Abrir menu principal

Ponte Serrada é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Situa-se na Região Geográfica Imediata de Xanxerê e na Região Geográfica Intermediária de Chapecó.

Município de Ponte Serrada
"Capital Catarinense da Erva-Mate"
Do topo, em sentido horário: Panorama da cidade e igreja Matriz do município; Cachoeira Vicenzi com 74 metros de altura considerada a mais alta da região e por fim centro da cidade.

Do topo, em sentido horário: Panorama da cidade e igreja Matriz do município; Cachoeira Vicenzi com 74 metros de altura considerada a mais alta da região e por fim centro da cidade.
Bandeira de Ponte Serrada
Brasão de Ponte Serrada
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 27 de julho
Fundação 1 de dezembro de 1938 (80 anos)
Emancipação 27 de julho de 1958 (60 anos)
Gentílico ponte-serradense
Padroeiro(a) Santo Antônio de Pádua
CEP 89.683-000[1]
Prefeito(a) Alceu Alberto Wrubel (Tibe) (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ponte Serrada
Localização de Ponte Serrada em Santa Catarina
Ponte Serrada está localizado em: Brasil
Ponte Serrada
Localização de Ponte Serrada no Brasil
25° 90' 19" S 52° 00' 57" O25° 90' 19" S 52° 00' 57" O
Unidade federativa Santa Catarina
Região intermediária

Chapecó [2]

Região imediata

Xanxerê [2]

Municípios limítrofes Vargeão, Ipumirim, Lindóia do Sul, Irani, Vargem Bonita, Água Doce, Passos Maia
Distância até a capital
Características geográficas
Área 564,005 km² [4]
Distritos Ponte Serrada e Bahia Alta
População 11 545 hab. est. IBGE/2016[5]
Densidade 20,47 hab./km²
Altitude 1067 m
Clima Subtropical (Mesotérmico úmido)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,693 (BR: 2105°) – médio PNUD/2010[6]
Gini 0,44 PNUD/2010[6]
PIB R$ 210 409,500 mil IBGE/2014[7]
PIB per capita R$ 18 448,88 IBGE/2014[7]
Página oficial
Prefeitura www.ponteserrada.sc.gov.br
Câmara camaraponteserrada.sc.gov.br

Fundada em 1958 por pioneiros vindos do Rio Grande do Sul, o município é cortado por duas rodovias federais.

Índice

GeografiaEditar

O município de Ponte Serrada está localizado no oeste do estado de Santa Catarina, pertencente a região da AMAI, Associação dos Municípios do Alto Irani, a uma distância de 530 Km de Florianópolis.

Com área de 569,8 Km quadrados, Latitude 26º 52" 18" Sul, Longitude 52º 00" 57" Oeste e altitude de 1100 metros acima do nível do mar.

Os limites geográficos do município são: Ao norte com os municípios de Passos Maia e Água doce, ao sul com os municípios de Lindóia do Sul e Irani, ao Leste com o município de Vargem Bonita e a Oeste com os municípios de Ipumirim e Vargeão.

TopônimoEditar

A origem do nome surgiu quando os colonos que residiam nela juntamente com os tropeiros que passavam pela região decidiram construir uma ponte de madeira serrada a mão. Assim originando o nome do município que antes era conhecido como Pouso dos Tropeiros.

HistóriaEditar

O município de Ponte Serrada teve o seu inicio em 1917, pela colonização de antigos moradores a maioria descendentes de Italianos que vieram do Estado do Rio Grande do Sul, atraídos pelas riquezas naturais, entre elas o Pinheiro Araucária, a imbuia, a canela , e outras, bem como a erva-mate.

Os tropeiros que passavam por esta região em caravanas, juntamente com os colonos que residiam nela, decidiram construir uma ponte, que foi feita de madeira serrada a mão, quanto que, até então, todas eram feitas de tábuas e vigas lascadas, assim originando o nome do município, antes conhecido como Pouso dos Tropeiros.

Em 1924, instalou-se a empresa colonizadora Ângelo de Carli e Irmãos, começando então a chegar os colonizadores iniciando assim o desenvolvimento da comunidade.

Pelo decreto-lei nº 238 de dezembro de 1938, foi criado o distrito pertencente ao município de cruzeiro, sendo seu 1º intendente o senhor Julio Coletti, seguindo-se pelo senhor Juvino Santana Branco.

O município de Ponte Serrada foi criado pela lei nº 348/58 em 21 de junho de 1958 e instalado no dia 27 de julho de 1958. A comarca foi instalada com jurisdição sobre os municípios de Ponte Serrada, Vargeão e Irani. Posteriormente Irani transferiu-se para a comarca de Concórdia e com a criação do município de Passos Maia, hoje a comarca é formada pelos municípios de Ponte Serrada, Vargeão, e Passos Maia.

DemografiaEditar

Sua população estimada em 2017 era de 11.545 habitantes, conforme dados de IBGE. A densidade demográfica é de 19,56 hab./km²[5]

Seu povo vive com uma boa qualidade de vida, com IDH de 0,693 (considerada média) e indice Gini de 0,44 (moderado) segundo o PNUD.[6]

Principais atividades econômicasEditar

Com PIB em 2014 na ordem de R$ 210.409.500,00 e PIB per capita de R$ 18.448,88 segundo o IBGE,[7] Também se destaca por estar em um ponto estratégico da região oeste do estado.

AgropecuáriaEditar

Ponte Serrada é considerada a Capital Catarinense da Erva-Mate, a maioria das propriedades rurais possui um pé de erva-mate, a qual é comercializada nas ervateiras do próprio município e de outras cidades.

A produção de grãos tem grande importância no município, e grande potencial de crescimento da produção e expansão de áreas, especialmente quando se refere a milho e soja. O milho ganha força entre os pequenos produtores, já a soja, é em geral produzida pelos grandes produtores, os quais possuem grandes áreas mecanizadas e implementos.

Os grãos em sua maioria são comercializados nas cooperativas da região como Copérdia, Coperalfa e Coperio.

O município é considerado a Capital Catarinense da Erva-Mate e faz juz ao nome, a maioria das propriedades rurais possui algum pé da planta com produção de erva-mate, a qual é comercializada nas três ervateiras do município e em outras da região.

Na pecuária a bovinocultura de corte tem sua importância entre os grandes produtores e em alguns pequenos produtores, porém está perdendo espaço para a suinocultura e avicultura integrada, na forma de parceria. As duas atividades são de alguma forma novas no município com grande potencial de crescimento. A suinocultura não integrada já foi uma atividade de grande participação na economia do município, porém vem decrescendo bastante devido as fortes crises passadas pelos produtores.

A produção de suínos é destinada para o município de Concórdia onde são abatidos e processados por agroindústrias ali instaladas.

No município existe uma granja núcleo de suínos, a qual é multiplicadora de matrizes para a região sul.

A avicultura de corte é relativamente nova no município, porém muito crescente onde sua produção é escoada para Chapecó.

A bovinocultura de leite é a atividade crescente entre os pequenos produtores, onde esta atividade se torna, na maioria das vezes, a principal atividade econômica das famílias agricultoras. A produção de leite é comercializada pela cooperativa (Copérdia) e pela Frimesa.

Na fruticultura o município se mostra com potencial na produção vitivinífera, a qual vem crescendo em algumas comunidades do município que já tem produção de uva e vinho.

TurismoEditar

A gastronomia e as belezas naturais são os principais atrativos de Ponte Serrada. O município está situado no corredor do Mercosul, na Rota do Chimarrão. Ponte Serrada proporciona aos turistas vindos do Rio Grande do Sul, Litoral, Extremo Oeste de Santa Catarina, Argentina e Paraguai uma estrutura gastronômica muito boa, além de suas belezas naturais, como matas, pinheirais, cachoeiras e trilhas ecológicas.


  • Cachoeira do Vicenzi: Cachoeira com 74 metros de altura, considerada a de maior altitude da região.


  • Santuário Nossa Senhora Aparecida: Localizado no Morro das Três Cruzes, o santuário ainda está em construção. Atualmente no topo do morro há a imagem de Nossa Senhora Aparecida, de 17 metros e o portal que dá acesso ao santuário. Ainda uma capela deverá ser construída.



  • CTG - Pouso dos Tropeiros

AcessosEditar

Acesso RodoviárioEditar

Acesso AeroviárioEditar

Condições Físico-naturaisEditar

Relevo, Solo e SubsoloEditar

O Município encontra-se dentro da serra geral, pertencente ao grupo geológico denominado São Bento, constituído basicamente por rochas vulcânicas e vulcanismos bansáticos, possui relevo forte ondulado com terra roxa estruturada.

HidrografiaEditar

A Bacia hidrográfica do Município é formada pelos Rios denominados Irani, Ressaca, Baia e Rio do Mato.

ClimaEditar

O Clima de Ponte Serrada é mesotérmico úmido com versões quentes e invernos frios, sendo a sua temperatura média anual de 17,3 ºC .

PluviosidadeEditar

A precipitação total anual de Ponte Serrada e região è de 1.930 mm, com as seguintes distribuições 26% no verão , 24% no outono, 24% no inverno e 26 % na primavera.

VegetaçãoEditar

O Município de Ponte Serrada possui floresta Ombrófila mista em quase toda a totalidade da área , intercalando com algumas áreas de campo, florestas montanhosas .

A floresta de ombrófila e representada por Pinheiro Araucária, imbuía, Angico Vermelho, Maria Preta, Cedro, Canelas e Erva -Mate. Existe uma grande área de reflorestamento com espécies de valor econômico, gramínea lenhosas com florestas de galeria, agriculturas e culturas cíclicas

Clima e RelevoEditar

O relevo apresenta uma topografia 10% plana, 30 % ondulada, 40 % fortemente ondulada e 20 % acidentada.

O Clima do Município, segundo Koeppen, classifica-se como temperado frio, apresentando uma temperatura média anual de 18,9º C e um índice pluviométrico de 2.200 mm.

Recursos hídricosEditar

Quanto a hidrografia do município, o mesmo é banhado pela bacia do Rio Irani, com seus afluentes, sendo eles: Rio baia, Rio Ressaca, Rio Guaporé , Lajeado Ponte Serrada, Rio do Mato.

A água usada no abastecimento municipal é de um riacho com nascente dentro do município com água de boa qualidade e quantidade, que em geral não sofre com a falta de água e estiagens.

BiodiversidadeEditar

A cobertura vegetal nativa é formada por Mata Umbrófila Mista.

Nota-se a presença de várias espécies de animais silvestres, com maior importância para a capivara, tateto, tatus, veado campeiro entre outros. Existem também no município, os chamados corredores ecológicos, os quais tem a presença de várias espécies florestais principalmente a araucária.

Foi criado no dia 19 de outubro de 2005 pelo Governo Federal o Parque Nacional das Araucárias, abrangendo os município de Ponte Serrada e Passos Maia, com uma área de 12.841 hectares.

  • DDD: 49
  • CEP: 89.683-000[1]

Meios de Comunicação LocaisEditar

  • Rádio 100.7 FM
  • Rádio Nambá
  • Rádio Ponte FM
  • Portal Oeste Mais

EducaçãoEditar

ReligiãoEditar

Atualmente a cidade possui algumas igrejas além da Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua.




Administração MunicipalEditar

O Prefeito municipal é Alceu Alberto Wrubel (o Tibe), filiado ao MDB.

A vice-prefeita é Fernanda Silveira Chagas (Fernanda Paglia), filiada ao PR.

Câmara MunicipalEditar

Vereadores 2017-2020

  • Adenir Freitas (PP)
  • Edivan Antonio Panizzi (MDB)
  • Evandro Pavan (MDB)
  • Gilson Damaceno (PP)
  • Julio Cesar Páglia (PRB)
  • Marcelo Tadeu Wrubel (PP)
  • Milena Aparecida da Silva (PSD)
  • Olivo Cortelini (MDB) e
  • Rubia Caroline Wrubel (PSDB)

Brasão e bandeiraEditar

Cidadãos ilustresEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «CEP de cidades brasileiras». Correios. Consultado em 31 de julho de 2008 
  2. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 2 de fevereiro de 2018 
  3. «Mapas e rotas». Guia 4 Rodas. Consultado em 3 de novembro de 2011 
  4. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. a b «Estimativa populacional 2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2017. Consultado em 30 de agosto de 2016 
  6. a b c Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2010). «Perfil do município de Ponte Serrada - SC». Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Consultado em 28 de dezembro de 2013 
  7. a b c «Produto Interno Bruto dos municípios 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 14 de dezembro de 2016 

Ligações externasEditar