conforme você mesmo a descreveu há um ano atrás.-- Darwin Ahoy! 02h22min de 20 de março de 2017 (UTC)
Não, você está inventando coisas, como já é seu costume. Não adianta citar links quando a comunidade já rejeitou, várias vezes, proibir ou punir quem faz solicitações. Nenhum comentário é capaz de superar a soberania desta comunidade. Não adianta inventar regras para forçar bloqueios de desafetos. Solicitar participação é permitido, pelo que não compreendo o porque de acharem que darei alguma explicação adicional sobre isso. Na verdade, vocês usam as partes que falam das solicitações porque já desistiram de tentar provar que Belanidia é minha sock, talvez por terem visto o quão absurda é esta suposição. Entretanto, os verificadores ainda estão com uma enorme dívida, pois devem se retratar, pelo menos em relação a Belanidia, já que expuseram o nome dela de maneira irresponsável e abusiva. A desculpa pelo uso do estatuto de verificador para fins políticos pode ser feita mais tarde. Érico (fale) 02h32min de 20 de março de 2017 (UTC)
─────────────────────────@Érico: Você não representa comunidade nenhuma, nem nunca foi escolhido para falar em nome dela. As políticas estão aí para quem as quiser ver e ler, e a sua vontade não as vai alterar.
O facto é que você, com a colaboração de Antero de Quintal - segundo você mesmo em troca de favores que lhe fez - manipulou clandestinamente o resultado de pelo menos uma das votações que o elegeram para estatutos neste projecto, inclusive com recurso à chantagem, e fê-lo deliberada e conscientemente. Se realmente sabia que esse tipo de canalhice é contra as regras do projecto, conforme você mesmo disse na época, é indiferente: Esse tipo de coisa, além de ser um desrespeito para com toda a comunidade daqui que não participa desses esquemas, é contra as regras mais elementares deste projecto. Penso que você já é crescido o suficiente para saber que os seus actos têm consequências.-- Darwin Ahoy! 03h04min de 20 de março de 2017 (UTC)
Exato. Nem você, nem eu e nem ninguém decidimos sozinhos quais políticas valem ou não. O fato, entretanto, é que esta comunidade rejeitou, inúmeras vezes, proibir ou punir quem faz solicitações. Não adianta escrever textos vazios, nada vai mudar este fato: solicitações são permitidas. Se discorda, vá para a Esplanada propor a proibição de solicitações. Até lá, sua opinião não vale mais do que a minha. Érico (fale) 03h08min de 20 de março de 2017 (UTC)

O comentário do Antero de Quintal constitui-se apenas de ataques pessoais, difamação e disseminação da desconfiança.

É até possível que algum desavisado a cair de paraquedas nesses parágrafos possa conjecturar a possibilidade das suas alegações. Mas todos que se deram ao trabalho de acompanhar o caso sabem que foi o ex-verificador Érico que afirmou ter acesso à conta da Belanidia, tendo dito, também, em outras passagens, que iria recorrer aos votos dela - fato que se comprovou na própria wiki, cerca de 30 minutos após o seu pedido. Ninguém aqui tem dúvidas de que a Belanidia é uma pessoa real. Eu mesmo tive a oportunidade de interagir com ela, nos tempos do finado chat da Wikipédia, muito antes de Antero de Quintal ou Érico sequer existirem por aqui. Por óbvio, Érico e Belanidia haveriam de apresentar padrões comportamentais diferentes, pois são pessoas diferentes. Citação: Érico escreveu: «Ora, você até disse disparates como "tinha a senha, mas solicitava o voto" (?!?!?!?)» O que se investiga (e não está mais em nosso poder) é a possibilidade de a Belanidia ter emprestado a conta ao Érico em determinadas circunstâncias - o que não interfere no fato de que ela provavelmente continua utilizando a conta, tanto que foi chamada a votar pelo próprio Érico, mais de uma vez. Quando a denúncia foi repassada aos funcionários da WMF, salientamos que o componente a ser investigado era a hipótese de partilha de senha - e a suspeita ganhou projeção com a detecção do uso de proxy. Não afirmamos que a Belanidia seria um sockpuppet do Érico. Isto é apenas uma calúnia disparada pelo Antero de Quintal.

E mais calúnias se descortinam ao afirmar que a participação dos stewards (confirmada pelo funcionário da WMF 48204922]) no caso teria sido "inventada", bem com a informação sobre o uso de proxy, também comprovada por ele. Qualquer pessoa com conhecimento residual sobre o assunto e que esteja agindo de boa-fé sabe que um proxy pode deixar de ser aberto ao longo do tempo, motivo pelo qual não devem ser bloqueados indefinidamente.

Citação: Antero de Quintal escreveu: «A comunidade recusou claramente essa narrativa furada e absurda.» Blatant false statement. A comunidade não é representada pelos dois denunciados (Érico e Antero de Quintal), com indiscutível interesse em descontextualizar os fatos e desarticular as acusações, e pelo Stegop.

Citação: Antero de Quintal escreveu: «Tentou lançar o boato de que o Érico teria contado que a verificação não foi local, nem se apercebendo que foi o próprio Radix que afirmou que a verificação foi feita pelo staff da WMF.» O Antero de Quintal questionou no dia 8 de março a inexistência dos registros 48204077], sendo que eu havia esclarecido, apenas no dia 12 de março 48244068], em resposta a um questionamento do Érico, que os registros não foram gerados. E, até o momento, ele se recusa a responder quais eram os seus subsídios para realizar tal questionamento, pois apenas os usuários com estatuto de verificador de contas (Érico incluso, até então) tinham ciência da não-existência dos registros.

A política sobre consenso é uma tradução literal do texto da Wikipédia anglófona. Jamais foi "escrita" pelo Antero de Quintal. Insistir que é permitido solicitar participação, da forma que o fizeram, é irreal. Alegar que a política sobre consenso veda canvassing apenas no domínio principal também é falso. E afirmar que a comunidade compactuou com a prática de canvassing ao refutar sucessivas propostas é mais falso ainda. A comunidade não aprovou, nesta votação, o texto da página - ou a página (como preferirem): Wikipédia:Solicitação. Mas a política Wikipédia:Consenso coíbe diretamente qualquer tentativa de enviesar o resultado de uma discussão, e defraudar ou comprometer o processo de consenso:

Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso: Solicitações, sockpuppetry e meatpuppetry
 
Qualquer tentativa de angariar participantes para uma discussão cujo efeito seja enviesar essa discussão é inaceitável. Embora seja aceitável, e até mesmo encorajado, convidar participantes para uma discussão de modo a trazer novas perspectivas e argumentos, é inaceitável convidar apenas editores favoráveis a determinado ponto de vista, ou convidar editores de forma a influenciar a sua opinião sobre o assunto. Usar uma conta-fantoche ('"sock puppet") de modo a influenciar o consenso é totalmente proibido. São permitidas mensagens neutrais e informativas nas várias páginas de anúncios, nos wikiprojetos ou dirigidas a editores; mas ações que possam ser razoavelmente interpretadas como uma tentativa de defraudar ou comprometer o processo de consenso são consideradas comportamento desestabilizador..

Em passagem alguma a política sanciona os domínios do projeto onde é permitido agir em modo contrário ao estabelecido. Portanto, a alegação de que é permitido solicitar participação indevidamente em assuntos do domínio Wikipédia constitui uma argumentação primária e inverídica, mais uma vez.

Votações, discussões ou consultas rápidas são os métodos usados para a obtenção do consenso. Mesmo se a política estipulasse que somente as votações são exceção à regra (o que não é verdade, pois isto não é atestado em parte alguma), o contrassenso seria ainda maior - pois, se até em discussões simples, nas quais os argumentos expostos têm o seu devido peso, a tentativa de adulteração do processo de consenso é considerada um comportamento desestabilizador, imaginem, então, o quão mais nocivas podem ser essas empreitadas obscuras nos processos de decisão em formato de votação!

Os verificadores de contas são eleitos por consenso, aferido por um percentual de aprovação de no mínimo 70%. Ponto. Se têm alguma dúvida a respeito, consultem a política de CheckUser, onde até mesmo a palavra consenso possui uma ligação direta para a respectiva política:

Wikipédia:CheckUser#Acesso ao estatuto de CheckUser
 
Nas wikis sem um conselho de arbitragem que cumpra os critérios supracitados, ou onde a comunidade prefira eleições independentes, existem duas opções possíveis:
A comunidade deve aprovar os verificadores por consenso. O candidato a CheckUser deverá requerer o acesso à comunidade local e anunciá-lo adequadamente (Esplanada, lista de e-mail quando disponível...) O usuário deve estar familiarizado com a política de privacidade. Após a obtenção de consenso (pelo menos 70%-80% de votos favoráveis ou o maior número de votos em eleições de múltipla escolha) em sua comunidade local, contando com o suporte de, pelo menos, 25 a 30 editores, o usuário deve solicitar o acesso em Steward requests/Permissions, fornecendo uma ligação para a página com a decisão da comunidade..

Portanto, a recusa e os ataques nesta página representam uma tentativa derradeira de inverter a moral da história e jogar a culpa pelas violações dos denunciados às costas de quem acatou a denúncia e lançou luz àquilo que eles faziam pelas sombras. RadiX 05h15min de 20 de março de 2017 (UTC)

  • O comentário que o Radix menciona deve ser esta avaliação noutra página, cuja resposta o Radix tem copiado e colado em múltiplas páginas. Nessa avaliação é colocada em perspetiva uma série de factos preocupantes e perturbadores em relação à conduta do Radix e à conjugação das suas ações com o Darwin nas últimas semanas, pelo que depreendo que esteja assustado e sinta necessidade de disparar para todos os lados com todo o tipo de ataques pessoais e difamações.
  • A comunidade já rejeitou inúmeras vezes a proibição de solicitações, inclusive numa votação. É extremamente preocupante o facto de haver alguém que se acha mais inteligente do que a própria comunidade, e que pretende provar que a comunidade não teria rejeitado, mas sim "aprovado", criando um frankenstein com manipulações e citações fora do contexto de outras regras, em particular de regras para as discussões de conteúdo em artigos. Este tipo de ações é a própria definição de abuso do projeto para provar um ponto de vista. Quintal 09h58min de 20 de março de 2017 (UTC)
@Antero de Quintal: É o cúmulo que depois de você estender o seu abuso descontrolado a ainda outra página deste projecto, venha acusar de dispersão quem continua a discutir o caso no seu sítio próprio.
"à conduta do Radix e à conjugação das suas ações com o Darwin nas últimas semanas" - E ainda insiste na sua tese lunática sobre eu conseguir controlar mentalmente não só as acções do Lord Mota, como até viajar no tempo e fazer com que um membro da Ombudsman Comission escreva em 2011 algo abonatório sobre o RadiX, de modo a que eu, em 2017, possa copiar essa informação para o caso respectivo neste projecto? Eu chego a achar engraçado que você me veja como uma espécie de alienígena maléfico com esse tipo de poderes, mas começo a pensar se você estará ainda capacitado para continuar a participar num projecto sério como este.-- Darwin Ahoy! 10h51min de 20 de março de 2017 (UTC)
Os factos enumerados por ordem cronológica estão à vista de todos. Disparar acusações de "forumshopping" por todo o lado não os vai ocultar da comunidade. Lamento. Quintal 11h23min de 20 de março de 2017 (UTC)
É, está à vista de todos que eu viajei no tempo até 2011 e influenciei um membro da Ombudsman Comission para que ele depusesse a favor do RadiX, e depois voltei a 2017 e copiei esse depoimento para o caso do CA deste projecto. Você há duas semanas que tem um pedido de bloqueio em aberto por fazer esse tipo de insinuações e afirmações, que mesmo sendo de carácter lunático e abilolado, continuam sendo contrárias às normas de conduta deste projecto. Aproveite que ninguém repôs o bloqueio depois que o Stegop lhe fez o favor de retirar, e vá procurar algo de útil para fazer, em vez de continuar aqui a debochar do próximo.-- Darwin Ahoy! 12h55min de 20 de março de 2017 (UTC)

A acusação de solicitação feita de forma indevida é apenas mais uma e nem é a mais grave. Agora que o Radix já esclareceu qual a regra que tem sido assumidamente violada pelos acusados, não resta dúvida de que houve quebra de confiança. Os pedidos foram feitos de forma seletiva e com texto tendencioso, sem falar na ameaça feita a outro editor caso ele não votasse. Isso é algo tão grave que obviamente não é previsto em regra. As perguntas do Otavio são pertinentes pra esclarecer como isso quebra a confiança da comunidade. Se não quebrasse, tudo poderia ser feito de forma transparente e não às escondidas, como foi feito. Estou aguardando comentários de quem não é acusado ou fiel escudeiro, pois já chega de réus que são juízes por aqui também e por motivos óbvios não conseguem enxergar com imparcialidade.—Teles«fale comigo» 23h15min de 20 de março de 2017 (UTC)

Não existe nenhuma "regra violada" nem o Radix "esclareceu" o que quer que seja. A comunidade tem rejeitado sucessivamente a proibição de solicitações. Não é imaginando com muita força e com muito desespero que regras existem que elas passam a ser reais. Dizer no facebook "eu não voto em você se você não votar em mim" só com muita fantasia e obsessão por retaliação é que pode ser um "ataque" e uma "ameaça". Quintal 00h01min de 21 de março de 2017 (UTC)
Na sua opinião de réu, não pode, mas as palavras usadas não foram tão bobinhas como tenta fazer parecer. Quem foi ameaçado procurou os verificadores pra reportar o caso e, de fato, se sentiu ameaçado. Quem ameaçou usou palavras fortes e deu claramente a entender que não agiria sozinho pra tentar angariar votos contra a pessoa ameaçada. Além de uma ameaça, isso sendo cumprido, por si só, seria uma violação de nossas regras. As ações violam claramente WP:CONSENSO. Mesmo que não houvesse nenhuma regra, a comunidade é livre pra debater a conduta de usuários que repercutem dentro da Wikipédia. Que bom saber sua opinião. Que bom que não é o juiz.—Teles«fale comigo» 00h11min de 21 de março de 2017 (UTC)
@Teles: Não é verdade. Esta mesma pessoa, após eu perguntar, disse-me no Facebook que não se sentiu ameaçado e só enviou os prints aos verificadores porque foi coagido por uma terceira pessoa. Provas obtidas via coação são nulas em qualquer processo ou investigação minimamente sérios. Érico (fale) 00h15min de 21 de março de 2017 (UTC)
Por que este comentário do próprio Leon não corrobora o que você afirma?—Teles«fale comigo» 00h46min de 21 de março de 2017 (UTC)
Ele próprio disse que não se sentiu ameaçado, enquanto você diz que ele se sentiu. Não dá para entender essa forçação de barra sua. Você não sabe da relação que eu tinha com Leon. Muitos administradores já me falaram coisas muito piores nas redes sociais... quando não gostava, apenas os bloqueava. Só recorreria à Wikipédia se houvesse um assédio continuado. Se ele tivesse se sentido ameaçado, teria denunciado no ato, e não continuado conversando comigo depois de meses. Se eu fui rude com ele, peço minhas sinceras desculpas. E, no mais, eu não acho você é capaz de saber o que os outros sentem, quando a própria pessoa disse que não se sentiu ameaçada e que foi coagida por um terceiro a mentir para os verificadores. Érico (fale) 01h57min de 21 de março de 2017 (UTC)
Citação: Leon saudanha escreveu: « Mas isso não muda o fato de ele ter ameaçado retaliações a um futuro pedido de oversight que eu fizesse, e se gabando para outro usuário de ter conseguido me feito mudar do novo o voto, afirmando sarcásticamente que eu estava "me borrrando de medo". Se não sabe admitir seus erros, não serei eu que passarei a mão na cabeça dele.» - Basta ler o diff. O fato de ele se sentir ou não ameaçado não muda o fato de que houve tentativa de chantagem e assédio. Ainda assim, o próprio Leon usou o termo "ameaça" em sua denúncia pra se referir aos seus atos. Portanto, eu não interpretei nada; apenas repeti o termo que ele usou. Por que ele diz que você errou se, em sua compreensão, você não fez nada de errado e parece entender que essa também foi a opinião do Leon?—Teles«fale comigo» 12h27min de 27 de março de 2017 (UTC)
"Réu" de quê mesmo? Parabéns pelo desespero em forçar um motivo de bloqueio. A comunidade rejeitou sucessivamente a proibição de solicitações. Apesar disto, alguns parece que se acham mais inteligentes que a própria comunidade e tentam provar que ela não rejeitou o que rejeitou.
  • Subversão do sistema: Citação: Usualmente envolve um uso impróprio de uma política (ou apelo a ela), para propositadamente interromper ou desestabilizar os processos da Wikipédia, para clamar suporte para um ponto de vista que claramente contradiz as políticas. Violar a ideia de uma política, mas recorrer ao sentido estrito das palavras expostas por ela; Se justificar através de uma política, mas sem mencionar outra indispensável à primeira, de forma a tornar a ideia transmitida incompleta; Tentar forçar uma diferente interpretação de uma política ou impor um ponto de vista próprio, distinto daquele consensual para a comunidade; Quintal 00h18min de 21 de março de 2017 (UTC)
A página que o Radix cita é clara sobre o assunto. Não há como interpretar de forma diferente. O que foi não foi decidido foi o texto da página referente a solicitação. Alguns foram contra por não saberem como decidir sobre acontecimentos fora da Wikipédia, pelo fato de que não ficamos sabendo até alguém denunciar. No seu caso, estamos sabendo. Isso não quer dizer que a prática seja aprovada e que a comunidade não possa julgar a ética ou a falta dela de quem comete tais práticas.—Teles«fale comigo» 00h46min de 21 de março de 2017 (UTC)
A comunidade rejeitou sucessivamente a proibição de solicitações. A votação foi clara. Qualquer outra interpretação abusiva de um facto tão elementar deve ser vista à luz de wp:Subversão do sistema: Citação: Usualmente envolve um uso impróprio de uma política (ou apelo a ela), para propositadamente interromper ou desestabilizar os processos da Wikipédia, para clamar suporte para um ponto de vista que claramente contradiz as políticas. Violar a ideia de uma política, mas recorrer ao sentido estrito das palavras expostas por ela; Se justificar através de uma política, mas sem mencionar outra indispensável à primeira, de forma a tornar a ideia transmitida incompleta; Tentar forçar uma diferente interpretação de uma política ou impor um ponto de vista próprio, distinto daquele consensual para a comunidade; Quintal 00h55min de 21 de março de 2017 (UTC)
Quem decidiu sobre solicitação na página citada não foi a comunidade?—Teles«fale comigo» 01h07min de 21 de março de 2017 (UTC)
  • Wikipédia:Votações/Recomendação sobre solicitações Rejeitada. Foque-se nas regras e decisões relativas ao caso. Boa leitura.
  • Vai explicar porque é que a análise comportamental entre o Érico e a Belanidia foi oculatada da comunidade e do staff da WMF?
  • Vai explicar porque é que nenhum dos supostos "dez stewards" que "avaliaram o caso" assumiu as declarações?
  • Vai explicar que medidas é que foram usadas para verificar a autenticidade dos screenshots?
  • Vai explicar porque é que os screenshots não foram tarduzidos?
  • Vai explicar como é que o Érico é simultâneamente acusado de "usar a conta da Belanidia" e "pedir votos à Belanidia"?Quintal 01h11min de 21 de março de 2017 (UTC)

Mais desvio do assunto quando percebe que seus argumentos são falhos. Coloque-se em seu lugar. Você é réu e não juiz. Não entupa de perguntas esta página, pois não está em posição de questionar ninguém aqui. Sim. Estou citando um política aprovada pela comunidade que determina que ela é contra a solicitação indevida. Há várias votações que decidiram por um lado e posteriormente isso foi mudado. Não adianta citar votações antigas, pois elas não definem as regras. As regras são definidas pelas políticas. Eu estou citando uma política que define a solicitação como prática indevida. Não faz o menor sentido você insistir desesperadamente em citar uma votação antiga quando já há uma regra sobre isso. Lamento muito que você tenha assumido ter realizado uma prática que a comunidade condena e que decidiu através de uma de suas principais políticas que o que você fez foi errado, mas você facilitou bastante a discussão ao ser réu confesso.—Teles«fale comigo» 01h22min de 21 de março de 2017 (UTC)

Para ser "réu" seria preciso ter feito qualquer coisa de indevida. O desespero para forçar um bloqueio é tanto que onze dias depois foram buscar uma regra para discussões sobre conteúdo de artigos, apesar da comunidade ter explicitamente rejeitado a proibição de solicitação. Não consigo ver melhor exemplo de subversão do sistema.
  • Vai explicar porque é que a análise comportamental entre o Érico e a Belanidia foi oculatada da comunidade e do staff da WMF?
  • Vai explicar porque é que nenhum dos supostos "dez stewards" que "avaliaram o caso" assumiu as declarações?
  • Vai explicar que medidas é que foram usadas para verificar a autenticidade dos screenshots?
  • Vai explicar porque é que os screenshots não foram tarduzidos?
  • Vai explicar como é que o Érico é simultâneamente acusado de "usar a conta da Belanidia" e "pedir votos à Belanidia"?
Ao contrário de exemplos inventados ou com base em tretas do facebook, vejo aqui muitas práticas reais de má conduta que a comunidade condena. Quintal 01h29min de 21 de março de 2017 (UTC)
Está claramente deturpando a discussão, copiando e colando trechos repetidos, desviando a discussão em outra página e exercendo perfeitamente o papel de réu que quer desvirtuar a discussão. Não há como responder, pois você não está em posição de perguntar. Aguardo perguntas razoáveis de usuários capazes de decidir por serem imparciais no caso. Não é o seu caso e nem posso dar corda a essa tentativa de manipular a discussão, como parece ser recorrente. Chega ao absurdo de perguntar como os screenshots foram traduzidos sem ter noção do quanto a pergunta é primária...—Teles«fale comigo» 01h43min de 21 de março de 2017 (UTC)
Para ser "réu" é preciso ter feito qualquer coisa de ilegal. As perguntas foram feitas desde o primeiro dia e continuam sem resposta. Não há respostas porque não se sabe que desculpa inventar para vários exemplos de conduta indevida. Quintal 01h58min de 21 de março de 2017 (UTC)
São tão engraçadas as comparações com julgamentos de verdade. Conte-nos mais sobre como o juiz do processo estaria proibido pelo acusado de ter acesso à peça acusatória e nada aconteceria. Se isso aqui fosse um julgamento real, há tempos que o juiz já teria ordenado a quebra do sigilo das conversas ou teria mandado prender o acusado por obstrução da justiça, porque é exatamente o que Érico está fazendo ao proibir que as conversas venham a público para que se possa efetivamente decidir algo, contra ou a favor do acusado. É cada uma que se lê por aqui, que só rindo mesmo. Oxe (discussão) 12h31min de 21 de março de 2017 (UTC)
A violação de regras só pode ser provada se for violada a privacidade dos outros? Posso ter acesso a todos os seus e-mails para ver se você pode continuar desbloqueado? Posso pedir que "usuários suspeitos" façam o mesmo? Este é o pior argumento que eu já vi. Só rindo mesmo. Érico (fale) 20h26min de 21 de março de 2017 (UTC)
Érico, deixe de inventar desculpas esfarrapadas. A comunidade está interessada apenas e somente nas conversas do Facebook entre você e Darwin, nas quais você confessou pressionar, ameaçar, coagir —dê o nome que quiser— Leon para que ele mudasse o voto dele e também revelou seu esquema de manipulação de votações, conversas estas que já estão de posse dos verificadores. Além disso, quaisquer informações privadas sua ou de outrem nas conversas podem ser facilmente ocultadas. Como não há nenhuma questão real de privacidade, então seu argumento não passa de uma falácia.
O que todo mundo já entendeu é que você está tumultuando de propósito uma avaliação justa da comunidade. Você está deliberada e convenientemente usando o argumento de privacidade como escudo mas isso só piora a sua situação, porque todos já perceberam que você está tentando em vão esconder algo muito podre.
Quanto mais você se nega a tornar essas conversas públicas, maior é o sentimento de que você não é digno da confiança da comunidade, pois, se você nada tivesse feito, teria sido você o primeiro a querer tornar as conversas públicas. A cada dia que passa, cresce ainda mais a certeza de que você andou fazendo coisas muito erradas com relação ao projeto.
Daqui a pouco, as conversas serão um mero detalhe, porque, mostrando-as ou não, você terá perdido a confiança de ainda mais pessoas do projeto por suas atitudes no caso e sua situação será irreversível. Se você imagina que esse joguete de esconde-esconde é capaz de enganar as pessoas daqui, você está muito errado. Oxe (discussão) 12h28min de 22 de março de 2017 (UTC)
Não é. Permitir a divulgação de mensagens que tive com outras pessoas, além de ser um precedente perigoso, é uma violação imprudente de privacidade. O que falo no Facebook não é da conta de absolutamente ninguém. Também é o pior argumento que eu já vi em sete anos de projeto. Não vejo como alegar "quebra de confiança" pelo que disse ao Leon quando o próprio me disse que não se sentiu ameaçado, e que foi coagido por outra pessoa a falar que se sentiu e enviar os prints aos verificadores. Também é incrível quererem julgar isso. Se ele tivesse se sentido ameaçado, não teria continuado conversando comigo depois de meses, mas sim me denunciado na época. Este argumento é, portanto, falacioso. Se você já tirou suas conclusões, que bom para você, apesar de estar redondamente enganado e distribuindo ofensas gratuitas, talvez por não ter mais argumentos decentes. Érico (fale) 18h53min de 22 de março de 2017 (UTC)
Érico O Leon saudanha mencionou aqui na Wiki que só mudou o voto por tu teres ameaçado retaliações. Você está agora dizendo que uma conversa entre ele e você no Facebook desmente esse fato. Estás tentando usar evidências de prints de Facebook para refutar esse fato que foi colocado na Wiki? Chico Venancio (discussão) 20h55min de 22 de março de 2017 (UTC)
Há diferenças entre usar mensagens sem contexto, com expressões como "hahahaha" e "kkkk", do que apresentar confissões sérias, onde está, inclusive, a pergunta. E, me desculpe, mas votar contra, caso o voto se mantivesse, não seria uma "retaliação", mas um dever meu: quem vota após solicitação de banidos não merece meu apoio e minha confiança, e foi isso que tentei mostrar a ele. Érico (fale) 21h50min de 22 de março de 2017 (UTC)
É preciso definir que defesa estás a usar nesse caso, foi ou não erro seu? Porque não anunciou sua suspeita de meat do Leon na Wiki? Quais evidências tens dessa influência de banidos sobre o Leon?
Então quer dizer que o Leon alterou o voto dele a pedido de banidos, mas depois que alterou o voto novamente a seu pedido está tudo bem? Alterar votos a pedido de banidos é grave, mas alterar votos a seu pedido não? E a extorsão presente no caso? Tudo me leva a crer que o Leon alterou o voto por medo de ser exposto (por algo que realmente vez ou não), não pensas que isso é um fato grave?
Eu sinceramente não vejo como aceitar esses prints de sua conversa com o Leon e não aceitar a todos, o contexto só pode ser avaliado por vê os prints e os verificadores os viram e avaliaram o contexto como grave o suficiente. Se queres contradizer isso, apresente provas. Sua simples afirmação de que há "hahahaha" e "kkkkk", ou "eu amo a Belanidia" não é suficiente para demonstrar que os prints não demonstram aquilo que quem teve acesso a eles está afirmando que demonstra. Chico Venancio (discussão) 22h06min de 22 de março de 2017 (UTC)
Se você não se convence pelos meus argumentos, talvez pelos conflitos recentes que tivemos, lamento, mas não vou permitir a divulgação de mensagens privadas que eu tive com outras pessoas (nem mesmo a tal confissão do outro editor). Eu questiono, e sempre vou questionar, usarem recortes de conversas do Facebook como prova. Questiono ainda mais quando usam como prova mensagens cujas respostas foram "hahaha". Entretanto, já usaram, estabelecendo um precedente inédito aqui. Eu e Darwinius conversamos esses dias por e-mail, e eu tentei esclarecer algumas das referências que eu fiz em relação à Belanidia. Não farei o mesmo, no entanto, aos verificadores, pois a forma como me trataram é humilhante. Logo, o que mais eu posso fazer? Érico (fale) 22h14min de 22 de março de 2017 (UTC)
E eu acho que você não possui muito conhecimento quanto a influência que banidos exerceram sobre Leon, no passado. Eu votei a favor da eleição dele para supressor no ano passado por, apesar de achar que ele errou ao criar artigos a mando de banidos, havia mudado. Érico (fale) 22h17min de 22 de março de 2017 (UTC)
Citação: o que mais eu posso fazer? Há 7 perguntas acima não relacionadas com questões de privacidade que (em vez de me atacar) você poderia responder. Chico Venancio (discussão) 22h22min de 22 de março de 2017 (UTC)
Já respondi todas as suas perguntas. Qual ainda falta? E, me desculpe, mas questionar sua óbvia parcialidade aqui (pelo menos em relação a mim) não é um "ataque", mas um fato. Érico (fale) 22h24min de 22 de março de 2017 (UTC)
E continua a velha e batida tática de tentar desacreditar os interlocutores para desviar a atenção do que realmente importa. Depois de acusar o RadiX de usar politicamente o estatuto de verificador, agora a "novidade" é se fazer de ofendido quando contrariado —já é a segunda vez que faz isso só comigo. Sinto muito, mas ninguém pode fazer absolutamente nada se você não gosta quando as pessoas falam verdades. Só para deixar claro: Leon já afirmou que você o ameçou de retaliações em um futuro pedido de oversight dele. Se isso não fosse pouco, ainda se gabou para outro usuário de ter conseguido feito o Leon mudar seu voto e afirmou, sarcasticamente, que Leon estava se borrando de medo[1]. Oxe (discussão) 23h00min de 22 de março de 2017 (UTC)
Não acusei levianamente, como insinua; este uso do estatuto para fins políticos fica evidente a cada vez que ele tenta forçar a aplicação de um conceito em que defende, embora não aprovado pela comunidade. E, enfim, voltamos ao velho assunto do ninguém tem nada a ver com o que eu escrevo sobre outras pessoas no Facebook. No mais, votar contra não seria uma "retaliação", mas uma obrigação: votar conforme solicitação de banidos faz com que a pessoa perca minha confiança e, com isso, meu voto. Avisá-lo sobre isso era a melhor opção, apesar de, se me excedi, pedi desculpas aqui e privadamente. Érico (fale) 23h05min de 22 de março de 2017 (UTC)
O efeito do seu argumentum ad nauseam e argumentum ad hominem é mais descrença no que você fala. Oxe (discussão) 23h24min de 22 de março de 2017 (UTC)

───────────────────────── Meus argumentos se repetem quando as falácias se repetem. Érico (fale) 23h27min de 22 de março de 2017 (UTC)

Que falácias?
  1. Você confessou manipular votações;
  2. Você ameaçou de retaliações um editor em ambiente off-wiki;
  3. Você está prejudicando a avaliação justa da comunidade ao esconder as conversas do Facebook.
Oxe (discussão) 00h05min de 23 de março de 2017 (UTC)
  1. Falso. Confessei coisa nenhuma. Disse que solicitei participação após saber da existência de uma campanha negativa contra mais de uma pessoa. Isso não é crime algum. E, lembro, solicitações são permitidas.
  2. Considerei como conselho e pedi desculpas, de forma pública e privada, se o editor se sentiu ameaçado (ele disse que não se sentiu, aliás). Entretanto, quem vota após solicitações de banidos perde minha confiança e, consequentemente, meu voto. Criar artigos e votar a pedido de banidos não é algo muito tolerável aqui, e qualquer diálogo que vise evitar este comportamento é bem-vindo, ainda mais quando recorrente. Pelo menos eu gostaria de ser avisado, mesmo que de forma mais agressiva.
  3. Não estou. Dentre vários os argumentos, alegar que violações de regras só podem ser provadas violando a privacidade dos outros é o pior argumento que eu já vi. E os verificadores sabem disso, tanto que nenhum diálogo do Facebook, ou sem contexto, foi usado como prova final em alguma investigação. Érico (fale) 00h14min de 23 de março de 2017 (UTC)
Érico mente descaradamente mesmo com todo mundo vendo sua mentira. Eis aqui o que Leon disse:
Anterode Quintal eu que enviei o e-mail, mais nunca disse que o Érico me ameaçou como pessoa, Como pessoa. Mas isso não muda o fato de ele ter ameaçado retaliações a um futuro pedido de oversight que eu fizesse, e se gabando para outro usuário de ter conseguido me feito mudar do novo o voto, afirmando sarcásticamente que eu estava "me borrrando de medo". Se não sabe admitir seus erros, não serei eu que passarei a mão na cabeça dele. EVinente, Marcelo Victor, RadiX, Teles grato por terem dado continuidade à denuncia. Nada mais tenho a declarar.-- Leon Saudanha 02h41min de 8 de março de 2017 (UTC) —fonte: [2]
Agora imaginem o quanto Érico não mentiu, mente e vai continuar mentindo sobre aquilo que ele está escondendo de todo mundo? Até quando ele pretende continuar mentindo? Será mesmo que a comunidade vai deixar isso tudo passar impune? Oxe (discussão) 01h24min de 23 de março de 2017 (UTC)
Quem mente é você. Você não tem a menor ideia do que afirma, mas continua disparando para todos os lados como um obstinado a atingir seus objetivos nesta página, o que é bastante estranho. Apesar de ter sido influenciado por alguns banidos durante algum tempo, eu busquei alertar Leon quanto a essa proximidade, que poderia ser perigosa, dado o que a comunidade já sabia. Quando eu soube que alguns banidos estavam interessados em reprovar todos os verificadores, especialmente eu próprio (por motivos amplamente conhecidos), precisava presumir mais alguma coisa para desconfiar do porque Leon votou contra meu pedido? Criar artigos e votar a mando de banidos não é algo muito tolerável aqui, e qualquer diálogo que vise evitar este comportamento é bem-vindo. Pelo menos eu gostaria de ser avisado, mesmo que de forma mais agressiva. Eu já pedi desculpas, publicamente e privadamente, se me excedi nas palavras, mas ainda assim acho que foi positivo tê-lo avisado de que votar a pedido de banidos não é a melhor coisa a se fazer. Para mim ficou evidente que ele entendeu isso e qual era meu objetivo, pois, caso contrário, não teria continuado conversando comigo lá no Facebook, até poucos dias atrás, e ainda confirmando o que eu já desconfiava: que não se sentiu ameaçado e só disse isso aos verificadores porque foi coagido. Não é culpa dele. Érico (fale) 01h56min de 23 de março de 2017 (UTC)
De um lado, temos um registro público do que Leon disse e ele não poderia ser mais claro em sua mensagem[3]. Do outro lado, temos você mais uma vez se escondendo atrás de conversas do Facebook[4]. Se você nega e distorce o que todo mundo está vendo, imagine o que tem feito com o que ninguém vê e só ouve falar da sua boca? Oxe (discussão) 11h21min de 23 de março de 2017 (UTC)
Seus comentários limitam-se a assediar, distorcer e presumir má-fé. Não posso fazer nada a não ser torcer para que mude. Este não é um comportamento muito aceitável por aqui. Érico (fale) 14h53min de 23 de março de 2017 (UTC)
Que gozado. É você quem está constantemente assediando, distorcendo e presumindo má-fé de quem tem interpretação dos fatos diferente da sua. Mas se você acha que suas ameaças me intimidam, você está redondamente enganado. Acha que vai conseguir calar alguém com esses rebentos e levantes? Nem venha com essas artimanhas de quem está atirando para todos os lados porque está desesperado, pode parar. Ou melhor, continue pois quanto mais você fala mais ficam claras suas intenções, ética e modo de agir relacionados à Wikipédia. Machado de Assis dizia que "a verdade sai do poço, sem indagar quem se acha à borda", enquanto que Antonio Machado completou com "a verdade é o que é, e segue sendo verdade, ainda que se pense o revés". O ditado popular "não adianta tapar o sol com a peneira" também vem a valhar, porque as pessoas aqui são capazes de fazerem seus próprios julgamentos, independentemente de seus fricotes. Oxe (discussão) 19h41min de 23 de março de 2017 (UTC)
Sério? Desesperado com o que? Get a life... Você assedia quando insiste em questionar o porque eu não permito a divulgação de nenhuma conversa que tive fora daqui: já dei a resposta, que é um não definitivo - e este "não" não é de hoje. Não é a primeira vez que dizem coisas como "Érico cometeu violações horríveis que só podem ser provadas com recortes mensagens do Facebook". JSSX adorava fazer isso, apesar disso não ser prova muito séria. Após ouvir minha recusa, você publicou uma "análise" (foi o nome que você deu, embora está longe de ser uma análise séria) em que não citou basicamente ponto algum da história. Optou por dar sua opinião pessoal, sem respaldo nas regras. Você já tem uma opinião definida ou, melhor, um julgamento precipitado. Isto é, sim, presumir má-fé, além de constantemente distorcer regras ou o que eu falo quando tenta dar algum argumento para sua "análise". Érico (fale) 19h50min de 23 de março de 2017 (UTC)
Sua argumentação é risível, porque não é assédio nenhum fazer perguntas pertinentes. Não bastasse, ainda tem a prepotência de julgar a seriedade da opinião das outras pessoas sobre si próprio e imagina que tem o controle sobre o que as outras pessoas pensam. Quem você acha que é? Enxergue-se! Oxe (discussão) 20h10min de 23 de março de 2017 (UTC)
Pelo menos eu tenho a capacidade de compreender pessoas que se importam pela privacidade, sei que "não" significa "não" e não "talvez", sei que uma análise séria deve obrigatoriamente citar regras e, claro, o autor desta a análise precisa ter algum conhecimento sobre o assunto que está escrevendo. Portanto, acho que não sou bem eu que devo me "enxergar". Aliás, é triste que você sempre usa essa baixaria quando seus argumentos se esgotam. Érico (fale) 20h35min de 23 de março de 2017 (UTC)
Argumentum ad nauseam e hipocrisia. Não engana ninguém. Oxe (discussão) 22h54min de 23 de março de 2017 (UTC)

A citação destas votações antigas é inócua, pois elas não estabeleceram as regras que temos hoje. Todas aquelas votações versavam sobre a aprovação do texto da página Wikipédia:Solicitação como recomendação, ou assuntos transversais. Repito: o texto da página Wikipédia:Solicitação. As regras vigentes na Wikipédia são estipuladas pelas políticas oficiais, e não por propostas pregressas e falhadas.

Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso é uma política oficial que define canvassing como uma prática inaceitável. Contra fatos não há argumentos. Quem acreditar que este tipo de manipulação off-wiki é permitida, então, por favor, que se aventure a remover sumariamente este trecho todo da política oficial em vigor. Para ontem.

É compreensível o desespero do Érico por ter admitido ser um praticante inveterado de algo que a principal política da Wikipédia lusófona coíbe. Mas não é admissível que como réu se arvore em juiz do próprio caso. Ele não está em posição de emitir qualquer juízo de valor aqui, por óbvio conflito de interesse: é acusado e sua conduta está em avaliação.

Esta minha proposta apenas tenta estabelecer um protocolo para lidar com canvassing, bem com as punições e as informações privadas envolvidas, pois esta prática já é condenada pela política sobre consenso. A "comunidade" não rejeitou a proposta, pois não é representada por Érico + Antero de Quintal, os únicos "solicitadores" assumidos que se opuseram a ela, e curiosamente são "réus" nesse "processo". Canvassing é considerada uma prática inaceitável independentemente dessa proposta de 16 de fevereiro. Mais uma vez, contra fatos não há argumentos. A acusação de que estou usando "politicamente" o estatuto de verificador é caluniosa, feita pelo próprio acusado para subverter a lógica: como se quem aceitasse e expusesse uma denúncia à comunidade passasse a ser culpado pelos atos ilícitos praticados pelos denunciados. Usar a própria influência na Wikipédia para angariar votos ou constranger outros usuários é que representa o emprego do estatuto para fins "políticos" (reeleição).

Sobre o Leon saudanha, posso afirmar que recebi um e-mail diretamente dele, com uma denúncia contra o Érico, algumas semanas antes do Darwinius publicar a outra denúncia (em 1 de março) e encaminhar o e-mail aos verificadores na sequência. Deste modo, parece-me um pouco sem sentido o argumento de que alguém supostamente teria chantageado o Leon saudanha para fazer esta declaração no dia 8 de março, haja vista que, quando ele procedeu à denúncia inicial, isto decorreu sem o conhecimento de terceiros - semanas antes da denúncia on-wiki. Tanto que, no e-mail, ele pedia para que não fosse identificado. Se o Leon saudanha autorizar, poderei transcrever aqui o texto do e-mail. RadiX 13h55min de 24 de março de 2017 (UTC)

Lamentavelmente, você continua a insistir na mesma subversão do sistema e abuso para provar um ponto de vista. Não existem "votações velhas". A última decisão sobre o tema é a que está em vigor até que haja uma nova que a substitua. A comunidade rejeitou a proibição de solicitações na última votação sobre o tema. O trecho de wp:consenso (que você arranjou como desculpa tosca onze dias para se tentar safar de um caso vergonhoso) aplica-se apenas a discussões de consenso sobre conteúdo de artigos. O que está em causa aqui são votações. É precisa muita audácia para querer subverter o sistema e tentar provar à comunidade com manipulações manhosas de trechos de regras paralelas que ela na verdade aprovou o que rejeitou. Alguém que insiste neste tipo de perversão de decisões da comunidade para forçar um ponto de vista não está habilitado a ter qualquer estatuto.
Também lamentavelmente, continua a insistir em mentiras descaradas. A maioria da comunidade que votou rejeitou a proibição de solicitações. Não foram apenas "érico+antero de quintal". Aliás, eu até, imagine-se, fui a favor da sua proibição.
Quanto à suposta "ameaça" do Leon, existem evidências de que foi coagido a mentir nesse email de denúncia que fez.
É visível o seu desespero tentando disparar acusações e ataques para todos os lados. Quintal 14h24min de 24 de março de 2017 (UTC)
Entrei em contato com EVinente D​ C​ E​ F (ontem, por e-mail) e Marcelo Victor D​ C​ E​ F (há mais dias, mas está indisponível). Quero que eles vejam as provas que possuo e façam as perguntas que tiverem (tanto a confissão de que foi coagido + explicações sobre Belanidia + provas da campanha contrária contra os verificadores, feita ano passado e agora). RadiX e Teles não são imparciais para julgar absolutamente nada aqui. O primeiro está descontrolado e obcecado em forçar a aplicação de uma opinião dele, apesar da comunidade ter a rejeitado várias vezes nos últimos anos, enquanto o segundo não poderia nem se envolver no caso, por ter um longo histórico de conflitos com Antero de Quintal. Não entendo como RadiX quer "transcrever e-mails" quando não tem um mínimo de conhecimento sobre o assunto. Há a confissão de que este e-mail foi enviado porque outra pessoa o coagiu a enviar. Quando tiverem conhecimento dessa confissão, bem como quem o coagiu, o mínimo esperado é que divulguem essa informação, como fizeram com as brincadeiras que fiz em relação à Belanidia. A culpa nunca seria de Leon, mas de quem o coagiu a mentir. Lamento muito se este não era o desfecho que esperavam. Lamento se achavam que iriam ser louvados, e eu linchado em praça pública. Ou, talvez, que não haveria questionamentos e que, a esta altura, Antero estaria banido e eu seria o próximo. Por fim, RadiX D​ C​ E​ F, mostre casos em que pessoas foram bloqueadas e desnomeadas por fazerem solicitações, especialmente quando o fizeram em resposta à uma campanha contrária (na Wikipédia em Português obviamente). Pare de abusar da Wikipédia para prover os seus pontos de vista. Érico (fale) 17h20min de 24 de março de 2017 (UTC)
Mais uma falácia: se nunca aconteceu antes, nunca poderá acontecer? Era só o que faltava. Quais são os casos de "solicitações" sorrateiras e escondidas que foram moralmente aprovadas pela comunidade? Oxe (discussão) 23h22min de 24 de março de 2017 (UTC)
Obrigado por repetidamente confirmar que solicitações são permitidas e, portanto, não são passíveis de punição, como bloqueio ou desnomeação, pois foi a comunidade que assim decidiu. "Quebra de confiança" exige que regras sejam violadas... e essas regras devem ser aprovadas pela comunidade. Esta comunidade nunca decidiu que devemos punir quem faz solicitações. Até mesmo a proposta de RadiX foi recentemente rejeitada, mas ele insiste em tentar forçar sua opinião neste caso. Enfim, é surpreendente que não saiba nem o porque das solicitações terem sido feitas e ainda assim insistir em replicar cada comentário que faço. A não ser que você gostaria que ficássemos sem nenhum verificador de contas local... eu não gostaria. Érico (fale) 02h06min de 25 de março de 2017 (UTC)
Continua a subversão do sistema ao equiparar incorretamente, à exaustão, convites on-wiki, visíveis a todos, com canvassing off-wiki, pelas costas e escondido de todo mundo. Oxe (discussão) 02h26min de 25 de março de 2017 (UTC)
A Wikipédia em Português nunca proibiu ou decidiu punir quem faz solicitações de participação. E não importa se são on-wiki ou off-wiki. Érico (fale) 03h11min de 25 de março de 2017 (UTC)
É óbvio que importa. Uma quantidade grande e cada vez maior de pessoas do projeto condena convites on-wiki, imagine o quão condenável e repugnante para essas pessoas é o canvassing clandestino para se manipular uma votação em benefício próprio! Será que ainda não está claro para você que é a comunidade (e não você) quem está fazendo o julgamento ético de suas ações no caso? Oxe (discussão) 03h41min de 25 de março de 2017 (UTC)
Cada um julga conforme sua consciência. Eu tenho, entretanto, o direito de esclarecer acontecimentos / situações. Enfim... nunca foi em benefício próprio. Ano passado existia um sério risco deste projeto não ter nenhum verificador local (tal campanha também tentou reprovar outro candidato, antes de mim). Os pedidos de participação tinha baixa visibilidade e, com isso, pouca participação. Portanto, uma minoria poderia fazer com que o site retrocedesse à 2011, quando não tínhamos verificadores locais. Este é um cenário quase impossível de ocorrer em outros projetos, onde os verificadores normalmente são indicados pelo Conselho de Arbitragem ou não possuem mandato, na grande maioria das vezes. Ser verificador é uma das mais difíceis e complicadas tarefas do site. Ninguém se "beneficia" enquanto está nesta posição. Pelo contrário, perde-se horas analisando dados e condutas editorais. Não sei como, portanto, pode-se alegar que fiz solicitações de participação em "benefício próprio", quando depois continuei sendo um dos verificadores mais ativos, gastando um tempo valioso de meus dias. Eu fui a última pessoa beneficiada nesta situação. Érico (fale) 03h58min de 25 de março de 2017 (UTC)
Lá vem de novo com a história do mártir que se sacrificou para salvar a Wikipédia? Você não só fez uma campanha obscura como até chantageou pelo menos um editor para obter votos com a finalidade de manter um estatuto que ninguém lhe obrigou a ter. Tudo o que você fez foi de livre e espontânea vontade, portanto não venha com essa de ter gasto tempo valioso dos seus dias porque foi você quem se dispôs a isso. A propósito, todos aqui doam-se voluntariamente ao projeto, dentro das capacidades e limitações de cada um, e o seu tempo não é mais valioso do que o tempo de ninguém. Não existe justificativa para o que você fez; os fins não justificam os meios. Logo, essa conversinha mole aí não cola, porque não passa da falácia do apelo à emoção. Oxe (discussão) 04h25min de 25 de março de 2017 (UTC)
Não indicou como eu fui "beneficiado". Mas agradeço por valorizar as contribuições / ações de outras pessoas e continuar afirmando coisas sem ter conhecimento do assunto ou de seu contexto. Érico (fale) 04h34min de 25 de março de 2017 (UTC)
Indiquei sim: manter um estatuto. Se o benefício do estatuto para você é ligado ao altruísmo (possibilidade de ajudar mais), egoísmo (vaidade e sensação de poder) ou ambos, aí já não sei. Mas se sujeitar a fazer o que você fez — e da forma que o fez— deixa óbvio e ululante o quanto estatutos, de algum modo, são importantes para você. Oxe (discussão) 05h04min de 25 de março de 2017 (UTC)
Ah, sim. Devemos permitir que determinadas pessoas (incluindo fantocheiros ilustres) se mobilizem off-wiki e impeçam que a Wikipédia tenha verificadores locais. Mesmo havendo uma campanha negativa, não podemos solicitar participação, mesmo sendo permitida. Isso é um crime inafiançável e merecedor de banimentos (?!?!). Érico (fale) 06h13min de 25 de março de 2017 (UTC)
Mesmo que essa "campanha negativa off-wiki" tivesse algum dia ocorrido, coisa que você nunca demonstrou, trapaça não se combate com trapaça.-- Darwin Ahoy! 06h51min de 25 de março de 2017 (UTC)

───────────────────────── E como você sabe? Pediram para você votar contra meu pedido também? E, pela milésima vez, o contexto era outro e solicitações são permitidas... respondi mais detalhadamente sobre isso ao GoEThe. Aliás, quanta hipocrisia... até parece que você não solicitava coisas enquanto conversávamos no Facebook. Érico (fale) 07h01min de 25 de março de 2017 (UTC)

@Érico: Como é que eu sei do quê?-- Darwin Ahoy! 07h06min de 25 de março de 2017 (UTC)
Que não existiu campanhas contrárias em 2016 e 2017. A de 2016 era mais planejada e coordenada, pelas informações que possuo. Érico (fale) 07h10min de 25 de março de 2017 (UTC)
@Érico: Você é que diz que isso existiu, e diz que pode provar, mas jamais prova coisa nenhuma. Dentro da sua cabeça eu não tenho dúvidas que essa campanha existiu, no mundo real já não sei.
"Aliás, quanta hipocrisia... até parece que você não solicitava coisas enquanto conversávamos no Facebook" - Não me tome por aquilo que você e o seu cúmplice Antero de Quintal são, que eu nunca me rebaixei, fosse no Facebook ou noutro sítio qualquer, a esse tipo de canalhice que vocês fizeram para conseguir votos fosse para quem fosse, e muito menos para mim próprio. Se isso é ser um "pilar da moral", duvido, para mim é apenas o básico.-- Darwin Ahoy! 07h25min de 25 de março de 2017 (UTC)
Desde quando sou obrigado a enviar para você alguma prova sobre isso? E, me desculpe, mas quem não te conhece que te compre. Quando entrou em contato comigo pela primeira vez, lembro muito bem, foi você próprio quem começou fazendo solicitações. "Por favor, desbloqueie minha amiga XXX. Vamos conversar os três juntos." Bloqueio esse que era bastante válido, por sinal. Érico (fale) 07h27min de 25 de março de 2017 (UTC)
  • "Desde quando sou obrigado a enviar para você alguma prova sobre isso?" - Desde o Direito Romano, pelo menos: "semper necessitas probandi incumbit ei qui agit" - Quem produz as afirmações tem o ónus da prova.
  • "Quando entrou em contato comigo pela primeira vez, lembro muito bem, foi você próprio quem começou fazendo solicitações. "Por favor, desbloqueie minha amiga XXX. Vamos conversar os três juntos." - Você mente deslavadamente, descaradamente e com quantos dentes tem na boca, ao fazer passar uma corriqueira comunicação entre bloqueado e bloqueador por "solicitação". Eu quando o procurei offwiki inicialmente foi precisamente para tratar desse caso da JMGM: Foi antes da Discussão de Bloqueio da JMGM ser iniciada, com o objectivo de travar mais uma escalada de conflito, porque eu tinha a palavra dela que ia ficar quieta e um bloqueio não seria necessário. Infelizmente você manteve o bloqueio, e o previsível aconteceu. Mas em nenhum momento eu o "solicitei" para que a desbloqueasse, somente lhe transmiti o que ela mesma me pediu: Que mesmo continuando a se achar com a razão, abandonaria o conflito tornando o bloqueio (e o barraco que se seguiu na discussão do mesmo) completamente desnecessário. E, passada a mensagem da bloqueada ao bloqueador, nem sequer lhe tornei a falar do assunto, até porque uma vez iniciado o ciclo do barraco já seria inútil qualquer desbloqueio. Nem tampouco participei sequer na discussão de bloqueio que se seguiu, porque o meu interesse nunca foi no "desbloqueio da minha amiga Jurema", mas tão somente no travamento da escalada desse conflito.
  • Eu desde que entrei para este projecto que faço gestão de conflitos off-wiki, e deixei isso bem claro no meu PdA. Acredito que você tenha chegado a um tal ponto de desorientação ética e moral, e de erosão de valores, que até isso lhe pareça "solicitação". Mas para mim - e acredito que para muitos outros também - é claríssima a diferença.-- Darwin Ahoy! 07h52min de 25 de março de 2017 (UTC)
Não, senhor. Pela sua argumentação nesta página, ao solicitar que eu desbloqueasse a conta de sua amiga, você cometeu muitas violações. Vejamos: 1) tentou fraudar o processo natural de uma DB; 2) agiu "escondido", por "saber que era errado" e estar "ciente das consequências, caso fosse descoberto"; 3) "solicitou alguma coisa, então violou regras"; 4) montou um "esquema" off-wiki para fraudar decisões da Wikipédia; 5) merece ser bloqueado e desnomeado imediatamente. Érico (fale) 18h12min de 25 de março de 2017 (UTC)
Você está realmente a querer comparar um processo de mediação de conflito com a nojeirada que você e o seu comparsa Antero fizeram, caçando clandestinamente votos para si próprio numa votação, inclusive com recurso a chantagem? Boa sorte com isso. E nem vale a pena você falar em DB, que ela nem existia ainda quando eu o contactei.-- Darwin Ahoy! 19h30min de 25 de março de 2017 (UTC)
"Clandestinamente"... você também fez solicitações "clandestinas". Érico (fale) 19h33min de 25 de março de 2017 (UTC)
Clandestino para quem? Eu meramente mediei um contacto entre a pessoa bloqueada, e você, que a bloqueou, antes de qualquer discussão ter sequer início. Quando as pessoas estão realmente interessadas no projecto, e não no seu próprio umbigo, milagres acontecem. Claro que se eu soubesse o que sei hoje sobre o pântano de corrupção, e a teia de interesses mesquinhos em que você estava metido até à cabeça, nunca o teria contactado sequer.-- Darwin Ahoy! 19h41min de 25 de março de 2017 (UTC)
Mas você não disse que toda solicitação é "proibida"?! E é muita corrupção realmente querer que este projeto tenha verificadores locais... Meu Deus, chame a polícia federal! Érico (fale) 19h45min de 25 de março de 2017 (UTC)
Eu compreendo que os seus valores e a sua noção de ética e moral estejam de tal maneira erodidos, ao ponto de tomar uma mediação entre dois editores do projecto por "solicitação". E você acha que ainda convence alguém com essa cantiga de que andou a angariar clandestinamente votos para si próprio para salvar o projecto? Acha que realmente alguém acredita nisso?-- Darwin Ahoy! 19h54min de 25 de março de 2017 (UTC)
Foi você quem generalizou as solicitações, então pelo menos tenha um pouco de coerência. E como sabe que não existia uma campanha contrária? Como sabe que não corríamos um sério risco de não termos verificadores? Porque gostaria que não tivéssemos verificadores? Eu acho isso muito estranho... Érico (fale) 20h00min de 25 de março de 2017 (UTC)
Até prova em contrário essa campanha só existiu na sua cabeça. E na da Belanidia, que é aquela pessoa que mal participava aqui, mas vinha a correr votar quando você a chamava.-- Darwin Ahoy! 20h07min de 25 de março de 2017 (UTC)

O usuário Leon saudanha autorizou a publicação do e-mail com a denúncia.

De: Wikipédia <wiki@wikimedia.org>
Para: RadiX - < [endereço ocultado] >
Data: 25 de janeiro de 2017 00:00
Assunto: E-mail do usuário "Leon saudanha" da WikipédiaPara: RadiX < [endereço ocultado] >
Olá. Essa é uma denuncia a respeito do verificador Érico, que estaria agindo offwiki para solicitar votos em prol de sua recandidatura a checkuser que em breve ocorrerá. Creio que o caso em si é grave e adiciono que ano passado recebi denuncia similar, mas fui acusado injustamente pelo usuário de ter mudado de voto em sua eleição porque banidos me solicitaram, que de forma sarcástica me constrangiu, fez acusações infundadas e ameaçou retaliações caso eu não apoiasse sua candidatura novamente, isso tudo numa rede social pessoal minha. Estou mandando as provas do que digo junto a esse e-mail, e peço investigação serena e imparcial dos verificadores não envolvidos, e sigilo quanto à minha identidade ao denunciado, afim de ofensas e novos constrangimentos do usuário Érico á minha pessoa na página pessoal em rede social que mantenho. Por fim, peço agilidade na resolução do caso. Eis as provas das minhas acusações:
[links ocultados]
Cordialmente, Leon saudanha.---Esta mensagem foi enviada pelo utilizador Leon saudanha para RadiX através da opção "Enviar correio eletrónico a este(a) utilizador(a)" da wiki Wikipédia. A sua resposta será enviada diretamente para o remetente original, e irá revelar-lhe o seu endereço de correio eletrónico.

Perguntei-lhe, em seguida, se havia sido coagido ou ameaçado para me contatar naquela ocasião:

De: RadiX - < [endereço ocultado] >
Para Leon saudanha < [endereço ocultado] >
Data: 23 de março de 2017 13:30
Boa tarde, Leon.
Você poderia​ por favor informar se foi coagido por alguém para que me enviasse aquele email no dia 25 de janeiro?
Obrigado
RadiX

Em resposta, ele afirmou que não foi coagido nem intimidado. Também disse que foi "perturbado" pelo Érico quando o Darwinius fez a denúncia, no dia 1 de março, sem informar mais detalhes.

De: Leon saudanha < [endereço ocultado] >
Para: RadiX - < [endereço ocultado] >
Data: 24 de março de 2017 13:47
não, não fui coagido, nem intimidado. Só não enviei antes porque não achava que era a hora correta. Érico veio me perturbar no mesmo dia que a investigação foi divulgada, então tentei ser evasivo com ele.

Não cabe aos denunciados, Érico e Antero de Quintal, definir quem é apto a "julgar" o que quer que seja. Citação: Érico escreveu: « O primeiro está descontrolado e obcecado em forçar a aplicação de uma opinião dele». "Opinião pessoal" emana da parte acusada, a qual não possui a mínima isenção para emitir qualquer juízo de valor. No caso, vocês dois.

Curiosamente, e-mails e "recortes de facebook" foram considerados "evidências válidas" pelos dois acusados para atestar que alguém supostamente coagiu o Leon saudanha a contatar os verificadores e oferecer a denúncia. No entanto, os mesmos registros de conversas em rede social e e-mails não foram "julgados" como "evidências válidas" pelos dois acusados para comprovar que o Érico coagiu o Leon saudanha a mudar de voto a seu favor, praticou canvassing etc.

Citação: Érico escreveu: «A culpa nunca seria de Leon, mas de quem o coagiu a mentir.» Qualquer tipo de ameaça é inaceitável e condenável. Tanto da parte de quem supostamente o coagiu a fazer a acusação (mesmo que isto possa ser provado, não alterará o teor da denúncia), quanto da parte de quem o coagiu a mudar o seu sentido de voto (já comprovado).

A política Wikipédia:Consenso aplica-se a todos os processos decisórios (discussão, votação, consultas informais etc). Até mesmo na Wikipédia anglófona a página sobre Solicitação é meramente um recomendação, sem força de política. Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso é a política oficial que abrange essa problemática, tanto aqui como lá, haja vista que a nossa é uma tradução literal daquela.

Citação: Antero de Quintal escreveu: «Também lamentavelmente, continua a insistir em mentiras descaradas. A maioria da comunidade que votou rejeitou a proibição de solicitações. Não foram apenas "érico+antero de quintal".» A comunidade não rejeitou a proibição às solicitações, tampouco consagrou a sua prática; a comunidade apenas não aprovou a página que contém o texto sobre solicitação como recomendação, nem revogou a política oficial que coíbe canvassing. Além disso, em nenhuma passagem, a política sobre consenso determina que a proibição às solicitações fraudulentas deve restringir-se ao domínio principal (artigos). Em nenhuma. O acusado insiste nesse descalabro como se apenas no domínio Wikipédia fosse permitido encetar toda a sorte de falcatruas.

Mais um detalhe fulcral: Esta votação, na qual não se aprovou Wikipédia:Solicitação como recomendação, transcorreu em janeiro de 2012. O texto vigente da política Wikipédia:Consenso que contém a proibição às solicitações foi aprovado em 8 de março de 2013. Mais de um ano depois. Nesta data, a página foi elevada de recomendação à política oficial, e passou a incluir o trecho sobre canvassing, meatpuppetry e sockpuppetry.

Portanto, Antero de Quintal, se voltar a afirmar que "minto descaradamente" a respeito, será bloqueado por calúnia e difamação (WP:PB#3.14). Está avisado.

Para finalizar, na política de Checkuser consta que os verificadores são eleitos por consenso (com uma ligação direta para esta mesma política que proíbe as solicitações):

Wikipédia:CheckUser
 
A comunidade deve aprovar os verificadores por consenso. (...) Após a obtenção de consenso (pelo menos 70%-80% de votos favoráveis ou o maior número de votos em eleições de múltipla escolha) em sua comunidade local, contando com o suporte de, pelo menos, 25 a 30 editores, o usuário deve solicitar o acesso em Steward requests/Permissions..

Esta página é um pedido a obtenção do estatuto de CheckUser. Os verificadores são aprovados por consenso. O consenso é definido com ao menos 70% de votos favoráveis. Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso define que "qualquer tentativa de tentar angariar participantes para uma discussão cujo efeito seja enviesar essa discussão é inaceitável" e as "ações que possam ser razoavelmente interpretadas como uma tentativa de defraudar ou comprometer o processo de consenso são consideradas comportamento desestabilizador." É preciso explicar algo?

Se tudo que escrevi nos parágrafos acima for falso, exijo que apaguem imediatamente este texto. RadiX 05h14min de 26 de março de 2017 (UTC)

@RadiX: Obrigado por tornar o e-mail público. Quanto mais informações a comunidade tiver, mais justa e correta será a avaliação do caso. Oxe (discussão) 18h15min de 26 de março de 2017 (UTC)
Informação falsa. Quem entrou em contato comigo, em 2017, foi Leon, não eu. Eu não pedi o voto dele em meu pedido deste ano. Peçam para ele enviar as conversas que tivemos, desde o início de 2017. Quando verificadores isentos receberem meu e-mail, creio que a história ficará mais clara ainda. Érico (fale) 18h21min de 26 de março de 2017 (UTC)

─────────────────────────

Existem evidências que o Leon foi coagido a escrever esse mail. As evidências já foram enviadas para o staff da WMF. De resto, a sua "conclusão" não é mais do que a repetição ad nauseam da sua opinião sobre solicitações, que é contrária àquilo que a comunidade decidiu. Não é concebível que alguém tenha a audácia de se achar mais inteligente que a comunidade e esteja a tentar provar que a comunidade na realidade aprovou aquilo que rejeitou.

  • A comunidade rejeitou claramente a proibição de solicitações.
  • Desde essa votação já foi novamente proposta a proibição (na maior parte dos casos pelo Radix) e sempre rejeitada.
  • O trecho de consenso que cita aplica-se a discussões sobre conteúdo de artigos. Nem uma eleição é uma discussão de conteúdo, nem votações são consenso. Você está a retirar trechos isolados de regras, manipulando-os para inventar uma nova regra que contradiz aquilo que a comunidade decidiu. A subversão do sistema que você esta a tentar levar a cabo é óbvia.
  • WP:SUBV

Citação: As recomendações e políticas da Wikipédia existem como meio de sumarizar o ponto de vista da comunidade sobre o modo como a Wikipédia funciona, bem como os seus princípios nucleares. Tentar usá-las para fazer descarrilar os procedimentos internos da Wikipédia, ou para reclamar apoio para um ponto de vista que contradiz claramente tais políticas, ou ainda para atacar uma tomada de posição genuinamente fundamentada nas políticas ao aplicar conscientemente de modo incorreto estas, é "subversão do sistema", uma forma de comportamento desestabilizador.

  • E continua:

Citação: Qualquer tipo de desestabilização desapropriada é passível de bloqueio por qualquer administrador. A violação do espírito das recomendações de conduta pode prejudicar a decisão dos administradores e da comunidade.
Ou seja, a sua subversão das regras, misturando seletivamente trechos descontextualizados de regras de outras situações para forçar o seu ponto de vista, é sujeita ao bloqueio imediato. Fica o aviso. Quintal 11h57min de 26 de março de 2017 (UTC) ───────────────────────── O denunciado espalha a discussão por três páginas diferentes: Wikipédia:Pedidos a verificadores/Érico, Wikipédia Discussão:Pedidos a verificadores/Érico e Wikipédia:Pedidos a administradores/Discussão de bloqueio/Érico e Belanidia (WP:ADMINSHOPPING) e se embaralha completamente em seus argumentos, incapaz de refutar os fatos apresentados, tornando a insistir que a política sobre consenso abrange apenas questões relativas ao domínio principal (falso) e que não representa a última decisão sobre o tema (também falso). Todas as propostas falhadas (lista) são anteriores a 8 de março de 2013; a comunidade rejeitou o texto de Wikipédia:Solicitação em janeiro de 2012, mas aprovou Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso em 8 de março de 2013.

Solicitações públicas, neutras e informativas nas páginas de anúncios ou dirigidas a editores não são e nunca foram proibidas. Porém, são inaceitáveis e consideradas comportamento desestabilizador as ações manipuladoras destinadas a defraudar ou comprometer o processo de consenso, do qual é exemplo o processo para escolha de verificadores de contas. Tal como fizeram nesta página.

Poderia concluir o comentário citando novamente as políticas que foram violadas, mas é perda de tempo. É preferível utilizar um comentário do próprio denunciado, de quatro anos atrás, que sumariza com maestria o espírito das regras violadas:

Antero de Quintal, às 03h44min de 24 de janeiro de 2013
 
[A política] Não proíbe solicitações. Permite que sejam feitas, desde que de forma neutral, tal como está explícito no fim do parágrafo e que penso que seja coincidente com a opinião da comunidade. O que é inaceitável é fazer qualquer acção com o claro e único propósito de enviesar e sabotar qualquer tentativa de consenso. Ou seja, não proíbe solicitação por si só, o que a comunidade já decidiu que é impossível controlar, mas sim mensagens de má-fé onde seja nítido que o objectivo não seja chamar editores, mas antes disseminar desconfiança e tentar sabotar o processo, o que está mais para "abuso do espaço público", "subversão do sistema", "disseminação de desconfiança", "abuso da wikipédia para provar um ponto de vista" e "meatpuppetry". Todas estas políticas já não permitem este tipo de mensagens ou comportamento abusivo. E tanto pode ocorrer em páginas de usuário como em qq outro local. Spin doctor: manipulador de opinião. Pode-se substituir por este último termo.

.

Sem mais. RadiX 12h36min de 27 de março de 2017 (UTC)

Li hoje a nova acusação disparatada do RadiX, um claro sinal de desespero (triste!). Não é verdade que eu entrei em contato, este ano, para pedir que Leon votasse a favor de meu pedido de reeleição como verificador. Muito pelo contrário, quem entrou em contato comigo em 2017 foi o próprio Leon, para pedir que eu o ajudasse a traduzir algo relacionado a UTRS - eu ajudei, mas pouco. A propósito, como é possível esse e-mail ter sido enviado em 25 de janeiro de 2017, denunciando que eu pedi o voto dele para um pedido que iniciou mais de um mês depois, dia 1 de março de 2017? Em 25 de janeiro eu nem tinha a intenção de pedir um novo mandato. Um e-mail com o que Leon disse para mim sobre essas acusações será enviado a verificadores imparciais, o que, naturalmente, exclui RadiX (obcecado em forçar a aplicação de uma opinião sua, rejeitada pela comunidade) e Teles (envolvido por ter conflitos significantes com Antero). Érico (fale) 17h48min de 26 de março de 2017 (UTC)

Citação: Érico escreveu: «Em 25 de janeiro eu nem tinha a intenção de pedir um novo mandato.» No aguardo da confirmação dos oniscientes. Oxe (discussão) 18h27min de 26 de março de 2017 (UTC)
@Érico: "Um e-mail com o que Leon disse para mim sobre essas acusações será enviado a verificadores imparciais" - Você há mais de duas semanas que anda enviando esse famoso email, mas curiosamente ele parece jamais chegar ao seu destino.-- Darwin Ahoy! 19h56min de 26 de março de 2017 (UTC)
Eu não enviei nenhum e-mail detalhando minha defesa completa em relação ao caso. A única coisa que havia sido enviada foi a confissão de determinada pessoa, dizendo que foi coagida a mentir... Mas, enfim, peça para ele enviar os prints de nossas conversas. Quem entrou em contato comigo, em 2017, foi Leon. Talvez porque o mesmo editor que o coagiu a enviar um e-mail também pediu que ele "lançasse uma isca"? Érico (fale) 20h00min de 26 de março de 2017 (UTC)
@Érico: Há semanas que você repete a mesma cantiga, até um banido deste projecto já me veio cantar essa história, supostamente em seu nome. Até você fundamentar aquilo que diz, a única opção é tratar isso como mais uma das suas mentiras descaradas, como tantas outras que já deu aqui desde que este processo começou.-- Darwin Ahoy! 20h06min de 26 de março de 2017 (UTC)
Dia 10 de março, por e-mail, eu expliquei para você o porque eu não iria, naquele momento, enviar nenhuma resposta a verificadores. Lembra do que eu disse? Pois bem, depois de dias, e ter ficado mais calmo, resolvi enviar uma resposta completa a esta acusação. Claro, a verificadores imparciais. No mais, não pedi para nenhuma pessoa entrar em "contato" com você... muito pelo contrário, recomendei que ninguém o faça. Érico (fale) 20h12min de 26 de março de 2017 (UTC)
Dia 9 de março, nesta mesma página, você disse que já tinha enviado essa famosa "confissão de coação" a um verificador. Que aconteceu a esse email, Érico? Extraviou-se?-- Darwin Ahoy! 20h21min de 26 de março de 2017 (UTC)
Enviei, pelo Slack. O problema é que Marcelo Victor, devido a um problema com seu notebook, está inativo desde então. Também não pude ver outras respostas, pois eu acessava o Slack pelo celular e, por ter esquecido a senha do celular (e ele ter apagado tudo após 10 tentativas...), não consegui mais entrar nesta rede social, conforme escrevi em minha PU há alguns dias. Érico (fale) 20h25min de 26 de março de 2017 (UTC)
E agora, já enviou? Alguém recebeu? Essa coisa existe, sequer, ou você inventou?-- Darwin Ahoy! 11h52min de 27 de março de 2017 (UTC)

─────────────────────────

  1. Citação: Érico escreveu: «Li hoje a nova acusação disparatada do RadiX». Eu nunca participei dessas falcatruas offwiki ou fui alvo delas para poder acusá-lo diretamente de alguma coisa. Até receber os emails do Leon saudanha e do Darwinius, eu sequer imagiva o que faziam às escondidas. Isto foi chocante para mim e para os demais verificadores.
  2. Citação: Érico escreveu: «Um e-mail com o que Leon disse para mim sobre essas acusações será enviado a verificadores imparciais, o que, naturalmente, exclui RadiX (obcecado em forçar a aplicação de uma opinião sua, rejeitada pela comunidade) e Teles (envolvido por ter conflitos significantes com Antero)». Denunciados não estão em posição de definir quem é imparcial ou apto a atuar no caso, ou ditar os trâmites a serem seguidos. O direito que lhe assiste e está assegurado é o de apresentar a sua defesa, apenas. Caluniar a parte responsável pelas análise das informações, com falsas acusações, não o libertará do crivo da comunidade. Assim como boa parte dos usuários, sou contrário a qualquer tentativa de sabotar o consenso. Também gostaria que a página Wikipédia:Solicitação fosse uma recomendação para que tivéssemos parâmetros mais coesos para lidar com essas práticas indevidas. Mas aquele texto não foi aprovado. No entanto, não fui eu quem aprovou a política oficial que classifica como inaceitável qualquer tentativa de enviesar, sabotar ou defraudar os processos decisórios na Wikipédia. Nem mesmo participei da discussão que aprovou a referida política (vejam só...), que é a última decisão sobre o tema que temos, em vigor desde 8 de março de 2013. Está à vista de todos que as violações que cometeram não são abarcadas por qualquer regra vigente de minha autoria. Propostas são nada mais que propostas. RadiX 12h36min de 27 de março de 2017 (UTC)
Novamente um novo texto vazio sem esclarecer nada. A cada vez que você escreve fica mais evidente que solicitações são permitidas e a comunidade nunca decidiu puni-las ou proibi-las. Ainda, naquele contexto, eram necessárias. Sua incapacidade de citar exemplos de pessoas banidas e desnomeadas por fazerem solicitações, ou qual proposta da esplanada contra solicitações foi aprovada, deixa tudo mais evidente. É suspeito que tenha parado de falar sobre a história da Belanidia e passou a focar na tal "ameaça" e nas solicitações... talvez por sua completa irresponsabilidade em sugerir verificações com base em brincadeiras do Facebook? Érico (fale) 15h25min de 27 de março de 2017 (UTC)

───────────────────────── Não tenho nada a acrescentar em relação à Belanidia além do que já foi exposto, pois a investigação não foi concluída. Não fui eu que realizei a verificação. Chame irresponsáveis àqueles que consideraram os motivos mais do que válidos para sustentar uma investigação, se tiver essa audácia.

Exemplos de usuários banidos por "canvassing, sockpuppetry e meatpuppetry" não faltam. Aqui há vários. Os motivos foram manipulação off-wiki, meatpuppetry etc.

Wikipédia:Sock puppet#Meatpuppets é um artigo informativo, da mesma forma que Wikipédia:Solicitação é um ensaio. Paralelamente, a política de bloqueio proíbe a prática de meatpuppetry, da mesma forma que a política sobre consenso (também uma política oficial) coíbe canvassing, meatpuppetry e sockpuppetry. Quer mais exemplos? Wikipédia:Não cutuque o urso é um ensaio, assim como Wikipédia:Solicitação. Mas está incluído na política de bloqueio no item 3.12, de modo que "perseguições e provocações a outros usuários" também é motivo para bloqueio, embora o assunto seja abordado mais a fundo em um ensaio à parte. Os bloqueios aplicados ao Esquema Quintinense estão amparados apenas em canvassing, sockpuppetry e meatpuppetry.

Já foi exposto à exaustão que solicitações públicas e informativas nas páginas do projeto, centrais de anúncios ou dirigidas diretamente a editores sempre foram permitidas. O que é inaceitável é a manipulação dos processos decisórios com a finalidade de sabotar ou comprometer o consenso, como vocês fizeram em sua votação para verificador de 2016. Mas obviamente, como acusado, é um direito seu fazer de conta que nada disso existiu e continuar subestimando a nossa inteligência. RadiX 04h50min de 28 de março de 2017 (UTC)

Comentários dos demais editores

Gostaria de deixar esta seção aberta pra que outros que pouco participaram possam deixar suas opiniões, haja vista que a discussão mantém-se concentrada na opinião de poucos usuários.—Teles«fale comigo» 01h24min de 21 de março de 2017 (UTC)

Obrigado por permitir que a comunidade possa se manifestar. Eu pensava que todos já estavam autorizados a comentar. Eu creio que mais pessoas poderão opinar quando os verificadores esclarecerem todas as perguntas de outros editores, incluindo os acusados. A não ser que o que se pretende aqui é estabelecer um tribunal de exceção, com o objetivo de calar desafetos e endeusar os verificadores. Érico (fale) 02h00min de 21 de março de 2017 (UTC)

Acho que esta discussão já se alongou demais. Muitos colegas da comunidade concordarão comigo que está muuuuuuuuuuuuuuito difícil e cansativo acompanhar. Está tomando tempo precioso de bons editores (de ambas as partes do conflito). Está me lembrando uma paródia do Agildo Ribeiro imitando o Ibrahim Sued falando: "Parece uma novela da Janete Clair...em cá-pi-tú-lo.." Ricardo Ferreira de Oliveira Diga 16h47min de 25 de março de 2017 (UTC)

@Ricardo Ferreira de Oliveira: Tem alguma sugestão?-- Darwin Ahoy! 16h50min de 25 de março de 2017 (UTC)
Sim, @Darwinius:, encerrar esta disputa com algum tipo de consulta a comunidade e deu. O que for decidido encerra a questão. Ricardo Ferreira de Oliveira Diga 22h49min de 25 de março de 2017 (UTC)
@Ricardo Ferreira de Oliveira: Eu estou escrevendo um e-mail que irei enviar para verificadores imparciais. Creio que vai ficar claro que não passou de piadas o que falei sobre Belanidia, bem como as demais questões. Entretanto, vou demorar algumas horas (ou um dia) para terminar, porque há muita coisa. Érico (fale) 22h57min de 25 de março de 2017 (UTC)

Acusações:

  1. Belanidia cedeu sua conta para outro editor participar de discussões e decisões da comunidade em seu nome, por desejo de Érico, por algum motivo qualquer, em algum momento qualquer, de alguma forma qualquer, para algum intuito qualquer.
  2. Érico praticou "solicitação" em uma ou mais votações, por alguma motivação qualquer, em alguns momentos quaisquer.
    1. A segunda acusação recai sobre Antero também.
  3. Érico (escolha seu verbo preferido)intimidou/coagiu/assediou/constrangeu outro editor, Leon, a agir conforme sua vontade em determinadas discussões e decisões da comunidade, por alguma motivação qualquer, em algum momento qualquer.

Análise:

  1. Para quase todos, eu incluso, está claro que a confissão do Érico em relação à Belanidia foi realmente uma piada de mau gosto (off-topic: principalmente a parte de amá-la), fundamentalmente porque a Belanidia tem mais de uma década de projeto, construiu uma reputação ilibada na comunidade, é adulta, portuguesa, e tudo isso torna difícil acreditar que ela simplesmente daria sua senha a alguém para qualquer coisa que seja. E pensar que faria isso ao Érico, um brasileiro com quem nunca teve maior afinidade de opiniões ou de colaboração editorial, é ainda pior. Praticamente todos os participantes da discussão de bloqueio rejeitaram essa acusação, memso tendo sido tecnicamente possível. Por mim esse assunto já deveria ter morrido.
  2. Inequivocamente houve "solicitação", confessada pelos dois usuários acusados. Entretanto, concordo com a defesa que não é caso de bloqueio. Não que parte considerável da comunidade considere isto correto ou aceitável do ponto de vista ético. Mas nunca houve consenso para bloqueio por razões técnicas e práticas, especialmente quando ocorre off-wiki. A prova disso é não termos uma única pessoa ter sido bloqueada aqui no projeto por este motivo apenas, apesar de evidências anteriores de que já houve a prática (posso estar enganado, mostrem-me o registro de bloqueio se eu estiver).
  3. Se, e somente se, essa terceira acusação for provada verdadeira, entendo (mera opinião) como uma violação de normas de conduta e de comportamento desestabilizador, e seria caso de destituição de ferramentas e longo bloqueio. Não acredito que haja um único editor na wiki que considere esse tipo de comportamento aceitável. Multiplique-se a gravidade da acusação considerando as ferramentas que o acusado e a suposta vítima possuem e suas posições perante a comunidade. Mas há dois fatos relevantes: foi fora da Wikipédia e não temos acesso às possíveis provas.
Proposta
  1. Esqueçamos pra sempre a primeira acusação. Fechem a discussão de bloqueio associada e protejam-na indefinidamente.
  2. Vamos discutir "solicitações" em uma nova proposta na Esplanada e apenas para casos futuros, dispensando também debater a segunda acusação no novo canal.
  3. Vamos analisar com calma e com maior participação unicamente a terceira acusação e as possíveis providências a tomar (preferencialmente em um canal exclusivo com anúncio na Esplanada, p.ex. uma discussão de bloqueio sem o nome da Belanidia no título). Ainda não está claro pra mim sequer o que houve realmente, muito menos se é possível aplicar alguma sanção pelo que quer que ocorreu de fato.

Falei na primeira pessoa do plural mas não estou interessado em participar das novas discussões que propus. Estou apenas um tanto farto de assistir à briga e quis ajudar a resolvê-la o quanto antes. Kleiner msg 14h18min de 27 de março de 2017 (UTC)

@Kleiner: Já existe uma política oficial que coíbe solicitações tendenciosas e manipuladoras, com vistas a fraudar o consenso. A aprovação de Wikipédia:Solicitação poderia estabelecer alguns protocolos sobre como agir nesses casos, pois mesmo na enwiki a página é apenas uma recomendação. RadiX 14h28min de 27 de março de 2017 (UTC)
Falta provar que a solicitação não foi uma mera convocação de editores à votação e sim uma tentativa de mudar a real vontade da comunidade, que caracterizaria a fraude do consenso. E minha bola de cristal diz que essa prova nunca chegará, porque essa dificuldade/impossibilidade de prova é o motivo intrínseco da "nunca aprovação" da comunidade em promover a regra o texto da solicitação. E é precisamente por isso que proponho debatermos esse assunto em novo local e para casos futuros. Qualquer tentativa de bloqueio para o caso atual resultará em novas discussões com uma provável parcela da comunidade contrária ao ato que terá caráter exclusivamente punitivo, algo que a política de bloqueio veta. Kleiner msg 14h39min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Kleiner: As capturas de tela não deixam dúvidas acerca da real intenção, a quem teve acesso. O denunciado escreveu que contataria as pessoas certas e estava fazendo um mapeamento dos votos dos editores, pois considerava humilhante não ser aprovado na própria homewiki. Também contou com o auxílio do outro envolvido para a convocação de 12 pessoas. Se a solicitação não fosse uma "tentativa de mudar a real vontade da comunidade", por que não foi feita na própria wiki, nos locais apropriados e de maneira neutra e legítima?, como é autorizado pela política sobre o tema. Por que foi necessário utilizar e-mails, redes sociais e até mesmo descobrir o perfil de um usuário no facebook? RadiX 14h51min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Kleiner: Obrigado por participar aqui. Eu enviei a dois verificadores imparciais minha resposta quanto ao caso. Pelo menos a questão de eu ter a senha de Belanidia ficará completamente desmentida, a meu ver. Não entendi como esse relatório concluiu que eu fiz solicitações quando eu mesmo já havia admitindo que havia feito. Como foi possível sugerir uma DB a Antero porque ele foi citado em uma conversa em que não participou, e está sendo acusado de fazer solicitações, quando há mais de um ano ele havia sido "denunciado" por isso? Como Teles, com um longo histórico de conflitos com Antero, assinou esse relatório? Lembro, novamente, que a comunidade nunca rejeitou ou puniu quem faz solicitações. Muito pelo contrário, até a proposta recente do senhor acima foi rejeitada. O contexto de fevereiro de 2016 era outro, pois havia uma campanha contrária todos os verificadores e ninguém era avisado das votações, como ocorre novamente. Abordei esses outros temas nesses e-mails que enviei a dois verificadores. Érico (fale) 15h01min de 27 de março de 2017 (UTC)
Citação: Érico escreveu: «Lembro, novamente, que a comunidade nunca rejeitou ou puniu quem faz solicitações.» Mas é óbvio que isso é descaradamente uma mentira, basta ver o Wikipédia:Pedidos a verificadores/Esquema Quintinense. Você mesmo disse que "Outro usuário que eu vi nesta denúncia é esse tal de "Mar França", que age fora da Wikipédia fazendo solicitações em massa contra seus desafetos. Sugiro que sejam bloqueados todos os usuários que apresentem tal comportamento." (grifo meu)[5] e citou até um exemplo[6]. Foi exatamente o que você fez: fraudou sua própria eleição/confirmação para verificador ao fazer solicitações em benefício próprio. Oxe (discussão) 15h14min de 27 de março de 2017 (UTC)
Sim, ele agia em massa off-wiki para banir e desnomear desafetos. Eu enviei solicitações de participação porque havia uma campanha contra os candidatos a verificadores, feita inclusive por banidos, e o projeto estava com um sério risco de não ter mais verificadores locais. Há uma diferença ENORME entre um exemplo e outro. Tanto que citei aqui que, da mesma forma que fizeram uma campanha contra Marcelo e eu, também se mobilizaram para impedir a eleição do Jbribeiro1. Érico (fale) 15h17min de 27 de março de 2017 (UTC)
A única diferença entre os dois esquemas inescrupulosos é o sentido da votação: um para desnomear e o outro para nomear. De toda forma, os dois lutam por poder dentro da Wikipédia e são igualmente condenáveis. Oxe (discussão) 15h24min de 27 de março de 2017 (UTC)
Conte-me mais sobre quando mobilizei pessoas para desnomear desafetos, banir outros tantos, ou impedir suas aprovações para estatutos. Diga, também, quando criei contas para fraudar PEs e todas as votações possíveis. Sua comparação é absurda, meu caro, talvez por desconhecer o contexto. Érico (fale) 15h26min de 27 de março de 2017 (UTC)
Grato por confessar mais uma vez que você manipulou e fraudou sua própria votação para verificador. O que você fez é asqueroso. Oxe (discussão) 15h39min de 27 de março de 2017 (UTC)
Era a vontade da comunidade ou a vontade de banidos, que se mobilizaram off-wiki para pedir votos? A diferença é clara. Érico (fale) 15h46min de 27 de março de 2017 (UTC)
Você não deixa suas confissões do esquema se tornarem públicas porque sabe que será arruinado pela comunidade de uma vez ao invés desse calvário que não serve a ninguém. Quem não deve não teme. Oxe (discussão) 15h53min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Kleiner: O acusado (Érico) recusa-se a permitir que o acusador (Darwin) divulgue as provas da acusação. O acusado alega questão de privacidade, mas não há nada de pessoal a ser revelado (fotos e nomes podem ser facilmente ocultados) na conversa que os verificadores já têm a posse. Obviamente que essa manobra é benéfica somente a ele. Você, por exemplo, está impedido de emitir uma avaliação mais justa porque Érico está lhe proibindo. Também considere as questões éticas envolvidas, pois ética e confiança andam juntas, sendo a última um prerrequisito para determinados estatutos. Eu não confio em quem manipula o projeto de forma sorrateira, pelas costas de todo mundo. Oxe (discussão) 15h04min de 27 de março de 2017 (UTC)
Eu também me recuso a permitir a divulgação das imagens que enviei os verificadores. Da mesma forma que há informações pessoais na parte da acusação, também há na da defesa. Isso é uma questão de privacidade. Érico (fale) 15h09min de 27 de março de 2017 (UTC)
Não é. É uma manobra da pior espécie para obstruir a avaliação da comunidade. Oxe (discussão) 15h15min de 27 de março de 2017 (UTC)
Lamento que continue sem ter respeito pela privacidade de outras pessoas. Érico (fale) 15h33min de 27 de março de 2017 (UTC)
Pelo contrário, eu tenho um tremendo respeito pela privacidade das pessoas. O que eu repulso é essa sua artimanha barata de esconder as provas, tumultuar e confundir a comunidade com o falso argumento de proteção da privacidade, porque não há absolutamente nenhum dado privado sobre você ou outros editores que não possam ser ocultados nas conversas. Oxe (discussão) 15h46min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Kleiner: "Acusações: Belanidia cedeu sua conta para outro editor participar de discussões e decisões da comunidade em seu nome" - Julgo que há aí um equívoco, porque nunca vi em sítio nenhum essa acusação, ou pelo menos não fui eu a faze-la. A acusação que eu fiz foi de meatpuppetry, já que uma editora (antiga ou não, pouco interessa) que mal participa do projecto, em pelo menos duas ocasiões veio a correr votar após a chamada do Érico. Foi esse o parâmetro usado aquando da avaliação do "Esquema Quintinense", e é o mesmo critério que está por detrás da anulação de votos das ditas "contas dormentes" aquando do pedido de remoção de ferramentas do Antero. Se o caso da Belanidia é suficiente ou não para configurar um meatpuppet, ou se configura sequer algum tipo de infracção, não me compete a mim decidi-lo, mas que ela faz parte dessa história, e que vinha correndo votar após a chamada do Érico, apesar de quase não participar do projecto, é um facto: Tanto ela própria como o Érico já o confirmaram.
"Falta provar que a solicitação não foi uma mera convocação de editores à votação e sim uma tentativa de mudar a real vontade da comunidade" - Isso já foi provado, e já é conhecido e bem estabelecido há mais de um ano. Como pode ver pela declaração do Jorge Alo, o pedido visava directamente o voto a favor dos verificadores, em particular do Érico, já que a outra votação fechou logo após o início dessa campanha de solicitação clandestina. Isso mesmo foi recentemente confirmado também pelo Pedrohoneto: "recebi um e-mail do Érico pedindo que votasse nele porque alguns usuários estavam fazendo campanha contra ele". Essa suposta campanha de assédio que então estaria alegadamente em curso contra o Érico, usada como justificativa para que fosse dado um voto a favor do mesmo, é a mesma coisa que também se lê nas declarações do Jorge Alo. Não há impossibilidade de prova, nem tão pouco bola de cristal: Há, realmente, factos concretos e comprovados, que podem ser devidamente analisados pela comunidade.-- Darwin Ahoy! 15h05min de 27 de março de 2017 (UTC)
Há possibilidade de prova sim. Tanto que enviei ontem evidências que indicam a participação de Quintinense e Pé Espalhado, além de outro usuário, nesta campanha contrária os candidatos verificador. Não fale coisas que não sabe. Érico (fale) 15h10min de 27 de março de 2017 (UTC)
Enquanto for só você a produzir essas afirmações, claro que não sei. Não sei eu, nem sabe mais ninguém.-- Darwin Ahoy! 15h14min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Darwinius: Interessante você ter tocado no assunto. Como foi possível ter enviado uma denúncia por "uso de meats puppets para fraudar votações", e depois os verificadores emitirem um relatório sem sequer citando a denúncia original? A mim parece-me claro que havia um único interesse: disseminar desconfianças e denegrir a imagem de desafetos (principalmente Antero), mesmo que nenhuma regra tenha sido violada. Érico (fale) 15h49min de 27 de março de 2017 (UTC)
Não sei porque eles não mencionaram a acusação de meatpuppetry, talvez eles não concordem com a minha acusação, por exemplo. Na altura eu mesmo não sabia o grau de envolvimento da Belanidia nisso, embora continue achando que você de algum modo manipulou ou "orientou" a vontade da Belanidia, tanto que ela mesma disse que numa das votações nem se lembrava de ter sido contactada por você, apesar de ser bastante óbvio que foi. Provavelmente você a chamou e ela votou naquelas votações sem pensar muito no que estava a fazer, daí nem se lembrar mais disso. Tanto quanto sei, a questão de você ter ou não a senha da conta dela, partiu da sua própria afirmaçção que constava nos logs, lida pelos verificadores e pelos stewards que analisaram o caso: Porque você diz isso mesmo nos logs, e o contexto não é tão brincalhão como você tem afirmado. Daí a conta foi verificada, e descobriu-se que era possível que a conta estivesse de facto sendo usurpada. Mas que se saiba essa informação partiu do departamento de segurança da WMF, não de mim nem dos verificadores deste projecto.-- Darwin Ahoy! 16h06min de 27 de março de 2017 (UTC)
Solicitação virou "manipulação"? Como sabe que ela não gosta de receber convites para participar de debates? Eu, por exemplo, gosto e acho que ninguém tem nada a ver com isso. No mais, havia o interesse em acusar, a qualquer custo. E não importava se fosse preciso enviar "provas" a stewards sem precisar traduzir ou explicar que era uma piada cuja resposta recebida foi "ahahahahah". O importante mesmo era dizer que "um administrador confessou ter a senha de outro" e receber a "recomendação" de enviar o "caso" para a WMF. Não foi suficiente, entretanto, terem verificado ambas as contas e concluírem que eu moro no Brasil e ela em Portugal (uau!). Muito pelo contrário, o "appears to be" virou "é um proxy!" e serviu de prova para lançar uma série de desconfianças infudadas contra uma das mais antigas administradoras do projeto. E, até agora, nenhum responsável por esta "investigação" se dignou a pedir desculpas para Belanidia ou reconhecer seus erros. Nos últimos dias, o único verificador que comentou aqui "esqueceu" dessa questão e decidiu focar em outros assuntos, como sua opinião sobre solicitações (embora já rejeitada pela comunidade). Érico (fale) 16h09min de 27 de março de 2017 (UTC)
"o "appears to be" virou "é um proxy!" e serviu de prova para lançar uma série de desconfianças infudadas contra uma das mais antigas administradoras do projeto." - Você certamente leu e conhece bem esta declaração do James Alexander, de modo que só posso atribuir à má fé esse seu comentário. "It is always difficult to say for certain whether the owner of the server 'wanted' it to be a proxy or if it's just a misconfigured webserver that has been hijacked but I'm as certain as I can be that it's a proxy". Avançando.-- Darwin Ahoy! 16h20min de 27 de março de 2017 (UTC)
"It is my nature to almost always couch things in 'appears to be' wording because nothing can ever be 100% certain even if I am as certain as I can be. I am happy to try and clarify a bit though: [...] Most importantly the IP in question (which Belanidia was editing from) is a server specifically set up as a proxy. The IPs ports are open in such a way that others who knew what they were doing could connect to it and use it as such. It is always difficult to say for certain whether the owner of the server 'wanted' it to be a proxy or if it's just a misconfigured webserver that has been hijacked but I'm as certain as I can be that it's a proxy." A não ser que agora eu também tenha virado um hacker. Érico (fale) 16h26min de 27 de março de 2017 (UTC)

Até tenho muitíssima vontade de responder detalhadamente cada um de vocês, mas meu objetivo no momento é fazermos essas discussões terem algum resultado. Claramente não vamos conseguir isso se eu simplesmente entrar nessa ciranda. Concordem com as propostas ou apresentem contrapropostas. Vou criar tópicos, talvez assim possamos dividir a discussão e avançar em algo:

Proposta A

  • Esqueçamos pra sempre a acusação/suposição/hipótese feita pelos verificadores de que a Belanidia cedeu sua conta para outro editor participar de discussões e decisões da comunidade em seu nome, por desejo de Érico, por algum motivo qualquer, em algum momento qualquer, de alguma forma qualquer, para algum intuito qualquer. Vamos fechar a discussão de bloqueio associada e protegê-la indefinidamente. Kleiner msg 16h11min de 27 de março de 2017 (UTC)

Proposta B

  • Vamos discutir "solicitações" em uma nova proposta na Esplanada e apenas para casos futuros, dispensando também debater o caso presente no novo canal.

Por quê? Primeiro, porque a comunidade não quer se meter no assunto e tomar partido no caso atual por falta de evidências abertamente disponíveis, preferindo deixar na mão dos verificadores, stewards et al, e isso obviamente está travando uma conclusão. Segundo, porque claramente ainda há divergências entre a comunidade (isto é, aqueles que não estão ativamente participando do caso, como eu, por exemplo) sobre o tratamento de solicitações, especialmente off-wiki. Terceiro, porque um bloqueio a essa altura seria exclusivamente punitivo, ineficaz (porque o qualquer suposto estrago já está feito) e fatalmente traria acusações de autoritarismo e interpretação parcial das regras, servindo apenas pra jogar gasolina no fogo. Todos nós ganharemos se levarmos à comunidade na Esplanada/propostas um novo debate sobre o que fazer em casos futuros. Kleiner msg 16h11min de 27 de março de 2017 (UTC)

Já existe uma proposta em discussão que aborda esse assunto (entre outras coisas), Kleiner. Você diz iniciar uma outra directa e/ou exclusivamente sobre solicitações?-- Darwin Ahoy! 16h30min de 27 de março de 2017 (UTC)
Sim. Nobody yes door se o editor é novato ou não quando se trata de solicitação. Veja que não gostaram da discussão apontada por misturar outros assuntos. Melhor seria separá-la e refazê-la, já se foram alguns anos desde a última a sério. Kleiner msg 16h49min de 27 de março de 2017 (UTC)
Eu concordo. A proposta que já existe pode inclusive ser retomada após a conclusão dessa mais específica sobre solicitações, já sem esse peso por resolver.-- Darwin Ahoy! 16h59min de 27 de março de 2017 (UTC)

Proposta C

  • Vamos abrir uma nova discussão de bloqueio, onde sejam apresentadas exclusivamente as evidências da acusação de intimidação/coação/assédio/constrangimento presumidamente praticado por Érico a outro editor, Leon, a agir conforme sua vontade em determinadas discussões e decisões da comunidade. (Talvez, TALVEZ, colocar também na mesma discussão de bloqueio o possível meat puppetry praticando entre Érico e Belanidia.)

Esse é um caso relativamente independente das outras solicitações e certamente a comunidade desejará analisar de maneira separada, mesmo que haja outros fatores comuns. Aparentemente foram expostas recentemente as conversas off-wiki à comunidade e isso a deixaria mais disposta a discuti-las. Kleiner msg 16h11min de 27 de março de 2017 (UTC)

"Persuadir pessoas e usuários chegados a criarem contas com o propósito de apoiarem ou desapoiarem um dos lados de uma disputa (normalmente designado meatpuppetry)." (WP:SOCK) O que isso tem a ver com solicitar participação de uma usuária antiga, que é até administradora há anos? Ela criou contas para "apoiar um dos lados de uma disputa"? Érico (fale) 16h14min de 27 de março de 2017 (UTC)

O Darwin fez (aos verificadores inicialmente, segundo ele mesmo) e refaz a acusação à comunidade em meio à discussão anteiror, você se defendeu, como agora. Minha proposta é que isso seja feito em outro local e com transparência à comunidade, para que se resolva mais rápido, seja lhe isentando de culpa ou não. E eu falei TALVEZ, a proposta original nem é essa. Kleiner msg 16h20min de 27 de março de 2017 (UTC)
Sim. Ele enviou uma denúncia sobre "uso de meats para fraudar votações", e os verificadores citaram todos os outros "assuntos", mas esqueceram de falar sobre o que a denúncia original abordava... suspeito. Érico (fale) 16h24min de 27 de março de 2017 (UTC)
Wikiadvocacia ad nauseam. Oxe (discussão) 16h32min de 27 de março de 2017 (UTC)

Proposta D

@Kleiner: Para além dessas propostas, julgo que é crucial em algum ponto deste processo ("Proposta D"?) dar início aos procedimentos de avaliação e eventual desnomeação do Érico nos principais cargos de responsabilidade que detém neste projecto, dada a gravidade da quebra de confiança nele depositada pela comunidade, tanto ao formar conluio com o Antero de Quintal com vista à solicitação clandestina e manipulação do resultado da sua própria votação a um dos estatutos de maior confiança deste projecto, como ao recorrer a métodos absolutamente condenáveis, como o assédio e a chantagem a um colega, com o mesmo propósito. A clamorosa falta de condição para continuar a manter esses estatutos fica ainda mais evidente quando, no decorrer deste mesmo processo, o "Érico burocrata" fecha e cancela a própria votação do "Érico verificador", após mentir no meta a respeito do resultado dessa votação, que ainda se encontrava aberta e a decorrer.-- Darwin Ahoy! 16h53min de 27 de março de 2017 (UTC)

Votações referentes a verificadores e supressores não são de responsabilidade dos burocratas. Todos podem fechar. Inclusive, aquela discussão, no café dos burocratas, sobre a prorrogação do pedido, é nula. Portanto, a decisão válida da comunidade foi feita durante a semana de votação, que aprovou minha recondução como verificador até março de 2018. Mas, se acha que houve abuso das "ferramentas de burocrata", é possível iniciar um processo de remoção. Eu não irei resignar a nenhum estatuto que possuo atualmente, pois a alegação de que "traí a confiança da comunidade" é inverídica. Érico (fale) 16h59min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Érico: "Todos a podem fechar", não: No mínimo tem de ser administrador, para completar o processo protegendo as páginas de votação, como você fez. Até hoje, tanto quanto sei, foram sempre burocratas a fechar essas votações, certamente que você o fez também nessa mesma qualidade. Em todo o caso, só a mentira deslavada que você deu no meta quando disse que a sua votação, então aberta e a decorrer, já estava fechada e resultara na sua renomeação, a meu ver é mais que suficiente para justificar a sua destituição de qualquer cargo de responsabilidade neste projecto.-- Darwin Ahoy! 17h37min de 27 de março de 2017 (UTC)
Falso. Não é necessário proteger a página. A maioria dos pedidos não são protegidos, aliás. Eu apenas protegi para repor a ação (proteção) de Biólogo, que não foi contestada. E também não é verdade que "sempre são os burocratas a encerrarem esses pedidos". Falso (2). Nenhuma regra atribuiu aos burocratas a decisão de fechar ou prorrogar pedidos de verificador e supressor. De qualquer forma, como já lhe disse que não vou renunciar, se acha que houve abuso (sic!) das "ferramentas de burocrata", peça a desnomeação. Assim poderá argumentar seus pontos de vista, apesar de não possuírem respaldo em nenhuma regra. Érico (fale) 21h17min de 27 de março de 2017 (UTC)
"Falso, falso, bla bla bla" - Leia novamente o que eu escrevi: "tanto quanto sei, foram sempre burocratas a fechar essas votações". Eu não disse que tinha de ser um burocrata, disse que até hoje foram burocratas que fecharam esses pedidos. Estou certo ou estou errado?
"Eu apenas protegi para repor a ação (proteção) de Biólogo, que não foi contestada." - Não só foi contestada, como foi revertida pelo Ribeiro. Você não teve o menor escrúpulo de passar por cima disso tudo, fechar a sua própria votação e ainda reverter o administrador anterior, protegendo-a você mesmo contra edição. E isso tudo depois de mentir deslavadamente no meta sobre o estado e o resultado da sua votação.
Não sei o que é essa sua mania nova das "ferramentas de burocrata", mas pode ter a certeza que mesmo que outro não peça, eu mesmo abrirei o processo da remoção desse estatuto, pois não lhe reconheço a menor condição para estar de posse dele.-- Darwin Ahoy! 21h30min de 27 de março de 2017 (UTC)
Aproveita e argumenta que "Érico abusou de suas ferramentas como burocrata porque encerrou um pedido que não era de responsabilidade dos burocratas encerrarem". Será um início espetacular, lhe garanto. E qual é a controvérsia em fechar a própria votação? Quando completa o tempo e o percentual estabelecido, não há o que questionar. A proteção de Biólogo não foi contestada, mas o encerramento é que foi indevidamente contestado. São coisas diferentes. A maioria dos pedidos são encerrados porque os burocratas costumam acompanhar as votações em andamento. Biólogo, por exemplo, já encerrou vários pedidos de verificador e supressor. Entretanto, esta não é uma atribuição dele enquanto burocrata. Qualquer erro que cometer ali não resulta no "abuso das ferramentas de burocrata" (sic!), uma vez que burocratas não são responsáveis por esses pedidos; nem encerrar, nem prorrogar. Você está inventando abusos onde não há, como vem fazendo desde o dia 1 de março, quando iniciou o disparate do "usou meats puppets para fraudar votações" e, depois que o relatório nem citou sua denúncia original, encarnou seu pior papel de ator preocupado e foi na "onda", continuadamente usando de má-fé para alegar que ações de seus desafetos violaram "regras" que você próprio inventou ou distorceu da forma que lhe agradava. Conta outra. Érico (fale) 21h34min de 27 de março de 2017 (UTC)
Citação: Érico escreveu: «Quando completa o tempo e o percentual estabelecido, não há o que questionar.» Falso. O pedido de aprovação de Joalpe, de dois meses atrás, foi prorrogado apesar já ter 75% dos votos (33 de 44) após sete dias de votação, que é o mínimo exigido pela política de administradores, com a seguinte justificativa: Citação: PauloEduardo escreveu: «Embora a participação da comunidade tenha sido expressiva, o pedido se encontra com a porcentagem de aprovação bem limítrofe à aprovação exigida pelas regras (com exatos 75% necessários para aprovação). Assim, este será prorrogado por uma semana[7] Depois da prorrogação, apareceram mais oito votos contrários e quatro favoráveis, aí o pedido de Joalpe acabou sendo reprovado. No caso da sua votação para renovação do estatuto de verificador, na véspera da ter sido encerrada, Jbribeiro1, Hume42 e Andregraca removeram seus votos favoráveis e decidiram se abster até que o resultado da denúncia se tornasse mais claro. Com mais tempo para votação e discussão da denúncia, mais pessoas poderiam mudar seus votos e outras também poderiam participar da votação. Sabendo disso, você se apressou para dar o assunto por encerrado e anunciou no meta que seu estatuto tinha sido renovado[8] mesmo sob estas condições. Por que tanta pressa? Oxe (discussão) 00h24min de 28 de março de 2017 (UTC)
PDAs possuem regras diferentes dos pedidos de aprovação para verificadores e supressores. A ação burocrática em meu pedido de verificador foi ilegal. Érico (fale) 00h27min de 28 de março de 2017 (UTC)
Poderia apontar onde estão as diferenças? Oxe (discussão) 00h34min de 28 de março de 2017 (UTC)
WP:PDA / Wikipédia:CheckUser/Candidaturas / Wikipédia:Burocratas#Funções dos burocratas. Érico (fale) 00h37min de 28 de março de 2017 (UTC)
Obrigado. Acho que você está se referindo a este trecho: Citação: Wikipédia:Política de administradores#Avaliação escreveu: «Se existir incerteza, ainda que na avaliação de um só burocrata, então este deverá prorrogar a votação por mais uma semana, para que fique claro que o seu resultado representa a decisão da comunidade.», porém não há obrigatoriedade de encerramento imediato de votação de verificadores, conforme ficou atestado no consenso entre os burocratas de prorrogação da votação[9]. No entanto a prorrogação não aconteceu de fato porque ela foi anunciada às 22h27min de 8 de março de 2017[10] mas, a despeito da votação ainda estar em andamento, você mentiu no meta duas horas depois, às 00h27min de 9 de março de 2017[11], dizendo que havia sido reconduzido pela comunidade e cancelou a votação minutos após, às 00h35min de 9 de março de 2017[12]. Oxe (discussão) 01h14min de 28 de março de 2017 (UTC)
Não é verdade, novamente, o que afirma. Aprenda a diferenciar sua opinião de regra do projeto. Esta página não fala sobre a existência de prorrogações, ou quando elas devem ocorrer. Esta página também não fala que são os burocratas que devem encerrar ou avaliar pedidos de verificador e supressor. Não é assunto para ser debatido no café dos burocratas. Portanto, o "resultado" da discussão que você indicou acima é irrelevante. Qualquer que fosse a "conclusão" dos burocratas, seria nula. Indo além, já houve mais de um caso em que o pedido foi encerrado logo após estar uma semana aberto, e com aprovação bastante próxima dos 75%. Fica claro, logo, que o fato é que eu fui aprovado para um novo mandato e que renunciei porque quis me focar no esclarecimento deste caso. Posteriormente, as desculpas dos burocratas quanto a esta ação desastrosa e ilegal poderão ser feitas. Érico (fale) 01h28min de 28 de março de 2017 (UTC)
Impressionante como você mente descaradamente e acha que ninguém está vendo isso! O prazo da votação para verificador é no mínimo sete (7) e no máximo trinta (30) dias. Encerraram a votação após sete dias mas logo ela foi reaberta. É óbvio que votação em andamento não significa votação encerrada, implicando que seu anúncio no meta foi uma enorme mentira porque a votação ainda não havia sido finalizada. Mais: você próprio cancelou a sua votação[13], ou seja, você mesmo disse que a votação não havia sido terminada e todos sabemos que votação cancelada não é confirmação de nada. Oxe (discussão) 01h50min de 28 de março de 2017 (UTC)
A reabertura da votação foi ilegal. Portanto, não possui validade. Posteriormente, se for preciso, os burocratas participantes dessa discussão poderão se desculpar pela ação indevida que tomaram. Enquanto isso, sugiro que se acalme e que leia um pouco sobre nossas regras, para não confundir o que é sua opinião e o que é regra do projeto. Érico (fale) 01h54min de 28 de março de 2017 (UTC)
É muito simples, basta você provar que foi ilegal. Até agora você está distorcendo e torcendo as regras para lá e pra cá mas sem efeito nenhum. Oxe (discussão) 02h18min de 28 de março de 2017 (UTC)

─────────────────────────@Érico: Eu tenho os meus próprios argumentos, não preciso nem nunca precisei de um espírito-santo de orelha como você para me dar dicas. No mais, não é você que será chamado a avaliar a sua actuação, mas a comunidade, pelo que não tenho mais nada que discutir consigo a esse respeito.-- Darwin Ahoy! 21h39min de 27 de março de 2017 (UTC)

É? Então quer iniciar um pedido de remoção já estabelecendo que não posso nem comentar (me defender)? Que bonito. Aproveita e coloca na tua denúncia que foi eu mesmo que encerrei meu pedido de aprovação como verificador em 2015. Vai ser muito útil! Érico (fale) 21h43min de 27 de março de 2017 (UTC)
Vai comentar, mas não é aqui, é no sítio certo. Mas não me lembro de em 2015 você andar a mentir no meta com a maior descaração sobre o suposto resultado da sua votação, nem de decidir você mesmo cancelar e proteger a votação contra edição no meio de uma controvérsia épica. Você parece que tem ou tinha a ideia que punha e dispunha sobre o projecto dentro e fora dele, fazendo as maiores trapaças e atropelos, e nunca lhe acontecia coisa nenhuma. No que depender de mim, esse tempo acabou.-- Darwin Ahoy! 22h05min de 27 de março de 2017 (UTC)
Depois de uma semana de votação, e mesmo este relatório tendo sido publicado, o pedido atingiu 75% de aprovação. Não adianta você escrever ataques, em um claro tom de desespero. Não vai conseguir mudar este fato. Érico (fale) 22h49min de 27 de março de 2017 (UTC)
A mim, a quantidade de abstenções na eleição mostram que o Érico tornou-se motivo de desconfiança de muitos, mas suponho(!) que não existe previsão de processo de remoção de ferramentas por quebra de confiança. Suponho(!!) ainda que o caso do Érico seria um precedente, se ocorrer. Por isso não propus nada nesse sentido. Suponho(!!!) que a abertura de tal processo teria que ser antes aceita pela comunidade, o que ensejaria uma discussão inicial na Esplanada. Mas, bem, é uma proposta que pode ser feita e que a comunidade pode muito bem rejeitar, se não gostar. Kleiner msg 17h03min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Kleiner: Não é somente a "malfeitoria" da quebra de confiança. Isso traduz-se em violações concretas de políticas do projecto: A solicitação clandestina viola efectivamente uma política base do projecto, a WP:CONSENSO: "Qualquer tentativa de tentar angariar participantes para uma discussão cujo efeito seja enviesar essa discussão é inaceitável. Embora seja aceitável, e até mesmo encorajado, convidar participantes para uma discussão de modo a trazer novas perspectivas e argumentos, é inaceitável convidar apenas editores favoráveis a determinado ponto de vista, ou convidar editores de forma a influenciar a sua opinião sobre o assunto. Usar uma conta-fantoche ('"sock puppet") de modo a influenciar o consenso é totalmente proibido. São permitidas mensagens neutrais e informativas nas várias páginas de anúncios, nos wikiprojetos ou dirigidas a editores; mas ações que possam ser razoavelmente interpretadas como uma tentativa de defraudar ou comprometer o processo de consenso são consideradas comportamento desestabilizador.". Inclusive é citado como uma das razões para a perda do acesso ao estatuto de administrador "infringir normas vigentes, com infração insistente e deliberada de (..) decisões da comunidade (sejam votações ou decisões obtidas por consenso)".-- Darwin Ahoy! 17h13min de 27 de março de 2017 (UTC)
@Kleiner: Existem razões sim para remoção de estatutos. Citação: Wikipédia:Política de administradores escreveu: «Anteriormente, na Wikipédia, era permitida a atribuição deste acesso liberalmente a qualquer usuário que tivesse sido um colaborador durante algum tempo, geralmente encarado como um membro da comunidade conhecido e digno de confiança, e que possuísse pelo menos 2 000 edições no domínio principal e uma conta criada há seis meses. Hoje, além destes requisitos, o usuário deve passar por um processo de sufrágio, de modo a garantir a escolha de editores capacitados à função e o normal funcionamento da Wikipédia lusófona.» (grifo meu). Ou seja, ser digno de confiança é um prerrequisito para o estatuto de administrador, então não é possível ser administrador sem confiança da comunidade. Da mesma forma que é a política de burocratas prevê que a subversão do sistema (manipular votação) é motivo para remoção do estatuto. Por fim, o estatuto de supervisor dá ferramentas que ocultam edições até dos administradores, ou seja, também é um cargo que demanda confiança comunitária. Logo, as remoções dos estatutos estão bem fundamentadas. Oxe (discussão) 17h18min de 27 de março de 2017 (UTC)
É verdade, é realmente como o Oxe citou. Não é necessário qualquer debate preliminar entre a comunidade para dar início aos processos de remoção dos estatutos, a confiança é um prerrequisito básico para a manutenção do estatuto de administrador (e nem poderia deixar de ser assim, convenhamos). Em todo o caso, essa quebra de confiança reflete-se também na violação de políticas concretas e fundamentais do projecto.-- Darwin Ahoy! 17h28min de 27 de março de 2017 (UTC)

Pelos vistos continuamos aqui a discutir o sexo dos anjos. Ok then ...! BelanidiaMsg 18h26min de 27 de março de 2017 (UTC)

A título de esclarecimento, foram violadas diretamente as seguintes políticas:

  1. Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso: Discussões off-wiki: As discussões noutros sites, em forums da internet, por IRC, por e-mail ou por qualquer outro método externo ao projeto são normalmente desencorajadas, e não se devem levar em conta na determinação do consenso "on-wiki". Nalguns casos, tais diálogos podem dar origem a suspeitas e quebra de confiança. A maior parte das discussões da Wikipédia devem tomar lugar onde possam ser vistas por todos os participantes.
  2. Wikipédia:Consenso#Problemas e erros a evitar no processo de consenso: Solicitações, sockpuppetry e meatpuppetry: Qualquer tentativa de tentar angariar participantes para uma discussão cujo efeito seja enviesar essa discussão é inaceitável. Embora seja aceitável, e até mesmo encorajado, convidar participantes para uma discussão de modo a trazer novas perspectivas e argumentos, é inaceitável convidar apenas editores favoráveis a determinado ponto de vista, ou convidar editores de forma a influenciar a sua opinião sobre o assunto. Usar uma conta-fantoche ('"sock puppet") de modo a influenciar o consenso é totalmente proibido. São permitidas mensagens neutrais e informativas nas várias páginas de anúncios, nos wikiprojetos ou dirigidas a editores; mas ações que possam ser razoavelmente interpretadas como uma tentativa de defraudar ou comprometer o processo de consenso são consideradas comportamento desestabilizador.
  3. Wikipédia:Comportamento desestabilizador: implicada diretamente pela anterior.
  4. Wikipédia:Política de burocratas#Motivos para não atribuir ou remover o estatuto.
  5. Wikipédia:Política de administradores.

RadiX 04h54min de 28 de março de 2017 (UTC)

"Foram violadas"? Como?
  1. Os três primeiros pontos são a mesma regra. Achei patusco o desespero e a aflição de dividir o mesmo parágrafo em vários pontos para parecerem "muitas regras". No entanto, o parágrafo de wp:consenso diz respeito à resolução de disputas com origem em modificações de conteúdo nos artigos. As eleições nem são discussões de consenso nem são problemas de conteúdo. São votações. Para esses casos, a comunidade rejeitou claramente a proibição de solicitações.
  2. Os últimos dois pontos dependem exclusivamente do primeiro ponto. Portanto, na realidade a alegação de "violação" é apenas para uma regra, apesar da tentativa desesperada do acusador em inflacionar o caso de forma histérica com "muitos pontos". E para esse único caso não existe qualquer violação. Ter a audácia de tentar convencer a comunidade que ela aprovou |o que rejeitou, distorcendo e manipulando copy-pastes descontextualizados de regras de outras situações, constitui subversão do sistema. Este tipo de abusos para provar um ponto de vista e violações graves das normas de conduta sujeita o prevaricador a sanções graves. Quintal 11h16min de 28 de março de 2017 (UTC)

Wikipédia:Administradores/Pedidos de remoção/Érico/2

Abri o pedido acima. Pareceu-me que tudo o que havia a dizer aqui, já foi dito (repetidamente) por todos, pelo que só restava levar o caso para a comunidade decidir. GoEThe (discussão) 14h06min de 28 de março de 2017 (UTC)

Voltar à página de projeto "Pedidos a verificadores/Érico".