Abrir menu principal

Plural Entertainment

A Plural Entertainment é uma produtora televisiva que surgiu da fusão entre a NBP e a Plural, em 2009. É detida pelo grupo Media Capital, dona da TVI, da Rádio Comercial, da Cidade, entre outras.

Índice

HistóriaEditar

A NBP (sigla para Nicolau Breyner Produções e, atualmente, chamada de Plural Entertainment) foi a primeira produtora audiovisual em Portugal. Fundada numa altura em que o mercado da produção no ramo da ficção portuguesa ainda era pouco explorado, Nicolau Breyner tentou revolucionar o mundo da televisão para quebrar a hegemonia das produções brasileiras que, na altura, em 1990, lideravam a preferência dos telespetadores. A primeira telenovela a ser realizada na era da NBP foi Cinzas (telenovela), em 1992, que contou com um elenco de astros veteranos, mas que também deu a conhecer novas caras do mundo da representação. Seguiram-se sucessos como Verão Quente (telenovela), Desencontros e Roseira Brava. Em 1999, é dada a primeira afirmação na ficção nacional com a telenovela Todo o Tempo do Mundo da TVI. Em 2000, estreia a primeira novela a bater a ficção da TV Globo, Jardins Proibidos, a segunda novela produzida pela NBP e TVI. A relação entre as duas empresas é fortalecida e desde então que a NBP ficou responsável pela produção de todas as novelas do canal, como Olhos de Água, Anjo Selvagem, Saber Amar, entre outros sucessos da ficção em Portugal. Em outubro de 2001, a Media Capital, detentora da TVI, faz um investimento de 60%, que em 2007 foi reforçado para 70%.[1] Em 2009 é criada a Plural Entertainment, que surge da fusão entre a NBP e a Plural, sendo totalmente detida pela Media Capital. Atualmente, é a maior produtora portuguesa, com uma produção anual de mais de 600 horas.

Na Direção da Plural Entertainment estiveram:

  • 2011 - 2013 - Maria Ana Borges de Sousa[2]
  • 2013 - 2015 - Carlos Benito[3]
  • 2015 - Atualmente - Luís Cunha Velho[4]

ProduçõesEditar

A Plural Entertainment é responsável por toda a produção de telenovelas, séries, minisséries e telefilmes da TVI. Também é responsável por alguns dos produtos de ficção da RTP. Na televisão por cabo, é encarregue da programação original de entretenimento da TVI Ficção. Em 2015, a Plural coleciona no seu portefólio um total de 178 produções, das quais 74 telenovelas, 24 séries, 6 minisséries e 76 telefilmes. A produção destes conteúdos é realizada em 8 estúdios de produção, numa aérea de 8700m².[5] Recentemente, foi inaugurado um complexo na Quinta dos Melos, onde se localizam 6 dos 8 estúdios de produção.[6] É também líder na exportação de conteúdos, emitidos em mais de 25 países, destacando-se a sua notoriedade nos mercados hispânicos, africanos e asiáticos.[7]

TVIEditar

Algumas das produções mais conhecidas da TVI e realizadas pela Plural:

Prémios InternacionaisEditar

Ano Nomeação Prémio Categoria Resultado
2010
Meu Amor
Prémio Emmy Internacional Melhor Telenovela Venceu[8]
2012
Remédio Santo
Indicado[9]
2014
Belmonte
Indicado[10]
2015
Mulheres
Prémio Emmy Internacional Melhor Telenovela [11] Indicado
2018 Ouro Verde Prémio Emmy Internacional Melhor Telenovela Venceu

Referências

  1. «Media Capital compra totalidade da NBP, a maior produtora televisiva portuguesa». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  2. «Maria Ana Borges de Sousa deixa Media Capital». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  3. «Luís Esparteiro assume cargo na Plural Entertainment». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  4. «Luís Cunha Velho é o novo diretor-geral da Plural Entertainment». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  5. «Plural: Know-how». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  6. «Plural e TVI apresentam Cidade dos Sonhos». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  7. «África e Ásia já negoceiam compra da novela premiada». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  8. «Novela "Meu Amor" vence Emmy em Nova Iorque». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  9. «'Remédio Santo' e 'Rosa Fogo' nomeadas para os Emmys». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  10. «Novela Jóia Rara 'rouba' Emmy a Belmonte». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  11. «"Império" vence Emmy de Melhor Novela». Consultado em 5 de dezembro de 2015 

Ligações externasEditar