Abrir menu principal

Wikipédia β

Alcácer do Sal é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Setúbal, região (NUTS II) Alentejo e sub-região (NUTS III) do Alentejo Litoral, com cerca de 6 700 habitantes.[1]

Alcácer do Sal
Brasão de Alcácer do Sal Bandeira de Alcácer do Sal
Castelo de Alcacer do Sal - Aguaceiros.jpg
Alcácer do Sal
Localização de Alcácer do Sal
Gentílico Salaciense; Alcacerense
Área 1 499,87 km²
População 13 046 hab. (2011)
Densidade populacional 8,7  hab./km²
N.º de freguesias 4
Presidente da
câmara municipal
Vítor Proença (CDU)
Fundação do município
(ou foral)
1218
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Alentejo Litoral
Distrito Setúbal
Antiga província Baixo Alentejo
Feriado municipal 24 de junho
Sítio oficial www.cm-alcacerdosal.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

É sede do segundo mais extenso município português, com 1 499,87 km² de área[2] mas apenas 13 046 habitantes (2011),[3][4] subdividido em 4 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelos municípios de Palmela, Vendas Novas e Montemor-o-Novo, a este por Viana do Alentejo e Alvito, a sudeste por Ferreira do Alentejo, a sul e oeste por Grândola e a noroeste, através do Estuário do Sado, por Setúbal.

Índice

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: História de Alcácer do Sal
 
Rio Sado em Alcácer do Sal.

Alcácer do Sal é uma das mais antigas cidades da Europa, fundada antes de 1000 a.C. pelos fenícios. Assim como as vizinhas e também fenícias Lisboa e Setúbal, fornecia sal, peixe salgado, cavalos para exportação e alimentos para os barcos que comerciavam estanho com a Cornualha.

Mais tarde, com a invasão visigótica, voltou a tomar importância, sendo sede episcopal. Invadida pelos árabes, tomou o nome de Qasr Abu Danis, sendo, aí, construída uma das fortalezas mais fortes da Península Ibérica. Os vikings tentaram saqueá-la mas sem sucesso.[6]

Durante o domínio árabe, foi capital da província de Al-Kassr. D. Afonso Henriques conquistou-a em 1158. Reconquistada pelos mouros, só no reinado de D. Afonso II, e com o auxílio de uma frota de cruzados, a cidade foi definitivamente conquistada, tornando-se cabeça da Ordem de Santiago.

Esta localidade foi elevada a cidade a 12 de Julho de 1997.[7]

Filhos ilustresEditar

Alcácer do Sal é a localidade onde nasceram:

Ver tambémEditar

PopulaçãoEditar

Número de habitantes [8]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
9 193 9 271 9 434 9 606 12 524 12 735 17 596 21 425 22 247 22 167 17 265 16 370 14 512 14 287 13 046

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Número de habitantes por Grupo Etário [9]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 3 180 4 371 4 344 5 946 7 964 7 227 6 657 3 815 3 458 2 629 1 841 1 685
15-24 Anos 2 199 2 566 2 720 3 850 4 252 4 593 4 050 3 125 2 353 1 971 1 946 1 226
25-64 Anos 4 638 5 368 5 146 7 036 8 998 9 456 10 160 8 760 8 258 7 456 7 365 6 855
= ou > 65 Anos 357 453 481 522 763 935 1 300 1 565 2 301 2 456 3 135 3 280
> Id. desconh 27 54 114 56 83

(Obs: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população "de facto", ou seja, que estava presente no concelho à data em que os censos se realizaram. Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente)

FreguesiasEditar

 
Freguesias do concelho de Alcácer do Sal.

O concelho de Alcácer do Sal está dividido em 4 freguesias:

EconomiaEditar

Alcácer do Sal é o concelho líder na produção de pinhão. O Alentejo produz 67% das pinhas nacionais e 15% das pinhas mundiais, segundo dados de 2013 da União da Floresta Mediterrânica (UNAC).[10]

PatrimónioEditar

 
A ponte rodoviária da EN253 sobre o Sado em Alcácer do Sal. Originalmente estava integrada no Ramal do Seixal, como Ponte ferroviária do Seixal sobre a Ribeira de Coina.

Monumentos nacionais:

MuseusEditar

  • Museu do Arroz
  • Museu Municipal de Arqueologia Pedro Nunes
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alcácer do Sal

DesportoEditar

GeminaçõesEditar

A cidade de Alcácer do Sal está geminada com:

AcessibilidadeEditar

Referências

  1. INE (2013). Anuário Estatístico da Região Alentejo 2012 (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 32. ISBN 978-989-25-0214-4. ISSN 0872-5063. Consultado em 5 de maio de 2014 
  2. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28 de novembro de 2013 
  3. INE (2012). Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Alentejo (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 95. ISBN 978-989-25-0182-6. ISSN 0872-6493. Consultado em 27 de julho de 2013 
  4. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_ALENTEJO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013 
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28 de janeiro de 2013.
  6. «Salácia». Infopédia. Consultado em 28 de novembro de 2013 
  7. Lei n.º 43/97, de 12 de Julho (Diário da República n.º 159, I Série-A, de 12-VII-1997). Acesso 2012-09-03
  8. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  9. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros
  10. Gazeta Rural n.º 257, 15 de Outubro de 2015, pág. 26.

Ligações externasEditar