Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Fevereiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cyll Farney
Cyll Farney
Nascimento 14 de setembro de 1925
Rio de Janeiro, DF
Nacionalidade brasileiro
Morte 14 de março de 2003 (77 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Atividade 1949 - 2003
Cônjuge Sônia Müller (divorciado)
IMDb: (inglês)

Cyll Farney, nome artístico de Cilênio Dutra e Silva (14 de setembro de 192514 de março de 2003) foi um ator brasileiro.

Estreou em A Escrava Isaura em 1949 e destacou-se nas chanchadas da Atlântida nos anos 40 e 50 e e em filmes como Chico Viola Não Morreu.

Farney trabalhou durante pouco tempo na TV e chegou a fazer algumas telenovelas. Nos últimos anos, dedicava-se a sua própria produtora de filmes. Sua última aparição na televisão foi na minissérie Hilda Furacão, da Rede Globo.

Cyll Farney era irmão do músico Dick Farney, morto em 1987.

Tinha estudado Farmácia nos Estados Unidos e tocava bateria na banda do irmão. E foi dele que Cyll Farney tirou seu nome artístico. 'Meu pai inventava estas coisas. Farney veio de Farnésio, o nome do Dick. Por causa dele, adotei também', disse ele numa entrevista em 1999.

Depois de deixar a carreira de ator, em 1978, continuou ligado às câmeras, trabalhando como produtor em 14 filmes. Cyll continuou na ativa administrando seu estúdio, Tycoon (locado muitas vezes para a Rede Globo no período anterior à inauguração do Projac), e uma série de documentários biográficos enfocando nomes como Francisco Alves, Orlando Silva e outros grandes da música brasileira, resgatando a memória de artistas de sua geração.

Cyll Farney faleceu no Rio de Janeiro, em 2003, aos 77 anos, e foi sepultado no Cemitério do Caju.

FilmografiaEditar

Referências

Ligações externasEditar