Abrir menu principal

Giovanni Trapattoni

futebolista italiano

Giovanni Trapattoni (Cusano Milanino, 17 de março de 1939) é um ex-técnico e ex-futebolista italiano.

Giovanni Trapattoni
Trapattoni.jpg
Informações pessoais
Nome completo Giovanni Trapattoni
Data de nasc. 17 de março de 1939 (80 anos)
Local de nasc. Cusano Milanino, Itália
Altura 1,75 m
Apelido Trap, Velha Raposa
Informações profissionais
Posição Ex-zagueiro e volante
Função Ex-técnico
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1959–1971
1971–1972
Milan
Varese
00274 0000(3)[1]
00010 0000(0)[2]
Seleção nacional
1960-1964 Itália 00017 0000(1)
Times/Equipas que treinou
1974–1976
1976–1986
1986–1991
1991–1994
1994–1995
1995–1996
1996–1998
1998–2000
2000–2004
2004–2005
2005–2006
2004–2005
2008–2013
Milan
Juventus
Internazionale
Juventus
Bayern de Munique
Cagliari
Bayern de Munique
Fiorentina
Itália
Benfica
Stuttgart
Red Bull Salzburg
Irlanda

CarreiraEditar

Como jogadorEditar

Trapattoni foi um jogador italiano internacional que jogava à esquerda, normalmente à frente da defesa. Depois de terminar a sua actividade como jogador de futebol, continuou como treinador, e faz parte dos desportistas futebolísticos com mais troféus conquistados como jogador e treinador de futebol.

Giovanni Trapattoni fez parte do elenco da Seleção Italiana de Futebol na Copa do Mundo de 1962, no Chile, ele não atuou.[3]

Como técnicoEditar

ItáliaEditar

Giovanni Trapattoni já passou pelos três principais clubes italianos (como jogador ou treinador) – Milan, Juventus, Internazionale - na Itália já treinou também o Cagliari e a Fiorentina, tal como a própria Seleção Italiana durante a Copa do Mundo de 2002 e a Eurocopa 2004, ambos com resultados desapontadores para os italianos.

BenficaEditar

Depois de Marcello Lippi ter sido contratado para o seu lugar de técnico da Seleção Italiana, Trapattoni foi anunciado no dia 5 de julho de 2004 como técnico do Benfica, clube onde esteve uma temporada (2004/05), o suficiente para ganhar um Campeonato Português e ser finalista na Taça de Portugal. Trapattoni, além de conseguir nesta temporada algo que o clube português não conseguia havia mais de uma década (ser campeão), tornou-se também dos poucos treinadores que já conquistaram campeonatos em 3 países diferentes (Itália, Alemanha e Portugal).

Alegando cansaço, Trapattoni não renovou com o Benfica e foi contratado pelo Estugarda aos 67 anos, tendo terminado o contratado que o ligava a este clube, prematuramente, no dia 9 de fevereiro de 2006, devido a resultados insatisfatórios.

Últimos anosEditar

Na preparação para a temporada 2006/2007, foi anunciado como diretor de futebol do Red Bull Salzburg, time da primeira divisão austríaca e que havia ficado em segundo lugar no Campeonato Austríaco 2005/2006. Seu primeiro trabalho foi anunciar o alemão Lothar Matthäus como técnico da equipe.

Posteriormente ainda viria a ser técnico da Seleção Irlandesa entre 2008 e 2013, sendo este o seu último trabalho.

TítulosEditar

Referências

  1. «ACMilan.com». Arquivado do original em 27 de setembro de 2007 
  2. «FIGC.it». Arquivado do original em 18 de dezembro de 2004 
  3. «Elenco Italiano na Copa de 62». Consultado em 13 de março de 2016 

Ligações externasEditar