Norberto Bobbio

Norberto Bobbio (Turim, 18 de outubro de 1909Turim, 9 de janeiro de 2004) foi um filósofo político, historiador do pensamento político, escritor e senador vitalício italiano. Conhecido por sua ampla capacidade de produzir escritos concisos, lógicos e, ainda assim, densos. Defensor da democracia social-liberal e do positivismo jurídico e crítico de Marx, do fascismo italiano, do Bolchevismo e do primeiro-ministro Silvio Berlusconi. Sua esposa Valéria faleceu em 2001 e Norberto Bobbio faleceu em 9 de janeiro de 2004, em Turim, aos 94 anos de idade. Deixaram três filhos.[1]

Norberto Bobbio
Em 1988.
Nascimento Norberto Bobbio
18 de outubro de 1909
Turim, província de Turim
Morte 9 de janeiro de 2004 (94 anos)
Turim, província de Turim
Nacionalidade italiano
Alma mater Universidade de Turim
Ocupação
Principais trabalhos
Prêmios
Gênero literário
Movimento literário literatura jurídica
Assinatura
FirmaNBobbio.png

Vida, estudos e carreiraEditar

Primeiros anos e vida acadêmicaEditar

Norberto Bobbio nasceu em Turim capital de Piemonte, filho de um médico-cirurgião, Luigi Bobbio, neto de António Bobbio, professor primário, depois diretor escolar, católico liberal que se interessava por filosofia e colaborava, periodicamente, nos jornais. Viveu durante a infância e adolescência em uma família abastada, com criadas e motorista. Inicia-se no gosto da leitura com George Bernard Shaw, Honoré de Balzac, Stendhal, Percy Bysshe Shelley, Benedetto Croce, Thomas Mann e vários outros. Foi amigo de infância de Cesare Pavese com quem conviveu e aprendeu o inglês através da leitura de alguns clássicos. Lia, depois traduzia e comentava.

ObraEditar

A mais recente bibliografia dos seus escritos enumera 2025 títulos entre obras de ensaio, direito, ética, filosofia, peças de comentário político. Mas se há um traço comum que une esta vasta e diversificada obra intelectual é a postura do professor que procura de forma simples e intuitiva transmitir a quem o ouve (ou lê) as ideias matrizes de uma riquíssima história das ideias ocidentais e a perseverante defesa das regras do jogo democrático como indispensável à própria sobrevivência da democracia.

Entre suas obras mais usadas no meio acadêmico, destacam-se o "Dicionário de Política", escrito ao lado de Nicola Matteucci e Gianfranco Pasquino, publicada em dois volumes; e "Política e Cultura", que vendeu mais de 300 mil cópias só na Itália e foi traduzido para 19 idiomas.[2] - Estado, Governo, Sociedade - Ensaios sobre Gramsci - Teoria da Norma Jurídica - Teoria do Ordenamento Jurídico - Elogio da Serenidade

Elenco de algumas obras em portuguêsEditar

  • A Era dos Direitos[3]
  • Igualdade e Liberdade
  • Liberalismo e Democracia (São Paulo, Editora Edipro, 2017, ISBN: 9788572839952)
  • O Positivismo Jurídico, lições de filosofia do direito
  • Dicionário de Política (co-autor)
  • Teoria da Norma Jurídica (Editora Edipro, 2016, ISBN: 9788572839037)
  • Teoria do Ordenamento Jurídico (São Paulo,Editora Edipro, 2014, ISBN: 9788572836142)
  • Teoria das Formas de Governo (São Paulo,Editora Edipro, 2017, ISBN: 9788572839921)
  • Direito e Estado no pensamento de Emanuel Kant
  • As ideologias e o poder em crise
  • Direita e esquerda: razões e significados de uma distinção política
  • O Futuro da Democracia
  • Da estrutura à função: novos estudos de teoria do direito. 2007.

Obras sobre Bobbio em PortuguêsEditar

  • NAPOLI, Ricardo Bins di; GALLINA, A. L. (orgs.) Norberto Bobbio: Direito, Ética e Política.Ijuí: EdUnijuí, 2005.
  • BOBBIO, Norberto. Direita e Esquerda. São Paulo: UNESP, 2001.

Referências

  1. http://www.theguardian.com/news/2004/jan/13/guardianobituaries.obituaries
  2. «Dicionário de Política» (PDF). 11 de outubro de 2016. Consultado em 9 de maio de 2018 
  3. Estado, Governo e Sociedade: Para uma Teoria Geral da Política[ligação inativa] - Tradução de Marco Aurélio Nogueira. Editora Paz e Terra 1ª Edição - 1986; 16ª Reimpressão - 2010

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Norberto Bobbio