InterTV Alto Litoral

emissora de televisão brasileira de Cabo Frio, RJ

InterTV Alto Litoral é uma emissora de televisão brasileira sediada em Cabo Frio, cidade do estado do Rio de Janeiro. Opera no canal 8 (33 UHF digital) e é afiliada à TV Globo. É a matriz da Rede InterTV, tanto para a rede em si quanto para a sua cobertura no estado do Rio de Janeiro, e seu sinal chega a 14 municípios da Região dos Lagos e parte do Norte Fluminense. A emissora também possui uma sucursal em Macaé, onde são produzidas matérias jornalísticas exibidas na programação local, além de entradas ao vivo.

InterTV Alto Litoral
Empreendimentos Radiodifusão Cabo Frio Ltda.
Cabo Frio, Rio de Janeiro
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 33 UHF
Virtual: 8 PSIP
Outros canais 10 / 410 HD (Sky)
8 (Oi TV)
515 (Vivo TV)
ver mais
Analógico:
8 VHF (1989-2018)
Sede Bandeira cabo frio.png Cabo Frio, RJ
Slogan Siga em frente, siga com a gente
Rede Rede InterTV (Globo)
Fundador(es) Cleófas Uchoa
Pertence a Rede InterTV
Proprietário(s) Fernando Aboudib Camargo
Antigo(s) proprietário(s) Cleófas Uchoa (1989-1996)
Roberto Marinho (1996-2003)
Roberto Irineu Marinho (2003)
Presidente Fernando Aboudib Camargo
Fundação 30 de setembro de 1989 (31 anos)
Prefixo ZYP 300
Prefixo(s) anterior(es) ZYB 521 (1989-2018)
Nome(s) anterior(es) TV Lagos (1989-1997)
TV Alto Litoral (1997-2004)
Cobertura Cobertura da InterTV Alto Litoral.svg
Coord. do transmissor 22° 51' 30.4" S 42° 2' 9.9" O
Potência 1 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial redeglobo.globo.com/rj/intertvrj

HistóriaEditar

A concessão do canal 8 VHF de Cabo Frio foi outorgada, após concorrência pública, pelo presidente José Sarney em 22 de julho de 1988, a uma sociedade formada pelos empresários Cleófas Uchoa, Jacques-Louis Mercier e Mário Campos da Silveira (ambos excutivos ligados à Embratel no governo do presidente), juntamente com o então secretário-geral do Ministério das Comunicações, Rômulo Villar Furtado, e o então deputado federal Arolde de Oliveira.[1][2] Após um mês de testes, a TV Lagos foi inaugurada em 30 de setembro de 1989, ao meio-dia, com a exibição de um documentário sobre a sua fundação, seguido da programação regular da Rede Globo, que conquistava a sua segunda afiliada no interior fluminense.[3][4]

Seus estúdios inicialmente funcionavam na cidade vizinha de São Pedro da Aldeia, localizados no bairro Vinhateiro, nos arredores da região central de Cabo Frio. Sua programação de início era em grande parte retransmitida da TV Globo Rio de Janeiro, tendo apenas a produção de um bloco local do RJTV 2.ª edição, além do boletim jornalístico Lagos Notícia, exibido ao longo da programação.[4]

Em janeiro de 1996, a Rede Globo adquire 100% do controle acionário da TV Lagos, a exemplo do que havia feito no ano anterior com a TV Serra+Mar de Nova Friburgo. No ano seguinte, a emissora muda de nome para TV Alto Litoral, e expande sua área de cobertura para o Norte Fluminense, abrindo sucursais nos municípios de Macaé e Campos dos Goytacazes, que vinham sendo atendidos pela emissora friburguense desde a desfiliação da TV Norte Fluminense em 1995. Com a expansão, houve também um incremento do jornalismo local, e a emissora passou a produzir as duas edições do RJTV para a sua área de cobertura.

Em março de 2002, por conta de problemas financeiros relacionados a investimentos malsucedidos na Globo Cabo, a Rede Globo colocou à venda sua participação acionária em 27 emissoras pelo país, de modo a fazer capital para cobrir o rombo em suas finanças, sendo uma delas a TV Alto Litoral.[5] Em outubro de 2003, a emissora foi vendida, juntamente com a TV Serra+Mar e a TV Grande Minas de Montes Claros, Minas Gerais para o empresário capixaba Fernando Aboudib Camargo.

Da união entre as ambas, formou-se em fevereiro de 2004 a Rede InterTV, e a emissora cabo-friense passou a se chamar InterTV Alto Litoral, tornando-se também a cabeça da rede para o estado do Rio de Janeiro, posição que se tornou mais evidente em janeiro de 2005, quando a direção da InterTV encerrou a programação local da InterTV Serra+Mar e da InterTV Planície (adquirida posteriormente) e as tornou meras retransmissoras da programação gerada na Região dos Lagos. Em 2008, após 19 anos, a InterTV Alto Litoral deixou suas antigas instalações no Vinhateiro e se mudou para novos estúdios no bairro vizinho de Porto do Carro, em Cabo Frio.

Sinal digitalEditar

 
Atual sede da emissora em Cabo Frio, 2016
Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
8.1 33 UHF 1080i Programação principal da InterTV Alto Litoral / Globo

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 2 de dezembro de 2011, pelo canal 33 UHF para Cabo Frio e áreas próximas.[6] Em 14 de março de 2016, passou a transmitir sua programação local em alta definição.[7]

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a InterTV Alto Litoral, bem como as outras emissoras de Cabo Frio, cessou suas transmissões pelo canal 8 VHF em 12 de dezembro de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[8]

ProgramasEditar

Além de retransmitir a programação nacional da Globo, atualmente a InterTV Alto Litoral produz e exibe os seguintes programas:

  • RJ InterTV 1.ª edição: Telejornal, com Ana Paula Mendes e Paulo Henrique Cardoso;
  • RJ InterTV 2.ª edição: Telejornal, com Alexandre Kapiche;
  • InterTV Rural: Jornalístico sobre agronegócio, com Jeferson Marques;
  • InterTV Notícia: Boletim informativo, durante a programação;
Exibidos por temporada
  • Vai Encarar?: Jornalístico, com Gustavo Garcia;
  • Rota InterTV: Programa turístico, com Alyssa Gomes;
Retransmitidos da TV Globo Rio de Janeiro

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • Bom Dia Estado
  • Bom Dia Rio (bloco local)
  • Bom Dia Sábado
  • Dito e Feito
  • InterTV Esporte
  • InterTV Revista
  • Jornal InterTV
  • Lagos Notícia

EquipeEditar

Membros atuaisEditar

  • Alexandre Kapiche
  • Alyssa Gomes
  • Ana Paula Mendes
  • Anna Beatriz Lourenço
  • Fabiana Lima
  • Felipe Basilio
  • Gustavo Garcia
  • Isadora Aires
  • Jeferson Marques
  • Paulo Henrique Cardoso

Membros antigosEditar

RetransmissorasEditar

Referências

  1. «Decreto nº 96.405, de 22 de julho de 1988». Planalto. Consultado em 18 de julho de 2021 
  2. Lobato, Elvira (9 de setembro de 1995). «Ex-burocrata acumula oito rádios e cinco TVs». Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de julho de 2021 
  3. «Nova TV está em teste». Jornal do Brasil: Cidade, 3. 2 de setembro de 1989. Consultado em 18 de julho de 2021 
  4. a b «Ondas na tela». O Globo. TV Pesquisa. 30 de setembro de 1989. Consultado em 24 de abril de 2018 
  5. Lobato, Elvira; Santos, Chico (23 de março de 2002). «Rede Globo põe à venda parte de emissoras». Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de julho de 2021 
  6. «TV digital aberta chega a Cabo Frio e Nova Friburgo». Exame. 1 de dezembro de 2011. Consultado em 18 de julho de 2021 
  7. «Sinal HD da Inter TV passa a atingir 2 mi de telespectadores em 17 cidades». G1. 14 de março de 2016. Consultado em 18 de julho de 2021 
  8. Nascimento, Luciano (12 de dezembro de 2018). «Sinal de TV analógico será desligado hoje no interior do RJ e de SP». Agência Brasil. Consultado em 18 de julho de 2021 

Ligações externasEditar