Joan Enric Vives i Sicília

Arcebispo de Urgel e copríncipe de Andorra
Joan Enric Vives I Sicília
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo de Urgel
Co-príncipe de Andorra
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Urgel
Nomeação 12 de maio de 2003
Predecessor Dom Joan Martí i Alanis
Mandato 2003 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 24 de setembro de 1974
Nomeação episcopal 9 de junho de 1993
Ordenação episcopal 5 de setembro de 1993
por Dom Ricardo María Cardeal Carles Gordó
Lema episcopal PARARE VIAS DOMINI
Nomeado arcebispo 19 de março de 2010
Brasão arquiepiscopal
Coat of arms of Joan Enric Vives i Sicília.svg
Dados pessoais
Nascimento Barcelona
24 de julho de 1949 (71 anos)
Nacionalidade espanhol
Funções exercidas - Bispo-auxiliar de Barcelona (1993-2001)
- Bispo-coadjutor de Urgel (2001-2005)
Títulos anteriores - Bispo-titular de Nin (1993-2001)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Joan Enric Vives I Sicília GCC (Barcelona, 24 de julho de 1949) é o atual Bispo de Urgel, uma diocese católica romana, e um dos atuais copríncipes de Andorra. Ele foi nomeado oficialmente em 12 de março de 2005, substituindo Joan Martí Alanis.[1]

BiografiaEditar

Nasceu em Barcelona em 24 de julho de 1949. É formado em Teologia pela Faculdade de Teologia de Barcelona (1976) e em Filosofia e Ciências da Educação, seção de filosofia, pela Universidade de Barcelona (1982). Concluiu os cursos de doutorado em Filosofia na Universidade de Barcelona (1990-1993).[2]

Foi ordenado como sacerdote em 24 de setembro de 1974.[3] Exerceu os cargos de pároco assistente (1974-1981), delegado episcopal para os jovens, arcipreste (1979-1985), membro do conselho presbiteral e do colégio dos consultores (1985-1990), formador do seminário (1987-1990), do Conselho Episcopal (1988-1990), Vice-Reitor da Faculdade Eclesiástica de Filosofia e Reitor do Seminário Maior de Barcelona (1990-1993).[3]

Em 9 de junho de 1993, foi nomeado pelo Papa João Paulo II como bispo-auxiliar de Barcelona, sendo consagrado como bispo-titular de Nin, em 5 de setembro, na por Ricardo María Carles Gordó, arcebispo de Barcelona, coadjuvado por Narciso Jubany Arnau, arcebispo-emérito de Barcelona e Antonio María Javierre Ortas, prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.[4]

Em 25 de junho de 2001 foi nomeado bispo coadjutor de Urgel (Espanha e principado de Andorra) e em 12 de maio de 2003, sucedeu ao Arcebispo Joan Martí i Alanis.[3][4]

A 6 de março de 2010, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo, de Portugal.[5]

Em 19 de março de 2010, foi elevado a arcebispo ad personam pelo Papa Bento XVI.[3]

Referências

  1. «Joan-Enric Vives, arzobispo de Urgell: "Entre todos venceremos el miedo y la pandemia"» (em espanhol). 19 de março de 2020 
  2. «¿Quién es... Enric Vives Sicilia?» (em espanhol). 7 de novembro de 2013 
  3. a b c d «ELEVAZIONE ALLA DIGNITÀ ARCIVESCOVILE AD PERSONAM DEL VESCOVO DI URGELL (SPAGNA) E COPRINCIPE DI ANDORRA» (em italiano). RINUNCE E NOMINE, 19.03.2010, Sala de Imprensa da Santa Sé 
  4. a b Catholic Hierarchy
  5. «Presidente encontrou-se com Co-Príncipe de Andorra». Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de junho de 2015 

Ligações externasEditar

Precedido por
Agustín García-Gasco y Vicente
 
Bispo-titular de Nin

19932001
Sucedido por
Socrates Buenaventura Villegas
Precedido por
Joan Martí i Alanis
 
Co-príncipe de Andorra
Junto a Jacques Chirac (2003-2007)
Nicolas Sarkozy (2007-2012)
François Hollande (2012-2017)
Emmanuel Macron (2017-)

2003
Sucedido por
incumbente
Precedido por
Joan Martí i Alanis
 
Bispo de Urgel

20032010
Sucedido por
elevação
Precedido por
elevação
 
Arcebispo ad personam de Urgel

2010
Sucedido por
incumbente