Abrir menu principal
Gilbert Melendez
Gilbert Melendez.jpg
Gilbert Melendez
Informações
Nascimento 12 de abril de 1982 (37 anos)
Santa Ana, Califórnia,
 Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Outros nomes El Niño
Altura 1,75 m[1]
Peso 70 kg
Envergadura 185 cm
Modalidade Jiu-Jítsu, Wrestling e Muay Thai
Organização(ões) El Nino Sports / Cesar Gracie Jiu-Jitsu Academy
Graduação      Faixa Preta em Jiu Jitsu Brasileiro
Cartel nas artes marciais mistas
Total 28
Vitórias 22
Por nocaute 11
Por finalização 1
Por decisão 10
Derrotas 6
Por finalização 1
Por decisão 5
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog

Gilbert Melendez (Santa Ana, 12 de abril de 1982) é um lutador de artes marciais mistas (MMA) norte-americano. Ele foi o último campeão peso-leve da história da organização do Strikeforce.[2] Anteriormente ele competia pelos pesos leves no Pride Fighting Championships.[3] Ele tem treinado bastante ultimamente com Jake Shields, César Gracie, Nick Diaz, Nate Diaz e David Terrel. Melendez é classificado como o lutador Nº 3 peso-leve do mundo pela Sherdog.[4]

Carreira nas Artes Marciais MistasEditar

Gilbert Melendez estreiou no mma profissional no dia 18 de abril de 2002 pelo WEC (World Extreme CageFighting) contra Greg Quan e venceu por nocaute técnico no primeiro round. Ele também passou um tempo lutando pelo Shooto[5] e o Pride Fighting Championships.

Melendez foi campeão peso leve do Strikeforce na decisão dividida contra Clay Guida no dia 9 de junho de 2006. Ele conseguiu defender o cinturão por 2 anos, mas no dia 27 de junho de 2008 no Strikeforce: Melendez vs. Thomson, Gilbert Melendez perdeu a cinta por decisão unânime dos jurados, contra Josh Thomson. Em 11 de abril de 2009, ele foi colocado para lutar novamente contra Thomson pelo cinturão peso leve da organização, no Strikeforce: Shamrock vs. Diaz, mas a luta foi cancelada no dia 1 de abril, porque o Thomson havia quebrado o tornozelo no treinamento para a luta, e Rodrigo Damm foi o substituto, valendo o cinturão interino dos pesos leves, a luta foi interrompida no 2° round por nocaute técnico, com vitória para Melendez.

Em 15 de agosto de 2009, novamente a luta entre Melendez e Thomson foi marcada, para o Strikeforce: Carano vs. Cyborg. Mas o Josh Thomson não pode lutar novamente, devido aos problemas persistentes com a perna, e o seu substituto foi o japonês Mitsuhiro Ishida, com vitória para Melendez defendendo pela primeira vez seu título interino dos leves.

No dia 19 de dezembro de 2009, Melendez lutou contra Thomson para a unificação dos cinturões do peso leve do Strikeforce, mas desta vez a vitória veio para Gilbert Melendez por decisão unânime, se tornando campeão indiscutível peso leve. Com esta vitória, ele se vingou de suas duas únicas derrotas até agora em toda sua carreira.

Melendez defendeu com sucesso o cinturão peso leve do Strikeforce, contra o ex-campeão mundial peso leve do DREAM[6] e ex-campeão mundial peso médio do Shooto Shinya Aoki.

A revanche entre Melendez e Tatsuya Kawajiri foi no dia 9 de abril de 2011 no Strikeforce: Diaz vs Daley. Melendez dominou seu adversário o derrubando várias vezes com fortes combinações de golpes, e o massacrando com fortes cotoveladas no chão, a luta foi interrompida aos 3:14 do primeiro round, com a vitória de Melendez.

Melendez enfrentou Jorge Masvidal em seguida. O presidente do UFC Dana White brevemente colocou em questão a ida dele ao UFC para os repórteres e disse que estava trabalhando para tentar coloca-lo "o mais rápido possível" em sua organização, com a possibilidade de Melendez já entrar disputando a cinta. Melendez, eventualmente, defendeu seu título contra o desafiante Jorge Masvidal no Strikeforce: Melendez vs. Masvidal. Ele venceu a luta por decisão unânime.

Melendez reencontrou Josh Thomson em uma luta muito acirrada, no Strikeforce: Barnett vs. Cormier, em San José, na Califórnia, no dia 19 de maio de 2012. Ele venceu a luta por decisão dividida. Muitos fãs não concordaram com a decisão e Josh Thompson estava visívelmente desapontado com a decisão. Houve várias vaias na entrevista pós-luta para Melendez. Thompson apesar de não estar agradado, com a decisão, mostrou classe na derrota e pediu para que a multidão parasse de vaiar o lutador local.

Melendez era esperado para enfrentar Pat Healy, no Strikeforce no dia 29 de setembro de 2012 em Sacramento, California. Mas no dia 22 de setembro de 2012 foi anunciado, que Melendez sofreu uma lesão e teve de retirar-se da luta. Devido a lesão de Melendez, a Showtime optou por não transmitir o evento sem a luta principal, causando o cancelamento do Strikeforce, tornando-se o segundo evento de MMA cancelada dentro de um mês sob a organização Zuffa.

A luta contra Healy foi novamente remarcada para o dia 12 de janeiro de 2013 no Strikeforce: Marquardt vs. Saffiedine, mas, novamente, Melendez não pôde lutar, por causa de uma lesão no ombro.

Ultimate Fighting ChampionshipEditar

Melendez foi colocado para enfrentar logo de cara o campeão peso-leve do UFC Ben Henderson, no dia 20 de abril de 2013 no UFC on Fox: Henderson vs. Melendez e acabou sendo derrotado em uma polêmica decisão dividida[7].

Melendez fez uma luta espetacular contra Diego Sanchez, em 19 de outubro de 2013 no UFC 166, ele venceu por decisão unânime em uma das lutas mais empolgantes em todos os tempos. A luta ganhou o prêmio de Luta da Noite.

Nurmagomedov era esperado para enfrentar Gilbert Melendez em 22 de fevereiro de 2014, porém Melendez não aceitou a luta e Nurmegomedov foi movido para enfrentar o brasileiro Rafael dos Anjos em 19 de abril de 2014 no UFC on Fox: Werdum vs. Browne.6

TUF 20Editar

No dia 24 de fevereiro, o UFC anunciou o TUF 20 com Anthony Pettis e Gilbert Melendez como técnicos. Os lutadores se enfrentaram no final do ano de 2014 e as gravações da temporada do TUF 20 começaram no mês de maio e seu primeiro episódio foi exibido no dia 10 de setembro. O TUF 20 será exclusivamente feminino.[8] A luta ocorreu em 6 de Dezembro de 2014 no UFC 181. Apesar de Melendez vencer o primeiro round, Pettis conseguiu se encontrar na luta e venceu por finalização no segundo round.

Pós disputa de títuloEditar

Melendez enfrentou Eddie Alvarez em 13 de Junho de 2015 no UFC 188. Ele foi derrotado por decisão dividida em uma luta bastante equilibrada.

Logo após a derrota, Melendez foi colocado para substituir Bobby Green e enfrentar Al Iaquinta em 15 de Julho de 2015 no UFC Fight Night: Mir vs. Duffee.[9]

Gilbert Melendez foi pego no doping no exame pós luta no UFC 188 por "metabólitos de testosterona de origem exógena", e foi suspenso por 1 ano.[10] Ele retornou em 23 de julho de 2016, no UFC on Fox: Holm vs. Shevchenko, contra o lutador brasileiro Edson Barboza, e acabou sendo derrotado por decisão unânime.

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 22-8   Arnold Allen Decisão (unânime) UFC 239: Jones vs. Santos 06/07/2019 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Derrota 22-7   Jeremy Stephens Decisão (unânime) UFC 215: Nunes vs. Shevchenko II 09/09/2017 3 5:00   Edmonton, Alberta Luta da Noite.
Derrota 22-6   Edson Barboza Decisão (unânime) UFC on Fox: Holm vs. Shevchenko 23/07/2016 3 5:00   Chicago, Illinois
Derrota 22-5   Eddie Alvarez Decisão (dividida) UFC 188: Velasquez vs. Werdum 13/06/2015 3 5:00   Cidade do México Melendez falhou no antidoping.
Derrota 22-4   Anthony Pettis Finalização (guilhotina) UFC 181: Hendricks vs. Lawler II 06/12/2014 2 1:53   Las Vegas, Nevada Pelo Cinturão Peso Leve do UFC.
Vitória 22-3   Diego Sanchez Decisão (unânime) UFC 166: Velasquez vs. dos Santos III 19/10/2013 3 5:00   Houston, Texas Luta da Noite.
Derrota 21-3   Ben Henderson Decisão (dividida) UFC on Fox: Henderson vs. Melendez 20/04/2013 5 5:00   San José, Califórnia Estreia no UFC; Pelo Cinturão Peso Leve do UFC.
Vitória 21-2   Josh Thomson Decisão (dividida) Strikeforce: Barnett vs. Cormier 19/05/2012 5 5:00   San José, Califórnia Defendeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 20-2   Jorge Masvidal Decisão (unânime) Strikeforce: Melendez vs. Masvidal 17/12/2011 5 5:00   San Diego, Califórnia Defendeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 19-2   Tatsuya Kawajiri Nocaute Técnico (cotoveladas) Strikeforce: Diaz vs. Daley 09/04/2011 1 3:14   San Diego, Califórnia Defendeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 18-2   Shinya Aoki Decisão (unânime) Strikeforce: Nashville 17/04/2010 5 5:00   Nashville, Tennessee Defendeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 17-2   Josh Thomson Decisão (unânime) Strikeforce: Evolution 19/12/2009 5 5:00   San José, Califórnia Ganhou e Unificou o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 16-2   Mitsuhiro Ishida Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Carano vs. Cyborg 15/08/2009 3 3:56   San Jose, Califórnia Defendeu o Cinturão Interino Peso-Leve do Strikeforce
Vitória 15-2   Rodrigo Damm Nocaute (socos) Strikeforce: Shamrock vs. Diaz 11/04/2009 2 2:02   San José, Califórnia Ganhou o Cinturão Interino Peso-Leve do Strikeforce
Derrota 14-2   Josh Thomson Decisão (unânime) Strikeforce: Melendez vs. Thomson 27/06/2008 5 5:00   San José, Califórnia Perdeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 14-1   Gabe Lemley Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Shamrock vs. Le 29/03/2008 2 2:18   San José, Califórnia Defendeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Derrota 13-1   Mitsuhiro Ishida Decisão (unânime) Yarennoka New Years Eve 2007 31/12/2007 2 5:00   Saitama
Vitória 13-0   Tetsuji Kato Decisão (unânime) Strikeforce: Playboy Mansion 29/09/2007 3 5:00   Beverly Hills, Califórnia Luta não válida pelo Cinturão
Vitória 12-0   Tatsuya Kawajiri Decisão (unânime) Pride Shockwave 2006 31/12/2006 2 5:00   Saitama
Vitória 11-0   Nobuhiro Obiya Decisão (unânime) Pride Bushido 12 26/08/2006 2 5:00   Nagoia, Aichi
Vitória 10-0   Clay Guida Decisão (dividida) Strikeforce: Revenge 09/06/2006 5 5:00   San José, Califórnia Ganhou o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 9-0   Harris Sarmiento Finalização (socos) Strikeforce: Shamrock vs. Gracie 10/03/2006 2 0:44   San José, Califórnia
Vitória 8-0   Rumina Sato Nocaute Técnico (corte) Shooto Alive Road 20/08/2005 1 1:32   Yokohama, Kanagawa Peso-Leve do Shooto (143 lbs)
Vitória 7-0   Naoya Uematsu Nocaute Técnico (corte) Shooto 5/4 in Korakuen Hall 04/05/2005 2 4:30   Tóquio Peso-Leve do Shooto (143 lbs)
Vitória 6-0   Hiroyuki Takaya Decisão (unânime) Shooto Year End Show 2004 14/12/2004 3 5:00   Tóquio Peso-Leve do Shooto (143 lbs)
Vitória 5-0   Kaynan Kaku Nocaute Técnico (socos) Rumble on the Rock 6 20/11/2004 2 3:58   Honolulu, Havaí
Vitória 4-0   Olaf Alfonso Nocaute Técnico (socos) WEC 10: Bragging Rights 21/05/2004 3 4:54   Lemoore, Califórnia Ganhou o Cinturão Inaugural Peso-Leve do WEC
Vitória 3-0   Stephen Palling Nocaute Técnico (socos) Rumble on the Rock 4 10/10/2003 2 4:59   Honolulu, Havaí
Vitória 2-0   Jeff Hougland Nocaute Técnico (socos) WEC 6: Return of a Legend 27/03/2003 2 2:05   Lemoore, Califórnia
Vitória 1-0   Gary Quan Nocaute Técnico (socos) WEC 5: Halloween Fury 18/10/2002 1 4:37   Lemoore, Califórnia

Referências