Língua vai

Vai

ꕙꔤ

Falado em: Libéria
Serra Leoa
Região: África Ocidental
Total de falantes: 120 mil (1991-2006)
Família: Niger–Congo
 Mandê
  Mande Ocidental
   Central
    Manding–Jogo
     Manding–Vai
      Vai–Kono
       Vai
Escrita: Silabário vai
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: vai
ISO 639-3: vai

A língua Vai (ꕙꔤ), também chamada Vy ou Gallinas, é uma língua Mandê falada por cerca de 104 mil pessoas na Libéria e cerca de 15.500 em Serra Leoa.[1]

EscritaEditar

A língua Vai é uma das poucas línguas da África a ter um sistema de escrita próprio, não baseado nas escritas latina ou árabe. Trata-se do silabário val que foi inventado por Momolu Duwalu Bukele por volta de 1833, embora haja que situe sai criação desde 1815. A existência do Vai foi registrada em 1834 por missionários no Missionary Herald do “American Board of Commissioners for Foreign Missions (ABCFM)” [2] e de forma independente pelo Reverendo Sigismund Koelle, um agente da “Church Mission Society of London” em Serra Leoa.[3]

Desde 2003 já existe um Novo Testamento escrito em Vai.

FonologiaEditar

Val é um língua tonal que apresenta 12 sons vogais e 31 consoantes.

VogaisEditar

  Orais Nasais
Anterior Posterior Anterior Posterior
Fechada i u ĩ ũ
Meio Fechada e o ɛ̃ ɔ̃
[[Meio Aberta ɛ ɔ
Aberta a ã

ConsoantesEditar

Labial Alveolar Postalveolar palatal Velar Labial Velar Glotal
Nasal m n ɲ ŋ
Oclusiva/
Africada
p
 
b
 
t
 
d
 

 

ᶮdʒ
k
 

ᵑɡ
k͡p
 
ɡ͡b
ᵑ͡ᵐɡ͡b
Implosiva ɓ
ᵐɓ
ɗ
ⁿɗ
Fricativa f v s z (ʃ) h
Aproximante
(Lateral)
j w
l
Vibrante (r)

NotasEditar

  1. Ethnologue report for Vai
  2. «Report of Messrs. Wilson and Wynkoop». Missionary Herald. Junho de 1834. 215 páginas 
  3. «A Written language in Western Africa». A. Howard. The New-Jerusalem magazine. 23 (10): 431 

Ligações externasEditar