Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Schmitt, O.F.M.
Bispo da Igreja Católica
Bispo-emérito de Dourados
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem dos Frades Menores
Diocese Diocese de Dourados
Nomeação 29 de agosto de 1960
Predecessor Dom José de Aquino Pereira
Sucessor Dom Frei Teodardo Leitz, O.F.M.
Mandato 1960 - 1970
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 28 de novembro de 1943
Petrópolis
por Dom José Pereira Alves
Nomeação episcopal 29 de agosto de 1960
Ordenação episcopal 28 de outubro de 1960
Roma
por Papa João XXIII
Brasão episcopal
Template-Bishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Gaspar,  Santa Catarina
27 de janeiro de 1919
Morte Blumenau,  Santa Catarina
16 de janeiro de 2006 (86 anos)
Nome religioso Frei Carlos Schmitt
Nome nascimento Stanislau Schmitt
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Cecília Hostin
Pai: Nicolau Miguel Schmitt
Funções exercidas - Bispo-auxiliar de Lages (1971-1973)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Frei Carlos Stanislau Schmitt, OFM (Gaspar, 27 de janeiro de 1919Blumenau, 16 de janeiro de 2006) foi um bispo católico brasileiro, das Dioceses de Dourados e Lages.

Dados PessoaisEditar

• Nascimento: ” 27.01.1919, em Gaspar-SC (86 anos de idade).

• Nome de batismo: Stanislau.

• Filiação: Nicolau Miguel Schmitt e Cecília Hostin Schmitt. O casal teve 9 filhos (3 homens e 6 mulheres), dos quais, D. Carlos era o sétimo.

• Cursou os quatro anos do Ensino Básico na Escola Paroquial de Gaspar

• 23.01.1931, aos 12 anos de idade, ingressou no Seminário São Luís de Tolosa, em Rio Negro-PR.

• Em maio de 1934, foi transferido para o Colégio São Luís de Tolosa, em Vlodrop, Holanda, pertencente à Província da Santa Cruz da Saxônia, Alemanha, onde continuou os estudos do Ensino Médio.

• Em maio de 1938, retornou ao Brasil e, em 11.07.1938 recebeu o hábito na admissão ao Noviciado Franciscano, em Rodeio-SC (67 anos de vida franciscana).

• Em 14.07.1939, ao término do noviciado, fez a primeira profissão religiosa dos votos temporários.

• Ainda em 1939, iniciou o primeiro ano do Curso de Filosofia em Rodeio, e em 1940, o segundo ano, em Curitiba-PR.

• 1941-1944 – Estudos de Teologia, em Petrópolis-RJ.

• Em 14.07.1942, a profissão solene dos votos perpétuos na Ordem Franciscana.

• Em 29.11.1942, ordenado diácono, por D. José Pereira Alves, em Petrópolis-RJ

• Em 28.11.1943, ordenado presbítero, por D. José Pereira Alves, em Petrópolis-RJ. (62 anos de ministério sacerdotal)

• 1944, o quarto ano do curso de Teologia, em Petrópolis.

ATIVIDADES NA EVANGELIZAÇÃO E MINISTÉRIO EPISCOPAL

• 1945 – Curso e treinamento para a pregação de Missões Populares, em Petrópolis.

• Nestes dois últimos anos, exerceu o ministério na Capela de Pau Grande, na Baixada Fluminense.

• 1946-1947 – Seminário São João Batista, em Luzerna-SC, prefeito de estudos.

• 1948-1950 – Seminário N. Sra. de Fátima, em Rodeio, prefeito de estudos.

• 1951-1954 – Seminário Frei Galvão, em Guaratinguetá-SP, professor.

• 1955 – Convento e Paróquia Santo Antônio, em Florianópolis – preparação para as missões populares.

• 1956-agosto 1960 – Guardião e pároco, em Xaxim-SC.

• Em 29.08.1960, eleito bispo de Dourados, pelo Papa João XXIII. (45 anos de ministério episcopal)

• Em 28.10.1960, ordenado bispo, em Roma, pelo Papa João XIII.

• 08.01.1961, início do ministério episcopal, em Dourados (9 anos na diocese).

• Em 21.02.1970, renúncia do ministério na Diocese de Dourados.

• De 04.05.1970 a 31 de outubro de 1975, Bispo-auxiliar de Lages.

• 1975-2006 – Capelão dos Hospitais Santo Antônio e Santa Isabel, em Blumenau-SC.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.