As Borboletas Também Amam

filme de 1979 dirigido por J. B. Tanko

As Borboletas Também Amam é um filme brasileiro de drama de 1979. O roteiro, direção, e a produção de J. B. Tanko.

As Borboletas Também Amam
As Borboletas Também Amam
Arlindo Barreto e Angelina Muniz (centro),
Rossana Ghessa, Paulo Porto e Neila Tavares,
no cartaz do filme
 Brasil

1979 •  cor •  92 min 
Gênero drama
Direção J.B. Tanko
Produção J.B. Tanko e Paulo Porto
Roteiro J.B. Tanko
Elenco Angelina Muniz
Rossana Ghessa
Wilson Grey
Arlindo Barreto
Música Paulo Santos
J.B.Tanko
Onélio Motta
José Tavares
Cinematografia Antônio Gonçalves e Manuel Veloso
Direção de arte Régis Monteiro
(Figurino e Cenografia),
Antônio Pacheco (Maquiagem) e

Natália Alves(Costureira)

Figurino Natália Álves
Edição Manoel Oliveira
Distribuição Rio de Janeiro J. B. Tanko Filmes Ltda.; U.C.B. - União Cinematográfica Brasileira S.A.
Idioma português

É um romance dramático, a partir do reencontro de duas vizinhas, Mônica e Virginia.

Produção editar

O filme foi produzido no Rio de Janeiro, com a ajuda de patrocínio da Empresa Brasileira de Filmes (EMBRAFILME) [1], que agitou a década de 1970 produzindo vários filmes que mudaram a estética, política e economia da história do audiovisual brasileiro.

Lançamento editar

Foi exibido pela primeira vez no Rio de Janeiro em 23 de abril de 1979. No dia 21 de maio foi exibido em São Paulo, e depois em mais duas localidades Campinas no dia 21 de maio e em Santos no dia 28.[carece de fontes?]

Elenco editar

[2]

Referências

  1. «EMBRAFILME História». Consultado em 14 de junho de 2015 
  2. «E-pipoca com Referência de Ficha Técnica». Consultado em 21 de junho de 2015 
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.