Copa dos Campeões de Voleibol Feminino de 2017

essa o Brasil vai ganhar
Copa dos Campeões de 2017
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País-sede Japão Nagoia e Tóquio, Japão
Organizador FIVB
Período 510 de setembro
Participantes 6
Premiações
Campeão Bandeira da China China (2º título)
Vice-campeão Bandeira do Brasil Brasil
MVP China Zhu Ting
◄◄ Japão 2013 Bola de volei de quadra.svg 2021 Japão ►►
Página oficial da competição

A Copa dos Campeões de Voleibol Feminino de 2017 foi a sétima edição da competição internacional realizada a cada quatro anos, sob chancela da Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

Ocorrendo sempre no ano posterior à realização dos Jogos Olímpicos, e com sede fixa no Japão, em 2017 foi disputada entre os dias 5 e 10 de setembro nas cidades de Nagoia e Tóquio.[1] Na sequência desta competição será disputado o torneio masculino.

A seleção da China conquistou invicta o título, ao somar maior número de pontos, seguida pelo Brasil que encerrou com a medalha de prata e os Estados Unidos, que completou o pódio. A ponteira chinesa Zhu Ting recebeu o prêmio de melhor jogadora (MVP) da competição, além de integrar a seleção do campeonato na sua posição.[2]

FormatoEditar

A competição foi disputada por seis seleções no sistema de pontos corridos, onde todas se enfrentam em um grupo único. A equipe que somou mais pontos, ao final das cinco rodadas, foi declarada campeã.[3]

Equipes participantesEditar

Ao contrário das edições anteriores, onde participavam da Copa dos Campeões as seleções campeãs dos seus respectivos torneios continentais, para essa edição a FIVB decidiu outorgar quatro vagas para a melhor seleção ranqueada de cada continente (Ásia, Europa, América do Norte e Central e América do Sul) após a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016, mais uma equipe convidada pela organização, além do Japão por ser o país-sede.[4]

Classificação Vagas Classificados
País-sede 1   Japão
Melhor ranking da Ásia 1   China
Melhor ranking da Europa 1   Rússia
Melhor ranking da NORCECA 1   Estados Unidos
Melhor ranking da América do Sul 1   Brasil
Convite 1   Coreia do Sul
TOTAL 6

Critérios de classificação no grupoEditar

  1. Número de vitórias;
  2. Pontos;
  3. Razão de sets;
  4. Razão de pontos;
  5. Resultado da última partida entre os times empatados.
  • Placar de 3–0 ou 3–1: 3 pontos para o vencedor, nenhum para o perdedor;
  • Placar de 3–2: 2 pontos para o vencedor, 1 para o perdedor.[5]

ClassificaçãoEditar

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1   China 14 5 5 0 2 2 1 0 0 0 15 4 3.750 454 343 1.324
2   Brasil 11 5 3 2 2 1 0 2 0 0 13 7 1.857 438 405 1.081
3   Estados Unidos 7 5 3 2 1 0 2 0 1 1 10 10 1,000 431 434 0.993
4   Rússia 7 5 2 3 1 1 0 1 1 1 9 10 0.900 411 427 0.963
5   Japão 6 5 2 3 1 0 1 1 2 0 10 11 0.909 462 471 0.981
6   Coreia do Sul 0 5 0 5 0 0 0 0 0 5 0 15 0,000 260 376 0.691

ResultadosEditar

As duas primeiras rodadas serão disputadas no Ginásio Metropolitano de Tóquio, na capital japonesa. As três rodadas restantes terão as suas partidas no Nippon Gaishi Hall, na cidade de Nagoia.[1]

Todas as partidas seguem o horário do Japão (UTC+9)

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
5 set 12:40 Rússia   1–3   Brasil 17–25 25–23 23–25 12–25   77–98 Relatório
5 set 15:40 Estados Unidos   1–3   China 25–18 18–25 14–25 17–25   74–93 Relatório
5 set 19:15 Japão   3–0   Coreia do Sul 25–23 25–21 26–24     76–68 Relatório
6 set 12:40 Brasil   2–3   China 20–25 12–25 25–20 25–23 17–19 99–112 Relatório
6 set 15:40 Coreia do Sul   0–3   Estados Unidos 22–25 20–25 16–25     58–75 Relatório
6 set 19:15 Rússia   3–1   Japão 22–25 25–18 25–22 28–26   100–91 Relatório
8 set 12:40 Estados Unidos   3–2   Rússia 23–25 25–21 19–25 25–21 15–9 107–101 Relatório
8 set 15:40 China   3–0   Coreia do Sul 25–14 25–4 25–12     75–30 Relatório
8 set 19:15 Japão   3–2   Brasil 25–18 25–27 25–15 16–25 15–6 106–91 Relatório
9 set 12:40 Rússia   0–3   China 20–25 18–25 20–25     58–75 Relatório
9 set 15:40 Brasil   3–0   Coreia do Sul 25–15 25–10 25–23     75–48 Relatório
9 set 19:15 Japão   2–3   Estados Unidos 25–22 21–25 28–26 21–25 12–15 107–113 Relatório
10 set 11:40 Coreia do Sul   0–3   Rússia 19–25 16–25 21–25     56–75 Relatório
10 set 14:40 Estados Unidos   0–3   Brasil 20–25 23–25 19–25     62–75 Relatório
10 set 18:15 China   3–1   Japão 25–22 24–26 25–18 25–16   99–82 Relatório

Classificação finalEditar

Prêmios individuaisEditar

As jogadoras premiadas individualmente foram:[2]

 

Oposta:
Tandara
 
1ª bloqueadora:
Carol
 
1ª atacante:
Zhu T.
 
2ª atacante:
Larson
 
2ª bloqueadora:
Yuan X.
 
Levantadora:
Tominaga
 
Líbero:
Inoue
 

Referências

  1. a b «Host cities – Women's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  2. a b «CHINA CLINCH SECOND FIVB WORLD GRAND CHAMPIONS CUP TITLE» (em inglês). FIVB. 10 de setembro de 2017. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  3. «Formula – Women's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  4. «Qualification – Women's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  5. «Pool Ranking Criteria – Women's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 10 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar