Antônio Carlos Magalhães Júnior

político brasileiro
(Redirecionado de Antonio Carlos Junior)
Antônio Carlos Júnior
Antônio Carlos Júnior
Senador da Bahia
Período 2°- 7 de agosto de 2007
até 1 de fevereiro de 2011
1°- 31 de maio de 2001
até 1 de fevereiro de 2003
Dados pessoais
Nascimento 24 de setembro de 1952 (67 anos)
Salvador, Bahia
Alma mater Universidade Federal da Bahia
Parentesco Antônio Carlos Magalhães (pai)
Antônio Carlos Magalhães Neto (filho)
Partido DEM
Profissão administrador de empresas
linkWP:PPO#Brasil

Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Júnior (Salvador, 24 de setembro de 1952)[1] é um empresário e político brasileiro, filiado ao Democratas (DEM).

BiografiaEditar

Conhecido como ACM Júnior ou Antônio Carlos Júnior, é formado em Administração pela UFBA, da qual se tornou professor[2], e dirige a Rede Bahia, de propriedade da família Magalhães.

Como professor da Escola de Administração da UFBA, Antônio Carlos Magalhães Junior leciona as disciplinas como Administração Financeira II e Seminários sobre temas de Administração em Finanças, entre outras para os cursos de especialização e mestrado.

Com a renúncia de seu pai, o senador Antônio Carlos Magalhães, assumiu a sua vaga no Senado Federal do Brasil, completando o mandato, de 31 de maio de 2001 a 1 de fevereiro de 2003.

Novamente como suplente de ACM, reeleito senador em 2002, assumiu definitivamente sua vaga[3], desta vez aberta por falecimento do titular, em 7 de agosto de 2007.

Além de ter sido deputado federal por três mandatos consecutivos, seu filho, Antônio Carlos Magalhães Neto, ACM Neto, foi eleito prefeito de Salvador em 2012 e reeleito em 2016, sendo o segundo prefeito mais votado do Brasil com 73,9% dos votos.

Referências

  1. «Site do TSE». Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. «Antonio Carlos Peixoto Magalhães Junior | UFBA - Escola de Administração». www.adm.ufba.br. Consultado em 6 de janeiro de 2017 
  3. Direito2, 7/08/2007[ligação inativa]

Ligações externasEditar