Abrir menu principal

Associazione Calcio Firenze Fiorentina (antigamente Associazione Calcio Firenze em 1926 ano da fundação, e depois Associazione Calcio Fiorentina em 1927 e Florentia Viola desde 2002), mais conhecida como Fiorentina, é o principal clube de futebol da cidade italiana de Florença, região da Toscana.

ACF Fiorentina
ACF Fiorentina.svg
Nome ACF Fiorentina
Alcunhas Viola
Gigliati
Mascote Leão
Fundação 29 de agosto de 1926 (92 anos)
Estádio Artemio Franchi
Capacidade 47.282 lugares
Localização Florença, Itália
Presidente Mario Cognini
Treinador Stefano Pioli
Patrocinador Folletto
Material (d)esportivo Le Coq Sportif
Competição Seria A
Copa da Itália
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Foi fundada a 29 de agosto de 1926 pelo marquês Luigi Ridolfi e joga tradicionalmente com o equipamento violeta, motivo pelo qual são conhecidos por Os Viola ou A Viola.

Disputa os seus jogos no Estádio Artemio Franchi, para mais de 47.000 torcedores.

No seu palmarés conta com uma Taça das Taças, maior troféu internacional do clube, conquistado em 1960-61, 2 Campeonatos de Itália (1955-56 e 1968-69), 6 Copa da Itália e uma Supercopa da Itália, conquistada em 1996.

Clube de tradição, a Fiorentina foi o primeiro clube italiano a atingir a final da máxima competição continental, a Taça dos Campeões Europeus (atual Liga dos Campeões); na época 1956-57 e foi igualmente o primeiro clube italiano a vencer uma competição da UEFA, três anos depois, a Taça das Taças, ao vencer na final a duas mãos o Glasgow Rangers.

Índice

Elenco atualEditar

Atualizado em 12 de março de 2018.[1]

Legenda:

  •  : Jogador lesionado
  •  : Capitão da equipe


Goleiros
Jogador
1   Alban Lafont
67   Simone Ghidotti
69   Bartłomiej Drągowski
Defensores
Jogador Pos.
4   Nikola Milenković Z
5   Federico Ceccherini Z
16   Dávid Hancko Z
20   Germán Pezzella Z
31   Vitor Hugo Z
2   Vincent Laurini LD
34   Kevin Diks LD
3   Cristiano Biraghi LE
15   Maximiliano Olivera LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
14   Bryan Dabo V
17   Jordan Veretout V
24   Marco Benassi V
7   Valentin Eysseric M
11   Kevin Mirallas M
8   Gerson M
25   Federico Chiesa   M
26   Edimilson Fernandes M
Atacantes
Jogador
9   Giovanni Simeone
10   Marko Pjaca
21   Riccardo Sottil
27   Martin Graiciar
28   Dušan Vlahović
77   Cyril Théréau
Comissão técnica
Nome Pos.
  Stefano Pioli T
  Giacomo Murelli AS
  Damir Blokar PF
  Nacho Torreño PF
  Alejandro López TG

Principais títulosEditar

Continentais
Competição Títulos Temporadas
Recopa Europeia 1 1960-61
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Campeonato Italiano 2 1955-56 e 1968-69
Copa da Itália 6 1939-40, 1960-61, 1965-66, 1974-75, 1995-96 e 2000-01
Supercopa da Itália 1 1996
Campeonato Italiano - Série B 3 1930-31, 1938-39 e 1993-94

Participações em competições europeiasEditar

EstádioEditar

O Estádio Artemio Franchi é propriedade da Câmara Municipal de Florença e foi inaugurado a 13 de setembro de 1931.

Projectado pelo arquitecto Pier Luigi Nervi em 1929, foi construída em duas fases pelas empresas de construção Nervi & Nebbiosi e Nervi & Bartoli.

Apesar de ser um estádio municipal, recebe os jogos com mando da Fiorentina.

Aquando da sua fundação o estádio foi nomeado "Stadio Giovanni Berta" em memória ao governador fascista morto recentemente por revolucionários comunistas na Ligúria. Com o fim da Segunda Guerra Mundial o estádio foi novamente nomeado, desta vez como simplesmente "Stadio Comunale" (Estádio Municipal).

Em 1991 a Câmara de Florença, juntamente com a direcção da Fiorentina, resolveram atribuir o nome do estádio ao ex-presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC) e ex-dirigente da Fiorentina, Artemio Franchi.

O Estádio veio resolver um problema antigo da cidade, que nessa altura já precisava de um complexo polidesportivo.

Dadas as circunstâncias, pediu-se ao Colégio Toscano de Arquitectos e Engenheiros que efectuasse um projeto para a construção do novo estádio de Florença.

O projeto inicial do Colégio propunha a construção do estádio para a zona de Cascine, zona de um grande parque da cidade e onde já existiam instalações desportivas, mas diversos contratempos, mais propriamente os levantados por Giovanni Berta, que queria o estádio na zona de Cure, impediram que a obra se realizasse.

Florença precisava de um novo estádio e nesse impasse surgiu a hipótese de a Câmara comprar alguns terrenos ao Ministério da Guerra, que tinham uma área maior e possibilitavam um estádio de maiores dimensões, e ao mesmo tempo eram próximos da linha de comboio, principal via de comunicação de Florença com o resto de Itália.

Ficou assim decidido que o novo estádio de Florença iria ser construído na zona do Campo di Marte, nos antigos terrenos do Ministério da Guerra.

Como o local permitia um estádio de maior dimensão, procedeu-se à alteração do projeto inicial. O novo projecto idealizado pelo arquitecto Pier Luigi Nervi fez com que a pista de atletismo já homologada pelas normas da Federação Italiana de Atletismo e o projeto da tribuna, também já aprovado, fossem aumentados para 110 metros de comprimento.

O projeto da Porta Principal ficou ao cargo do engenheiro Alessandro Giuntoli e outros membros do colégio Toscano, como os engenheiros Pelleschi e De Reggi, ficaram responsáveis pela disposição geral do terreno de jogo, dos sistemas internos, da implementação das fundações e da estrutura do estádio.

Finalizadas as obras o estádio ficou com capacidade para 36.000 lugares e custou 9.000.000 liras.

Para celebrar a sua inauguração, a 13 de setembro de 1931, efectuou-se uma partida amigável com o Admira Wacker de Viena que a Fiorentina venceu 1 a 0 com um golo de Petrone. As crónicas da época relatam que a bola de jogo chegou num avião comandado pelo piloto acrobático fiorentino Vasco Magrini, que sobrevoou o estádio antes do início da partida.

Com a Copa do Mundo de 1990 na Itália, o estádio foi objeto de profundas remodelações, tendo em vista a racionalização dos serviços gerais, dos acessos e da segurança assim como o aumento da capacidade do estádio.

Os trabalhos efetuados restauraram completamente a estrutura em betão armado e eliminaram as infiltrações naturais dos quarenta anos do estádio, para que estivesse próximo do estado original e em perfeitas condições de receber os jogos da Copa do Mundo.

De modo a aumentar a sua capacidade, foi destruída a pista de atletismo e baixou-se 2 metros ao nível do terreno de jogo.

No fim das obras o estádio ficou com capacidade para cerca de 49.000 lugares.

Na área circundante do estádio foram acrescentadas ao complexo um conjunto de piscinas entre outras facilidades.

UniformesEditar

Uniformes atuaisEditar

  • Uniforme principal: Camisa roxa, calção e meias roxas.
  • Uniforme reserva: Camisa branca, calção e meias brancas.
  • Uniforme alternativo: Camisa preta, calção e meias pretas.
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
     
 
 
3º Uniforme

Uniformes anterioresEditar

  • Primeiro
     
 
 
2005-07
     
 
 
2007-08
     
 
 
2008-09
     
 
 
2009-10
     
 
 
2010-11
     
 
 
2011-12
     
 
 
2012-13
     
 
 
2013-14
     
 
 
2014-15
  • Segundo
     
 
 
2005-07
     
 
 
2007-08
     
 
 
2008-09
     
 
 
2009-10
     
 
 
2010-11
     
 
 
2011-12
     
 
 
2012-13
     
 
 
2013-14
     
 
 
2014-15
  • Terceiro
     
 
 
2005-07
     
 
 
2007-08
     
 
 
2008-09
     
 
 
2009-10
     
 
 
2010-11
     
 
 
2011-12
     
 
 
2012-13
     
 
 
2013-14
     
 
 
2014-15

TreinadoresEditar

Treinadores da ACF Fiorentina

Jogadores CélebresEditar

Jogadores com mais presençasEditar

# País Nome Período Jogos
1   Manuel Pasqual 2005-2016 356
2   Giancarlo Antognoni 1972–1987 341
3   Sergio Cervato 1948-1959 316
4   Giuseppe Chiappella 1939-1949 305
5   Kurt Hamrin 1958-1967 289
6   Gabriel Batistuta 1991-2000 269
7   Francesco Toldo 1993-2001 266
8   Giovanni Galli 1977-1986 259
9   Riccardo Montolivo 2005-2012 260
10   Claudio Merlo 1965-1976 257

Maiores artilheirosEditar

# País Nome Período Goals
1   Gabriel Batistuta 1991-2000 202
2   Kurt Hamrin 1958-1967 150
3   Miguel Montuori 1956-1961 72
4   Alberto Galassi 1947-1952 63
5   Giancarlo Antognoni 1972-1987 61
6   Christian Riganò 2002-2005 57
7   Giuseppe Virgili 1954-1958 55
8   Adrian Mutu 2006-2011 54
9   Luca Toni 2005-2007, 2012-2013 54
10   Alberto Gilardino 2008-2011 48

CronologiaEditar

Cronologia da Associazione Calcio Fiorentina
  • 1870: Nasce o Club Sportivo Firenze
  • 1898: Nasce o Florence Football Club
  • 1902: Nasce o Itala Football Club
  • 1908: Nasce o Firenze Football Club
  • 1910: O Clube desportivo da cidade, o "Palestra Ginnica Libertas" cria uma secção para o futebol fruto das divergências com o Firenze Football Club
  • 16 de Julho 1922: O Libertas perde o concurso com o Inter para a admissão à 1ª Divisão descendo aos escalões regionais.
  • 26 de Agosto 1926: Fusão entre o Club Sportivo Firenze e o Palestra Ginnica Libertas dando origem à Associazione Calcistica Fiorentina

  • 1926-27: 6º no Grupo C da Divisão de Cadetes
  • 1927-28: 2º no Grupo Sul da Divisão de Cadetes. Promoção na secretaria à Divisão Nacional
  • 1928-29: 16º no Grupo B da Divisão Nacional. Despromovida à Série B
  • 1929-30: 4º na Série B
  • 1930-31: 1º na Série B. Promovida à Série A
  • 1931-32: 4º na Série A
  • 1932-33: 6º na Série A
  • 1933-34: 6º na Série A
  • 1934-35: 3º na Série A
  • 1935-36: 12º na Série A
  • 1936-37: 9º na Série A
  • 1937-38: 16º na Série A. Despromovida à Série B
  • 1938-39: 1º na Série B. Promovida à Série A
  • 1939-40: 13º na Série A.   Vence a Copa de Itália.
  • 1940-41: 4º na Série A
  • 1941-42: 9º na Série A
  • 1942-43: 7º na Série A
  • 1943-45: Campeonatos suspensos devido à Segunda Guerra Mundial
  • 1945-46: 5º no Campeonato Centro-Sul
  • 1946-47: 17º na Série A
  • 1947-48: 7º na Série A
  • 1948-49: 10º na Série A
  • 1949-50: 5º na Série A
  • 1950-51: 5º na Série A
  • 1951-52: 4º na Série A
  • 1952-53: 7º na Série A
  • 1953-54: 4º na Série A
  • 1954-55: 5º na Série A
  • 1955-56:   Campeão de Itália
  • 1956-57: 2º na Série A - Perde a final da Taça dos Campeões Europeus contra o Real Madrid, Vence a Taça Grasshoppers
  • 1957-58: 2º na Série A - Perde a Final da Copa de Itália contra a Lazio
  • 1958-59: 2º na Série A
  • 1959-60: 2º na Série A - Perde a Final da Copa de Itália contra a Juventus
  • 1960-61: 7º na Série A.   Vence a Taça das Taças e a   Copa de Itália
  • 1961-62: 3º na Série A - Perde a Final da Taça das Taças contra o Atlético de Madrid
  • 1962-63: 6º na Série A
  • 1963-64: 4º na Série A
  • 1964-65: 5º na Série A. Perde a Final da Taça Mitropa contra o Vasas Budapest
  • 1965-66: 4º na Série A.   Vence a Copa de Itália e a Taça Mitropa
  • 1966-67: 5º na Série A
  • 1967-68: 4º na Série A
  • 1968-69:   Campeão de Itália
  • 1969-70: 5º na Série A - Eliminada nos Quartos de Final da Taça dos Campeões Europeus pelo Celtic
  • 1970-71: 13º na Série A
  • 1971-72: 6º na Série A. Perde a Final da Taça Mitropa contra o Čelik Zenica
  • 1972-73: 4º na Série A. Perde a Final do Torneio Anglo-Italiano contra o Newcastle
  • 1973-74: 6º na Série A
  • 1974-75: 8º na Série A.   Vence a Copa de Itália
  • 1975-76: 9º na Série A. Vence a Taça da Liga Italo-Inglesa
  • 1976-77: 3º na Série A
  • 1977-78: 13º na Série A
  • 1978-79: 7º na Série A
  • 1979-80: 6º na Série A
  • 1980-81: 5º na Série A
  • 1981-82: 2º na Série A
  • 1982-83: 5º na Série A
  • 1983-84: 3º na Série A
  • 1984-85: 9º na Série A
  • 1985-86: 4º na Série A
  • 1986-87: 10º na Série A
  • 1987-88: 8º na Série A
  • 1988-89: 7º na Série A
  • 1989-90: 13º na Série A - Perde a Final da Taça UEFA contra a Juventus
  • 1990-91: 12º na Série A
  • 1991-92: 12º na Série A
  • 1992-93: 16º na Série A. Despromovida à Seria B
  • 1993-94: 1º na Série B. Promovida à Série A
  • 1994-95: 10º na Série A
  • 1995-96: 3º na Série A.   Vence a Copa de Itália
  • 1996-97: 9º na Série A.   Vence a Supercopa da Itália - Eliminada nas Meias-Finais da Taça das Taças pelo Barcelona
  • 1997-98: 5º na Série A
  • 1998-99: 3º na Série A - Perde a Final da Taça de Itália contra o Parma
  • 1999-00: 7º na Série A. Eliminada na Segunda Fase de Grupos da Champions League
  • 2000-01: 9º na Série A.   Vence a Copa de Itália
  • 2001-02: 17º na Série A. Perde a Supertaça Italiana contra a Roma - Despromovida à Série B mas devido às dividas superiores a 22 milhões de euros o clube abre falência.

  • 1 de Agosto de 2002: O Clube renasce como Florentia Viola e é inscrito na Série C2 por méritos desportivos.
  • 2002-03: 1º no Grupo B da Série C2. Promovida na secretaria à Série B por méritos desportivos com o nome de ACF Fiorentina.
  • 2003-04: 6º na Série B. Promovida à Série A depois do play-off contra o Perugia.
  • 2004-05: 15º na Série A.
  • 2005-06: 9º na Série A por deliberação da Comissão de Apelo, descendo do 4º lugar devido ao escândalo Calciopoli.
  • 2006-07: 6º na Série A devido à perda de pontos devido ao escândalo Calciopoli.
  • 2007-08: 4º na Série A. Eliminada na Meia-Final da Taça UEFA pelo Glasgow Rangers.
  • 2008-09: 4º na Série A. 3º na Fase de Grupos da Champions League e apuramento para a Taça UEFA. Eliminada nos 1/16 de Final da Taça UEFA pelo Ajax de Amesterdão.
  • 2009-10: 11º na Série A. Semifinalista da Copa da Itália. Eliminada nas Oitavas de Final da Champions League pelo Bayern de Munique.
  • 2010-11: 9º na Série A. Oitavas de final da Copa da Itália.
  • 2011-12: 13º na Série A. Oitavas de final da Copa da Itália.
  • 2012-13: 4º na Série A. Quartas de final da Copa da Itália.
  • 2013-14: 4º na Série A. Perde a final da Copa da Itália para o Napoli. Oitavas de final da Liga Europa, eliminada pela Juventus.
  • 2014-15: 4º na Série A. Semifinalista da Copa da Itália. Semifinalista da Liga Europa, eliminada pelo Sevilla.
  • 2015-16: 5º na Séria A. Oitavas de final da Copa da Itália. Eliminada nos 1/16 de final pelo Tottenham.

Referências

  1. «Squadra». ViolaChannel (em italiano). Consultado em 22 de Janeiro de 2016.. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2016 

Ligações externasEditar