Abrir menu principal

Estação Ferroviária de Dois Portos

estação ferroviária em Portugal
Dois Portos IPcomboio2.jpg
Estação de Dois Portos, em 2008.
Linha(s) Linha do Oeste (PK 55,018)
Coordenadas 39° 02′ 33,19″ N, 9° 11′ 04,65″ O
Concelho Torres Vedras
Serviços Ferroviários Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgRBSicon LSTR red.svgIR
Horários em tempo real


Logos IP.png
BSicon CONTfa grey.svg
BSicon HST grey.svgRuna (Sentido Figueira da Foz)
BSicon BHF grey.svgDois Portos
BSicon HST grey.svgFeliteira (Sentido Cacém)
BSicon CONTf grey.svg

A Estação Ferroviária de Dois Portos é uma interface da Linha do Oeste, que serve a localidade de Dois Portos, no Concelho de Torres Vedras, em Portugal.

Antigo armazém da estação de Dois Portos, em 2008.

CaracterizaçãoEditar

Localização e acessosEditar

Tem acesso pela Rua Adriano Ramalho, junto à localidade de Dois Portos.[1]

Descrição físicaEditar

Em Janeiro de 2011, contava com 2 vias de circulação, com 307 e 309 m de comprimento; as plataformas tinham 114 e 112 m de extensão, apresentando ambas 70 cm de altura.[2]

 
Estação de Dois Portos, nos primeiros tempos.

HistóriaEditar

A estação integra-se no troço entre Agualva - Cacém e Torres Vedras, que foi aberto à exploração pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses em 21 de Maio de 1887.[3]

Em 1913, existia uma carreira de diligências entre a estação de Dois Portos a Sobral de Monte Agraço e Monfalim.[4]

Na XIII edição do Concurso das Estações Floridas, organizado em 1954 pelo Secretariado Nacional de Informação, a estação de Dois Portos recebeu um diploma de menção honrosa simples.[5]

Ligação projectada a MerceanaEditar

Numa sessão da Câmara dos Pares em 1897, o Visconde de Chanceleiros questionou o Ministro das Obras Públicas sobre a construção de um ramal de Dois Portos a Merceana, que tinha sido autorizada mas não concretizada; o ministro respondeu que a Companhia estava legalmente obrigada a instalar o ramal, pelo que tinha incumbido um engenheiro para estudar a situação e proceder de forma a cumprir a lei.[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Dois Portos - Linha do Oeste». Infraestruturas de Portugal. Consultado em 2 de Março de 2017 
  2. «Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque». Directório da Rede 2012. Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. p. 71-85 
  3. TORRES, Carlos Manitto (16 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1682). p. 61-64. Consultado em 17 de Maio de 2014 
  4. «Serviço de Diligencias». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. 39 (168). Outubro de 1913. p. 152-155. Consultado em 19 de Março de 2018 
  5. «XIII Concurso das Estações Floridas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 67 (1608). 16 de Dezembro de 1954. p. 365. Consultado em 6 de Abril de 2017 
  6. «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 49 (1193). 16 de Setembro de 1937. p. 434. Consultado em 17 de Maio de 2014 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Dois Portos

Ligações externasEditar