Abrir menu principal

NSC TV Chapecó

emissora de televisão brasileira de Chapecó, SC
NSC TV Chapecó
Televisão Chapecó S/A
Chapecó, Santa Catarina
Brasil
Tipo Comercial
Canais
12 VHF analógico
33 UHF e 12.1 Virtual digital
Outros canais 12 (Oi TV)
4 / 404 HD (Sky)
13 / 513 HD (NET)
50 (Unifique)
ver mais
Sede Bandeira de Chapecó.JPG Chapecó, SC
Slogan Tudo que move a gente
Rede NSC TV (Globo)
Rede(s) anterior(es) SBT (1982)
Fundador Mário Petrelli
Pertence a NSC Comunicação
Proprietário Carlos Sanchez
Antigo proprietário Mário Petrelli (1982)
Maurício Sirotsky Sobrinho (1982-1986)
Jayme Sirotsky (1986-1991)
Nelson Sirotsky (1991-2012)
Eduardo Sirotsky Melzer (2012-2016)
Acionista(s) Carlos Sanchez
Marcos Sanchez
Leonardo Sanchez
Presidente Mário Neves
Fundação 23 de abril de 1982 (37 anos)
Prefixo ZYB 767
Nome(s) anteriore(s) TV Cultura (1982-1983)
RBS TV Chapecó (1983-2017)
Emissoras irmãs Atlântida FM
Cobertura Cobertura - RBS TV Chapecó.svg
Coord. do transmissor 27° 6' 21.7" S 52° 34' 57.8" O
Potência 2 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial redeglobo.globo.com/sc/nsctv

NSC TV Chapecó é uma emissora de televisão brasileira sediada em Chapecó, cidade do estado de Santa Catarina. Opera nos canais 12 VHF e 33 UHF digital, e é afiliada à Rede Globo. Integra a NSC TV, rede de televisão pertencente à NSC Comunicação.

HistóriaEditar

TV Cultura (1982–1983)Editar

O primeiro passo para a fundação da primeira emissora de televisão de Chapecó foi dado em 1976, quando o empresário Mário Petrelli adquiriu a concessão do canal 12 VHF. Petrelli investiu cerca de 1 milhão de dólares em equipamentos e em estrutura para a nova emissora, que inicialmente seria afiliada à Rede Tupi, tal qual a TV Cultura de Florianópolis (vendida dois meses depois da inauguração da emissora de Chapecó). Porém, a Rede Tupi teve a concessão cassada em 1980, ainda durante sua implantação, e o empresário assinou com o recém inaugurado SBT. A TV Cultura foi fundada em 23 de abril de 1982,[1] e na cerimônia, um dos presentes era Nelson Sirotsky, que seria um dos compradores da nova emissora poucos meses depois da sua fundação.[2] Entre os primeiros funcionários da TV, estavam Jairo Lisowski e a repórter Mônica Corrêa.

O Grupo RBS estava em franca expansão por Santa Catarina, e em setembro do mesmo ano adquiriu a TV Cultura de Mário Petrelli. Com a compra, a emissora passa a ser afiliada à Rede Globo e também a integrar a RBS TV, que no estado já contava com emissoras em Florianópolis, Joinville e Blumenau.

RBS TV Chapecó (1983–2017)Editar

Em abril de 1983, passa a se chamar RBS TV Chapecó, adotando a padronização da outras emissoras da rede. No decorrer da década, a emissora expande o seu sinal para todo o oeste catarinense, através de retransmissoras via micro-ondas que são utilizadas até hoje.

Em 7 de março de 2016, o Grupo RBS comunica a venda da emissora e das demais operações em Santa Catarina para os empresários Lírio Parisotto (Videolar-Innova) e Carlos Sanchez (Grupo NC).[3][4] Parisotto posteriormente abandona a sociedade devido ao escândalo com Luiza Brunet,[5] fazendo do Grupo NC e seus acionistas proprietários integrais das novas empresas.

NSC TV Chapecó (2017–presente)Editar

Em 15 de agosto de 2017, a RBS TV de Santa Catarina completa o processo de transição para a NSC Comunicação, e passa a se chamar NSC TV.[6] A RBS TV Chapecó então passa a se chamar NSC TV Chapecó, bem como as demais emissoras do estado.

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
12.1 33 UHF 1080i Principal programação da NSC TV Chapecó / Globo

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 24 de dezembro de 2013, em caráter experimental, através do canal 33 UHF. Nesta época era exibida a programação da RBS TV Florianópolis, sem as inserções locais. A cerimônia oficial de lançamento do sinal digital ocorreu em 13 de fevereiro de 2014, durante o Jornal do Almoço, exibido especialmente em alta definição, e contou com a presença do diretor-geral do Grupo RBS em Santa Catarina, Mário Neves, além de autoridades como secretários do município de Chapecó e do prefeito de Concórdia, João Girardi.[7] Com exceção dos programas gerados em Florianópolis e pela Rede Globo, a NSC TV Chapecó ainda não produz sua programação em alta definição.

ProgramaçãoEditar

Atualmente a emissora produz o Jornal do Almoço, apresentado integralmente de Chapecó por Cleiton César para toda a sua área de cobertura. O restante da programação é composto pelos programas gerados pela NSC TV Florianópolis e pelos programas nacionais da Rede Globo. A coordenação local de jornalismo é de Gilmar Fochessato, responsável também pela NSC TV Centro-Oeste.

EquipeEditar

Membros atuaisEditar

  • Cleiton César
  • Eduardo Florão
  • Fernanda Moro
  • Letícia Ferrari

Membros antigosEditar

  • André Zanfonatto (hoje na NSC TV Joinville)
  • Christiane Lise
  • Claudério Augusto
  • Daniela Costenaro
  • Éder Luiz
  • Eduardo Cristófoli (hoje na RIC TV Florianópolis)
  • Eliana Losekann
  • Elizandra Gomes
  • Euzébio Zeferino
  • Eveline Poncio (hoje na NSC TV Florianópolis)
  • Francesco Silva
  • Geovan Petry
  • Giovani Martinello (hoje no DAZN / Rádio Oeste Capital)
  • Giovane Klein
  • Ilka Goldschimidt
  • Isabel Malheiros
  • Isabella Fernandez
  • Jânio Mayer
  • Juliana Vinhas
  • Lúcia Volcan
  • Luis Lopes
  • Luiz Salviato (atualmente na RIC TV Florianópolis)
  • Marcelo Lara
  • Marina Oliveira (hoje na RIC TV Chapecó)
  • Nádia Strate
  • Pedro Rocha (hoje na TV Globo Minas)
  • Rafael Juncks
  • Silvia Nowalski
  • Valeska Lippel (hoje na NSC TV Blumenau)
  • Vanessa Hubner
  • Vanessa Nora (hoje na RIC TV Florianópolis)

† - Falecido quando membro

RetransmissorasEditar

Lista de retransmissoras
Cidade Analógico Digital Cidade Analógico Digital Cidade Analógico Digital Cidade Analógico Digital
Abelardo Luz 13 - Águas de Chapecó 06 - Águas Frias 07 - Anchieta 02 -
Arabutã 03 - Bandeirante 06 - Barra Bonita 06 - Belmonte 08 -
Bom Jesus 05 - Bom Jesus do Oeste 08 - Caibi 07 - Campo Erê 08 -
Caxambu do Sul 02 - Concórdia 11 34 Coronel Freitas 06 - Coronel Martins 06 -
Cunha Porã 36 - Cunhataí 36 - Descanso 06 - Dionísio Cerqueira 11 -
Faxinal dos Guedes 05 - Flor do Sertão 08 - Formosa do Sul 02 - Galvão 08 -
Guaraciaba 03 - Guarujá do Sul 05 - Iporã do Oeste 08 - Ipuaçu 05 -
Ipumirim 06 - Iraceminha 05 - Itá 12 - Itapiranga 09 -
Jardinópolis 02 - Lajeado Grande 05 - Lindóia do Sul 06 - Maravilha 04 -
Marema 06 - Modelo 04 - Mondaí 02 - Nova Erechim 08 -
Nova Itaberaba 05 - Novo Horizonte 05 - Ouro Verde 06 - Paial 03 -
Palma Sola 07 - Palmitos 08 - Paraíso 07 - Passos Maia 06 -
Peritiba 06 - Pinhalzinho 07 - Ponte Serrada 08 - Princesa 06 -
Quilombo 03 - Riqueza 06 - Romelândia 02 - Santa Helena 06 -
Santa Terezinha do Progresso 07 - Santiago do Sul 04 - São Carlos 06 - São Domingos 06 -
São João do Oeste 04 - São José do Cedro 03 - São Lourenço do Oeste 04 - São Miguel da Boa Vista 06 -
São Miguel do Oeste 09 - Saudades 06 - Seara 13 - Serra Alta 06
Tigrinhos 04 - Tunápolis 08 - União do Oeste 07 - Vargeão 07 -
Xanxerê 05 34* Xavantina 03 - Xaxim 13 42*

* - Em implantação

Referências

  1. Golembiewski, Carlos (2008). «A RBS em Santa Catarina: "Preferência Política" e Concentração de Mídias» (PDF). UFRGS. Consultado em 29 de abril de 2017 
  2. FISCHER, Diógenes; NETO, Oscar Röcker (3 de setembro de 2013). «Construção da rede». Grupo RIC 25 Anos: 44 e 45. Consultado em 28 de abril de 2017 
  3. «RBS anuncia venda das operações de mídia em Santa Catarina». Grupo RBS. 7 de março de 2016. Consultado em 29 de abril de 2017 
  4. «Grupo RBS anuncia de jornais, rádios e TV em Santa Catarina». Folha de S.Paulo. 7 de março de 2016. Consultado em 29 de abril de 2017 
  5. Bergamo, Mônica (18 de agosto de 2016). «Lírio Parisotto deixa sociedade do Grupo RBS». Folha de S.Paulo. Consultado em 29 de abril de 2017 
  6. Gasperin, Emerson (15 de agosto de 2017). «NSC Comunicação estreia oficialmente em Santa Catarina». Diário Catarinense. Consultado em 16 de agosto de 2017. Arquivado do original em 19 de setembro de 2017 
  7. Debona, Darci (13 de fevereiro de 2014). «Chapecó começa a receber sinal digital da RBS TV». Diário Catarinense. Consultado em 28 de abril de 2017 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre NSC TV Chapecó