Pousada de D. Dinis

Pousada de D. Dinis
Aerial photograph of Vila Nova de Cerveira (9).jpg

-

Mapa de Portugal - Distritos plain.png

-

Concelho Vila Nova de Cerveira
Região Norte
Tipo de Pousada Histórica
Património associado

A Pousada de D. Dinis situava-se em Vila Nova de Cerveira e foi instalada no antigo burgo medieval fortificado.

Integrava a rede Pousadas de Portugal com a classificação de Pousada Histórica.

História do edifícioEditar

 Ver artigo principal: Castelo de Vila Nova de Cerveira

No interior do pequeno burgo fortificado no século XIII por D. Dinis, foram efectuadas as obras de adaptação a Pousada sob projecto do arquitecto Alcino Soutinho. As obras foram iniciadas nos anos 70, sendo a Pousada inaugurada em 1982.[1]

Citação
«Sob o ponto de vista estético houve a preocupação de obter um contraponto entre os elementos fundamentais das construções existentes e as novas construções. (…)colocou-se em paralelo as expressões de uma arquitectura antiga ou arcaizante, mantidas na sua rude pureza, com as de uma índole actual.(…)»
Alcino Soutinho o arquitecto da recuperação.[2]

Esta pousada tinha características únicas pois os quartos, bem como as salas de estar ou o restaurante, encontravam-se dispersos pelo recinto amuralhado, devendo o hóspede atravessar os espaços ao ar livre, abertos ao público, para aceder às diferentes áreas.

O restaurante destacava-se pela sua dimensão e localização numa cota superior às restantes construções constituindo a única intervenção de linhas modernas efectuada no espaço.

A PousadaEditar

A recepção situava-se no exterior da muralha num edificio antigo junto à rampa de acesso à muralha.

No antigo edifício dos Paços do Concelho, ao lado da Igreja da Misericórdia e frente ao pelourinho, situavam-se várias áreas comuns, nomeadamente o bar e as salas de estar e de jogos.

Os 29 quartos localizavam-se em blocos independentes, alguns com pequenos pátios.

Do restaurante e das muralhas era possível avistar o rio Minho.

A pousada foi fechada em 2008 pelo concessionário, o Grupo Pestana Pousadas, a pretexto da realização de obras no edifício. Em 2011 um grupo alemão chegou a manifestar interesse em investir na antiga pousada, mas acabou por desistir, já no início de 2012, depois de sucessivos atrasos numa resposta por parte da DGTF. A intenção dos investidores alemã apresentada em Setembro de 2011 à autarquia passava pela exploração da unidade hoteleira da antiga Pousada e ainda de parte do antigo bar. No entanto, a DGTF não se pronunciou, mesmo após a insistência do grupo para o agendamento de uma reunião. O impasse acabou por afastar os investidores, protestou na altura o presidente da câmara.

Em 2012, a Câmara de Vila Nova de Cerveira que desafiou a população do concelho a decidir sobre o destino para o castelo da vila.

As três opções apresentadas pela autarquia para o futuro da antiga pousada foram:

  • Acolhimento de actividades “a promover por entidades públicas ou privadas que permitam a dinamização sócio-económico do espaço”, integrado no centro histórico da "vila das Artes",
  • Exclusiva instalação de serviços municipais ligados à Cultura e Turismo no imóvel
  • Instalação de uma unidade de alojamento turístico e outros serviços de hotelaria e restauração, como aconteceu até 2008.[3]

Ver tambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

  • ENATUR. "Directório das Pousadas", Lisboa: ENATUR-Pousadas de Portugal, 2003 - pág. 46
  • Vários. "Guia das Pousadas e Hotéis de Sonho", Lisboa: Expresso, 2001 - Vol.1 - pp. 20 a 23

Ligações externasEditar

Pousadas de Portugal editar
Históricas Pousada do Castelo de Alvito (Alvito) | Pousada de São Francisco (Beja) | Pousada da Rainha Santa Isabel (Estremoz) | Pousada dos Lóios (Évora) | Pousada de D. João IV (Vila Viçosa) | Pousada de Santa Marinha (Guimarães) | Pousada do Solar da Rede (Mesão Frio) | Pousada de D. Dinis (Vila Nova de Cerveira) | Pousada do Castelo (Óbidos) | Pousada do Castelo de Palmela (Palmela) | Pousada D. Maria I (Queluz) | Pousada de São Filipe (Setúbal) | Pousada do Convento da Graça (Tavira) | Pousada do Convento de Belmonte (Belmonte) | Pousada do Convento do Desagravo (Vila Pouca da Beira) | Pousada do Convento do Carmo (São Salvador da Bahia)
Design Histórico Pousada de D. Afonso II (Alcácer do Sal) | Pousada de Nossa Senhora da Assunção (Arraiolos) | Pousada Flor da Rosa (Crato) | Pousada de Santa Maria do Bouro (Amares - Gerês) | Pousada do Forte de São Sebastião (Angra do Heroísmo)
Natureza Pousada de Santa Clara (Santa Clara-a-Velha) | Pousada da Quinta da Ortiga (Santiago do Cacém) | Pousada de São Miguel (Sousel) | Pousada de Vale do Gaio (Torrão) | Pousada de São Bento (Caniçada - Gerês) | Pousada de São Gonçalo (Marão) | Pousada de Sagres (Sagres) | Pousada de São Lourenço (Manteigas) | Pousada de Amoras (Proença a Nova) | Pousada da Ria (Ria de Aveiro)
Charme Pousada de Santa Luzia (Elvas) | Pousada de Santa Maria (Marvão) | Pousada do Barão de Forrester (Alijó) | Pousada de São Bartolomeu (Bragança) | Pousada de Nossa Senhora da Oliveira (Guimarães) | Pousada de São Teotonio (Valença do Minho) | Pousada do Monte de Santa Luzia (Viana do Castelo) | Pousada do Conde de Ourém (Ourém) | Pousada de São Brás (São Brás de Alportel) | Pousada de Nossa Senhora das Neves (Almeida) | Pousada de Santa Cristina (Condeixa-a-Nova) | Pousada do Forte de Santa Cruz (Horta)