Abrir menu principal

Operação Farroupilha

Operação Farroupilha é o codinome dado para a transferência temporária da sede do governo do Rio Grande do Sul, no Palácio Piratini na capital Porto Alegre, para um quartel da Brigada Militar em Passo Fundo, no noroeste do Estado. A transferência ocorreu entre 1º e 3 de abril de 1964, um período no qual o país estava passando por uma aguda crise política que culminou em um golpe de Estado que depôs o presidente João Goulart, que foi substituído por uma ditadura militar.[1]

A operação foi planejada e executada pelo governador Ildo Meneghetti, que decidiu refugiar-se no interior do Estado para coordenar uma ação militar apoiando o golpe, além de tentar impedir a possibilidade de sucesso da resistência de partidários de Goulart em Porto Alegre, como havia ocorrido durante a Campanha da Legalidade em 1961.[2]

Referências

  1. «No cenário do golpe civil-militar». Diário da Manhã. 7 de agosto de 2015. Consultado em 10 de maio de 2017. Arquivado do original em 29 de maio de 2018 
  2. «ILDO MENEGHETTI: UM POLITICO MODESTO E SIMPLES, MAIS POBRE APÓS A VIDA PÚBLICA». De olhos e ouvidos. Consultado em 10 de maio de 2017