Abrir menu principal

Torres Vedras

município e cidade de Portugal

Torres Vedras ComIP é uma cidade portuguesa no Distrito de Lisboa, região Centro e sub-região do Oeste, com 25 717 habitantes (2012).[1]

Torres Vedras
Brasão de Torres Vedras Bandeira de Torres Vedras

TorresVedras.jpg
Vista panorâmica de Torres Vedras
Localização de Torres Vedras
Gentílico Torreense, Torriense
Área 407,15 km²
População 79 465 hab. (2011)
Densidade populacional 195,2  hab./km²
N.º de freguesias 13
Presidente da
câmara municipal
Carlos Bernardes (PS) Mandato 2017-2021
Fundação do município
(ou foral)
1250
Região (NUTS II) Centro
Sub-região (NUTS III) Oeste
Distrito Lisboa
Província Estremadura
Orago Santa Maria do Castelo e São Gonçalo de Lagos
Feriado municipal 11 de novembro (São Martinho)
Código postal 2560 Torres Vedras
Sítio oficial www.cm-tvedras.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

É sede do mais extenso município do Distrito de Lisboa, com 407,15 km² de área,[2] e 79 465 habitantes (2011),[3][4] subdividido em 13 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelo município da Lourinhã, a nordeste pelo Cadaval, a leste por Alenquer, a sul por Sobral de Monte Agraço e Mafra e a oeste pelo oceano Atlântico. Torres Vedras foi elevada à categoria de cidade a 3 de Fevereiro de 1979. Situa-se cerca de 41 km a noroeste de Lisboa.

Índice

PopulaçãoEditar

Número de habitantes [6]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
24 268 27 746 32 269 35 726 38 993 41 790 47 917 52 143 56 514 58 837 56 814 65 039 67 185 72 250 79 465

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Número de habitantes por Grupo Etário [7]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 13 302 14 402 14 590 16 419 17 697 16 681 15 995 14 845 15 604 12 637 11 311 12 141
15-24 Anos 6 159 6 883 7 848 8 988 8 813 10 233 9 489 8 675 9 943 10 472 9 757 8 336
25-64 Anos 13 974 15 335 16 804 19 487 21 944 25 573 28 769 28 810 31 990 34 403 38 618 43 450
= ou > 65 Anos 2 106 2 266 2 464 2 935 3 092 3 653 4 584 5 520 7 502 9 673 12 564 15 538
> Id. desconh 46 40 211 124 203

(Obs: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população "de facto", ou seja, que estava presente no concelho à data em que os censos se realizaram. Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente)

Freguesias do concelho de Torres VedrasEditar

 
Freguesias do concelho de Torres Vedras.

Desde a reorganização administrativa de 2012/2013,[5] o concelho de Torres Vedras está dividido em 13 freguesias:

PolíticaEditar

O município de Torres Vedras é administrado por uma câmara municipal, composta por um presidente e oito vereadores. Existe uma Assembleia Municipal, que é o órgão deliberativo do município, constituída por 8 mil membros (dos quais mil eleitos directamente).

O cargo de Presidente da Câmara Municipal é actualmente ocupado por Carlos Bernardes, eleito em 2017 pelo Partido Socialista (PS), tendo maioria absoluta de vereadores na câmara (6). Existem ainda dois vereadores eleitos pela coligação Juntos Somos Mais Fortes (PPD/PSD.CDS-PP) e outro pela CDU (PCP-PEV). Na Assembleia Municipal, o partido mais representado é novamente o PS, com 14 deputados eleitos e 11 presidentes de Juntas de Freguesia (maioria absoluta), seguindo-se a coligação Juntos Somos Mais Fortes (9; 2), a CDU (PCP-PEV) (2; 0), o BE (1; 0) e o Movimento Independente "Torres nas Linhas" (1; 0). O Presidente da Assembleia Municipal é José Augusto Carvalho, do PS.

Eleições de 2017
Órgão PS Juntos Somos Mais Fortes (PPD/PSD.CDS-PP) CDU (PCP-PEV) BE Torres nas Linhas
Câmara Municipal 6 3 0 0 0
Assembleia Municipal 25 11 2 1 1
dos quais: eleitos directamente 14 9 2 1 1

Eleições autárquicasEditar

Data % V % V % V % V % V
PS PPD/PSD APU/CDU AD PSD-CDS
1976 36,73 3 34,38 3 19,38 1
1979 34,81 3 33,33 3 21,81 1
1982 44,31 4 AD 19,07 1 32,78 2
1985 40,49 4 28,86 3 19,46 2
1989 47,77 5 30,54 3 15,60 1
1993 43,37 4 29,76 3 18,83 2
1997 47,51 5 32,84 3 11,79 1
2001 41,68 4 41,47 4 10,20 1
2005 49,18 5 35,58 3 8,99 1
2009 61,07 6 PSD-CDS 7,47 - 28,87 3
2013 54,26 6 19,72 2 8,57 1
2017 51,06 6 PSD-CDS 6,74 - 31,31 3

Eleições legislativasEditar

Data %
PS PSD PCP CDS UDP AD APU/CDU FRS PRD PSN B.E. PAN PàF
1976 37,66 30,14 13,76 7,73 1,36
1979 29,63 AD APU AD 1,68 39,65 21,07
1980 FRS 1,28 44,63 17,42 28,59
1983 39,08 27,09 8,47 0,57 18,82
1985 20,07 28,64 5,82 0,98 14,96 24,50
1987 21,25 52,16 CDU 3,05 0,81 11,51 5,39
1991 27,30 53,85 3,24 8,03 0,72 1,69
1995 43,16 35,47 7,38 0,66 9,05 0,13
1999 44,30 32,01 7,64 9,21 0,21 2,57
2002 37,81 41,34 7,66 6,82 2,82
2005 44,29 29,60 6,56 7,74 6,10
2009 36,75 28,54 9,09 8,23 10,33
2011 24,29 40,29 11,39 8,28 5,47 1,21
2015 29,90 PàF PàF 8,64 10,31 1,42 39,92

EconomiaEditar

 
Escultura Uvas, símbolo da vitivinicultura (uma das principais actividades da região) perto do acesso sul de Torres Vedras.

A poucos quilómetros de Lisboa, Torres Vedras apresenta terras ricas em policultura (como o cultivo de feijão, batata, vinha), sendo até o concelho com maior produção de vinho a nível nacional.

A atividade agrícola, a indústria agroalimentar e metalúrgica e o comércio a retalho assumem um papel preponderante..

Torres Vedras, é ainda, um dos concelhos com maior tradição vitivinícola do país, nomeadamente nos vinhos tintos, brancos e rosés.[8] Sendo considerada em 2018, conjuntamente com Alenquer, Cidade Europeia do Vinho.

O tecido empresarial do concelho de Torres Vedras é constituído por 9976 empresas (INE, 2010), das quais 27,7% assumem forma de sociedade.

Os 20 quilómetros de costa fazem ainda com que o Concelho seja um ponto turístico de referência.

Em 2011, a força de trabalho no Concelho era de 38.768 indivíduos, o que traduzia uma taxa de atividade de 48,8%

TransportesEditar

Autocarros

A cidade de Torres Vedras é servida por transportes urbanos em 4 linhas - TUT -, operadas pela Barraqueiro Oeste: Linha Amarela, Linha Verde, Linha Vermelha e Linha Azul. [9] Estas linhas circulam entre as 06:00 e as 20:00 em todo o perímetro urbano da cidade. Existem também ligações diretas a Lisboa, de frequência muito elevada, chegando a atingir intervalos de 7 minutos nas horas de ponta [10], o que permite afirmar Torres Vedras como um ponto de ligação relevante na área metropolitana de Lisboa. Para quem necessitar de transportes urbanos e de ligações a Lisboa, acresce apenas mais 10 euros ao valor da linha para Lisboa.

Além destes dois tipos de ligações, a cidade de Torres Vedras é um hub para ligações na região Oeste, de autocarro. São possíveis ligações a Mafra, Loures, Vila Franca de Xira, Lourinhã e Santa Cruz, entre outras, com frequências de 60 minutos (em média) entre as 07:00 e as 19:00.

Automóvel

A cidade de Torres Vedras é servida pela autoestrada A8, o principal elo de ligação na região Oeste e no distrito de Leiria. Uma viagem para Torres Vedras a partir de Lisboa ou de Loures tem como portagem 2,45€ (saída em Torres Vedras Sul) ou 3€ (saída em Torres Vedras Norte).[11] A viagem demora em média 35 minutos. Por estrada nacional são ainda possíveis ligações a inúmeros pontos, como Vila Franca, Loures, Lisboa (55 minutos de viagem), Mafra, Sintra, Lourinhã, Bombarral, Óbidos, entre outras.

Principais eventosEditar

Gastronomia típicaEditar

  • Cachola
  • Carracenas
  • Ouriços do mar

PatrimónioEditar

CulturaEditar

  • Museu Municipal Leonel Trindade
  • Teatro-Cine de Torres Vedras
  • Centro de Interpretação das Linhas de Torres
  • Centro de Artes e da Criatividade
  • Centro de Interpretação Judaica
  • Centro de Interpretação do Castelo de Torres Vedras
  • Casa Jaime Humbelino - Fábrica das Estórias
  • Paços do Conselho
  • Museu Joaquim Agostinho
  • Biblioteca Municipal
  • Centro Ambiental
  • CCC - Comunidade de Cultura e Comunicação

Cidades GeminadasEditar

Personalidades de TorresEditar

Referências

  1. INE (2013). Anuário Estatístico da Região Centro 2012 (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 31. ISBN 978-989-25-0217-5. ISSN 0872-5055. Consultado em 5 de maio de 2014 
  2. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013». Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28 de novembro de 2013. Arquivado do original (XLS-ZIP) em 9 de dezembro de 2013 
  3. INE (2012). Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Centro (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 119. ISBN 978-989-25-0184-0. ISSN 0872-6493. Consultado em 27 de julho de 2013 
  4. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_CENTRO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013 
  5. a b Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  6. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  7. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros
  8. Gazeta Rural n.º 258 (31 de outubro de 2015). pág. 16.
  9. Vedras, Câmara Municipal de Torres. «Novas Linhas de Transportes Urbanos de Torres Vedras». www.cm-tvedras.pt. Consultado em 14 de abril de 2017 
  10. «Horário Torres Vedras - Lisboa» 
  11. «Taxas de Portagem A8». www.imt-ip.pt. Consultado em 14 de abril de 2017 

Ligações externasEditar