Fórmula E

(Redirecionado de Formula E)

Fórmula E, ou Campeonato Mundial da ABB Fórmula E da FIA (a partir da temporada de 2020-21),[1] é uma categoria de automobilismo organizada pela FIA com carros monopostos exclusivamente elétricos, cuja primeira temporada começou no ano de 2014.

Fórmula E
{{{nome}}} Campeonato Mundial de Fórmula E de 2020–21
Fórmula E
Categoria Monoposto
Organização
País ou região Internacional
Edições
Etapas
Temporada inaugural 2014–15
Pilotos 24
Equipes 12
Construtores Spark-Dallara
Fornecedores dos pneus Michelin
Último piloto campeão  Países Baixos Nyck de Vries
Última equipe campeã  Reino Unido Mercedes-EQ Formula E Team
Site oficial www.fiaformulae.com

EspecificaçõesEditar

  • Máximo de 10 equipes, 20 pilotos e 40 monopostos.
  • Cada equipe terá 2 pilotos e 4 monopostos.
  • As corridas acontecerão em 10 cidades de todo o mundo.
  • As pistas serão circuitos de rua, com: 2.5 a 3 km de extensão.
  • Os monopostos terão aceleração de de 0 a 100 km/h em 3 segundos, e uma velocidade máxima de 220 km/h.
  • Níveis de ruído em decibéis: Automóvel = 70dB; Fórmula E = 80dB; Ônibus = 90 dB.
As corridas
  • Manhã: treino livre e depois o treino classificatório.
  • Antes do meio-dia: classificação. O primeiro tempo de volta para cada piloto com seus dois monopostos.
  • Tarde: descanso de duas horas para recarga dos carros. Depois, corrida com 3 stints e 2 pit-stops.
  • A parada obrigatória nos boxes implicará na troca de carros: quando a bateria se esgotar, o piloto fará uma parada nos boxes, andará 100 metros para entrar no carro recarregado.

CarroEditar

 Ver artigo principal: Spark-Renault SRT 01E
 
Spark-Renault SRT 01E

No dia 10 de setembro de 2013 foi apresentado o primeiro modelo de carro usado na temporada inaugural. Batizado de “Spark-Renault SRT 01E”, ele foi apresentado durante o 65º Salão do Automóvel de Frankfurt, Alemanha. O bólido sucedeu o Formulec EF01, protótipo que serviu para o desenvolvimento do projeto.[2] O monoposto foi usado até o final da quarta temporada, em 2018, sendo substituído pelo Spark SRT05e.[3]

TemporadasEditar

2014-15Editar

Teve 11 corridas em 10 cidades (Pequim, Putrajaia, Punta del Este, Buenos Aires, Long Beach, Miami, Monte Carlo, Berlim, Moscou e Londres, sendo que a última cidade hospedou as duas últimas corridas. O campeão da temporada foi Nelson Piquet Jr. A Renault e.dams foi a campeã por equipes.

2015-16Editar

Foram 10 corridas em 9 cidades, tendo oito novos construtores, Sébastien Buemi foi o campeão da temporada e a Renault e.dams bicampeã por equipes.

2016-17Editar

Foram 12 corridas em 9 cidades, sendo Lucas di Grassi o campeão e a Renault e.dams tricampeã por equipes.

2017-18Editar

Foram 12 corridas em 10 cidades, sendo Jean-Éric Vergne o campeão e a Audi Sport ABT Schaeffler campeã por equipes.

2018-19Editar

Foram 13 corridas em 12 cidades, sendo Jean-Éric Vergne o campeão. Ele se tornou o primeiro piloto a conquistar o bicampeonato na categoria e a DS Techeetah campeã de equipes.

2019-20Editar

Seriam 14 corridas em 12 cidades, porém 7 GP foram adiadas e em seguida cancelados devido à pandemia de COVID-19[4][5][6][7]. Foram 11 corridas em apenas 5 cidades. Começou com uma rodada dupla nos dias 22 e 23 de novembro de 2019 em Riade, na Arábia Saudita e será encerrada com seis corridas no Tempelhof Airport Street Circuit em Berlim com três rodadas duplas em 5–6, 8–9 e 12–13 de agosto de 2020.[8] António Félix da Costa sagrou-se campeão e a DS Techeetah bicampeã de equipes.

2020-21Editar

Apesar da temporada ser intitulada 2020-21 serão todas as etapas disputadas no ano de 2021. Foram 15 etapas em 8 cidades. Com exceção à Mônaco, todas as corridas foram rodadas duplas. Essa temporada sagrou o título para o neerlandês Nyck de Vries e o título de construtores para a Mercedes-EQ.[9][10]

Treinos classificatóriosEditar

O treino classificatório da Formula E ocorre com os pilotos participantes divididos em quatro grupos de cinco competidores. Esses grupos são decididos por um sorteio. [11] Desta forma, quem vai à pista posteriormente leva vantagem em termos de emborrachamento da pista.

Os pilotos que conseguirem pontuar bem e entrar no top-6 da classificação do Campeonato de Pilotos são forçados a realizar a classificação no grupo 1 da tomada de tempos. Isso faz com que geralmente larguem ao final do grid.[12] Além da desvantagem de estarem em uma pista com menos aderência, é um grupo que conta com um piloto a mais que os demais grupos.

CorridasEditar

Desde 2014, já foram realizadas corridas em dezenove cidades diferentes, e mais duas novas cidades estão programadas para receber corridas na próxima temporada.

O fundo rosa identifica provas que atualmente não fazem parte do calendário da Fórmula E.

ePrix Cidade Circuito 1ª prova
  ePrix de Pequim Pequim   2014–15
  ePrix de Putrajaya Putrajaya   2014–15
  ePrix de Punta del Este Punta del Este   2014–15
  ePrix de Buenos Aires Buenos Aires   2014–15
  ePrix de Miami Miami   2014–15
  ePrix de Long Beach Long Beach   2014–15
  ePrix de Mônaco Monte Carlo   2014–15
  ePrix de Berlim Berlim   [de 2014–15|2014–15]
  ePrix de Moscou Moscou   [de 2014–15|2014–15]
  ePrix de Londres Londres   2014–15
  ePrix da Cidade do México Cidade do México   2015–16
  ePrix de Paris Paris   2015–16
  ePrix de Hong Kong Hong Kong   2016–17
  ePrix de Nova Iorque Nova Iorque   2016–17
  ePrix de Montreal Montreal 2016–17
  ePrix de Marraquexe Marraquexe   2016–17
  ePrix de Santiago Santiago   2017–18
  ePrix de Roma Roma 2017–18
  ePrix de Zurique Zurique 2017–18
  ePrix de Riade Riade 2018–19
  ePrix de Sanya Sanya 2018–19

Rio de Janeiro, Bangkok e São Paulo já foram inicialmente anunciadas como sedes, mas foram removidas posteriormente e nunca receberam uma etapa da categoria.[13][14]

Sistema de pontuaçãoEditar

Posição                             10º  Pole FL
Pontos 25 18 15 12 10 8 6 4 2 1 3 2

EstatísticasEditar

Época Pilotos Equipes
Piloto Equipe Carro Equipe Carro
2014–15   Nelson Piquet, Jr.[15]   NEXTEV Team China Racing Spark-Renault SRT 01E   Renault e.dams Spark-Renault SRT 01E
2015–16   Sébastian Buemi[16]   Renault e.dams Spark-Renault Z.E 15   Renault e.dams Spark-Renault Z.E 15
2016–17   Lucas di Grassi[17]   ABT Schaeffler Audi Sport Spark-ABT Schaeffler FE02   Renault e.dams Spark-Renault Z.E 16
2017–18   Jean-Éric Vergne[18]   Techeetah Spark-Renault Z.E 17   Audi Sport ABT Schaeffler Spark-Audi e-tron FE04
2018–19   Jean-Éric Vergne[19]   DS Techeetah Spark-DS E-Tense FE 19   DS Techeetah Spark-DS E-Tense FE 19
2019–20   António Félix da Costa[20]   DS Techeetah Spark-DS E-TENSE FE20   DS Techeetah Spark-DS E-TENSE FE20
Campeão Mundial[1]
2020-21   Nyck de Vries[21]   Mercedes-EQ Formula E Team SparkMercedes-EQ   Mercedes-EQ Formula E Team SparkMercedes-EQ

*Em negrito - Está na temporada atual

*Sublinhado - Já foi Campeão Mundial

Campeões
P Piloto Nº Títulos
1   Jean-Éric Vergne 2
2   António Félix da Costa 1
2   Lucas di Grassi 1
2   Sébastian Buemi 1
2   Nelson Piquet, Jr. 1
2   Nyck de Vries 1
Vitórias
P Piloto Nº Vitórias
1   Sébastian Buemi 13
2   Lucas di Grassi 12
2   Sam Bird 11
4   Jean-Éric Vergne 10
5   António Félix da Costa 6
Pole Position
P Piloto Nº Poles
1   Sébastian Buemi 14
2   Jean-Éric Vergne 12
3   Felix Rosenqvist 6
3   António Félix da Costa 6
3   Sam Bird 6
6   Oliver Rowland 5
6   Stoffel Vandoorne 5
8   Nicolas Prost 3
8   Lucas di Grassi 3
8   Alexander Sims 3
Pódios
P Piloto Nº Pódios
1   Lucas di Grassi 35
2   Sébastian Buemi 29
3   Jean-Éric Vergne 25
4   Sam Bird 22
5   António Félix da Costa 14
6   Mitch Evans 11
7   Daniel Abt 10
8   Jérôme d'Ambrosio 9
8   Robin Frijns 9
10   Nick Heidfeld 8


obs: Números até o e-prix de Berlim 2021. (Temporada 2020-21 Completa)

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Formula E granted World Championship status for 2020/21 season». Fórmula E. 12 de março de 2019 
  2. «Fórmula E apresenta carro elétrico para a temporada inaugural, em 2014». globoesporte.globo.com 
  3. «Spark Racing Technology to develop Formula E Season 5 car». Spark Racing Technologies. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  4. Kalinauckas, Alex (2 de fevereiro de 2020). «Formula E postpones China race amid virus outbreak». motorsport.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  5. «Statement on the 2020 Rome E-Prix». fiaformulae.com. 6 de março de 2020. Consultado em 6 de março de 2020 
  6. «Fórmula E adia eP de Berlim e suspende temporada "pelo menos até fim de junho"». Grande Prêmio. 16 de abril de 2020. Consultado em 20 de abril de 2020 
  7. «Fórmula E cancela etapas de Londres e Nova York por força do coronavírus». Motorsport.com. 1 de maio de 2020. Consultado em 17 de junho de 2020 
  8. «Formula E season resumes with six-race Berlin showdown» (em inglês). Formula E. 17 de junho de 2020. Consultado em 17 de junho de 2020 
  9. «Fórmula E ganha status de Mundial da FIA para temporada 2020/21». Grande Prêmio. 3 de dezembro de 2019. Consultado em 23 de dezembro de 2019 
  10. «Fórmula E: sétima temporada começa em janeiro no Chile e terá 14 etapas; confira calendário». Motorsport.com. 19 de julho de 2020. Consultado em 27 de julho de 2020 
  11. https://motorsport.uol.com.br/formula-e/news/formula-e-mantem-loteria-do-treino-classificatorio-974074/1647273/
  12. https://www.grandepremio.com.br/formula-e/noticias/formula-e-ve-problemas-e-avalia-mudanca-no-formato-do-treino-classificatorio/
  13. «Formula E to race at IndyCar and ex-F1 venue Long Beach». Autosport. 22 de maio de 2014. Consultado em 30 de junho de 2014 
  14. Smith, Luke (30 de novembro de 2017). «Sao Paulo Formula E race postponed until season five». MotorSportsTalk (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  15. «Nelson Piquet Jr. wins inaugural Formula E championship». autoweek.com. Hearst Autos, Inc. 29 de junho de 2020. Consultado em 17 de agosto de 2020 
  16. «Sebastien Buemi clinches Formula E world title in dramatic final race». cnn.com. CNN. 6 de julho de 2020. Consultado em 17 de agosto de 2020 
  17. Jacobs, Caleb. «Lucas Di Grassi Wins Formula E Championship in Third Season». thedrive.com. Acton Media Inc. Consultado em 17 de agosto de 2020 
  18. Mehta, Mithila; Shah, Kunal (16 de julho de 2018). «New York City ePrix: Jean Eric Vergne wins Formula E title, but Techeetah loses Teams' Championship to Audi». firstpost.com. FirstPost. Consultado em 17 de agosto de 2020 
  19. Gittings, Paul (14 de julho de 2019). «Jean-Eric Vergne crowned back-to-back Formula E world champion». cnn.com. CNN. Consultado em 17 de agosto de 2020 
  20. Emons, Michael (9 de agosto de 2020). «Formula E: Antonio Felix da Costa becomes 2019-20 champion after second-place finish in Berlin». bbc.co.uk. BBC. Consultado em 17 de agosto de 2020 
  21. «Mercedes F1 reserve Nyck de Vries wins Formula E title». 15 de agosto de 2021. Consultado em 15 de agosto de 2021. Mercedes F1 reserve driver Nyck de Vries became Formula E’s first official FIA-recognised World Champion in a crazy season finale in Berlin. 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Fórmula E