Abrir menu principal

Wikipédia β

Disambig grey.svg Nota: Para a subdivisão etíope, veja Bita (Etiópia).

Sílvio Tasso Lasalvia, mais conhecido como Bita (Olinda, 11 de agosto de 1942Recife, 27 de outubro de 1992) foi um futebolista brasileiro. É um dos maiores ídolos da história do Clube Náutico Capibaribe até hoje por seus gols que lhe deram a posição de maior artilheiro da história do clube. O homem do rifle, como era conhecido, ganhou o reconhecimento de grande futebolistas como o melhor jogador da história do futebol. Pelé, em uma entrevista, disse: "Os maiores clubes que eu já enfrentei foram o Náutico de Bita e o Palmeiras de Djalma".

Bita
Informações pessoais
Nome completo Sílvio Tasso Lasalvia
Data de nasc. 11 de agosto de 1942
Local de nasc. Olinda, Pernambuco, Brasil
Falecido em 27 de outubro de 1992 (50 anos)
Local da morte Recife, Pernambuco, Brasil
Apelido Bita, O Homem do Rifle, Garoto de Ouro
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes de juventude
Náutico
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1962-1966
1967
1967-1968
1969-1972
Náutico
Nacional
Náutico
Santa Cruz


319 (223)

Bita no fim de sua carreira ainda se transferiu para o arquirrival do Náutico, o Santa Cruz, onde conseguiu um de seus prêmios como jogador de futebol, além de jogar por mais um clube na sua carreira o Nacional do Uruguai. Filho do italiano Tommaso Lasalvia, Bita era irmão de José Rinaldo Tasso Lasalvia (1938-2013), conhecido como Nado.

Índice

CarreiraEditar

Em sua carreira jogou em três clubes: o Náutico, o Santa Cruz e o Nacional do Uruguai. Pelo Náutico, além de ganhar vários prêmios, ganhou 6 títulos pernambucanos. Já pelo Santa, ganhou 4. Marcou seu primeiro gol jogando no time profissional do Náutico em 27 de janeiro de 1962. Apesar do destaque que tivera nas categorias de base, poucos imaginariam que era o início de uma série de 223 gols em 319 jogos pelo alvirrubro pernambucano. Esse feito acabou levando o jogador a ser um dos maiores ídolos da equipe pernambucana até hoje.

PrêmiosEditar

Além de muitos prêmios como artilheiro de competições que participou pelo Timbu, Bita conquistou o Prêmio Belfort Duarte em 1972, embora na ocasião defendesse o Santa Cruz.

ArtilhariasEditar

TítulosEditar

Conquistou pelo Náutico treze títulos: hexacampeão pernambucano (1963-1968), tricampeão do Norte (1965 - 1967), vice-campeão brasileiro de 1967 (Taça Brasil), campeão do Torneio do Centenário de Campina Grande, campeão do Torneio Quadrangular dos 430 anos do Recife e campeão do Torneio Quadrangular de Salvador. Pelo Santa Cruz bicampeão pernambucano(1971-1972).

CuriosidadesEditar

Num dos maiores jogos do Náutico, em 1966, Bita marcou quatro gols na vitória de 5 a 3 sobre o Santos de Pelé no Pacaembu.

Ligações externasEditar