Abrir menu principal

Capitão de Campos é um município brasileiro do estado do Piauí. Localiza-se a uma latitude 04º27'24" sul e a uma longitude 41º56'33" oeste, estando a uma altitude de 130 metros. Sua população estimada em 2004 era de 9 972 habitantes.Possui uma área de 535,34 km².

Município de Capitão de Campos
Avenida central da BR-343.

Avenida central da BR-343.
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 10 de março de 1957 (62 anos)
Gentílico capitãocampense
Prefeito(a) Francisco Medeiros de Carvalho Filho (PSB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Capitão de Campos
Localização de Capitão de Campos no Piauí
Capitão de Campos está localizado em: Brasil
Capitão de Campos
Localização de Capitão de Campos no Brasil
04° 27' 25" S 41° 56' 38" O04° 27' 25" S 41° 56' 38" O
Unidade federativa Piauí
Mesorregião Centro-Norte Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campo Maior IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Cocal de Telha, Jatobá do Piauí, Milton Brandão, Pedro II, Piripri, Boa Hora e Boqueirão do Piauí.
Distância até a capital 118 km
Características geográficas
Área 538,681 km² [2]
População 10 956 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 20,34 hab./km²
Altitude 130 m
Clima Tropical[4] Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,603 médio PNUD/2000 [5]
PIB R$ 26 968,899 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 2 420,47 IBGE/2008[6]

Índice

HistóriaEditar

 
Casa da colina de Capitão de Campos. Nessa casa, de acordo com a história local, foram feitas as reuniões do processo político de emancipação do município de Capitão de Campos.

Capitão de Campos teve seu nascimento urbano a partir da fazenda de Jovita de Sousa Barros e seus descendentes, que doaram lotes para neles serem edificadas casas e em 1935 da movimentação comercial de Acelino Coelho de Resende. A nucleação urbana deu-se mais expressivamente com a construção da BR 222, posteriormente chamada BR 343. Elevado como município pela lei estadual número 1452, de 30 de Novembro de 1956, sendo que a instalação aconteceu em 10 de Março de 1957. o topônimo vem da existência da árvore Capitão-do-campo, na região[7].

BibliotecaEditar

 
Biblioteca Municipal de Capitão de Campos

O município tinha uma linda Biblioteca Municipal, construída no fim dos anos 70. Infelizmente por falta de conservação a mesma foi extinta em 2005 e o que restou do acervo foi repassado para uma biblioteca escolar. Em 2011, por meio da lei municipal nº 268/2011[8], é recriada a biblioteca pública em parceria com o Ministério da cultura e com o SNBP Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas.

Palacete municipal
Igreja matriz
Letrarias da cidade.

Lista de ex-prefeitosEditar

 
Livro da Lei Orgânica de Capitão de Campos.
  • José Monte Resende (4 mandatos)
  • Francisco das Chagas Araújo
  • Tadeu Gomes da Silva
  • Jaime Fernandes Lopes
  • Antonio Lisboa Eulálio Eugênio
  • Salvador Evangelista de Sousa
  • João Batista Filho - "João Brigida"
  • Marcos Carvalho de Alencar Filho
  • Gerardo José Carvalho lopes (1 de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 1996)
  • João Brígida (1 de janeiro de 1997 a 13 de janeiro de 1999 quando foi assassinado)
  • Paulo Andrade (11 de janeiro de 1999 a 10 de julho de 1999)
  • Interventor Pe. Raimundo Nonato de Oliveira (Padre Dodó, de 11 de julho de 1999 a11/12/1999)
  • Interventor Luis Modesto de Freitas (12 de dezembro de 1999 a 31 de dezembro de 2000)
  • Ediza Barros Cavalcante Batista (1 de janeiro de 2001/ a 31 de dezembro de 2004)
  • Raimundo Ferreira Santiago (1 de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2008)
  • Moisés Augusto Leal Barbosa (1 de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2016)
  • Francisco Medeiros de Carvalho Filho (2017 Atual)

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. http://www.cprm.gov.br/rehi/atlas/piaui/relatorios/049.pdf
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. SOARES, Sidney. Enciclopédia dos Municípios Piauienses. Fortaleza; Escola gráfica Santo Antonio. 1972.
  8. «LEI DA CRIAÇÃO DA BIBLIOTECA DE de Cap de Campos»  commons.wikimedia. Acesso em 3 de setembro de 2016

Bibliografia complementarEditar

  • BASTOS, Cláudio de Albuquerque. Dicionário histórico e geográfico do estado do Piauí. Teresina, FCMC/PMT, 1994, página 108.
  • FRANCO, José Patrício. O Município no Piauí 1761-1961. Teresina, Comepi, 1977.Página 155.
  • SOARES, Sidney. Enciclopédia dos Municípios Piauienses. Fortaleza; Escola gráfica Santo Antonio. 1972.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.